h1

Ex-problema, ex-crotice, ex-coliose mental

2 de dezembro de 2008

Ex

Em março deste ano, dei fim a um relacionamento de 3 anos e 6 meses.
Deu-se então um período de desintoxicação, regado a shots de tequila, zoação absoluta, resgate do passado, busca dos sonhos deixados de lado, reencontros importantes e muito, muito videogame com coca-cola.
Hoje, quase 9 meses depois, ficou a gigantesca e inteligente lição:

Ex é uma merda.

Não a pessoa em si, mas o invólucro, o tabu, a personagem.
Pra começar, nos primeiros meses você percebe que pelo menos uma vez por noite, em rodas de amigos, solta a maldita frase: “Ah, a minha ex…”. Pára, respira, pensa e continua: “Que morra sem os membros”.
Racionaliza então que o ser humano é capaz de sentir mais de um milhão de coisas a respeito de uma única pessoa. Dor, mágoa, saudade, amor, raiva, frustração, decepção, angústia, tesão e vontade de bicar-lhe a cara. Tudo em um intervalo de 5 segundos.

Começa então uma guerra, denominada de “quem supera primeiro”.
Os mais fracos, imediatamente encontram amores tapa-buraco, fingem ter superado, até mesmo acreditam, mas entram em prantos à sombra de qualquer lembrança e torcem para nunca encontrar o outro na rua.
Os fortes, sofrem. Choram, socam a parede, dormem vinte e três horas por dia, tomam leite sem açúcar, ficam 5 dias sem tomar banho, 20 sem fazer a barba, pedem cafuné da mãe, vomitam, mas superam de verdade.

Ex

O que é a cura, sem dor?
Imagine como seria cômodo ao ser humano, no máximo da gripe, simplesmente colocar uma regata e ir pra chuva cantar e gritar ao mundo que está saudável. Retardado? Masoquista? Iludido? Fraco.
Por isso, o conselho que deixo, de quem se reestabeleceu no topo, é: Sofram. Mas curem-se por completo.
Parece besteira romancista, inutilidade sem sentido, mas todos passarão por isso. E provavelmente você fará muita cagada no processo. Assim como eu, seu filho, sua tia, whatever.

Minha ex, hoje, é um passado distante, sem interferência em meus sentimentos, aconteça o que acontecer. Torço por sua satisfação assim como torço para a de um colega. Descobri, solteiro, uma felicidade jamais experimentada, com conquistas que antes figuravam apenas em meus sonhos mais distantes. Minha satisfação com a vida é plena, saudável e extremamente positiva.

E quando chegar sua hora de passar por tudo isso, torço para que consiga seguir os caminhos certos, sem agir com falsidade e hipocrisia em relação a si próprio. Pois, se for o caso de seguir como um fraco, quem sabe, pode acabar casando com um reles tapa-buraco.

A insegurança guia o homem para precipícios eternos.
Você é maior que isso.

Anúncios

81 comentários

  1. Nossa
    Já passei por isso !
    Mas na historia eu fui o fraco, e ela mente até hj que nao gosta de mim!
    Ei de averiguar isso melhor….


  2. Caso parecido, porem com prazo de validade mais extendido (1 ano).

    O que mata é a abstinencia sexual.
    E pior que isso, bater umazinha pensando na ex, aquela posição que só ELA fazia, que outras sem-vergonhas não fazem…

    Pra isso tem remédio temporario, e como meu amigo Marcelo dizia:
    “Quem não bebe, nao vê o mundo girar”


  3. Eh, tá gastando uma dessas pra mim também. Separei fazem 1 mês e uma semana, e tá duro superar. De qualquer forma, sortudo és; é facil ser guiado pela insegurança. (Ah, primeiro!)


  4. Cara, esse foi um dos lances mais fodas que eu já li. Parece que acontece o mesmo processo na cabeça de todo mundo nessa situação né? Eu estou nesse momento passando por essa merda de novo. Mas sempre sigo o caminho “dos fortes”, esse que quase leva a gente a loucura. Tudo bem, que sair disso e lembrar que a gente foi forte é bonito de se dizer, mas convenhamos, que até que a gente sai passa um terror fila-da-puta. Se tivesse como, de fato, esquecer sem a dor, eu iria por aquele caminho.
    Véi, seu blog é foda. Você tem uma forma de falar do corriqueiro com polidez e perspicácia, porém com simplicidade.
    Tudo de bom, e abraço.


  5. A melhor forma de “superar” é ter a capacidade, de saber, que não irá dar mais certo, e da um tempo da pessoa”

    eu namorei, um ano e um mes, terminei, ela deu em cima de todos meu amigos, eu afastei por apenas, dois aninhos, agora somos amigos!

    Ps: “satisfalção” ta errado, corrija!


  6. Oie…

    Adorei o texto!! 😀

    Bjnhos


  7. Eu casei com uma tapa-burraco.

    Mas acabei me separando e hoje estou com a pessoa que sempre amei. 😀


  8. Ai ai ai …. que gay !!!


  9. Separação é sempre uma droga!
    Mesmo quando a outra pessoa fez merda.
    Uma hora ou outra a tal pessoa vem no pensamento… naquela hora da tarde, que o celular tocava pra combinar um encontro. Pronto, uma simples hora já faz a gente pensar na criatura!
    Bom, eu já estou com meu marido a 10 anos… porém, quando estávamos junto a uns 3 anos, ele precisou mudar de cidade e eu não podia ir junto. Acabou que uns 3 meses depois a gente terminou.
    Fiquei muuuuuuuuito mal. Chorei até ter dor de cabeça, me enfiei na banheira com água quentinha pra relaxar mas fiquei pensando na saudade e fiquei ali até a porcaria da água ficar gelada e ser insuportável estar ali, escrevi um monte de coisas que eu queria dizer pra ele, mas ele nao estava ali pra ouvir, coloquei uma música muito alto (de um cara que grita muiiito) e cantei no mesmo tom, chorei pras amigas, pra mãe, pro pai, pra todos que me entenderiam e me ajudariam. No mesmo dia dei sumiço em TUDO, mas TUDO mesmo que me lembrava ele, apaguei do msn, icq (antigooo) …
    E, sem brincadeira, 4 dais depois eu viajei com amigas e consegui passar 3 dias lembrando dele só denoite, quando ficava sozinha pra dormir.
    Comecei a ficar com outros caras e nem um mês depois já não tinha mais problemas com isso.
    10 meses depois ele me procurou, começamos a conversar e eu fui até a cidade que ele estava pra vê-lo.
    E aqui estamos nós, juntos denovo… 😛

    Comentário quase vira um livro, heim! 🙂
    Bjs!


  10. Adorei o seu texto, muito inteligente, parabéns por ser um “Ex-sofrido”. hehehehehe.


  11. Noossa que tudo esse texto..to ….to no caminho dos fortes……..só me deu mais motivação……..to até copiando pra ler todos os dias hehehehehehehe……brigadinha……


  12. Esse post foi pra mim!? Terminei tem duas semanas e ta aquela coisa “volta num volta”… Valeu serviu muito bem pra minha vida esse texto. Abraço!!!!


  13. A propósito, namorei 1 ano e 10 meses.. E sua forma de escrever os textos é muito boa Felipe. É um estilo simples e fácil de entender.


  14. Nossa q lindo!!!
    Sofri durantes 03 longos anos, parece mentira mais não é…. Casei com um “tapa-buraco” e hoje estou sofrendo por ele também, mas verdade acho que gosto de sofrer mesmo (mas não sou Emo tá..), meu marido está indo embora, e isso está me fazendo sofre muito… acho que pior do que ex-namorado é ex-marido…. beijossss…


  15. Pois é, estou prestes a passar por isso, mas já fui forte e homem o suficiente pra me permitir chorar antes e me recuperar, e dessa vez não sera diferente, temos que ser forte para aceitarmos um fracasso, para no futuro termos um sucesso pleno. Ótimo post. Ótimo Blog.


  16. hehehehehe
    passei pela mesma situação 3 meses atrás. ela também foi atrás de um “amor tapa-buraco” só 2 semanas após o nosso término, e saiu tentando mostrar pra todo mundo que tinha superado. tendo superado ou não, não caí no joguinho. não fui atrás de outro alguém. esperei as coisas passarem, fique de boa. hj, 3 meses depois, posso dizer que sou eu de novo. vi que a fraca foi ela.

    adorei seu texto. disse tudo.
    adoro o blog também


  17. É o espírito natalino 😀


  18. “É o espírito natalino” foi óóótima.
    hauhauahau
    Mas é isso aí, mais uma vez (isso já está virando lugar comum) Mandou muuuuito bem.

    Bjuu


  19. isso ae…

    arranjei uma namorada bem na epoca de 17~18 anos… a pior possivel pra se encabrestar… fiquei 8 meses com ela…

    eu que chutei, mas fui fraco… até criar vergonha na cara e ser forte o suficiente pra me isolar de todo mundo e renascer…

    hoje, passado mais de um ano do fim do namoro, vi que a vida de solteiro (de zona pra casa e amigos, de casa de amigos pra bar, de bar pra inferninhos, de inferninhos pra viajens memoraveis com pessoas diferentes que dariam orgulho de contar pra todo mundo) é muito boa… e que ex é uma merda…


  20. *clap,clap,clap*

    Cada dia que passa te admiro mais!


  21. Engraçado ler isso hoje…
    Namorei com um típico professor de academia (safado, metido a garanhão, egocêntrico, …) por quase 6 anos. Faz uns 3 anos e meio que acabou… De forma feia, com brigas, bate-bocas, chifres descobertos, insultos via orkut, blog, sms… Passei 6 meses sofrendo muito…era meu 1o namorado…
    Foi quando um amigo me deu o melhor conselho da minha vida ‘ fica com um, com dois…lá pelo 3o você nem vai se lembrar dele’. Assim o fiz, e hje estou noiva do nº 4!!!
    Mas a verdade é que fim de relacionamento nunca é algo bom… Encontrei meu ex no shopping há poucas horas atrás…Me escondi, mas mesmo assim ele me viu… É chato… Foram 6 anos sonhando junto e hoje nem um bom dia somos capazes de dar…
    Sei que ele tem vontade de se aproximar, pois muito do que ele conseguiu na vida se deve a mim que o colocava pra cima e fazia ele querer mais (ele até admitiu que eu fui a perfeita namorada- o que torna tudo pior, porque o fim do relacionamento não foi um erro que eu pudesse evitar), só que comigo a história foi diferente, ele me colocava pra baixo pois tinha medo que eu conquistasse mais que ele
    Amo meu noivo, mas de uma forma racional, madura. O escolhi para ser meu companheiro pelo resto da vida e muito do que faço hoje se deve ao que aprendi com o fim do meu relacionamento com meu ex… Acho que jamais seria tão feliz como sou agora se tudo isso não tivesse acontecido…
    Há males que realmente vêem pra bem…


  22. caraca cara adorei seu blog e esse post então fenomenal!
    Realmente existem esses tapa buracos, mais a nossa visão de ” ex é uma merda” é diferente da de vcs homens!
    Mais isso não deixa de levantar ai a discussão!

    Show de bola beijos


  23. Felipe, mais uma vez arrebentou no Post!

    Creio que todo mundo já passou por isso na vida, e confesso que já tomei atitudes dos “fracos”, mas faz tempo…rs

    Fui!


  24. Você puto deste jeito vai e fala que depois de 9 meses que tinha terminado com sua namorada, eu ja deduzi a frase seguinte: A fdp pariu! ASUhSAUHSAUSHAUSA

    Sorte sua que n foi isso

    Abraço


  25. 3 anos e meio de namoro… fazendo as contas.. Meu Deus!!! Sua mãe deixou vc namorar com 12 anos?

    hauahuahuahuahua

    brincadeiras a parte td fim de namoro eh uma merda (eu terminei ano passado um namoro de 5 anos) mas o melhor é q qdo vc percebe o qt pode ser feliz solteiro a vida muda… fora q solteiro vc “redescobre” os amigos, os seus gostos, suas preferencias pra td.. já q agora é vc por vc!


  26. nossaaaa..eu passei exatamente por tudo isso…mas eu n fui fraca…eu sofri..chorei…pedi colo de mae…mas superei…e descobri prazeres na vida de solteira depois de 3 anos namorando…
    hoje torco por ele e por uma colega…hauhauhauhauhauhuahhuaha espero q eles sejam muito felizes…

    fim de namoro eh mesmo uma merda…mas passa…demora…mas passa…
    eu to muito mais feliz…

    parabens pelas….”cronicas” da vida!


  27. Poxa, quantos deja-vus neste post… tô vendo o mesmo filme. Doi pra cacete pensar que (eu cheguei a “casar”, so nao no civil) você se propoe a ter uma vida do lado de alguem, e do nada, na hora que você tá pior, tu leva uma coronhada dessas. Eu até hoje não superei minha separação, apesar de ter 1 mes e 11 dias. Engraçado que tem uma guria do meu trabalho que me tira do sério, mas não tenho vontade de tentar nada… crises da vida.

    —————–

    Leonardo, 1 mês e 11 dias é quase um sopro. Não é tempo algum. Siga na luta.


  28. Defendo a teoria da tampa de panela. Penso que não existe uma, mas várias “pessoas certas” no mundo. Vários “amores da vida” que nos tampam. O mais curioso de tudo isto é que sempre encontramos a “pessoa certa” num raio de alguns quilometros do ponto de onde começamos a procurar.

    Algumas se encaixam melhor. Outras… nem tanto. O tempo que ficamos destampados realmente não é fácil… principalmente para quem “fica”. Quem “se vai” sempre possui uma vantagem que beira o desleal: acaba virando EX primeiro.


  29. cara, seus textos são fantásticos…eu só queria ler um todo dia depois de chegar cansado da faculdade…
    por isso peço um maior número de posts =)

    Quanto ao assunto comentado, acho que o melhor de se “sofrer” ao invés de fingir que tudo está bem é que, quando tudo é superado, você se torna uma pessoa MUITO mais forte e, por que não, CONFIANTE. No meu caso, basta ter na cabeça que fiz o meu melhor e, se não foi o bastante, vai ser o bastante pra próxima pessoa.

    Apesar de que 66,6% das minhas ex já me ligaram chorando arrependidas, agora estou na iminência da minha terceira ligar novamente…ou seja…até que não sou tão ruim assim

    abraços


  30. Muito bom. Gosto nem de comentar esse tipo de coisa. E olha q nem cheguei a namorar a pessoa.

    Abraços!!!


  31. Pô já passei por isso…
    Primeiro namorado é f***! Durou 4 anos e 10 meses.
    Na primeira vez ele terminou, poxa sumiu o chão!
    Viajei fiz um monte de coisa que não faria se estivesse com ele…
    Pediu pra voltar, aí a burra e imatura aceitou…
    Na segunda fui eu quem terminou (fazem + de 5 anos) e ele tá dando uma de fraco até hoje.
    Meu relacionamento hoje é muito mais maduro, entendo e vejo as coisas pro outro lado.
    Posso dizer que cresci bastante dos 14 aos 18.
    Segundo texto sobre relacionamentos que me identifico completamente! Este e aquele sobre “crescer 10 anos em 4”.
    Parabéns pelos textos!


  32. Concordo, parece que você tava aqui do meu lado vendo tudo o que eu tava sofrendo. Namorei 4 anos e de repente tudo acabou. Sofrer faz parte do processo, cara. Não acho que ser forte ou fraco ajudará ou não. Pra mim cada um vê uma maneira mais “sólida” pra conseguir arcar com a perda de uma pessoa que querendo ou não teve valor na sua vida. Eu falo por mim, pois não me julgo fraco por ter tentado MUITO mesmo depois do término do meu relacionamento.
    Eu fiz a proposta de ficarmos juntos, mas não com a cobrança que tinha antes, saca? É uma questão de química sentimental com a pessoa que você gosta. Não é um simples “terminar” que você se dá por vencido e sai aos prantos, não pra mim. Nos vemos todos os dias na faculdade, Felipe. Eu tenho que vê-la TODOS os dias na faculdade e ver que ela não é mais minha, não é mais a minha menina, a minha linda e a mulher com qual eu divida tudo ( sem exceção ). Alguns vivem chorando e outros procuram outras maneiras de esquecer… Eu mesmo tentei ter RAIVA e desencanar o mais rápido possível, mas é algo utópico. Depende muito do que você viveu e passou com a pessoa pra tentar tirar uma posição diante o “dia-a-dia” que se vive quando se está só. Eu moro sozinho há 5 anos, sou extremamente acostumado a ficar sozinho o dia todo, mas ela completava meus dias literalmente… e agora? Meus dias passam mais devagar, meu trabalho é chato de se fazer, claro, com o mesmo nível de produção. Não posso deixar isso influenciar.

    Só acho que pra se entender tudo isso é PASSAR por isso e tirar uma lição. Não importa quanto tempo demore ou sofra, pois pode ser “melhor” alguém chorar 50 horas num dia do que pegar e se matar por alguém que não lhe deu o valor necessário (que voce achava (exemplo) ). Pois você sabe que muitas pessoas se matam por isso e aquilo quando se diz respeito ao coração. É algo muito complexo, mas por exemplo HOJE (03/12/08) minha ex chegou na minha frente enquanto estava abraçada comigo e disse: “Porra, Irienu. Você insistiu tanto, argumentou, tentou mostrar que agora estamos aqui.” Então não foi só porque terminamos que o encanto acabou. Temos pleno discernimento do fato AGORA e se for pra voltarmos um dia que voltemos de uma maneira que nos beneficie e se não acontecer pelo menos eu serei homem e vou erguer a cabeça e falar: “Tentamos.”

    Sofrer é ruim, mas ajuda a crescer, isso é um fato. Mas existem maneiras de como conduzir isso. Não sou daqueles irracionais que pensa que a vida acabou por isso e aquilo, pelo contrário, eu vou atrás do que EU acho que é certo e se a pessoa possa vir a achar isso por que não tentar? Eu batalho em tudo que eu acho que me faz bem e se minha ex (hoje em dia) é uma batalha para vê-la feliz comigo nem que seja 10 minutos durante um intervalo de faculdade MESMO sabendo que não estamos mais juntos, eu irei fazer isso. Concordo quando você disse que muitos tentam achar outras na rua pra suprir essa carência pós-término, mas o foda é que piora tudo… há não ser pros babacas que não se dão ao respeito e muito menos respeito a um sentimento. Não vamos banalizar a palavra “sentimento”. Só acho que não se deve ter RANCOR, não sei ao certo, mas acho que quando se gosta nunca é demais tentar de novo. A vida é curta e estamos sempre dispostos a sabe-se lá o quê. Ter um carinho e amizade é muito melhor do que desejar o ódio e que a guria morra (oiehoaishioas). Mas é um processo que cada ser humano tem que saber como passar e isso vai de cada um. Eu não me sinto um derrotado ou que eu fui e me humilhei pra ter a pessoa que eu AMO do meu lado de uma maneira diferente. Acho que fui atrás do que me preenche, e se isso for bom pra ela no momento também… é o que estamos fazendo. Estamos nos curtindo e isso está nos ajudando a nos entendermos melhor, a ver os erros do passado de uma maneira mais delicada MESMO sabendo que não estamos JUNTOS, mas sim dando tempo ao tempo.

    Abraços e bom texto 😀


  33. Estou contigo, rapaz.
    Excelente texto, mal amado como deve ser a superação de uma perda, justamente quando se tem um momento epifânico e se descobre que você é maior e melhor que essa merda toda de dor e sái, com um monte de cicatrizes, para a vida novamente, mais forte, mais maduro, melhor.
    Grande Abraço


  34. isso tudo me cheira a ressentimento, dos fortes.

    abraços,

    Danilo.

    ———

    Engano seu. 😉


  35. papo de homem?


  36. Parabéns , ótimo post !!!!


  37. Aahhhh, pelo jeito tu está tendo uma recaída, é isso??
    Eu insisti num namoro de 4 anos que só me machucou, o término foi foda e agora não quero saber de compromisso nem a pau!
    Bjus

    ————–

    Recaída? Não, não.


  38. Eu passo por isso atualmente ;~


  39. Para curar um amor platônico só mesmo uma trepada homérica !!


  40. terminei meu namoro de 2 anos nesta terça-feira… to muito triste =~(
    Não consigo dormir e nem comer direito, vai demorar p/ passar isso
    é uma merda mesmo ter um ex

    tmb não quero saber de homem por um boooommmm tempo – nem de mulher, pq sou hetero- vou ficar sozinha, terminar a facu, tentar um mestrado sem ninguem p/ me atrapalhar…

    —————

    É muito cedo pra pedir seu Orkut?
    Hahahaha, desculpa, não pude resistir.

    Se precisar de ajuda e conselhos nesse momento, me manda um email com seu MSN.


  41. Cara…muito bom mesmo o texto…

    o importante é aproveitar tudo que a vida lhe proporciona..seja com uma companheira…seja sozinho…é saber pra onde vai, com quem vai…e porque vai…é adquirir experiencia…e a cada dia, se tornar uma pessoa melhor…e mais preparada pra tudo que a vida vir a pôr no caminho….

    abraço!


  42. […] Texto: Ex-problema, ex-crotice, ex-coliose mental […]


  43. Um belo tema a ser tratado.
    Descreveu muito bem. Lendo, parecia que eu é que tinha escrito tudo, pois se encaixa perfeitamente, óbvio que não apenas comigo, mas com todo mundo que já namorou alguma vez.
    Muito foda Felipe, parabéns.


  44. O que o amor e desilusão não faz a uma pessoa hein? olha o tamanho do “recadinho” do Irineu…affffffff ele botou pra fora tudo que estava entalado… concordo com ele também… tem que botar pra fora.. nem que seja na forma de m…abraço dessa vez pro Irineu.


  45. Verdade. Esse ano foi horrivel mas consegui superar.


  46. […] Texto: Ex-problema, ex-crotice, ex-coliose mental […]


  47. Na verdade, eu queria entender os homens, juro. Eu tenho um ex que não me deixa namorar, nõ me deixa ficar com ninguém. Bom, eu sei que a fraca sou eu, pois aceito tudo que ele me faz.. Ele me maltrata, mas me trata mal mesmo, me fala coisas horríveis e depois age como se nada tivesse acontecido. Isso me magoa mesmo. Isso é gostar? Não é, né.. Com as outras pessoas, ele é uma pessoa super amorosa, carinhosa, mas comigo é sempre me xingando. É triste, preciso colocar um fim nisso e ser forte.
    Eu só não entendo porque ele é assim comigo.

    Btw, ótimo texto.


  48. Aconteceu o mesmo comigo ano passado. Sofri, claro que sim, mas agora passou e, assim como você, encontrei a felicidade em coisas que eu não imaginava, me vi feliz e solteira, uma coisa que até então eu julgava impossível para minha pessoa. Foi uma grande aprendizagem que valeu a pena.
    Espero que assim como eu, você se lembre com carinho daquela época, mas tem consciência de que as coisas agora estão melhores.

    Bom texto 🙂


  49. consegui superar em menos de uma semana, e foi através de tapas-buracos, e uma dessas que acabou dando tudo muito certo… ;D


  50. Também já passei por uma separação difícil… e fiz exatamente como você.. vivi, me descobri, chorei, sofri e beijei muuuuuuuuuuuuuuito na boca….. sem compromisso… é incrível como você se descobre após um relacionamento… concordo com a parte de que não devemos tentar tapar buracos, principalmente, porque a outra pessoa não tem nada haver….
    mas, Fê, sinceramente, esse texto tá parecendo desabafo de quem ainda tem algum recalque….rsrsrsrrsrsrsrs….
    xerinhossssssss…!!!!
    Assim mesmo o texto tá muito legal!!!

    ————-

    Não há recalque, até pq não foi uma indireta à minha ex 😉


  51. Mas que viadagem é esta?? (brincadeira)

    Pelo jeito de ver, superar nunca é facil.

    bjs.


  52. Pessoal ae em cima já disse tudo…

    Parabéns pelo texto,cara….


  53. ô. sei beeem como é. principalmente nessa de “tapa-buracos”. mas as pessoas crescem, né. (acredite, ler esse texto agora me ajudou horrores. HAHAHA obrigada pelo texto emo, felipe :P)

    :*


  54. As vezes a gente quer começar tudo de novo. E fazer direito. Não dá pra generalizar e dizer que toda pessoa que cê encontrar nos próximos 6 meses vai ser um tapa buraco, as vezes a gente acerta na loteira e percebe o quanto estava se enganando. Esse texto foi muito bom. Parabéns.


  55. não sei, mas me parece que esse texto foi feito pra alfinetar sua ex.


  56. leite com açucar?!

    WTF!


  57. Whattahell!? OO
    Eu lhe conheço? Deve ser meu péssimo hábito de conversar com estranhos =/

    Parabéns pela propriedade ao escrever sobre um assunto que existe tantas divagações…

    Ex não é fácil. Sustentar e reestrutuar nossas vidinhas, após anos de convívio só para quem é “mother fucker”, mas depois que a poeira abaixa percebe-se que você é muito mais forte e chega até orgulhar-se de tudo que viveu e tem certeza do que tem muito mais garra pra ir aoende quiser com suas proprias pernas sem precisar de muleta nenhuma!

    =]


  58. Bom, eu estou passando por isso; na verdade, ja e a segunda vez…
    E eu concordo, qdo vc disse q sofrer e melhor para superar. Ate pq a gente começa a enxergar a pessoa de uma outra forma, começa a perceber os defeitos dela com mais clareza, ate se ter a ctz de q ela n era td aquilo q vc pensava, e q nao vale a pena insistir nela.
    Ficar sozinho por mto tempo p mtas pessoas pode parecer coisa de encalhada no meu caso, que sou mulher, mas pra q me envolver com outra pessoa, se de uma certa forma eu n estou livre?? Seria desleal; ng merece ser usado… ainda mais como tapa buraco.
    A unica coisa que eu penso e o seguinte: se da primeira vez, foram cinco anos, e hj ele n significa nd p mim, se é o coco do cavalo do bandido, se ele falando ou um cachorro latindo da no mesmo p mim, pq agora, pela segunda vez, seria diferente??
    Texto aprovadissimo…


  59. Cada letra disposta aí em cima, foram as minhas por um bom tempo… Aliás só o tempo mesmo faz curar, fechar feridas e deixa a gente tentar seguir sem medo…

    beijo 😉


  60. Lindo.. perfeito…
    E a história do Tapa buraco é isso mesmo..


  61. Não desejo “Que morra sem os membros” e nem tenho pena. Apenas estou na categoria dos fortes de verdade que não têm vergonha alguma de chorar, socar a parede, dormir vinte e três horas por dia, tomar leite sem açúcar … É preciso permitir isto, é necessário. Após algumas poucas semanas você percebe que foi o tapa-buraco e tudo volta ao normal tão magicamente e inacreditável.

    Estou ansiosa para chegar ao seu nível e eliminar de vez. 😉


  62. Adorei o texto.
    e ta aí umas das melhores frases dele-Sofram. Mas curem-se por completo.

    afinal quem ñ passou por um relacionamento assim.


  63. Hoje começo meu período de “desintoxicação”, terminei ontem um namoro de 3 anos!
    Ainda o amo e sei que ele ama a mim também, mas nossas vidas estão seguindo caminhos totalmente diferentes.

    Pensei que isso só existisse em novelas… 😥


  64. Realmente superar não é nada fácil, mas tentamos levar a vida. Passei por isso há pouco tempo e já estou melhor, nada de se entregar!
    Abraços!


  65. Tenho um ex-genro que era perfeito.
    Minha filha tá na fase de tapa-buracos, ela é linda e doce, terminou um namoro de dois anos e os olhos verdes delas nem se permitiram chorar. Eu sofro por vê-la. E sei que ela é muito novinha pra se prender.
    A desintoxicação aqui em casa tá dificil ele era nosso melhor amigo e até meu marido tá sofrendo.
    Beijo, lindo texto.


  66. Tadinhooo .. nao sabia q meninos sofressem tanto assim !
    Mas vida de solteiro eh o q ha, naO ?! hahahaha
    Pelo menos eu ADORO ;D


  67. Ola, terminei com minha namorada de 2 anos e 9 meses ontem…
    sinto imensa dor em saber que foi o melhor para os 2….
    não da pra saber ao certo o que se fazer depois de terminar um relacionamente longo assim…
    tudo que vc faz ou pensa lembra a outra pessoa, da vontade de mudar de país, de nome, tudo.
    mas gostei do texto… e sei que como vc vou ser forte…

    “vão-se os anéis e ficam os dedos”


  68. Ei… Sua ex casou com um tapa buraco foi?
    huahuahuahuahauhau


  69. Parabens pelo seu texto!


  70. Acho que o que vc falou estava mais pro lado ruim da coisa, pois se vc ver bem vc ficou mais de 3 anos com ela e isso não foi ruim para você. O Ruim é acabar e ter que superar tudo, tentar voltar no passado e buscar sua liberdade que ficou pra trás naquele dia que vc aceitou um namoro. Porém teve seus lados bons, na qual você não citou e mostrou que parece ser monstruoso um relacionamento pois acaba com a pessoa de N formas. Acho que tudo tem seu lado bom e ruim, tudo é relativo. Mas se você é forte o suficiente pra se recuperar disso (o que sei bem o quão dificil é) vc tem que ser forte também pra admitir que teve seus bons momentos, afinal vc não viveu mais de 3 anos de caos, né ?!


  71. vo comentar pq vo mandar o link pra minha ex, talvez ela veja.
    Leia o post do DumDum, Sari. aheuaheuaheuhaeu! brincadeirinha.
    Enfim. Ele escreveu bem tudo. Encontro-me entre ‘para começar’ e ‘5 segundos’
    Parabens blogueiro cujo nao li o nome!


  72. Fantástico! Excelente texto, meus parabéns.


  73. Coff coff… Arrazou!!!
    Perfeitinho… faz tempo que estava sem ler o controle, agora que voltei gostei.


  74. bravo!!!!!!!!!!!


  75. Ola
    Parabens pelo texto, sua escrita é perfeita, simples e eficaz.
    Meu caso é um pouco complicado porque envolve filho. Eu separei do pai do meu filho, hj c 5 anos e 7 meses. Fomos casados por longos 3 meses! Mas eu o amei demais, e sofri da mesma forma para esquece-lo. Tira-lo da minha vida,pq a vontade de estar c ele sempre era de matar. E pior q eu quase morro. Minhas amigas dizem q sou FORTE, mas ainda nao consegui superar essa barra. O pior d tudo é que ele não me ama, mas me ilude, e eu acabo me iludindo msm. E eu nem sei mais o q fazer, para tira-lo eternamente da minha vida.Tenho q continuar vendo como pai de meu filho,mas como homem não rola mais.Sei q não dá certo nosso relacionamento pq não há amor recíproco,mas não consigo tira-lo dos meus pensamentos,da minha vida.


  76. Meus caros, aos olhos de uma pessoa digna de sentimentos tudo isso de sofrimento é bastante normal, até compreencivel. Mas pensem comigo, um cafajeste assumido, não é bem mais facil manter o controle das coisas? Não se apaixonar?! Qualquer coisa em demasia tende a ter efeitos colaterais negativos aos ser humano, por que diabos com o amor seria diferente?!?!?!

    Sou a favor da grande arte de manipular pessoas e sentimentos, “Teoria do Especialisrta”!

    E não me venham com o papo de que não se escolhe quem amar, ou o amor é cego… Qualquer um nota que está se apaixonando e se deixa envolver de livre escolha. Ai sim Ex é consequencia da demasia, demasia de sentimentos e desgaste por conta do tempo.

    Muito bom o post Felipe, sua escrita é excelente!!!


  77. Esse foi o melhor q li até o momento., pois estou vivendo esta situação, não tá facil não. Mas penso tbém q muitas vzs sofremos pela falta, mas tbém confundimos AMOR e POSSE, tudo passa pela cabeça nessas horas difíceis. Mas tbém é uma pena se o relacionamento era maravilhoso, derrepende termina por falta de diálogo. E
    por medo de se machucar denovo, não damos chance a este amor que tanto nos fez bem e deixamos escorrer entre os dedos. Ele terminou, com certeza sabe o que fez.

    Mas sabe-se lá o motivo, só ele sabe e vou respeitar o espaço dele mas seria uma pena realmente saber que ele está sofrendo…ele foi maravilhoso esses quatro anos que ficamos juntos…quem sabe né, ele sente saudades e volta!!! bjs à todos…e sofrer não é legal não, viu!


  78. “Os fortes, sofrem. Choram, socam a parede, dormem vinte e três horas por dia, tomam leite sem açúcar, ficam 5 dias sem tomar banho, 20 sem fazer a barba, pedem cafuné da mãe, vomitam, mas superam de verdade.”

    Eu… eu… eu… eu sou forte e nem sabia… **


  79. A retardatária no comentário.. é que só descobri seu blog agora e agora que estou lendo os posts.
    E me identifiquei demais com esse post, já que terminei agora um noivado de 4 anos, com data de casamento marcado e tudo quase pronto já.
    É difícil, dói, magoa, a gente sofre, chora, pede colo, ouve 500 tipos de conselhos diferentes, rs.. mais estou nessa fase ainda tentando chegar assim como vc no estágio de superação!
    Mais chego lá, afinal é p/ frente que se anda!

    Parabéns pelo blog Felipe!!
    bjos


  80. Nossa voce gostava mesmo dela…isso é raro sabia, nunk senti algo do tipo por isso nem seei como é, mas deve ser foda kkkkk aposto que aquilo que vc exemplificou la no texto foi de sua experiencia propia néh…


  81. Cara realmente Blog otimo

    A minha situação é bem parecida com a de todos que eu li aki, ela foi a minha primeira namorada ficamos juntos por +/- 3 anos, tinhamos um relacionamento estavel, eu era feliz com ela, e ela tb comigo, mais por sermos pessoas com personalidades diferentes, as vezes costumavamos brigar, normalmente por falta de liberdade que ela achava que não tinha, terminamos uma vez, fikei muito mal, não conseguia fazer nada direito, ficava a madrugada em claro,não me concentrava no trabalho, depois de algum tempo voltamos, para tentarmos mais uma vez, fiz de tudo para ser um namorado melhor do que antes, e eu tenho certeza que fui, que fiz o melhor que pude, mais mesmo assim terminamos, ela queria viver a vida dela por uma estrada diferente, aonde não me incluia nela, eu sempre soube que um dia a gente terminaria, só não gostava de pensar nisso, hj sinto muita saudade dela, dos momentos bons que passamos, sinto nostalgia ao ouvir uma musica que me lembra dela, ou de ir aos lugares que costumava leva-la, como disse, estou a 1 semana +/- sem ver, abraçar ou beila, e me sinto como se não tivece chão para mim, me sinto perdido ao sair e ela não estar comigo, sinto falta dela dormindo comigo, as vezes choro ao lembrar dela, MAS tenho certeza que o tempo vai curar o que estou sentindo, que vou dar a volta por cima, ja cuido mais de mim mais do que antes, ja tenho planos que antes não tinha com ela, estou investindo em mim, no meu futuro, a experiencia que passei com isso, me servira daki pra frente.

    Sempre soube que junto com a “primeira namorada” tb viria no fim “o primeiro fim de namoro” e que não seria facil superar, hj tento aceitar o fato que terminamos e que não voltaremos mais a ficar, quero que ela tenha a liberdade que sempre quis, e espero que num futuro distante possamos nos encontrar e conversar sobre coisas legais.

    “Os fortes, sofrem. Choram, socam a parede, dormem vinte e três horas por dia, tomam leite sem açúcar, ficam 5 dias sem tomar banho, 20 sem fazer a barba, pedem cafuné da mãe, vomitam, mas superam de verdade.”

    Me identifiquei bastante com essa frase, prefiro CHORAR tudo de uma vez e me recuperar depois completamente, do que fingir ser forte e sofrer por muito mais tempo.

    Vou dar a volta por cima com certeza!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: