h1

Eu sou brasileiro, com muito orgulho?

13 de agosto de 2008

Assistindo ontem à final por equipe na ginástica feminina, o súbito ódio pela Globo aflorou ainda mais. Aliás, a cobertura em si de toda Olimpíada por parte da ‘Plim Plim’ beira a piada.

Primeiro fato evidencial e incontestável: O BRASIL É UMA MERDA (no assunto proposto).
E a Globo luta, de todas as formas, para enganar o cidadão brasileiro e empurrar à força uma idéia patriótica de que o vigésimo oitavo lugar em uma disputa com 30 atletas já é uma grande conquista.
Ficamos atrás de países cujo PIB deve ser menor que a renda do Lula. E eu me refiro à renda familiar, não do país. Até mesmo essas ridículas nações esportivas conseguem lutar, enquanto o Brasil é massacrado, humilhado e ridicularizado com posições pífias.

Segundo fato evidencial e incontestável: MEDALHA DE BRONZE É PRÊMIO DE CONSOLAÇÃO.
Quando um brasileiro ganha um bronze, a Globo só falta parar a programação e deixar a foto do atleta estampada por duas horas na tela.
É grito de “BRASIL-SIL-SIL”, fogos, medalhinha aparecendo e durante os próximos quatro anos ele participará do programa da Ana Maria Braga como medalhista olímpico.
Agora informo aos amigos: A medalha de bronze tem tamanho significado de “porra nenhuma”, que um país pode ter 568 delas, se outro tiver UMA prata, fica acima.

O Brasil segue na disputa por consolações, prêmios de ‘cala a boca’ que servem somente para mascarar a situação de calamidade que vive o esporte nacional. Onde não revelamos praticamente ninguém, não temos estrutura para competir sequer com Azerbaijão e que nos iguala a nações como Formosa e Armênia.
O governo não investe o suficiente e as empresas privadas estão literalmente cagando para o fato. A Petrobrás investe milhões para exibir um carro durante 2 segundos no filme do Speed Racer, mas não move uma palha para incentivar o atletismo, a natação, praticamente nada. Continua fazendo espetáculos de orquestras a 1 real, quem sabe isso vai mudar o rumo do país.

E enquanto isso ficamos nós, burros, estúpidos e iludidos, torcendo por uma república de bananas, vibrando com qualquer coisa, com qualquer sopro de esperança de um atleta brasileiro, mesmo que isso signifique dar saltos de alegria porque as meninas chegaram na final. Parabéns meninas, mas sinceramente? Foda-se. Ficar em oitavo ou em nono só tem a diferença de suar e ficar fedendo um pouco mais.

Mas sabe como é, sempre nos resta o discurso entoado há mais de 50 anos:

“Vamos com calma que chegaremos lá”.

Se você atingiu o grau máximo de ilusão, concordará com a frase.

Anúncios

10 comentários

  1. […] Neste texto aqui o Felipe fala sobre o ufanismo Polyanna da Globo que insiste em comemorar medalha de bronze, e tratou como grande conquista a ginástica feminina brasileira ficar em 28º lugar. De uma competição com 30 equipes. […]


  2. […] ainda querem nos iludir de que o Brasil está se saindo bem. O Felipe e o Cardoso disseram […]


  3. […] disso, já há gente indignada (O Cardoso, o Viegas e o Felipe já expuseram sua opinião sobre isso) com a Globo fazendo festa a cada medalha de […]


  4. […] Desabafo: Eu sou brasileiro, com muito orgulho? […]


  5. […] King Propaganda Funerária Central Sexta, quem sabe um motel? Eu Estaciono Feito Um Idiota Eu sou brasileiro, com muito orgulho? Quadro de medalhas do jogos olímpicos de Pequim Esculturas criativas com 3 materiais bastante […]


  6. […] Olimpíadas: Eu sou brasileiro, com muito orgulho? […]


  7. […] No fim das contas, os melhores textos/matérias foram feitos por não-jornalistas esportivos, como esse do Felipe Netto, e esse do […]


  8. […] o dever delas de ganhar dinheiro à custa da imagem dos outros. Mas e a Petrobrás, por exemplo? O Felipe Neto falou muito bem ao questionar o porquê da Petrobrás investir milhões de dólares em publicidade […]


  9. […] e ainda assim só em caso de vitória (como já disseram, com muita propriedade, Cardoso e Felipe Neto, entre tantos outros). Nos demais dias do ano, o brasileiro médio costuma odiar o seu país. Quem […]


  10. […] Neste texto aqui o Felipe fala sobre o ufanismo Polyanna da Globo que insiste em comemorar medalha de bronze, e […]



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: