h1

Vai chegando o carnaval…

10 de fevereiro de 2009

Carnaval

Há quatro e cinco anos, no auge de minha adolescência, a palavra carnaval era interpretada por minha mente como “o momento mágico, o nirvana da vida”. Axé, abadá, acarajé, cantina da serra, peitos, bundas, bocas, vômitos, gritos, mais bocas, mais bundas e mais vômito.

Ah, era tudo que eu podia querer. A perdição completa de um jovem torto. A rebeldia social e a explosão de hormônios sexuais e infantilóides.

Mas o tempo passou. E com ele, uma certa maturidade foi aflorando.

Olho hoje para aquele grupo de arruaceiros e pergunto-me como posso já ter gostado de estar ali presente. Ou pior, como podem pessoas que já passaram da idade da molecagem, esbaldarem-se como se fossem guiados por seus instintos de dezesseis anos.

Carnaval

Pra começar, uma analogia aplicada a 95% dos casos: o tamanho dos bíceps de um indivíduo é inversamente proporcional a sua capacidade intelectual. Quanto mais inchado, mais demente.

Não satisfeitos em passar uma imagem de ignorância e mongolice, esse tipo de cidadão ainda precisa gritar ao mundo que seus bíceps são grandes. Então, mesmo chovendo e com frio, ele tira a camisa e enrola no punho, em uma clara manifestação boçal de que, além de forte, ele é perigoso.

Não preciso dizer que existem mulheres, tão tapadas quanto, que baseadas em sua máxima insegurança e desejo de parecer mais do que realmente são para a sociedade, atracam-se com este tipo de laia. Merecem-se, logicamente. Dois tipos que necessitam de anos de terapia.

Carnaval

Mas tudo bem, você ignora os zé bostolas e suas piriguetis e cai na “folia”. E é nesse momento que você descobre a necessidade de tomar 3 litros de cantina da serra em meia hora.

A música é praticamente um conjunto de onomatopéias.

“MÃE BÊ MÃE BÊ MÃE BÁ, MÃE BÊ MÃE BÊ MÃE BÁ, MÃE BÊ MÃE BÊ MÃE BÁ”
“ZUM ZUM ZUM… ZUM ZUM BABA, ZUM ZUM BABA, ZUM ZUM BABA”
“CHIIIIIIIIIIIIIICLEEEEEETE! OBA, OBA!”
“O, o, o, ooo, que terrô! O, o, o, ooo, na dança do vampirô!”

Você olha para os lados e percebe que os zé bostolas invadiram o ambiente e estão pulando de um lado para o outro, te arrastando, aquele suor pegajoso que mais parece uma manteiga raspando no seu braço e costas. A multidão toma conta de tudo, você não tem como fugir, o jeito é pular e fingir que aquela música faz algum sentido.

Pula, gira, grita, solta grunhidos (afinal não tem como CANTAR esse tipo de música), pega uma mulherzinha aqui, outra ali, mas continua pulando, girando, gritando e soltando grunhidos.

Carnaval

Calor, suor, fedor, música ruim, multidão te empurrando, claustrofobia, bebidas nojentas, mulheres perdidas e vazias, e eles, sempre eles, os zé bostolas, que dentro de vinte minutos cairão na porrada graças a um pisão no pé.

Afinal, vamos combinar, dentro de toda essa explosão de movimentos e pessoas se encostando, pisar no pé de um zé bostola é proibido! Ele morde, santa.

Essa é a análise final que tenho do carnaval. Uma visão de quem já viveu e respirou estes ares, mas fugiu assim que o discernimento e a razão chegaram à tona.

Neste carnaval, saia para tomar um chopp com os amigos. Converse, divirta-se, ria, fique com uma mulher por mais de duas horas. Garanto que, no final, você se sentirá muito melhor.

A menos, é claro, que você seja um zé bostola.
Neste caso… Desculpe por ter pisado no seu pé.

Anúncios

492 comentários

  1. Velho concordo contigo, sem dúvidas!
    Mas como defenstrar mulheres nesse período mucho loco que não no meio da muvuca? Porque é o seguinte: Ou tu se satisfaz com esas mulheres de “menos de duas horas” ou com as que não são. E nesse caso, as que não estão no meio da muvuca possuem mais massa encefálica,(ou têm namorado) e nesse caso não cederão tão facilmente quanto às primeiras. Isso é um fucikin´ Dilema, literalmente…

    ———–

    George, mulher de micareta é mais fácil de pegar que água na geladeira.

    Eu não digo para não vivenciarem isso… Eu aproveitei este fato durante um bom tempo, mas as pessoas precisam aprender a sair disso e perceber que o mundo real é diferente e mais difícil =)

    E é aí que mora a emoção.


  2. Exelente , gosto da muvuca depois de umas ” Canitnas da Serra”, mais só da retardado nessa porra.


  3. Sensacional felipe!

    Tenho a mesma opínião e com certeza o tema também vai merecer um post no blog.

    Afinal, por que diabos ir em um lugar que é um misto de gente burra, gente suada e fedendo, mijo na rua, bebida barata, e grunhidos em ritmo? Porque eu tenho 15 anos oras!

    Um abraço.


  4. Aff véio, vai me dizer que tu já passou caranval aqui em Salvador?
    Você é louco? rsrsrsrs
    Sou de Salvador, mas pense num cara que odeia Axé e odeia carnaval, claro, já fui, já peguei mulher fácil, mas o bom mesmo é meu carnaval de um homem só, vou para minha humilde casinha de veraneio, passo meu carnaval sussa perto da praia, tomando umas cervas com alguns amigos e é isso.


  5. Sempre detestei carnaval, axé, e qualquer coisa q junte gente suada se encostando.
    Mesmo na adolescência quando meus amigos diziam q gostavam e tal, não fui influenciado.

    Só da piriguetes nisso, e se vc pensasse na hora, não pegava nenhuma, pois saber que elas já passaram por esses zés bostolas isso é decadência total.


  6. AHUEHUEAHAE muito bom o texto! E o que eu mais gosto nesse blog é que tu não é mais um gordo revoltado com a vida que não trabalha e fica o dia inteiro jogando.. tu tem mais de um emprego, tem uma mente muito foda e não é gordo feio boçal =D isso inspira!


  7. Cara, as vezes eu até vejo as coisas desta maneira, realmente tem alguns comportamentos humanos que são esquisitos. Mas quando chega o caranaval eu lembro de Mulher, cerveja e descanso (não no sentido físico do mesmo, mas no sentido ficar sem preocupações).
    Eu curto o carnaval na paz, como qualquer outra coisa, violência nunca foi minha praia. Meu bíceps e magrinho, mas a mulherada num tem reclamado não.
    Mas se TODO MUNDO que curte carnaval é zé bostola, me sinto no direito de dizer que TODO MUNDO que não curte é um zé arruela. Mulherada, praia, curtição, sol… deixa a parte chata da vida pro resto do ano.

    A menos e claro, que vc seja um zé arruela, neste caso, desculpa se eu peguei aquela loirinha gostosa que vc vui passar quando tava no bar bebendo com seus amigos =)

    —————–

    Rodrigão, acho que deixei bem claro qual é o perfil do zé bostola… São os marombeiros que tiram a camisa, enrolam no punho e agem como trogloditas imbecis.

    E não vamos entrar no mérito de mulher né, por favor.


  8. Mas eu sei que o mundo real é diferente e mais dificil.
    Vivo no mundo real o ano inteiro, só no carnaval que eu posso não pensar no mundo real e você quer que o mundo real entre no carnaval?

    Aí vai perder toda a graça, deixa pra se preocupar com o mundo real quando a quarta de cinzas chegar =)

    ————–

    hehehehehe, mas se você curte isso tudo aí acima cara, tem que ir fundo mesmo.

    Quando cansar, você enxergará com outros olhos.


  9. E você ainda acha que um Zé Bostolas sabe ler?

    aHUUHahuAHUauhAHUa

    Ainda bem que minha fase de carnaval também passou, aproveito bem mais o feriado do carnaval, sempre procuro ir acampar com a galera, ou fazer trilha, ou até mesmo fazer um programinha diferente com a namorada… pode ter certeza que é bem mais proveitoso que essas merdas de micaretas… hahaha


  10. Olha Felipe, concordo em parte com isso.
    O carnaval do axé, de abadás e trios elétricos, com o Asa de Águia, o Chiclete com Banana ou o Calypso (hey, whatever rocks your boat…) é realmente um cu. Azedo.
    E eu como possuidor de ao menos meio cérebro e uma barriga saudável de chopp, membro da bosta da classe média, tenho mais medo dos citados zé bostolas do que daqueles que a mídia pede que taxemos criminosos.

    MAS, não se esqueça dos carnavais de rua tradicionais, que seguem ao ritmo de marchinhas que são canções brilhantes de protesto, com uma fanfarra de excelentes músicos puxando o ritmo pra que o povo cante. É um evento democrático, em que avós levam seus netos, e onde a diversidade é melhor aceitada (apesar disso ser uma puta hipocrisia, fosse outro dia o preconceito era o mesmo de sempre).
    Acontece que, bem ou mal, carnavais de rua em blocos tradicionais são interessantes, e não dominados por uma série de sons guturais que se traduzem como cântico mór do acasalamento dos ignorantes e entorpecidos.

    Amplexos, caro.

    ———————

    Concordo em gênero, número e grau.

    Porém, cuidado, pois os zé bostolas já estão invadindo esses eventos também.

    Mas não abordei o carnaval tradicional neste post. Até porque não tenho conhecimento de causa.


  11. Detesto esses homens que se acham a última bolacha do pacote e ficam tirando a camisa ou pior ainda, levantando para aparecer a barriga… Gezuis!

    Acho que a última vez que fui pular carnaval foi em 2006 (e nem foi nada mto assim…)
    Eu e meus amigos entramos nessa de carnaval light, muito mais divertido… sem esses negos chatos, suados se achando o tal que pensam que podem agarrar todo mundo a força…
    To sussegada dessas coisas!


  12. cara…
    eu NUNCA gostei de carnaval…
    mas uma coisa que eu tenho em mente é que o carnaval é uma época PERIGOSA, onde os citados zé bostolas e os que pretendem se tornar zé bostolas se permitem arruaçar ainda mais e tentam dominar o mundo em 2 dias…
    ou seja…prefiro pagar uma PUTA, comprar umas brejas e ficar em casa, que pelo menos é um dinheiro que eu aproveito bem melhor do que tomar cotoveladas (ainda que involuntárias) e correr o risco de pegar milhões de espécies de herpes e sapinho presentes nas bocas das piriguetes…

    mas ainda há os carnavais de cidades pequenas que não são tão ruins assim…porque os zé bostolas de lá vão pras cidades maiores se encontrar com mais zé’s bostolas e fazer cagadas…

    abraços


  13. a única utilidade do carnaval é o feriado (?) prolongado, no qual eu não trabalho. Tirando esse meu comentário egoísta, concordo com seu texto. O Carnaval está perdendo seu contexto folclorico e não passa de festa de ilusões. Vc acredita que pode tudo, esquece dos perigos, dirige bebado, faz sexo sem proteção, se sente outra pessoa pq é carnaval. E qndo acaba vc sente o vazio voltar, a sensação de ser o seu eu patetico. Aff!!! é como uma política de pão e circo moderna, diversão e cerveja… é por essas e outras que o povo fala que o ano só começa depois do carnaval.


  14. Concordo ,com alguns pontos em relação ao carnaval principalmente em relação a estes pit boys que acham que porque é carnaval podem fazer qualquer coisa sinceramente são pessoas sem cerébro que que enchem a cara e acham que podem fazer tudo e o resto você já disse,mas bom pra quem não curte a festa basta viajar ir a uma praia passear fazer um programinha alternativo ,porque o carnaval não vai deixar de existir, muito menos as piriguetis (detestaveis) e os zé bostolas (ridiculos),vão continuar por ai e o pior 365 dias por ano


  15. se foder, segundo texto atual que eu gostei D:
    concordo plenamente.
    sempre achei ridiculo toda essa ‘farra’ que tantos veneram.
    não vejo a mínima graça em pular e gritar letras ridiculas com vários homens suados
    ao mesmo tempo que enche a cara, claro

    -_-

    ótimo texto 😉


  16. Você esqueceu mencionar uma coisa, os Zé Bostolas (conhecidos aqui na minha região como BOMBATRANCERS) ficam assim agressivos devido as carreirinhas que eles cheiram antes de cair no frevo!!


  17. Aplausos, por favor. Não tenho nada para adicionar, falou certinho de como é… Certa parte da humanidade ta perdida


  18. Sou daqui de Salvador nunca fui a um carnaval na minha vida, nunca! Ou seja, desde pequeno já sabia discernir o que presta do que não presta. Graças a Deus (e a meus pais) creci ouvindo boa música. Não suporto esse axezinho babaca e esse pagode ridículo, no qual só de ouvir os “batuques”, esses imbecis começam a “se bulir”… Não suporto a idéia desses cantores estarem cheios da grana, enquanto grandes músicos (músicos – pessoas que nasceram com dom, e que estudaram muito para compor melodias perfeitas e escrever letras poéticas) não são nem conhecidos por muitos.

    Resumo, odeio essas merdas, nunca fui, nunca irei, nunca verão a cor de um centavo meu, não incentivo esse tipo de estupidez. Um bando de anencéfalos (Zé Bostolas e piriguetes)…


  19. o melhor post, sem duvidas! 😀


  20. Po demoro beber várias no carnaval hehehe


  21. Nem todo Brasileiro é Bunda! (Rita Lee)


  22. Carnaval… Festinha sem sentido. Comemora o que?

    Natal comemora o nascimento.

    A pascoa comemora a libertaçao do povo Hebreu do Egito.

    Corpus Crist eu acho que é a ressurreiçao de Cristo.

    Dias dos MOrtos…lembramos os que já morreram

    dias dos Pais, dias da mães… dia internacional da mulher, independencia, descobrimento do Brasil, o Aniversario de alguma cidade, Estado, dia das crianças… e por ai VAi.

    MAis o CArnaval…não comemora nada, não em significado nenhum.
    è só uma grande bagunça.

    Mais já que é feriado….
    eu procuro um roça pra relaxar.

    =]

    ——————–

    Thyago, na verdade o significado etimológico do carnaval é a celebração do Adeus à Carne, pois é o período que marca o início da quaresma (quarta-feira de cinzas).


  23. AUASHDUASGDUASDAHS
    zé bostola foi foda ….
    e carnaval pra mim só é bom porque é feriado 😉


  24. AIUOHSUAOIHOSUIAH

    ri alto com esse post . . . e com os zé ruela que concorda


  25. concordo contigo.. aqui em minha cidade temos um aprevia do carnaval.. pra mim não atrapalha em nada… mas as pessoas já nem sabem o que comemoram.. “se há realmente o que comemorar”….
    o caranaval perdeu seu sentido original.. em pouquissimos lugares ainda existem as bandinhas e as tradições familiares…, mas este carnaval já nem tem espaço na midia, nem é mais visto como algo divertido…
    bom mesmo é malhar o ano anterior inteiro pra ir se exibir no inicio do seguinte.. demonstrando que se tem muita grana e muito tempo livre.. pra gastar com essas coisas (pq os blocos são carrissimos!!!!)
    FAZER O QUE, NÉ??? nem todos têm tato!!!!
    xerus lipinho lindo do meu coração

    p.s.: não sou emo.. rsrsrs


  26. Não Vejo Graça Em Andar No Meio De Varias Pessoas,
    “Calor, suor, fedor, música ruim, multidão te empurrando, claustrofobia, bebidas nojentas, mulheres perdidas e vazias, e eles, sempre eles, os zé bostolas, que dentro de vinte minutos cairão na porrada graças a um pisão no pé.”

    Vejo Varias Brigas.Varias ‘Raparigas’,Muita Bebida!

    Mais Defendo um coisa … As Músicas …!
    As músicas são boa(tem aquela RIDICULA)
    mais tambem tem um boa.!


  27. Eu também faço parte dos jovens “velhos” que não curtem tanto assim o carnaval, nem festas. Prefiro ficar em casa, curtindo a namorada e longe desse naipe da sociedade.
    Ruim é a namorada gostar, que é o meu caso, e vou arrastado para as festas. Mas a diversão é mais certa, não me preocupo com piriguetis, mas ruim é cuidar da namorada.

    Abraços!


  28. Academia nunca fez mal pra ninguém Felipe.

    ————–

    E em algum momento eu disse que faz?
    Eu mesmo já malhei.


  29. Olá Felipe, acompanho seu blog há algum tempo e acho que os argumentos apresentados nos seus posts são muito bem embasados. Sua opinião sobre o carnaval é exatamente a mesma que eu tenho, não dá nenhum ânimo sair pra comemorar no meio desse tipo de gente, é desanimador.

    Parabéns pelo blog!


  30. Na maioria das vezes que leio os comentários tenho a leve impressão que que escreve comentários não leu o post… ¬¬°
    Sempre afirmam coisas que não foram escritas…


  31. “Eu não gosto dos G.R.E.S./ Mas em fevereiro/ Tenho que suportar os G.R.E.S./ O carnaval/ Com seu espírito de festa/ Suas cabrochas na avenida/ Churrasquinho podro/ É uma imposição absurda, é uma imposição absurda!!!”

    Letra da música G.R.E.S. da sensacional banda mineira Pato Fu – acho que traduz muito bem o que eu sinto no carnaval…


  32. Não gosto do carnaval micareta(entendeu o sentido né? saushs) mas gosto dos blocos tradicionais, taanto é que sempre sai na bateria da Gaviões.

    Adoro aquela barulheira frenética kkk.

    ;]


  33. Felipe, vc eh uó!
    sério vc eh mtooo chato 😉
    vc tem 20 anos com cabeça de 40, corpo de 15, e bolso de 12
    e cabeça de 40 eh no sentido de ser mtooo chato ;]
    levanta essa bunda nerd e pretensiosa da cadeira e vai viver
    SE JOGA MEU FILHO!!!
    vc precisa relaxar, massagem, sexo… vc eh mto chato pra ter soh 20 anos.
    DÚ-VI-DO ÓoÓoÓ
    Que vc naum esteja fazendo tipo ;]]] eu dou meu braço, se vc naum estiver em salvador tentando fazer o que vc supostamente critica. ou entaum… na avenida vendo a mulherada passar, e vc tentando beliscar alguma coisa mais tarde.

    HAHAHA!!!

    Tchau, seu chato (.)(.)

    ps: Eu sei que vc naum vai aceitar, mas eu sei que vai ler. vc naum eh macho pra aceitar um comentario dizendo que vc naum passa de um nerd chato. babaca!

    —————–

    Relaxa Kelly, eu só removo comentários com xingamentos ofensivos gratuitos… Os seus são apenas brincadeira de criança, então eu aprovo pros leitores darem umas gargalhadas de sua pateticidade.

    Beijomeliga ;D


  34. “Pra começar, uma analogia aplicada a 95% dos casos: o tamanho dos bíceps de um indivíduo é inversamente proporcional a sua capacidade intelectual. Quanto mais inchado, mais demente.”

    kkkkk ri muito… porque é a pura verdade.


  35. Esqueceu de um pequeno detalhe que eu acho que daria o toque final para o seu post: a nudez gratuita.
    Nao é de hoje que vemos algumas mulheres com pedaços de panos amarrados ao corpo ao inves de roupas. Nao tenho nada contra quem gosta de roupa curta, mas quando se torna vulgar é outro assunto. Na globo vemos aquela mulher que aparece uma vez por ano com o corpo pintado, seios totalmente amostra e um minusculo tapa-sexo, pois apesar de tudo a etica da nudez na TV ainda existe. Rebolando e dançando enquanto a camera da enormes zoom’s em locais onde fazem a macharada extasiar. Chega o grande dia do carnaval e começa os desfiles de escolas de samba, que, apesar de serem lindos e cheios de “história” ainda fazem apelações à nudez: novamente mulheres com seios de fora, tapa-sexos do tamanho do polegar, rebolando e cameras dando zoom onde nao deveriam.
    Há quem diga que carnaval é cultura, época boa, etc.. Nao discordo disso, o carnaval tem uma historia boa e significado, mas foi denegrido e tornou-se vulgar no momento em que colocaram uma mulata ou negra “nua” rebolando e fazendo dessa data exatamente o que descreveu no post.

    Eu ate gosto do carnaval, uma boa data pra ficar com amigos. Mas a vulgaridade é tanta que prefiro dormir.

    Ótimo post, como sempre. Parabéns. (Y)


  36. Cara, desisto de você, espero que um dia você aprenda a ser mais humano…

    ———————

    ahuhauhauhauhauha

    Desculpe cara, eu não resisto a essa tendência de ser alienígena.


  37. Ah o carnaval.. toda aquela Maizena (a marca), música ruim, gente suada… q beleza.. q pena q eu sou mto fresco e zé ruela.. vou curtir um blues e um jazz e um rock and roll de leve no itnerior do Ceará… Loge de carros-boate e perfeitos imbecis e “imbecias”.
    Fica a dica aí Felipe.. Festival de Blues e Jazz de Guaramiranga (CE).. bom demais…

    A análise sociológica do Carnaval fica pra quarta feira de cinzas.. afinal o Carnaval é pra se esquecer os problemas, gastar o dinheiro q vc não tem e pegar tantas mulheres quanto for a medida do seu bíceps.


  38. “Neste caso… Desculpe por ter pisado no seu”

    Tá desculpado, mas que isso não se repita mais!

    😉


  39. Qual a diferença disso pra uma balada lotada … eu prefiro a bagunça do carnaval no feriado do que ir toda sexta pra balada pra passar por essa situação…..

    Boladinhos e piriguetes estão em todos os lugares …
    Acho que muita gente critica o carnaval pelo estilo de musica…

    E musica eh questão de gosto …

    Fui…MrO…

    ———————–

    Por isso eu não vou neste tipo de balada.


  40. Ah cara, tudo isso que você citou é o lado negativo da coisa. O texto ficaria melhor se você utilizasse mais poréns para falar bem das coisas boas do carnaval.


  41. O bom do carnaval é o feriadão pra poder viajar…
    Tumulto sux =(


  42. Concordo em partes com seu texto acima, esse clima de carnaval de rua, pessoas suadas(e zuadas), musica horrivel, e bebida barata, é uma porcaria.

    Agora a parte do biceps, acho que é dor de cotovelo sua(Frango), veja bem, a pessoa malha o ano inteiro, sempre buscando ter um corpo legal, qual o problema de tirar a camiseta para exibir o corpo?

    ————–

    Não há problema nenhum em pessoas que malham, mas sim nos zé bostolas.

    Eu já expliquei no texto, leia de novo se quiser entender.


  43. Eu tenho impressão que essa Kellynha é um “Zé bostola”
    kkkkkkkkkkkkkkkkk Se não for.. é uma das piriguetes com herpe que a galera pega no carna..
    O feriado é bom pra curtir.. Mas a maioria dos que curtem nessa “baderna” de suvaqueira e gente que pensa que tá com tudo.. só vai pra afundar as magoas da “vida real”.. Acabam com TPC, tensão pós carnaval. Também já fui nesse tipo de carna.. sou BAIANA.. Mas nuuunca gostei da “muvucada”.. E hoje em dia mt menos.. É só imaginar quantas pessoas começam o carnavam sadias e voltam no fim do feriado com aids, doenças nojentas, sem as pernas, paraliticos, (por causa dos acidentes por culpa do alcool) etc etc etc.. E quantas mães não se despedem dos filhos. . e nunca mais os veem..
    Mas, gosto não se discute. Existem várias opções.. Aqui no ceará tem um “Festival de Jazz e Blues” na Serra de Guaramiranga.. friozinho Booooom.. Nunca fui mas ouvi falarem mt bem.. Um dia apareço lá..

    Enfim.. gostei do post.


  44. Concordo plenamente quanto a esses retardados que se acham os gostosões e tals e q da muuuuita raiva ! Mas quando a gnt ta longe do Brasil, isso da uma saudade :/ Então, divirta-se ai no Carnaval, e mais importante .. como tu quiseres ! hehe ;D


  45. Credo… a mina mo Retardada… deixa o cara fia! se vc gosta de ir em CANA-LIXO e deixa os cara te pega.. problema é seu!

    ____________________________

    Mudando…

    Então, carnaval é massa tem o feriado e tal, mas é podre a festa em, 1 que aki onde moro tem o Carnabeirão – Rib Preto, 250 R$ pra assiti Chiclete com Banana? ahh para!

    250 R$ da pra Ir na Zona e pega umas mina mais pá!

    uhahuauha

    é isso ae!


  46. De uns tempos pra cá você anda de mau humor ou é impressão minha?
    Está refletindo nos seus textos,que estão ficando cada vez melhores !
    Parabéns !

    Obs: Sei que você disse que anteriormente estava se dedicando ao ISfreepop, está precisando mesmo, aquele site não é mais o mesmo, noticias sobre as séries demoram a ser atualizadas e o Isfreepopcast(seria o nome agora?) faz muita falta ! Um abraço


  47. isso pode ser dos carnavais ai pra cima,porque aqui no rs carnaval é só um feriadão
    prolongado que o pessoal aproveita pra curtir.pagode,samba,eletronico,etc.menos axé!!que isso nao toca aqui de jeito nenhum!eu mesmo vou pra PACHA em jurere curtir um david guetta e depois vou descendo pra poa e curtindo os lugares do caminho.tenho 32 anos e ainda não enjoei de festa não!!


  48. Bom, acho que cada um aproveita não só o carnaval mas qquer outra festa da maneira que se sente melhor.

    Eu costumo respeitar qquer tipo de gosto, tanto festivo, quanto qquer outro… interessante o que vc escreve, realmente acontece mto disso no carnaval, mas não podemos generalizar.
    Eu sou extremamente apaixonado pelo carnaval e gosto mto das musicas (limitando-se a epoca)

    Espero que vc aprenda o que é curtir e não limita-se a uma noite mal aproveitada…

    abraço,

    Diego


  49. HUAUHAUHAUHAHUAUHAUHA

    [Beijomeliga foi ótimo]

    É…a maturidade vem e gente se cansa mesmo de tudo isso…

    Hoje em dia é difícil eu encarar uma balada como fazia aos 18 anos, de chegar em casa no dia seguinte caindo de bêbada e com um vazio imenso dentro de mim…

    Bom, passou! Ufa.

    Abraços, Felipe.


  50. É a velha política do pão e circo. O governo dá dinheiro pros pobres na tal da bolsa-família, e bolsa-escola, e bolsa-gás, e sei lá mais qual bolsa que inventaram. e promovem o Carnaval. Uma semana a cada ano onde a putaria é liberada. E assim os políticos continuam se elegendo, sempre os mesmos. O que mais o povo ignorante precisa?


  51. ai.. sem tempo pra ler todos os seus posts..
    mais olha, ser um zé bostola é demais, hein?
    adorei isso aqui!

    orra carnaval, porra carnaval, coma no carnaval..
    que lema, não?

    Beijão 🙂


  52. Tenho 23 anos e moro em Salvador.
    Não sou fã de axé, mas gosto MUITO do carnaval daqui.
    Na rua você pode ver milhares de pessoas (de todos os cantos do mundo) curtindo um momento de diversão SÓ para se divertir mesmo. Quem quer beijar…beija, quem quer beber…bebe, quem quer pular…pula.
    Eu realmente acho que esse gosto pode ser uma fase, não me vejo pulando atrás de um trio com 40 anos de idade, mas e se der vontade? Em um mundo com tanta atrocidade acontecendo ao mesmo tempo, uma semana para ‘esvaziar a cabeça e não pensar em nada’ faz bem demais.
    Estou contando os dias para o carnaval porque é quando vou esquecer que ganho pouco e trabalho muito, vivo em um país onde os governantes estão pouco ligando p

    E é muito importante lembrar que temos muitas opções no carnaval de Salvador e que vale sim a pena juntar uma galera para ir a avenida curtir esse momento. Não vivi nem 1/3 do que espero para minha vida e quero ter diversas lembranças e história para contar.

    Espero que quem não conhece o carnaval de salvador e já pensou em ir não abandone essa idéia. Vamos tirar nossas próprias conclusões. Enfim, um bom carnaval a todos…onde quer que estejam.


  53. Concordo com a Kellynha….
    Cara, vc só tem vinte de idade e fica tirando onda de maduro e de intelectualmente superior, por não gostar daquilo q a maioria gosta….. Se enxerga, véi, deixa de ser nerd …. vc acha q fazendo esse tipinho vc vai arrumar alguma mulher??? Só se for uma nerd, chata e feia q se acha tb..

    Tudo bem, que tem uns bombados que gostam de arrumar briga, mas não dá p generalizar, a maioria (bombandos e não bombandos) tá lá só p curtir e pegar a mulherada. Agora se vc não pega ninguém, não adianta ficar com raiva dos bombados (zé bostola, p vc)…. é a concorrência, meu caro.
    Uma dica: pare de preocupar com os bombados e preocupe com que realmente importa: A MULHERADA!!!!
    Daí é so curtir o CARNAVAL !!!!!!!!
    abs

    ———————-

    HAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUHAUAHUAH

    As pessoas são tão previsíveis e desinformadas.


  54. Não é preciso chegar a sua idade Felipe pra perceber a zona que é o carnaval e suas festas! E como o Rj (principalmente)fica : sujo ao extremo, com mt poluição sonora com essas musicas horríveis, e um trânsito horroroso tbm.Desordem demais.
    obs: tenho 17 anos!
    Parabéns com o blog, e belo post


  55. Hahahahahaha ótimo Felipe !!!


  56. OIUAHSOUIAHSOIUAHSUOIHAOUISHAIUOSHAOUIHSOIAUHS

    ai tá doendo minha barriga de tanto rir desses nerds, zé ruela que num curte carnaval
    vai pro sítio então nerdaiada

    OIAUHSUOIAHSOUIHAOUISHAIOUHSOAH

    ———————-

    O apelido que o cidadão usa é GEBA e ele ri usando as teclas O I A U S H.

    Imagina o nível de inteligência do cidadão.


  57. Muito bom seu texto, pra variar…rsrs
    Nossa…eu me divirto muuuuuito com esses comentários…kkkk
    Ah…e vc é um nerd gracinha!! rsrs
    E não sou nerd, nem chata e muito menos feia..hahahaha

    —————-

    Então me manda um email, ora, hahahahahha


  58. Sou Carioca, e realmente o feriado de carnaval rende muito mais, indo para uma pousada com minha namorada, é bem melhor passar esse tempo com alguém que depois do carnaval vai continuar com você.

    A galera que curte ir para os blocos, para correr e pular atrás de um trio elétrico (fora o dinheiro que gasta, para comprar abadá e ingresso), pegar uma mulher aqui outra lá, e quando acabar o carnaval, você continua na mesma, e se sente vazio novamente.Mas tudo é fase,o que você gosta de fazer agora, pode ou não gostar amanhã.

    Ótimo post Felipe, e não liga para esse pessoal que não concorda com o post e sai te chamando de nerd não, porque eles não devem ter metade da sua maturidade.

    Abraço.


  59. E ae Felipe, tudo certo?

    Eu gosto do seu blog, de vez em qndo eu entro pra ver o que você tem escrito. Não gosto de carnaval por que não curto muvuca, muita gente, lugar apertado e tal… realmente não é a minha praia.

    Mas cara >.<…. você vai ser um velho muito rabugento e ranzinza! uahsudsahuashuashusa

    Abraço e parabens pelo blog!

    http://cervejabem.com.br


  60. É… Felipe.
    Dessa vez você pisou no calo de muita gente KAEHKHEAKEA
    Eu só acho que tu não fez um texto tão claro dessa vez, pois até eu que malho e curto o carnaval e não sou ‘zé’ me senti um pouco ofendido.
    Whatever… cada um analisa de uma forma né…
    Se eu não estivesse lido seus textos anteriores, eu diria que essa ‘raiva’ é pura inveja.

    Mas eu tenho orgulho de dizer que eu estudo bastante (faculdade), sou religioso (o suficiente), dou atenção à familia e aos amigos e, ainda sim, curto o carnaval e a maioria do seu cardápio.

    Belo texto, afinal (y)
    Abrass


  61. Impressão minha ou a maioria das pessoas que contestaram o texto são zé bostolas machistas[redundância?] que acham que o Felipe devia pegar mais mulher?
    Eu tenho pena dessas mulheres q se deixam ser “pegas” por aí. Tudo bem, concordo que o carnaval é um feriadão que deve ser utilizado pra relaxar etc. Mas, sinceramente nao sei como alguem pode relaxar se destruindo[com doenças por exemplo] ou destruindo quem não tem nada a ver com isso[acidentes e brigas idiotas]
    Juro que gostaria de ver como esse povo vai estar daqui a uns 30 anos[se ainda estiver por aqui ou se o mundo ja nao tiver acabado por culpa do “futuro da nação”].

    Um grande beijo Felipe, gosto muito do teu blog


  62. Poxa… que ha de errado com kelinhas e rafaeis da vida, tipo so pq tu tem 20 anos agora TODO mundo tem que gostar das MESMAS coisas senao é um imbecil careta com cabeça de veio metido a intelectualoide.

    Eu curto bem mais ir num show de rock, que é musica de verdade, e me divertir com meus amigos, ou ate pedir uma pizza em casa e ver um filme com a gurizada que essa merda de carnaval, nunca gostei, sempre achei uma bosta e na boa, tu vai pra qqr lugar do mundo e ja vem um animal te dizer: aiii tu vem do brasil, mas tu é tao branquinha, me ensina a sambar???? ¬¬

    Acho um mico essa imagem que a gente exporta, na boa…. kelinha e rafel, os cabeça oca aqui sao voces que nao querem ver que gosto é que nem bunda, cada um tem o seu….


  63. BRILHANTE! *——-*

    Sensacional esse seu post, e reflete realmente tudo q eu penso sobre o carnaval x)
    Foi-se o tempo das marchinhas, dos bailes, em que as coisas eram mais calmas e menos absurdas u.u
    E olha q eu nem sou tão velha assim ;D Mas já detesto esse tipo d coisa –‘

    Meninas de 18 anos como eu deviam estar lá nakela meiuca ‘.’ Mas eu me recuso, e sou muito feliz por isso 😀

    Nunca me arrependi de passar o carnaval em ksa, com o ar-condicionado na minha cara e lendo senhor dos anéis ‘.’

    Enfim…

    Amei o blog *-*

    Bjs ;*


  64. Muito bom o post! Porém confesso que um dos meus sonhos é passar o carnaval em um desses agitos, afinal, na minha cidade não existe carnaval e eu sou um adolescente que adora qualquer tipo de festa! Grande abraço, e continue assim 😉


  65. Grande senhor Felipe! Como sempre tô lendo o blog, não poderia deixar de postar, como sempre faço nos posts que mais gosto…
    Mas o senhor gosta de posts polemicos hein…
    Mas enfim, bom, eu imagino que você saiba diferenciar os zé bostolas não é mesmo? Mas existem no carnaval pessoas que curtem o axé em si, a festa, a folia, a cerveja, a pegação, e fora isso a amizade, alegria… Como qualquer outra festa, balada, churrasco, happy hour ou qualquer outra confraternização temos que conviver com fatos “chatos”.

    Bom, trabalho com informatica, sou formado, e curto muito treinar, e curto “marombar”, ter um corpo legal, tanto para mim, quanto para fins estéticos, e claro que aproveito disso, e quando estou na seca, pego mulheres faceis que estão comigo pelo meu corpo, ou seja, vagabundas…

    Sei bem diferenciar isto da realidade, e claro que entendo o motivo das mesmas estarem comigo (não é com essa que vou querer viver e ter minha familia)

    Quanto ao carnaval, tem muita gente que gosta, vai curtir, curte a muvuca, e isso independe de ser marombado, querer pegação, ou ficar bebado…

    Eu adoro carnaval, folia, não curto alcool, e sou seletivo quanto as piriguetes que pego no carnaval… No final é a folia, e tem gente que gosta, se tu não curte mais, não é legal que fique “generalizando”.

    Carnaval é legal, tem suas chatisses claro… 🙂

    Abraço


  66. carnaval é pra povinho e sem noção !!!


  67. Concordo com o Diego Nandi. O Blog era muito muito bom, mas desde aquele post por causa da votação de blogs, os posts estão cada vez mais amargos.


  68. Como uma mulher inteligente que sou,eu odeio carnaval, odeio axé, mas não tem nada que eu odeio mais do que os Zébostolas, pelo amor de Deus…pensam que são o máximo coitados…e aquelas músicas que dizem nada com nada..o carnaval so serve para o país poder contabilizar depois os mortos nas estradas, a violência gratuita, os filhos das piriguetes que nove meses depois vão nascer sem pai, e claro as doenças transmissiveis,é muita promiscuidade….
    Não, obrigada posso viver sem isso….

    Gosto muito mais de caras inteligentes,aceito até uma barriguinha de choop se tiverem contéudo pra bater um papo legal por mais de duas horas rsrsrsrsrsr!!!!!

    ps:
    E olha que eu malho, sou bonita e gostosa e adoro os nerd tá rsrsrsrsrs

    AH Felipe gostaria muito de saber sua opinião a respeito desses ditos universitários e seus trotes idiotas..

    —————

    Preciso me informar mais sobre o assunto.

    Mas se você é bonita, gostosa e adora os nerds, pq ainda não entrou em contato comigo? hahahahaha


  69. Essa visão sobre carnaval é uma questão de fases, quando temos nos 17-18 queremos mesmo é farra, aí o tempo vai passando e começamos a nos sentir meio “velhos”. Esses dias cheguei a me perguntar como eu gostava disso?
    O fato é que no carnaval as coisas estão cada vez piores. As piriguetes e os zé bostolas cada vez mais novos, quantas guriazinhas de 14-15 não vemos por ai que não tem nem corpo formado direito e tão com aqueles pedaços de pano que chama de roupa ou até os mini bombados, que já se acham os caras!
    Mas é aquela história, cada um com seu carnaval seja ele susse ou na muvuca!


  70. Grande felipeee!, grande post, sempre com idéias realistas das coisas. mas vamos lá os seus posts tem links ? pois é, andei reparando começando pelo post da “A ignorância da classe-média e baixa” “Nacionalismo, a estupidez cega” ” Vai chegando o carnaval…”, bem em todos eles idéias afloradas, e com um certo tempo e razão expostas, e realmente cara não é só você que ja passou por essas paradas. mas Carnaval e micareta qual a diferença? e o pior os zé bostolas estão em todo lugar, malditos!, desculpem zé bostolas kkk eu juro que se algum pediu pra mãe lê, então deve tá puto =P, porque fala sério você acha que zé bostola tem QI ? mas ai cara um post muito bom. o perfil dos zé bostolas esta explicadin. e ai galera vê não se doi, pense “zé bostola” de plantão. em vez de gastar seu tempo no fliperama jogando street fighter zero 2, ou soltando pipa, ou ir nessas baladas toscas como as citadas. vem aqui no blog e veja como você é patético. afinal como diz o ditado “antes tarde, do que nunca”.

    Abraz Felipeeee Parabens de novo cara!

    Obs: E o que você esperava de um pais que tem carnaval e micareta? kkk


  71. Falou td Felipe 😀
    Ri demais com os zé bostolas, e a parte do tamanho do bíceps eh pura verdade ._.
    Eu realmente não vejo nada de interessante em pular, suar, feder, ouvir musica ruim, ficar se”divertindo” num tumulto…

    Seu blog é genial, me identifico com tds seus textos *-*


  72. Se malha é burro ?
    Acho que nessa colocação você foi infeliz, independente do resto do texto (que é gosto seu, não vou entrar nesses méritos ;p).

    ————–

    Sim, é isso que tá escrito ali. Se malha, é burro. Brilhante conclusão interpretativa, parabéns.


  73. mt engraçado este vídeo:

    coloca ele no site


  74. nada contra o dono do blog, coisa e tal, mas..
    seria esse o reflexo da juventude reclusa?
    faz mal um pouco de sexo, libertinagem descarada numa época específica? hehehe..
    oposições femininas, estou livre no carnaval, me liguem. :*
    e essa porcentagem aí, eu discordo, sem mais.


  75. Até que enfim alguém pensa que nem eu… quando digo que não quero nada pra carnaval, só churrasco, barzinho e praia, todo mundo quer me matar. hahahaha
    Beijão!


  76. desculpa aí intelectual… uoiahsoiuhaoisuhoaihsoiuhaoiusa
    eu raaaaaaaaxo demaaaais

    você não teve o que escrever e foi criticar a festa mais tradicional do Brasil, a festa em que 90% dos BRASILEIROS gostam e aproveitam

    e seu cérebro chega a ser tão inútil que vc fala que quem malha é burro
    quem faz atividade esportiva também é?
    quem gosta de cuidar do corpo também é??

    novamente eu raaaaaaaaaaaaaaxo

    ———————

    Não dá pra humilhar mais o autor do comentário do que ele próprio se humilha.


  77. humilhante é fazer uma crítica a quem faz musculação totalmente sem argumentos e fundamentos

    —————–

    Não. Humilhante é não ter capacidade de interpretar um texto ridiculamente fácil como esse.


  78. gente, que carinha porre esse GEBA!!!!!!

    eu sei que vc não se importa lipinho.. afinal vc eh o nerd mais gracinha que (não) conheço.. (infelizmente!!!!)

    creio que o carnaval não tem mais nada de tradição, nada além do nome, cada ano temos uma moda diferente.. já tivemos a dos peitoes siliconados, a das cantoras de axe gostosonas, a das bandas que tem dançarinas mostrando tudinho e rebolando… nem sei mais o que é tradição nesta festa….

    os bombadinhos e as piriguetes são reflexo de cérebros com 99,9% de massa encefalica inutilizada ou utilizada de maneira errada…. a festa em si não me incomoda… me incomodam mesmo são essas coisinhas que ficam desfilando e enchendo o saco durante a folia!!

    rapaz já gostei muito de pegar esses bombadinhos que vc fala no texto (pegar mesmo pq eles so servem pra isso!!!) mas tem um tempão que prefiro os nerds que escrevem bem e tem um senso de humor maravilhoso… rsrsrs
    bjus lipinho!!!
    :*


  79. Na boa, você é chato pra cacete……. virou filósofo de bala ice-kiss

    —————

    Simples, não leia ;D


  80. Concordo em parte com o post, mas de toda essa bagunça, fuafa, gente feia, bebida ruim, zé bostolas e afins… o pior mesmo é a musica ¬¬
    È dificil entender como tanta gente aguenta e se diverte com algo tão ruim 😛


  81. Antes de chamar os outros de burro é bom dar uma verificada no português. As regras de pontuação estão excelentes, hein!


  82. Geba..

    Cara, você se faz de retardado ou isso é sério mesmo? O.o”

    Me mostra aonde o Felipe escreveu que quem malha é burro.
    Mano, na boa vai ler um livro. Tente começar com o Pequeno Pônei ou sei lá. Dai pergunte pra alguém ou procure no dicionario o significado da plavra Interpretação de Texto.

    Tá bom, eu te dou uma forcinha na interpretação deste pedaço do texto:

    “Pra começar, uma analogia aplicada a 95% dos casos: o tamanho dos bíceps de um indivíduo é inversamente proporcional a sua capacidade intelectual. Quanto mais inchado, mais demente.
    Não satisfeitos em passar uma imagem de ignorância e mongolice, esse tipo de cidadão ainda precisa gritar ao mundo que seus bíceps são grandes. Então, mesmo chovendo e com frio, ele tira a camisa e enrola no punho, em uma clara manifestação boçal de que, além de forte, ele é perigoso.”

    Leu ele inteiro? Então vamos lá, o que o autor quis dizer foi o seguinte: Os brigões, eu repito, os BRIGÕES dessas festas que querem pagar de bombados são os burros. Porque não podem pisar no dedinho da unha deles que eles já querem puxar uma briga. E pelo que eu sei, puxar brigas sem motivos é no minimo idiota. Concorda comigo?

    WOOW! Fez um super sentindo agora pra você hein champs?! Ou não?


  83. […] Carnaval: Cuidado com os zé bostolas […]


  84. […] descobriram por que beijar na boca é tão prazeroso Quem foi melhor, Romário ou Ronaldo? Vai chegando o carnaval… Os 10 Artistas que mais venderam discos no mundo Isso é um animal mesmo! O verdadeiro féla da […]


  85. Em um momento de insônia tive a oportunidade de conhecer mais o seu blog e seus textos. Peguei o barco andando mas vou dar minha opinião mesmo que tardiamente:

    Essa corja que só pensa em cervejinha, drogas e mulheres balançando as tetas e a bunda em cima de um trio elétrico nessa época do ano ( se bobiar o ano todo ) Só podia te repudiar com esse texto sobre o carnaval, vide “GEBA” entre outros…

    Cara, eu acredito que isso é do brasileirinho mesmo ( a massa sem instrução ), se você analisar, o Brasil é o segundo país onde se mais faz sexo no mundo ( fonte: http://www.estado.com.br/editorias/2007/04/18/ger-1.93.7.20070418.6.1.xml ) O BRASIL Só perde para a Grécia em sexo. Só com esse dado podemos entender como funciona a mentalidade do brasileirinho…. é por conta dessa cultura ( cervejinha no copo, mulher, drogas, ócio, sexo demasiado ) que nosso país é fraco comparado a uma índia, uma Russia , uma China que são países gigantes e de terceiro mundo onde possuem um IDH menor que o nosso, exceto a Russia terra de Dostoieviski, terra dos melhores jogadores de xadrez do mundo, terra do primeiro astronauta ( Yuri Gargarin ) terra do avião mais rápido do mundo, terra de respeito mundial! enfim … mas não fica tão atrás a China que atualmente é o país onde mais cresce economicamente no mundo apesar da crise que estamos vivendo e também por já ter um programa espacial bastante desenvolvido e claro pela construção da maior hidroelétrica do mundo que passou a nossa itaipu, sem falar na índia que também já possui um programa espacial bem desenvolvido, enfim… China e índia são países onde possuem uma pobreza monstruosa e mesmo assim estão á nossa frente nessas questões importantes para o futuro de suas nações.

    Enquanto o Brasil brinca no carnaval os chineses e indianos estão construindo o futuro deles no espaço e principalmente na terra. É meu caro… eu acredito sinceramente que para uma nação ser forte é preciso ter um povo comprometido com ela, ou seja, nacionalismo, coisa que o brasileirinho nunca será pois, além de gostar apenas de cervejinha no copo, mulher e futebolzinho, tira proveito de todo mundo, quer sempre levar vantagem em tudo. Enfim. essa é a minha crítica não só do carnaval como do brasileirinho mesmo .

    Att: Risinho do http://www.paroderirnao.com.br


  86. Correção.. o AVIÃO mais rápido do mundo é o BLACK BIRD SR 17 ( avião espião ) agora o CAÇA mais rápido do mundo é o RUSSO MIG-25 batizado de FOXBAT pela Otan !

    Att: Risinho


  87. Manipular os jovens é legal, não é cara? Ainda mais pra um rapaz da nossa idade, da uma sensação de poder. Que tal ensinar alguma coisa boa, ao invés de ridicularizar e humilhar as pessoas, seria uma forma mais correta de mudar esse mundo que você tanto critica.
    Pense nisso sr. Felipe…
    Um abraço

    —————-

    Nada, cara… Eu sou um manipulador, frango, nerd e viado. Minha diversão é essa.


  88. Tá bom, eu me equivoquei. Pelo menos em 5% da minha colocação.

    “Pra começar, uma analogia aplicada a 95% dos casos: o tamanho dos bíceps de um indivíduo é inversamente proporcional a sua capacidade intelectual. Quanto mais inchado, mais demente”.

    Continua sendo uma colocação infeliz. Mas não dá pra discutir, você é como a Globo, tem gente que gosta 🙂 Só não vou falar nada sobre o nível das pessoas que gostam, tal qual as que gostam da Globo.

    ——————-

    Realmente, professores universitários, juízes, advogados, mestres, doutores… Tudo isso é uma ralé podre que me manda emails com parabéns simplesmente por serem idiotas.

    Agradeço de ter um leitor tão safo quanto você.


  89. gente, sério, vocês não acham que tão generalizando?
    eu também concordo parcialmente com o texto, mas dizer que todo
    mundo que presencia essa festa é um arruaceiro movido por um instinto
    de um jovem de 16 anos, acho que você foi infeliz nessa afirmação..
    e cara, esse instinto que você se refere é normal em qualquer HOMEM
    desde sempre ele existe, ouso dizer que, se não fosse por ele você nem estaria aqui!
    filósofo de bala ice-kiss é foda. iahsiashias.


  90. Parabens! Essa e a melhor descricao da juventude no carnaval que ja li. Adorei as analogias…


  91. SENSACIONAL, PENSAVA QUE EU ERA UM LOUCO COM UM PENSAMENTO IGUAL AO SEU.


  92. É, esse carnaval descrito por quem tem menos de 30 anos é podre! Eu que já passei dos 40, vivi um tempo muito legal. As praias do Ceará são lindas e há algumas que não tem nem luz elétrica; na serra (Guaramiranga) tem um festival de jazz que é uma ‘viagem’ , além do desbunde de gente bonita e interessante; no sertão ainda rola a velha burrice do axé, mas no inverno só o cheiro gostoso do mato já vale ; a capital (Fortaleza) tem um pré-carnaval m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o e desfile de maracatus durante o carnaval. É, graças a Deus, aqui ainda pulsa algo bom. Amém!!!


  93. Sinceramente ? Gostei do comentário e concordo com quase todo ele, mas senti um certo ar de “Gostaria de ser um zé bostola”, me pareceu um tanto quanto invejoso a parte de citar as garotas que os “zé bostolas” pegam, algo do tipo “Eles podem ser burros mas eu queria pegar uma mina dessas”, haha, mas apenas uma opinião.Se essa é sua visão eu a respeito,mas duvido e muito,que você não entra na folia, pois pelo que vi em seus posts, mulheres gostosas e fáceis você não deixaria passar, mesmo que diga que são vazias e tão sem cérebros quanto os “zé bostolas”.Apesar desse post intelectual e cheio de criticas, tenho certeza que você gosta da sacanagem que rola no carnaval e no fim acaba se deixando levar por ela quando seus amigos batem na porta chamando você pra ir dar uma “passeada”.Tenho namorada e por conseqüência disso sou mais ajuizado nesta época, mesmo porque ela passa o carnaval comigo, mas caso solteiro, gostando ou não do carnaval, sem nada pra fazer nesse feriado a pergunta a ser feita seria, por que não?

    ——————–

    Campeão, já tem algum tempo que eu decidi só ficar com mulheres interessantes… Sim, eu recuso mulher e não é pouco.

    Tem problema com isso? Sinto muito, eu me considero maior do que a ralé masculina da sociedade, não é por um par de peitos e uma bundinha dura que eu vou pegar, é pelo conteúdo.

    Bem… pelo menos na maioria das vezes.


  94. O que mais impressiona no carnaval é o profissionalismo com que é tratado e a sua capacidade de criar dependência nos praticantes. É… dependência mesmo. Depois do carnaval passamos onze malditos meses ouvindo os aficcionados grunhindo aquela cantilena rasteira ou gentilmente executando essas coisas idiotas a dez mil decibéis nas proximidades de nossas casas, nos horários mais inconvenientes. É outra característica: como liberaram tudo no carnaval, acham que a vida toda vai ser aquilo. Muitos ficam loucos para mudar para Recife e Salvador pois acreditam que a vida alí é assim mesmo. É tanta gente com deficiência de formação e desvio comportamental que dá medo de sair de casa. Trogloditas bombados e biscatinhas turbinadas achando-se, todos eles, no direito de se divertirem à custa da paciência alheia. Gentinha, só isso. Gentinha de periferia que se espelha em Ivete Sangalo e quem mais faça parte desse baixo mundo (confesso que não sei os nomes, graças a Deus).


  95. Rapaz, concordo em partes com todos voces, porém há uma controvérsia!

    O carnaval é bom demais, com todas as músicas ruins, com todos os odores de urina pela rua, com os bombados procurando confusao (…) é com essas coisas que nos divertimos!
    Hoje vivemos nessa vida tao real que essa época é a melhor hora de observar e comprovar quantos idiotas vivem no mundo movidos pelas mesmas idiotices!

    Mas ainda sim é bom pular ao som de musicas alternativas (porque o carnaval é multicultural), como musicas eletronicas, reggae, pop e etc.
    Basta apenas estarmos na fase de viver o que nos é oferecido.
    Ja faz uns 3 anos que prefiro trabalhar do que curtir o carnaval, esse ano vou cair fora! Vou me abstrair das mulheres fáceis, dos suores desagradáveis, das milhoes e milhoes de bactérias que se encontram na uniao das bocas alheias e relaxar nas cachoeiras do Capao. Pra que coisa melhor?!

    Tudo tem seu tempo, e as gerações vão se renovando, infelizmente.
    Abraço e um bom carnaval para todos.


  96. Po eu gosto de algumas músicas baianas (axé) mas concordo com vc: está nevando e esses caras sempre sem camisa se exibindo e por muitas vezes os vejo sairem sem pegar ninguém rs rs rs. Por isso que nesse carnaval estou em casa no estilo praia, bar, alguns blocos e casa dormindo.


  97. Tenho pena de você ser um frangote magro e sem sal, que provavelmente anda ao lado de uma mulher que não é do seu agrado, inventando que não gosta disso ou daquilo somente pela sua total incapacidade de ser notado pelos seus atributos sociais. Mas o que se esperar de um nerd que escreve blog pra internet? Devo concordar que são patéticos os ratos de academia, mas são muito mais patéticos aqueles que se incomodam com isso. Por que você não arruma um emprego de verdade, um hobbie de verdade, enfim, por que você não arruma uma vida de verdade, e aproveita o carnaval?

    ——————–

    PORRA!

    Você esqueceu de falar que eu sou viado cara! Qual a credibilidade do seu texto sem esse fator importantíssimo na crítica estúpida?

    Essas crianças ficam cada dia piores na arte de tentar ofender… tsc, tsc, tsc.


  98. O fato é que quem vai, sem dúvida alguma estará drogado (seja com álcool, balinha, ácido ou o qq outra coisa do gênero). Não entra nisso se não estiver “doidão”. Pois só mesmo assim pra se submeter à uma situação dessa…
    A tenho dito!


  99. Blz Felipe

    Concordo com vc em grande parte das coisas. Sou adepto de um carnaval mais light. Tipo ficar com os amigos, afastado da muvuca, gelando e azarando umas figuras(agora não posso pq to namorando). Conheço varios caras desse tipo que vc falou(brigões), inclusive muitos são meus amigos. Todavia, qd to num lugar e chega uma turma dessa eu me retiro imediatamente. Acho que como a maior parte das coisas na da vida o carnaval tem seu lado negativo e positivo. E outra coisa, gosto é gosto. Vc não pode julgar o gosto das pessoas por nada no mundo. No final eu sei de uma coisa. Um bom carnaval, tanto na folia, quanto no descanso, depende da companhia que vc tá. Eu gosto de tá com minha namorada e com meus amigos, não importa onde.
    Valeu Felipe e parabens pelo Blog, muito bom

    Att

    Marcel Carvalho


  100. vcs querem que no carnaval a gente cante músicas classicas, operas e outras cafoniçes

    ——————

    Alguém disse isso? Quer dizer que axé é a única música boa da humanidade?


  101. Nossa, sempre gostei de carnaval, adoro festa, musica… sempre fui para esse tipo de festa… acho ridiculo uma pessoa dizer que tem discernimento e a razão generalizar assim. Nunca fiquei com ninguem nestas festas por que eu vou pra me divertir e nao para pegar herpes. Todo lugar tem pessoas inteligentes e burras, inclusive no escritorio que você trabalha (presumo)… Cabe a você saber selecionar quem te interessa…. ao invés de simplismente fazer um julgamento idiota e preconceituoso desse. Além disso, tenho vários amigos que treinam, andam de bicicleta, escalam, fazem trilha, que são saudáveis, tem um corpo legal e tem muito mais inteligencia do que você.

    —————–

    Hahahahahhahaha, brilhante conclusão do seu comentário: “e tem muito mais inteligência do que você”. Dito por uma pessoa que sequer me conhece. Triste.

    Releia o texto e interprete-o corretamente, minha filha, você vai perceber que em momento algum se refere a você ou a seus amigos. PENSE, não simplesmente ande pela vida.


  102. Você julga como inferiores culturas que são diferentes das suas, isso porque você já passou por isso e sabe o quão perfeitamente natural é passar por várias fases, por vários “gostos”.

    Quando você “amadurecer” mais, atingir uma idade mais avançada, vai olhar para trás e ver como você era agora, em 2009, e provavelmente vai se achar bobo e que fazia coisas que não cogitaria fazer novamente.

    Essa sua repulsa não é pelo que é legitimamente errado, até porque, o que é legitimamente errado ou certo? Sua repulsa é pelo que é diferente. E isso se chama “intolerância”. Mesmo quando se trata de quando você era diferente.

    Não julgue os outros através do seu umbigo. O que é certo, ao seu ponto de vista, é certo apenas para você. Para os outros é relativo. Até mesmo para você em idades diferentes é relativo.

    Não existe nada de errado com o carnaval, é uma festa popular, um festival… Sua intenção não é atingir complexidade musical, é um festival dançante. Por acaso você julgaria um festival indigina, por mais simples que fossem seus arranjos musicais, como medíocres? Simplesmente não é a proposta. Simplesmente é outra cultura, nem melhor, nem pior.

    Remete a sexualidade e a “instintos”? E o que tem de errado com isso? É errado apenas para uma proposta moral hipócrita e ultrapassada…
    Não existe nada de errado em expressar a sua sexualidade. Na verdade, é muito saudável! A sexualidade é provavelmente uma das poucas atribuições naturalmente humanas, ela é reprimida apenas por algumas culturas. Por alguns conceitos relativos de certo e errado. Ao meu ver, a liberdade sexual trás muitos benefícios psicológicos. Chama-se “catarse”.

    A violência? O alcoolismo?
    A cultura do carnaval não prega violência nem alcoolismo. Prega sexualidade, sim. Mas prega no geral “paz, carnaval e futebol – não mata, não engorda e não faz mal”. A cultura do carnaval é uma cultura de paz, eles geram estímulos para uma festa pacífica, descontraída, onde o objetivo é simplesmente se divertir.

    Existe violência e exageros não por causa do carnaval, mas porque você entra em contato com uma população massacrada pela nossa cultura de adoração à violência. Não é o carnaval que gera violência, o carnaval apenas reune pessoas que já estão incluídas e adaptadas à uma cultura de violência. O que você fez se chama “desvio de relação causal”.

    Exemplo: Foi feita uma pesquisa que mostrou uma correlação entre igrejas e violência. Notou-se que, quanto mais igrejas existem em uma cidade, maior o seu índice de violência.
    Conclusão: Quanto mais igrejas, mais violência?

    Óbvio que não. Mais igrejas indicam cidades maiores, cidades maiores possuem um maior índice em violência.

    O problema da violência não está no carnaval, nem é gerado por ele, está muito mais enraizado na nossa educação medíocre, na nossa desigualdade social escandalosa, na cultura baseada na agressividade, na impunidade…Enfim: no Brasil. Isso apenas é refletido no carnaval em certos aspectos.

    Por fim,
    A “maturidade” da qual você tanto se orgulha é apenas arrogância e ego inflado.
    E o pior, você considera que aquilo que é verdade pra você é realmente uma verdade absoluta.
    Isso é algo próximo de um delírio psicótico…
    Quanto maior o bíceps menor a inteligência? Meu Deus…Me mostre alguma pesquisa que mostre isso que não seja simplesmente baseada no seu achismo preconceituoso.

    Francamente, um pouco de humildade lhe cairia muito bem!
    Você, honestamente, é quem precisa de alguns anos de terapia.

    ——————–

    Eu já respondi tantos comentários que já to cansado pra cacete. Tudo numa tarde só.

    Enfim, eu não critico o que é diferente, eu critico o que é tosco e me atinge… Pois eu já estive no meio dessas porradarias e, mesmo não tendo apanhado, passei por péssimos momentos.

    Você acha que não tem problema esses zé bostolas sem camisa, com a mesma amarrada no punho? Beleza, eu acho. Quem escreve aqui sou eu, não você, logo, não leia!

    E eu sei que preciso de terapia, não é a toa que faço 😉

    Abraço.


  103. Cara infelismente eu tenho que concordar com vc, mas por incrível que pareça, eu era mais feliz naquela época, por que será?
    Será porque eu era menos exigente com relação a vida e as pessoas?
    Não sei mas eu nao fazia este tipo de reflexão e não queria nem saber, as coisas eram assim porque eram e pronto!
    A adolescência é um periodo de formação de personalidade, bom, no carnaval as pessoas bebem mais e os caras mais requisitados pelas periguetes são os ” ze bostolas” ,vc querendo ou nao, e nós como adolescentes “normais” queremos as periguetes certo? então eu me esforçava para ser o mais ze bostola possivel mais e” não conseguia” kkkkkkkkkk .
    Mas essa fase passa! É só uma fase.É só um carnaval!


  104. bicha!

    ——————-

    Assim você me magoa 😦


  105. O tal do Geba está certo quando fala fala que o post é contra 90 % que gostam do carnaval e bla bla bla..
    O Problema é que este país dos 90 % de admiradores do carnaval é o mesmo pais ignorante, estupido e retardado que se conforma com qualquer abuso social e politico que sofre. É o mesmo povo que se preocupa mais em beijar uma “piriguete” do que em saber o que o prefeito de sua cidade está fazendo para melhorar o posto de saude da esquina de casa…… É o grande problema… A imbecilidade de pessoas como esse geba é fruto de uma cultura babaca atual que prega que viver é fazer besteiras na vida, viver é ser fortão e marombado, é causar pavor nas pessoas, é ser considerado o maximo do poder brutal. O intelectual, o saber, a vontade de ser alguem foi ultrapassada neste país pela vontade de parecer alguém.

    Falta educação, falta vontade, e sobra Idiotices nessa cultura imbecil brasileira de se comemorar tudo com bebidas, mulheres e muita folga..

    Ao amigo Geba, desejo então uma ótima festa, muito Suor, muitas gatinhas ( juro que estou torcendo para que nenhuma das suas “conquistas” tenha alguma doença)… Amarre a camiseta no braço, faça cara de mau, curta bastante. ..e Quem sabe daqui a alguns anos vc não perceba o quanto tempo vc perdeu atrás de coisas futeis enquanto poderia passar se divertindo com coisas muita mais uteis e validas pra seu auto conhecimento e própria aceitação, ao invés de ser só mais um imbecil que pensa ser o Grande Astro do Carnaval…


  106. Galera, o importante nao é o lugar que nos frequentamos, e sim a felicidade que cada lugar nos proporciona, se alguém não gosta de carnaval que bom! Seria ruim se todos gostassem, nos temos é que ter críticas ferrenhas para a corrupção que nossos representantes do governo fazem com nosso dinheiro comprando CASTELO!!!!
    E diante das criticas, posso dizer que eu tenho o braço com 42 centimetros e sou faixa roxa em jiu-jitsu e garanto que quem sabe se divertir não bate em ninguém por um pisao no pé!
    Quem é forte e sabe brigar usa isso, em locais adequados para atividades adequedas! A e eu sou advogado, pós-graduado em Direito Público, então eu garanto que cérebro e braço desenvolvido podem co-existir felizes. E por favor muda aquele negócio de bíceps, pois nosso membro superior é dividido em braço e antibraço, não em biceps e triceps, porque estes são os musculos do BRAÇO!!
    Abraço a todos!


  107. Felipe,
    Não sei qual é o seu problema, será que o Rodrigo esta certo e voce é um Zé Ruela que não pegava ninguém no Carnaval, então ficou revoltado e agora esta denegrindo a imagem de uma festa popular, onde brinca o pobre, o rico, solteiro, casado, hetero, homo…..
    O grande erro de pessoas como voce que se acham o dono da razão é querer generalizar as coisas.
    Antes de publicar um texto deste, peça para uma pessoa amiga que seja critica e sensata ler primeiro!
    Não sou “bombado” sempre brinquei carnaval e nunca me envolvi em nenhuma confusão.

    Para quem curte… Bom Carnaval!!! Para quem não curte…. Bom descanso.

    ——————

    Ele está certíssimo cara, eu sou um zé ruela e não pego ninguém 😀

    Qualquer coisa que te deixe feliz.


  108. Valeu pelo post cara! sou de SP, mas estou em Recife. Não critico quem gosta do carnaval , cada um no seu QUADRADO!


  109. Na minha opinião o carnaval é uma coisa tola, uma festa que promove prostituição, bebedeira, sugeira, agride o meio ambiente, promove muita zoada ou barulho como queiram denominar, as chamadas musicas não são nada mais que um monossilabo repetitivo, pornocultura e que não permite espaço para pensamentos. Aliás aqui na Bahia é assim: Festa todos os dias como lavagens, ensaios e a cada dia uam coisa inusitada sem nexo ou utilidade. Em Salvador e em toda a Bahia o que se observa muito é bebedeira, vadiagem e permissividade. O Carnaval é algo criado para destruir muito mais do que se conquista. Pessoas são contaminadas, entorpecidas pelo alcool e outras drogas, violência provocada por abusos ou pela própria torpe, outras tem seu espaço tomado, invadido e seu direito cerceado. O pós carnaval é uma tragédia, os prejuizos morais a devastação a ploriferação de doenças respiratórias e sexualmente transmissíveis. Enquanto alguns elogiam o momento da falsa alegria, para pratica sexual com mulheres faceis, as contas deste prejuizo cada um certamente pagará de uma forma ou de outra. Triste povo Brasileiro, baiano, deseducado e sem expectativa.


  110. Meu deus, estava pensando nisto neste segundo quando li o blog, e os comentários….
    Acho que meus hormônios sempre estiveram regulados e meus neurônios sempre em forma…
    Sempre odiei muvuca, sempre odiei músicas que continham rimas ão ão inho inho….
    Sempre odiei zé bostolas…
    Sempre odiei piriguetes, e tenho uma irmã que é….
    Sempre odiei gente bebada vomitando (tá eu já vomitei também, mas isso foi outra história)
    Sempre odiei gente suada encostada em mim (18 anos andando de metro em sampa me tornou mais odiosamente disso)
    Então seu texto cai como uma luva, para lembrar que sempre fui um pouquinho melhor como pessoa. E menos retardada que o GEBA kkkkkk


  111. Legal saber que tem gente que pensa neste país, e eu ainda acrescento, mais a estas palavras do Felipe. O carnaval é legal como feriadão pra descansar a cabeça do dia-a-dia, mas ele é terrível para que a nossa imagem no exterior seja exteriotipada como sexo fácil, mulheres fáceis, prostituição, enfim, o carnaval se torna um merchandising pra gringalhada, como se o Brasil fosse a terra do sexo. Daí a gente ve absurdos como a prostituição infantil ser explorada no país. O Brasil tem muita coisa boa, terras maravilhosas e lindas, gente que trabalha pra construir um país melhor, e o Carnaval muitas vezes coloca no lixo o que tentamos combater e construir o ano inteiro.


  112. Olá Felipe

    É a primeira vez que passo por aqui. Gostei demais do post.
    Acho q devemos respeitar o gosto de cada um sim.
    E lógico aqui nos comentários cada um defende o seu gosto.
    Acho que alguns não se dão o trabalho de ler o post todo e já vão massacrando.
    Acho simplesmente deprimente a situação da maioria das pessoas q curtem esse tipo de “bagunça”, genteee parece q o mundo vai acabar na quarta feira de cinzas!!! Curtir pra mim não significa ficar mostrando a bunda, beijar todo mundo, e encher a cara! Aff! Até já fui nesse tipo de carnaval, mas com certeza não é pra mim, esses trogloditas querendo agarrar a mulherada a força é o fim da picada.
    E outra ir acompanhada nessas festas é pior ainda, os “bombadinhos” q geralmente estão em turma se acham no direito de mecher com a mulher dos outros, pra arrumar confusão. Ninguém merece!
    Vou ficar com meu programa predileto que é curtir o sítio com meus familiares, amigos e meu bem!!!rsrsrs
    Um grande abraço.


  113. Cara você escreve bem, porém com certeza você vai ser um velho muito rabugento e ranzinza, como disse nosso amigo lá em cima, o carnaval é a época de fazer isso mesmo, se divertir curtir. Não se pode generalizar, além do mais seria uma especie de faculdade de rua, ou você acha que rola o que nas faculdades um monte de nerdzinhos de oculos sentados na frentes de seus PC’s dialogando fisica quantica.
    As faculdades rolam festas piores que o carnaval, sexo, drogas, doenças como a AIDS, como em todo lugar, é a indole do ser humano. Agora você parece mesmo um nerd, gordo que fica na frente do PC o dia todo montando um blog e se fazendo de intelectual para ver se pega mulher.

    E não me venha falar de intelectual não, pois eu sou formado em Adm, fui um dos alunos com a maior nota da história do Enem, e atualmente sou um dos diretores de uma grande empresa aqui em Minas Gerais, e já ganhei diversos premios como estudante e como profissional.

    Obs: Gustavo, você quer mostrar pra quem sua inteligencia heim? Sua critica não foi nada construtiva ou intelectual sequer. Mas mesmo assim foi muito brilhante, parabéns.

    Detalhe: Tenho 21 anos…!

    ——————-

    Isso, eu faço este blog só pra pegar mulher. Hahahahahaha.

    E, por favor, não venha me falar que você é um destaque porque tirou notas boas na faculdade de ADMINISTRAÇÃO e porque tirou uma das maiores notas da prova mais estúpida do Brasil, o Enem.

    Eu fiz o Enem quase bêbado, dormindo, sem ter estudado 1 única vírgula e acertei 86% das questões. Poupe-me campeão.


  114. Ainda há vida inteligente sobre a terra…


  115. Adorei a definição do Zé Bostola e como freqüentadora de micaretas e fã do Carnaval de Salvador tenho que admitir que a maioria é assim mesmo. Infelizmente a generalização sempre existe. Amo MPB, rock e tb o Carnaval. É a época da “carne”, quando não me importo em cantar algo que não faz o menor sentido, simplesmente por que a percussão me emociona.

    A energia e alegria do carnaval de Salvador são contagiantes e não consigo limitá-las a “um bando de gente suada tomando bebida ruim”. Não sou piriguete, nunca fiquei bêbada em micareta e também não sou mais fácil que pegar água em geladeira (como alguém comentou). Pelo contrário, sempre volto dos shows sem ter ficado com ninguém. Principalmente pq nesses lugares td o q não se faz é conhecer alguém 😉

    Vou pura e simplesmente pela diversão.

    De qq forma, esse é o pensamento que a maioria alimenta sobre o Carnaval e só vim expôr que não são tds as pessoas q se enquadram no esteriótipo de “piriguete burra” como tem sido exposto nos comentários (e não no texto, quero deixar claro).

    Beijo grande


  116. Nossa adorei seu comentário em relação ao carnaval, e não é porque vc tem só vinte anos é que deveria se igualar a esse pessoal no qual vc citou. Todos nós, já tivemos esse delírio carnavalesco, só que com o tempo temos outros interesses. O lance sabe o q é, as pessoas vazias, as mulheres idiotas ( Olha que sou mulher ) , os caras o tempo todo querendo sexo e na maioria das vezes eles muito ruim de cama, com pênis tão minúsculo que parece de uma criança, uma violência louca, muito gasto muita loucura. Mas o bom, ah o bom são os 4 dias de folga e isso ninguém pode falar que não gosta. Até vc Felipe deve amar esses dias. Um ótimo carnaval a todos. Bjossssssssss!


  117. 90% dos brasileiros gostam de carnaval? Sei não… Acho que menos da metade das pessoas que eu conheço realmente gosta disso. A maioria gosta do feriado, como é o meu caso, mas, como tem mais de dois neurônios funcionando, acham esse arremedo de festa popular ridícula e sem sentido. Tem ainda um bando de enrustidos se vestindo de mulher e dizendo que “é só para curtir a brincadeira”. E tem mais uma coisa: eu aproveito a vida suficientemente bem para não precisar de três dias de ignorância para me sentir de bem com a vida. Como diria o Macaco Simão: Faço festa o resto do ano, deixo estes três dias para os amadores.


  118. Valeu cara! Faço de suas palavras as minhas, sem tirar nem por. Estava até preocupado se era só eu quem tinha essa idéia dos carnavais, carnatais, micaretas, etc. da vida.

    Parabéns pela bela reflexão. É pena que os “Zés bostolas” nunca vão perceber nem muito menos entender a mensagem desse texto. Bem… Seguimos em frente refletindo e procurando viver melhor.


  119. Oi Felipe!
    Concordo plenamente com vc. Incrível como a gente cai na real com a maturidade.
    Vc é um gato inteligente, diferente da grande maioria (ou é gato ou é inteligente).
    Ah, e respondendo ao Rafael, eu não sou “nerd, chata e feia”, mas o Felipe pode me ligar se quiser!
    Bju!


  120. O bom é saber que tem pessoas, como você felipe, que já passaram por essa fase mas que a razão chegou. Quem sabe um dia a razão chega pra outras pessoas tambem?


  121. Concordo totalmente. Não acho que seja divertido ficar se esfregando em gente suja, fedorenta ao som de música ruim, pessoas medíocres, entre outras coisas. Sou Pernambucano e nasci no centro do carnaval de rua, do mela-mela e dos blocos famosos e saudosos, mas hoje não suporto mais tanta baboseira. A maturidade um dia chega e é natural que todos fiquemos mais seletivos. Adoro mulher mas não acho que o carnaval seja a época mais apropriada para nos relacionarmos com as melhores.


  122. Todo ambiente que nós vamos tem uma espécie de Zé bostola(um babacão), que procura brigas sem motivos…Os Zés bostolas são pessoas que podem até aprender e amadurecer com os erros.Talvez seja a única chance que essas pessoas tem de mudar!Todo mundo erra muito pra depois acertar!O fato é que temos que saber lidar com esse tipo de gente que surge em qualquer ambiente que iremos.No trânsito, na praia, numa boite, num aniversário…essa pessoas vão sempre existir.E no carnaval isso não é diferente!!Olha Felipe, nessa vida tem espaço pra todo mundo!Pra quem gosta de carnaval,pra quem não gosta.Pra quem gosta de rock, pra quem gosta de axé ou samba!!Acho que as diferenças devem ser respeitadas!!O carnaval é uma festa como qualquer outra.Não precisa ser adolescente pra gostar de carnaval.E não precisa envelhecer pra deixar de gostar.Tem que mudar os conceitos que existem dentro de nós.E isso varia muito de individuo pra individuo.Eu me lembro como se fosse hoje, aos meus 8 anos fantasiada de baianinha em Salvador…Depois aos 14 anos com meus pais na avenida sonhando com o dia que sairia sem eles…Aos 18 anos deslumbrada em sair em um bloco sem meus pais…Aos 22 anos contando os dias pro carnaval começar…Aos 25 anos com o namorado se divertindo atrás do trio…e hoje aos 27 anos tranquila num camarote vendo os blocos passarem e achando graça de quantas etapas na vida nós passamos!!!


  123. Pra vc Ô Gustavo! SE liga cara o autor quis fazer uma metáfora da vida, ou seja, o que acontece comumente com a sociedade. Esse seu intelectualismo abstrato foi bem infeliz. Por isso, é vc quem tem que refletir e entender o significado das idéias.


  124. Excelente texto.
    E quem o critica, é pq realmente sabe que a realidade é essa mesma. só não se conforma em aceitá-la e saber que faz parte dela.


  125. Eu também concordo em parte, pois realmente o carnaval tá uma putaria! Mas eu gosto dos ritmos de axé, de dançar, pular, curtir, sem beber tanto e com meu marido, passo mais que duas horas com a mesma pesoa, são anos!
    Mas pensando bem, marombados e marombadas com cérebros pequenos…. Eca! Seria bom que pessoas como vocês que criticam os ditos marombados, viessem para o carnaval e o transformasse em algo mais saudável, com pessoas que curtissem se intimidar, sem execer seus limites. Assim, o problema não está exatamente nas músicas como tipo dança do vampiro, mas sim nas pessoas que frequentam o carnaval, bem como nas músicas pornográficas ou agressivas.
    Um abraço a todos


  126. Ah cara, na boa… respeito tua opinião! MAS eu curto muito o carnaval, e acho que vou curtir muito ainda hehe
    Mas concordo com voce no sentido desses zé ruela aí.. Eu faço academia e tudo, quero ficar forte, mas não preciso sair por aí mostrando q sou “perigoooso” ashdshdsa
    no mínimo eu acho engraçado esses caras!
    valeu!


  127. Olá Felipe, tanto concordo, como gostaria de saber se vc não se importa se eu publicar seu artigo aqui em Toronto, Canada. Tenho um pequeno Jornal comunitário em Português.
    Abraço.

    —————–

    Valter, sem problema algum.

    Mas eu gostaria de receber o jornal, tem como?

    Me contacte no email controleremototv@gmail.com

    Abraços.


  128. Olá, li o seu comentário, e, assim como vc, tive meus momentos de farra e folia. Sou de Olinda, carnaval das multidões e dos carinhas sarados e mulheres fáceis tb! Confesso que hoje prefiro curtir esses dias de folga com o namorado e os amigos na casa de praia de Porto de Galinhas. Quando vai chegando perto até q dá aquela vontade de encarar a multidão, mas quando ouço meu coração e subo as ladeiras, caio num profundo arrependimento e penso que deveria ter seguido meu cérbro. Afinal, todo ano é a mesma coisa. Tudo se repete, mas o tempo passa e com ele minha idade. Hoje tô com 28 anos e não aguento mais suor, cana, gente caindo embriagada, quando n é por outro motivo, brigas q te arrastam, enfim, tudo q é a cara do carnaval de multidão. N dá. Tô contigo!!


  129. Apenas vou dizer que existem diferentes festas de carnaval. Particularmente gosto daquelas com boa música: São Luiz do Paraitinga, ruas do Rio de Janeiro, Olinda (ainda falta conhecer os Filhos de Gandi, New Orleans e alguns lugares na Europa onde ainda tem festa). Nunca pensei no carnaval para conquistar mulher, mesmo assim, isso sempre rolou. Carnaval pode ser muito legal. É mais ou menos como o inferno: não é cupa do lugar, nem muito menos da data, mas das pessoas. A festa é melhor quando quem participa está a fim de fazer uma festa melhor.


  130. Concordo com tudo…..

    Eu fico feliz de ter a mesma opiniao sem nunca ter “experientado” essa visao do inferno, como voce fez….. Mas realmente o pior é que a maioria das pessoas, como voce afirmou e é verdade, nao se dà conta nunca de que o tempo passa, e que certas atitudes se tornam inadequadas com o passar dos anos….. Ou sao inadequadas sempre….


  131. Eu simplesmente amei o artigo! Um jovem dessa idade com convicções tão fortes e maduras, e sem medo de dizer o que pensa é muito raro. Tenho 23 anos e só conheço uma pessoa assim, mas é meu irmão, conhece alguém da minha idade com esses pensamentos? kkkk Bjus e bom carnaval pra todos!


  132. Eu gosto de carnaval, mas todos têm de concordar comigo sobre o fato de que está análise é no mínimo hilária, muito boa Felipe. Pena que existem alguns ignorantes tipo o do “comentário” acima que não sabe respeitar a opnião alheia, provando ser um grande ZÉ BOSTOLA.


  133. É guri, só rindo mesmo…

    Acho que apesar de tudo que tu escreveu, o importante acho que é respeitar quem está ali participando…

    O triste são as pancadarias, algumas já mostradas pelas TV em horario nobre e você olha pra a cara dos agressores e eles estão rindo, como se tivessem prazer no que estão fazendo, isso é nojento e repugnante…

    Eu sou apaixonado por escolas de samba, teve um ano ai que desfilei em 10 escolas de samba do Rio, então mesmo não gostando do carnaval Baiano, do carnaval de salvador e afins, eu até respeito…

    Na verdade, meu ouvido está acostumado a ouvir de Cartola a Dalva de Oliveira, ou Luiz Gonzaga a Clara Nunes… rsss Ou seja, é outro nível né mesmo?

    Creio inclusive que muitos que estão lá pulando, vomitando e depois beijando na boca, nem sabem quem foi Clara Nunes… Esses cantores que citei foram mais que cantores, eles acrescentaram algo pra cultura do nosso país…

    Enfim, falta mais cultura no carnaval, inclusive das escolas de samba, que estão sendo devastadas por enredos patrocinados…

    Esse ano estarei no Rio novamente, se Deus quiser!

    Abração galera!


  134. Eu vo!
    vo bebe ate cai.. c eu pega traveco fodas.. o negocio é diverti!!
    uhhuuuuu


  135. Entendi que o texto trata de carnaval micareta e concordo em partes.
    Gosto do carnaval pra sair com os amigos, numa turminha e, sobriamente pular, cantar, rir e vestir fantasias engraçadas e me juntar a outros colegas que encontro mais adiante. Bom, pelo menos isso é possivel na minha cidade. Quanto à musica, essa não precisa ter uma letra para se refletir ou que trate de assuntos filosóficos quando o que se pretende é agitação, pular, dançar, brincar com a galera (apesar de ter algumas que conseguem as duas coisas: ter uma letra legal e ser agitada). Não sei da onde vc é Felipe mas tive a impressão de que essa sua juventude carnavalesca foi vivida em algum lugar como Salvador, onde as festas são maiores e a galera é em grande número.
    Agora, concordo plenamente com tudo o que disse quanto aos “Zé Bostolas”. Vi uma reportagem que mostrava esses colegas ai na folia, porém não era possivel determinar se os caras estavam dançando ou brigando. NA verdade era um misto dos dois…rídiculo.
    O que fico intrigada mesmo é com o comentário do pessoal…muitos dizem que detestam carnaval – ate ai tudo bem. Mas falar que carnaval não quer dizer nada, não serve pra nada, não presta, que a única utilidade do carnaval é o feriado, ou seja, tratá-lo com descaso é no mínimo revoltante. TAlvez o carnaval atual realmente deixe a desejar mas a festa e o significado prevalecem! Bom mesmo é comemorar o Halloween, dançar valsa em festa de formatura, se vangloriar em ter ido numa Oktoberfest e tantas outras festas e comemorações estrangeiras. Atualmente gosto muito de acampar em periodo de carnaval mas me orgulho dessa nossa tradição tão bonita e que atrai tantos turistas que vem pro Brasil maravilhados, querendo assistir esse mundo de cores, alegria contagiante, musica ritmada. É uma festa belissima sim e acho que deveriamos nos orgulhar dela também porque, mais que tudo, faz parte da nossa cultura brasileira.

    Abraços.

    Obs: teu site é muito bem escrito!!!


  136. Nossa, cada pedacinho do q vc falou corresponde ao q sinto, sendo q pulei poucos carnavais, uns 2 ou 3 no máx, com 21 anos já to realmente cheia d td isso.Parabéns pelo texto


  137. Felipão… Concordo com vc em número, gênero e grau… Tenho 23 anos, e nunca curti carnaval, prefiro ficar em casa mesmo, algumas vezes juntamos a família (que é pequena, minha vó tem apenas 10 filhos) e fazemos nosso proprio carnaval, outras vezes vou pra hotel fazenda, esse ano definitivamente ficarei em casa…

    Trabalho o ano todo, acordo cedo, durmo tarde de domindo à domingo, vou aproveitar esses dias de carnaval, para poder ver uns filmes, dormir até mais tarde… Fazer essas coisas do mundo real, q durante o ano não faço…

    E pode ter certeza q os caras q falam o contrário são ZÉ BOSTOLAS mesmo…

    Abraço e um bom CARNAVAL… rsrsrs


  138. Nossa, cada pedacinho do q vc falou corresponde ao q sinto, sendo q pulei poucos carnavais, uns 2 ou 3 no máx, com 21 anos já to realmente cheia d td isso.Parabéns pelo texto.


  139. Beber, cair e levantar!


  140. Cara, além de lindo tu és muito sensato. Eu tbém já gostei demais de carnaval em Diamantina, Salvador, Ouro Preto… enfim, sempre ligada nas festas mais zueiras possíveis. Ainda bem que a gente amadurece e fica mais esperta e seletiva. Hj vejo tbém que não faz o menor sentido. Parabéns! Bjos, me liga! kkk


  141. Concordo! eita coisa nojenta!


  142. Cara, foi a descrição de carnaval atual mais perfeita e engraçada que já vi. Vc disse tudo. Gostaria q todo munda q participa desta loucura, pelo menos um dia, caísse na real e percebesse o qto são idiotas.


  143. Ola! Texto interessante? Sim é. Talvez um dia faça todas as mesmas criticas que vc esta fazendo. Vejo tudo isso que vc esta dizendo hj em dia, curto sim carnaval, vou pra cidadezinhas e vejo tudo isso, não quer dizer que eu seja igual as outras e não quer dizer tb que sou melhor, mas esse é o meu momento agora e amanhã terei uma percepição totalmente diferente, as coisas são assim. E concerteza para vc ter chegado a tais conclusões, vc deve ter vivido mto essa epoca e aproveitado mto, na epoca vc não achava tudo isso que esta falando, mto pelo contrario adorava e curtia como podia, não é? É assim mesmo, o que eu acho bacana hj, talvez amanhã não seje mais, isso se chama amadurecimento.
    Carnaval não é so isso, carnaval é alegria é um momento em que vc pode se esquecer, nem que seja por 4 dias, de todos as coisas que nos sobrecarregam como trabalho, problemas familiares e etc… Quero sim cantar as musicas “sem conteudo” e não vulgares, quero durmir pouco, quero estar entre meus amigos no meio da folia e sentir o calor e adrenalina que isso nos provoca… é assim… é o meu carnval, é o meu momento, amanhã vou fazer igual meus pais, ir pra um sitio e descansar pq aquele será o que quero e não terei mais pique pra isso tudo, afinal ja passou… como diz a musica: VALEU, FOI BOM, ADEUS!!
    Pensa nisso, não encare aquilo que vc foi como uma fase ruim da sua vida, tente sentir um pouco de tudo aquilo que sentiu e não se arrependa afinal, a pessoa que vc se tornou hj tem um pouco daquilo que vc foi, então diga que: VALEU A PENA.


  144. Felicitaciones a los autores del blog, un examen y analisis exacto del desenfreno y el libertinaje pero quisiera agregar la exclusion social de estos eventos el pueblo no puede divertirse en un evento que pertenece al pueblo, se apodero el capitalismo y unos idiotas pertenecientes al sistema.


  145. Geba tu é um mané, vai pra PQP.


  146. hahaha ADOREI!
    Pensei que só eu pensasse assim.
    Aliás, vc tem razão quanto ao tamanho do bíceps e a capacidade intelectual.


  147. Cara vc conseguiu descrever direitinho a época que vc achava que era hetero e ia pro carnaval pegar mulher sem querer. Depois de vc já ter se descoberto e encontrado o nirvana da sabedoria abandonou o carnaval abraçou seu Box de Sex and the City e antes de inserir o dvd no player ligou na Band viu zé bostolas bombados na TV e pensou ” homens sarados dão prazer a outros homens sarados, preciso ir pra academia”. huahuahuahuauhahu


  148. Cara, te aplaudo de pé, falou tudo e falou bonito…. concordo totalmente com você, não tenho nem mais nada a acrescentar, o mundo tá perdido com essas piriguetes e esses zé bostolas. parabéns!!


  149. Olha, eu já curti muito Carnaval, todo ano ainda faço alguma coisa, porém agora eu procuro as cidades de interior pra curtir. Os bombados vão pra onde é mais “popular”. Carnaval é muito bom pra festejar, as pessoas estão mais felizes e sem preocupações( até voce pisar no pe daquela mala bombada). Há quem goste do carnaval bemmmmmm muvucado e com varios caras bombados , Axé Music, pegação, etc… Não vou criticar quem curte, beijar é bom, dançar axé( depois de xapado) é maneiro, dar risadas( muuuuiiiiiita risada, cada cena…).

    Quer curtir carnaval nesses lugares? Arrume uma galera bem legal, esqueça dos outros, fique bem xapado( não dá pra ouvir Axé por muito tempo sóbrio, isso pode ser comprovado na pratica…), Se não aguentar messssssssssmo esse tipo de balada, faça como eu, procure uma cidade do interior, os carnavais costumam ser tão bons qto esses locais( pode parecer mentira, mas nos carnavais de interior tem tantas mulheres bonitas como os mais populares, até mais em alguns locais)…

    Há 5 anos eu vou curtir Carnaval no interior de MG, muiiiiiiiiiiito bom, sem axé e sem bombados. Passo meu carnaval escutando marchinha, pop rock(shows na cidade, etc) ,regado a mulheres lindas e muita paz…

    Comentem, abraço


  150. Puta Merda desse GEBA! É burro demais…
    Vai estudar GEBA!!!!! E pára de escrever merda…


  151. Acho que todos podem ter sua opinião,mas acho que você tem que levar em conta que tem individuos com biceps grandes que nao tiram a camisa e nao brigam toda hora..e não entendi realmente seu argumento..no CARNAVAL as pessoas querem beijar na boca e transar,logo elas vao atras da beleza..logo vao atras dos corpos sarados e mais bonitos..portanto é comum mulheres ficarem com homens de corpos sarados.e vice versa.
    Eu acho que é valida sua opinião..tenho outro ponto de vista..
    Acho que você tinha que comentar outros pontos do carnaval..pois no Rio tem o inverso..os magrinhos que andam de chapeu de palha fazendo tipo..achando que é o ze carioca..e mulher que anda como se estivesse em casa..q passado o carnaval volta a ser a velha pat…durante o carnaval as pessoas tendem a ser um personagem variando de regiao pra regiao.

    ——————–

    Eu falei de um estilo e um grupo social. Não dos outros. E não de você.


  152. Ótimo texto, consequiu resumir toda a indignação de uma grande maioria, (maioria sim, porque apesar das milhares de pessoas que estão alí, existem milhões de outras que preferem não estar…) porém, essa maioria tinha de se expressar mais, sem vergonha de ser considerado um idiota por ousar ter pensamentos mais adultos e evoluídos. Infelizmente somos esmagados por essa minoria, mas já é uma grande vitória, vamos nos expressar…

    Penso, logo existo….


  153. Meu amigo, não gosto muito de colocar opiniões em blogs (sou mais um observador que um opinador)…. mas a sua concerteza merece destaque!

    Me indentifiquei com sua indignação e concordo com ela em gênero, número e grau… sempre tive a sensação (e vc tbm deve ter tido) que o “povo” – este como uma unidade, um ser único – é burro, demente e fora de padrão… Uma pessoa só não faz a diferença num antro desses.

    E para ficar fora de um “universo” desses, é só ter um pouco de senso do que é bom para sua paz de espírito (e até física). Aproveitando o espaço, já fui obrigado (sim, obrigado meeeesmo) a ir para um “dia e folia” desses… e sinceramente? Suor de homem, fumaça na cara, empurrões e mulheres que não sei qual a procedência da boca não fazem meu tipo…


  154. Cara eu concordo inteiramente contigo…
    Assim, eu odeio essas músicas; o pior é que pra dançar e pular com os amigos é bom. Carnaval eu só vou acompanhado da namorada e os amigos (amigos mesmo) e tentamos ficar fora desse pessoal que não sabe interpretar texto!!!

    Gostei do seu post.


  155. Nossa, sempre achei a mesma coisa do carnaval. E sempre achei homens que se prestam a esse papel, desprezíveis. Felizmente existem homens como vc, homem de verdade para mulheres de verdade!
    beijinhos


  156. Oi Felipe!Olha, não sou muito fã de blogs e essas coisas, não tenho e geralmente não leio….mas vi esse teu texto sobre carnaval e bateu aquela curiosidade de ler. Achei muito bom, e fiquei super curiosa para ver os comentários do pessoal…rssss. Li todos. Quanta polêmica hein? Bom, eu nunca fui de passar carnaval na “folia”, sempre passei em praias menos badaladas, mas tive a oportunidade de ir 1 ano para um carnaval animadissimo próximo a minha cidade. Não se compara ao de Salvador (bemmmmmm menos lotado), mas tem um pouquinho de tudo o que vc falou. Foi uma experiência diferente e legal, fui com uma turma grande e animada de amigos e me diverti bastante (na verdade ficamos mais tempo fora da folia…rssss), eu até repeti no ano seguinte, mas o carnaval tranquilo, com amigos e namorado é bem mais atrativo para mim. Sou animada, adoro sair e festas, mas esse retrato do carnaval que vc escreveu não é para mim!

    Bom é isso aí…. aproveite o carnaval!kkkkkk


  157. Olá Felipe, adorei a matéria no seu blog, dificilmente eu escrevo algum tipo de comentário, mas achei que em uma matéria tão inteligente merecia um comentário.
    Sinto saudades de quando eu era criança e o carnaval era para mim, fantasia, dança e três tardes no clube (na minha cidade usava-se ir para o clube e todas as crianças iam fantasiadas), e tocava de tudo desde samba, samba enredo, marchinhas, e axé. Quando fiquei adolescente o carnaval virou essa “coisa” estranha que você descreve muito bem, algumas muitas vezes eu cai na folia sim, não vou negar, mas sempre sentia falta daquele carnaval inocente de clube.
    Acredito que o grande lance é como você mesmo escreve aproveitar bastante, mas com a consciência, de que tudo é uma fase e principalmente que o carnaval que é uma festa tão brasileira e tão nossa é muito mais do que um circo de bebedeiras, e exibicionismo. Hoje moro em uma cidadezinha do interior e trabalho na Sec de Cultura, aqui no carnaval nós priorizamos o resgate dos blocos, e dos carnavais de antigamente, o que é muito agradavel, e gostoso.


  158. Nunca fui em um carnaval de salvador….
    Mas na região onde moro o carnaval e muito bom, quase não tem brigas e eu acho muito injusto falar do carnaval, se vc for em uma boate lotada sempre vai ter alguem que vai pisar no teu pé , vai ter uma confusão então pq so falar do carnaval se eu fosse vc não sairia de casa, nao faria sexo( pq sexo dependendo do lugar te faz suar) e viva na frente do seu computar com uma garrafa de coca cola do lado …
    ah e nem todas as mulheres que curte o carnaval são piriguetes e vazia não generalize eu particulamente curto muito meu carna e nao costumo ficar beijando por ai, e outra se vc não gosta paciência, tem gente que curte e que nao e retardado e outra antes de vc falar mal de uma cultura (pq carnaval e uma cultura tipicamente brasileira) fale tanto do lado positivo como do negativo pq tudo na vida meu anjo tem dois lados….
    ah e larga de ser depressivo isso assusta!

    ——————–

    Ok, você consegue perceber que o texto não foi feito para o seu estilo? E sim outros.


  159. Eu achei que seu texto é até bem articulado e as idéias são bem formuladas, contudo, ele é preconceituoso ao resumir o carnaval aos argumentos expostos, apontando somente os lados que te levaram a deixar de apreciar o carnaval, que é uma festa popular, e na minha cidade é considerada um dos principais eventos que movimentam a economia local e se destaca de maneira significativa, pois atrai um público diversificado (familiar aos zé bostolas e piriguetis que se encontra em qualquer lugar, mas todo mundo agrega ou contribui de alguma maneira para o carater discontraido que essa festa assume, proporcionando diversão e entretenimento para as pessoas). Portanto não tente lutar contra o carnaval, pois num país tropical onde é inevítável suar, e que levará esta tradicão centenária por séculos a frente ainda, é inútil sua luta por desmoralizar essa grandiosa festa. Penso até que seu texto é uma mera busca por assunto e “encheção de linguiça”, querendo causar repercussão com esta temática bem nas proximidades com o carnaval, justamente pra chamar a atenção, o que não te torna diferente dos demais jovens da tua idade.
    Di resto parabéns, se vc é o cara fotenha… é lindo. Sou bi.. então tamos ai.. eu pegava.. e te achei “duba”.. dubabado! Seus comentários ironizando sobre pegar mulher… brigas (que tbm acontecem em qualquer lugar ou evento), e suor (iécati) apitam pra caramba.. rs… me permitiu traçar um claro perfil psicológico de vc! Ou seja, saiba que se vc der mole eu “pego”.. Portanto se vc não curte carnaval.. me fala ai algum tipo de festa que vc frequenta que quero topar contigo em alguma baladenhaa… Abração e se cuida gatchenho lindo! Meu msn tá ai no espaço que alega q não será publicado.. se quiser add.. bora trocar idéia! 😉

    BjOmeliga! (Essa foi a melhor e to importando apesar de ser uma frase citada pela enjuadinha da Maisa!)

    —————–

    Ricke, eu falei sobre UM TIPO de carnaval e UM TIPO de grupo social.

    Obrigado pelos elogios, mas realmente gosto de mulher.


  160. Carnaval hoje, é sinomimo de farra, quebadeira, Putaria no Geral.
    Entre Aspas, tem os desfiles das escolas de samba, se Não Mostrarem as Mulatas gostosa, as Globais saradas,atores e atrizes não tem graça.Não da IBOPE, hj é o Interessa
    Pra Mim, o que vale é o descanso do Corpo e da mente.
    Ficar com a Familia, Festejar com os Amigos, de uma Maneira saudavel, sem Prejudicar a Vida de Ninguem
    Bom carnaval a Todos

    ” Se for Dirigir Não Beba , e Se Beber , Beba com Moderação ”
    ” Pense na Sua Vida, e na do Próximo que vc pode Tirar ”

    Inté


  161. Obrigada, Felipe, seu texto foi o meu nirvana!


  162. Pegar mulher de micareta = Risco de pegar doença. Eca!

    As condições de uma micareta são subumanas.


  163. Velhinho… Vc é apenas um virgem-magrelo-revoltado-geek q acha q é “o cara” pq não gosta de nada q é popularizado.. Vc nunca conseguiu sexo num carnaval só ficou com beijinho na boca de vagaba… Por isso reclama… Geek Reclamão!
    Aproveita a vida rapá deixa de ser otário e ficar generalizando q todo bombado é burro… Dedicação, treinamento, estudo… dá pra unir tudo no seu dia… Ao inves de manter um blog de revoltas vai pra academia faz bem.. ce fica menos nerd-geek-q-acha-q-domina-tudo e aproveita melhor o carnaval… sem brigas e sem confusão apenas putaria da melhor… vlw?

    ——————-

    Verdade, eu sou um virgem-magrelo-revoltado-geek e não faço a mínima idéia do que seja mulher, ou sexo, ou zoação.

    Próximo.


  164. amigo si vc naum bebe, naum fuma, e muito menos naum foder em determinada fase de sua vida. pra q vc veio ao mundo entaum seu merda? acho q vc nasceu no planeta errado..KKKKKKKKKKK vai pra marte seu E.T.

    —————-

    Não que faça diferença, mas curiosamente eu bebo, fumo e fodo.

    Mas não me orgulho disso.


  165. Olha querido eu te entendo, você está ficando velho de espirito! Você esqueceu toda a energia maravilhosa que é ir numa festa com muita gente, beber, estravasar, dançar, curtir sem medo de nada! O ser humano não vive sozinho ele precisa da sociedade, muitos precisam sim mostrar a barriga e tudo mais para se sentirem poderosos, mas e daí????? é muito bom se sentir poderoso e bem consigo mesmo, e sentir que as outras pessoas estão te achando interessante! Tudo bem que você não gosta mais de festas loucas, com gente maluca, você também é tão maluco quanto todo mundo, e tenho certeza que o que você sente é saudade dos velhos tempos de folia!Beijos

    ————–

    Ariadne, eu critiquei um estilo e um grupo social.

    Vou a festas constantemente, me divirto como você não pode imaginar 😉


  166. Que post inteligente!
    Digníssimo!
    Um loosho!


  167. Excelente seu texto! Como você, infelizmente já tive o desprazer de participar de uma dessas manifestações de primitivismo exacerbado que invade a “mente” de uma grande parcela da população jovem desprovida de objetivos e projetos de vida mais inteligentes e concretos. Salvo é claro algumas exceções, pois como em toda regra há, que são aqueles que só se prestam a participar dessas manifestações intelecto-destrutivas por pura insegurança e imaturidade sexual. Mas afinal, o que esperar de uma população que se aglomera num auditório à espera de alguns tostões jogados em aviõezinhos ou até mesmo que se deliciam em frente à televisão com episódios medíocres da “vida” de um grupo indivíduos presos entre quatro paredes???? Enfim, Viva o Carnaval!!!! hahahaha


  168. Musicalmente analisando, num passado muito, mas muito distante existia um certo conceito musical, agora o que dizem que é carnaval, rola tudo quanto é m…, ou vc acha que não vai rolar o tal do (maldito) créu… Antigamente, as pessoas eram pessoas, hoje se assemelham a manadas de mamutes e gazelas perdidas…
    Essa é a época que mais assisto bons filmes, porque não me atrevo assistir nenhum canal de tv, não quero sofrer nenhum tipo de dano cerebral…


  169. Só gostava de carnaval quando era criança, ia em matinê e as músicas ainda eram marchinhas de carnaval. Sai num escola carioca em 96, e depois nunca mais carnaval.
    Já micaretas e pegação de carnaval. nunca fui. Ainda bem que há pessoas que amadurecem como você. Já vi gente que passou dos 30 e ainda vai nestes eventos como se ainda tivesse 18 anos. Não sei como conseguem se divertir com a caatinga alheia, num lugar cheio de bêbados e com música de qualidade duvidosa. Além do povo agarrar sem saber o nome alheio, nem ter qualquer tipo de conversa ou informação do ser em que está se atracando. Tem gosto pra tudo! Éu gosto destas coisas bem longe de mim. Carnaval é desculpa pra aprontar. Eu já aprontei nesta vida sem ser no carnaval.
    Carnaval é bom pra estudar, ler livros, conversar com amigos.


  170. As pessoas que respeitam as outras, poderiam deixar passar as ofensas que li aqui. Acho isto bem nobre.
    Mas, fiquei muito assustada com as palavras não somente do autor, como também de seus seguidores. Resolvi me manifestar.
    Todo este site poderia ser justamente processado por danos morais, ofensa e outros termos jurídicos.Eu, pessoalmente, senti-me muito injustiçada com tanto preconceito.
    É lamentável.
    Gostaria de deixar uma palavra para reflexão para quem aparentemente gosta de intelectualidade: “Quem desdenha quer comprar”.

    —————-

    Julia, não lembro-me de ter colocado seu nome no post, muito menos de tê-la ofendido. Mas sinta-se livre para me processar.

    E, realmente, eu só escrevi este texto porque morro de inveja.


  171. Infelizmente, esse é o real pensamento da grande maioria da sociedade, que vê no carnaval uma oportunidade a mais de demonstrar toda sua incapacidade de se divertir por conta própria e uma excelente chance de se “mostrar” (na intensa busca de auto-afirmação na sociedade) para as outras pessoas, pessoas estas que você as vê durante uma ou duas noites (ou horas como na coluna acima) no carnaval e simplesmente, após duas ou três doses de bebidas que “parecem água” (aos olhos desses dementes), esquecem tudo o que fizeram e com quem fizeram. E no outro dia ainda acordam muito felizes. Concordo que o carnaval é um orgulho brasileiro, orgulho que deve ser explorado ao máximo pois apenas aqui nesta terra maravilhosa, temos uma data especial e cheia de alegria como o carnaval, porém, defendo ao máximo, a total responsabilidade e inteligência, inteligência esta que, deve ser aplicada até nas comemorações, pena que muitas pessoas confundem inteligencia com a largura dos bíceps.


  172. Gosto de carnaval (esbaldarem-se como se fossem guiados por seus instintos de dezesseis anos.) e sim eu tenho 16 anos. ^^rsrsrsrsr

    Gostei muito do Blog e do Post, mas acho que o carnaval tem muito mais “personagens” além dos zé bostolas e suas piriguetis.

    Vlw!


  173. Cara, concordo com você. Para mim é inadimissível um país parar por mais de 10 dias pra beber, pular, transar sem motivo algum! Falam em cultura nacional, mas onde é cultura? Quando começou não era como hoje, foi “evoluindo” e chegou no bacanal de que é. Mas como vivemos em um país democrático, cada um faz o que quiser. Porém nessas horas não nego uma certa vergonha da “cultura brasileira”


  174. Caramba, eu sempre fui foliã desde que me entendo de gente. Nunca bebi, mas sempre fui das últimas a voltar pra casa, das primeiras a voltar pra rua no dia seguinte. Sempre fui de passar o carnaval com a família no interior. Num desses anos de juventude, tomei a grande decisão: Vou passar carnaval em Olinda. Puta merdaaaaaa! O que é aquilo, hein? É um cio coletivo? Quem foi que disse que diversão é aquela baixaria? Os Zé Bostolas não se contentam em violentar a boca de qualquer mulher que passa. Eles enfiam a mão dentro da roupa, agridem fisicamente aquelas que não querem se submeter, são, na maioria das vezes, os imbecis que passam o ano sem conseguir conquistar ninguém. Isso mesmo, conquistar é para poucos, pegar, qualquer um pega. As mulheres com roupas ultra pequenas, se achando as garotas da capa de revista masculina, tentando jogar charme e achando que estão abalando porque todos os caras quiseram pegá-la na subida da ladeira. Ecaaaaa! E sabe qual foi o meu maior choque essa semana? Saber que tenho amigos muito mais velhos que eu, com mais de 35 anos, que ainda alugam casa no meio da muvuca de Olinda. Obrigada por ainda sobrar um pouquinho de carnaval legal no Recife Antigo. Vou por lá com amigos, fico em alguma transversal menos lotada, vejo algumas pessoas de fantasias, crianças com os seus pais, ouço um pouco de vários ritmos diferentes e vou pra casa feliz. E não preciso encher a cara, vomitar nas pessoas, bater o carro alcoolizada pra esquecer os problemas do ano inteiro.


  175. Com todo respeito ao texto acima, sinto-me na obrigação de contestá-lo, emitir minha singela opinião. Creio primeiramente que não podemos generalizar, uma coisa é o fato de não gostar de determinada coisa, determinado evento, outra é atacá-lo de forma vazia, generalizando músicas, pessoas, enfim…

    Há pelo menos dez anos participo do carnaval, trabalho, pago minhas contas, sou pós graduada, e tudo isso não me faz gostar menos do Asa de Águia, de conhecer suas músicas, q são mto mais do que simples dancinhas, e definitivamente gostar de axé não significa que eu sou uma alienada, não saiba escrever, que não goste de estudar, conversar serenamente e me relacionar, por exemplo.

    Fica aq registrado meu protesto não pela nossa divergência de opinião, a qual aliás é perfeitamente normal, fica aq meu protesto pela generalização, pq muito embora exista pessoas no carnaval ( assim como em qqr outra manifestação) que se identifiquem com os tipos q vc narrou , essas não são a totalidade.

    Fica aq meu desafabo de uma forma sensata, para que muitos apesar de não gostar entendam que muita gente como eu, adora e conta os dias!

    Obrigada!

    ——————-

    Carolina, o texto fala sobre um grupo social, não todos.
    Abraços.


  176. Cara, vc tá super certo, n sobrou quase nada pra mim falar dessa #&&¨*@!!@$# de carnaval. E creio que tem um graaaande parde dos brasileiros que pensam a mesma coisa, só n tem espaço pra falar. Pra mim essa “Festa do Brasil” é uma Vergonha do Brasil na verdade.


  177. Valeu cara! Faço de suas palavras as minhas, sem tirar nem por. Estava até preocupado se era só eu quem tinha essa idéia dos carnavais, carnatais, micaretas, etc. da vida.

    Parabéns pela bela reflexão. É pena que os “Zés bostolas” nunca vão perceber nem muito menos entender a mensagem desse texto. Bem… Seguimos em frente refletindo e procurando viver melhor.


  178. Quero cumprimentá-lo pelo post. Realmente, não vejo nem nunca vi sentido nesse tipo de festa (e não é só o Carnaval que é assim!)… Mas paciência, um dia esse pessoal vai entender o que realmente é bom na vida…

    Abraço!


  179. M A R AV I L H O S O!!! CONCORDO PLENAMENTE…

    É VC MESMO NA FOTO?

    ————-

    Nas fotos da direita, sim.


  180. Felipe,
    Concordo com vc, palavra por palavra;
    Não é preciso ter mais de 40 anos para ser intelectual ou ter uma visão do que é realmente útil na vida, e está aí uma coisa totalmente inútil, o carnaval. Agradeço por existir esses dias de feriado, quer coisa melhor do que juntar a família, os amigos e fazer coisas que realmente dão proveito?
    Tenho 22 anos, e sempre tive esse pensamento; tenho amigos, como muitos que deixaram comentários, trogloditas, ignorantes, alienados, que me chamam de “careta”, velha de 40 anos, mas fazer o que? Pelo menos garanto alguns anos a mais na minha vida, não os perco com coisas inúteis. Ou por acaso o carnaval vai me dar alguma formação acadêmica ou um emprego? O máximo que pode me dar, é um “carnavalzinho’ depois de 9 meses… além do que, o resto do ano é rotina, como muitos disseram; mas é rotina pra quem tem o carnaval como foco de vida; trabalha o ano inteiro, junta o suado dinheirinho para gastar em 4 dias; isso é evolução humana…


  181. Pô… massa o texto!

    Carnaval? desses aí ? zé bostolas, patricinha puta, musica sem sentido, nego vomitando no seu pé?… éca

    E por isso q o carnaval mais famoso de minas, de ouro preto acabo…cara mijando na porta das igrejas históricas…depredação total.. uffa, acabô!

    O nosso carnaval, o de raíz, ta acabando. Ta acabando também o nosso respeito, os nosso valores. Pô!!… dá pra ser feliz, zuar sem essa putara… e parte da culpa disso tudo eu atribuo à mídia, principalmente a televisiva, que aliena o povo, que ilude e que fantasia a vida do brasileiro.

    Eu prefiro passar o feriado de carnaval com a minha linda e os meus amigos, num luauzinho na Serra do Brigadeiro, sob a luz das estrelas… tocando legião e rauzito no violão… enchendo a cara com vodka barata e cantina das trevas, e contemplando o amor e a amizade.


  182. Eu defendo que cada um deve agir com livre arbítrio, partindo da premissa que seu espaço começa onde termina o meu. Criticar esta parte da população carnavalesca citada no post não fará com que eles repensem suas atitudes ou deixem de ir para a festa e fazê-la da forma que mais lhes adequam. Cada um na sua sem incomodar o outro, seria pedir demais?
    Eu moro em Salvador e tenho medo de sair na rua. No mínimo, num camarote para curtir de longe o que para uns é folia, para outros um ringue sem cordas e a céu aberto.

    Felicidades a todos,
    Isis


  183. Esse texto sobre o carnaval é um fiel retrato da realidade.
    Todos os anos acontece exatamente a mesma coisa, em qualquer cidade.


  184. Existe uma coisa que se chama opinião, é simples, cada um tem a sua e devemos respeitar a dos outros. Não aceitar, respeitar.
    Existem bombados babacas, mas também tem inteligentes, gatíssimos e adoráveis que adoram academia. Tem nerd magrinho que não sai da toca, e tem uns que sabem conversar e encantar mulheres como ninguem. Quem vai pular carnaval no meio da muvuca esta buscando isso e vai se divertir assim…. imagina se esse pessoal invadisse a sua posadinha de descanso? Tem um lugar certo para o que cada pessoa esta buscando.
    Tem gosto pra tudo. Aproveitem as diferenças e ainda bem que elas existem. A vida ja é difícil para encontrar seu par ideal, imagina se todos gostassem da mesma coisa…….


  185. Muito bom Gustavo, vc ratificou o que foi dito por Felipe acima. Vamos ver se agora a galera consegui interpretar um texto tão simples como esse.


  186. Concordo com quase tudo. Não sou adepta do carnaval já faz um bom tempo…aliás, quando me dei por gente e descobri o que é música risquei totalmente este tipo de comemoração e música da minha vida. Porém temos que tomar cuidado com a generalização, nem todos que curtem o carnaval são burros e exibem os músculos, e nem todas são retardadas. Há aqueles que simplesmente gostam do movimento… gostam do “batido da lata”. O problema é que a grande maioria se enquadra no quadro que descreveu… então tome baixaria, bebedeira e orgias.
    Levanto uma ode a outro tipo de Orgia, a orgia do saber, do aprender, empreender e descobrir que há outras formas de diversão mais sadias… que uma boa taça de vinho seja servida, mas sem excessos e por degustação. É o olhar cultural sobre as artes em geral… e tome poesia na veia, injete pinturas e esculturas no corpo e na alma, imprima relações sadias e duradouras na vida… que o carnaval seja desculpa não para a baderna, mas pelo que sobra que é o feriado, que seja feito para coisas mais proveitosas e permanentes.


  187. Cara… Falo e disse!!! fico pensando nessas mulherzinhas de carnaval de rua, jovens, com tudo pra curtir a vida de uma maneira decente e se comportam como bichos no cio. Tenho ate medo do que pode sair do meio das pernas delas, deve ter tanta doença que os médicos nem descobriram ainda!!! hehehehe.


  188. Leve a vida menos à sério!

    sabia que de vez em quando é bom esquecer os problemas da triste realidade que cerca muitos de nós?
    Carnaval é um momento para isso. Onde todos têm o mesmo direito de se divertir, seja rico ou pobre, com bíceps grande ou não.

    Carnaval é a mehor festa de todas, sem dúvidas!


  189. o + decepcionante é que o Brasil é mundiamente conhecido como o país do carnaval…. pouco ‘queima filme’ hã!?
    Gostei Felipe… na real, não mostrou aqui o lado ruim do carnaval mas sim a sua REALIDADE!!!
    Micareteiros e gente da mesma laia ACORDEM pra vida enquanto é tempo e guardem o R$ do abadá na poupança pra geração de lucros!!

    abraços


  190. Pra complementar se possivel, essa historia de repete na semana santa!!!
    Feriado que tornou-se uma extensão do carnaval, servindo como época pra procriação (de seres humanos, assim como existe época pra lagostas).
    Aqui em Fortaleza – Ce a cidade fica vazia, as praias lotadas e a goma, cachaça, mulher comendo solta!!!
    Interessante são as moças que passam boa parte do ano fingindo ser moça comportada, moça de família, mas quando chega o carnaval, rapaz… de abrir a boca (literalmente…) (que elas me desculpem!!!)
    A tv escola de samba e suas “gostosas” o dia todo em quase todos os canais de tv aberta.
    No final todos fingindo “ser feliz” contando os dias pra semana santa!!!

    Poderia investir em algo mais interessante, educativo, algo que agregasse valor (intelectual) ao povo brasileiro!!! Carnaval é um dos exemplos que o que dá dinheiro é “putaria” no Brasil!!!


  191. http://abacaxidoidao.blogspot.com

    Bom, pra viajaa

    http://abacaxidoidao.blogspot.com


  192. Então Felipe…
    Ficou claro que o seu texto está mais direcionado ao mundo masculino, mas eu senti vontade de dar meus palpites.
    Bom, minha adolescência passou há bem mais de 5 anos mas o que eu acho interessante é que os anos passam mas a essência das pessoas não muda, infelizmente! Eu digo infelizmente, porque o meu desejo é de que mudasse pra melhor, mas o que eu tenho observado no passar dos anos é que, se houve alguma mudança foi pra pior, ou seja, os “Zé Bostolas” e as “Piriguetis” sempre existiram, só mudou os nomes. Por exemplo, na minha época de adolescente eles se chamavam “Babacas” e “Galinhas”, respectivamente.
    A diferença entre os “Babacas” e os “Zé Bostolas” é que hoje eles tomam anabolizantes e estão mais burros ainda (não sei se é efeito dos anabolizantes…rs) e entre “Piriguetis” e “Galinhas” é que hoje elas estão mais peladas e mais vulgares.
    Como eu entendo mais do mundo feminino gostaria de comentar este item: concordo plenamente contigo de que este perfil de mulher tem tudo a ver com insegurança, sempre teve. E eu como mulher lamento dizer que se hoje elas estão mais peladas é com certeza porque estão mais inseguras e se estão mais inseguras é porque estão mais burras. A burrice foi, que no decorrer dos anos este tipo de mulher tem se transformado de maneira crescente em objeto cada vez mais barato e obviamente descartável. O que elas não sabem é que este é um caminho sem volta porque, uma mulher “rodada” por mais que um dia ela deixe de “rodar” (por cansaço, arrependimento ou por falta de consumidores mesmo) ela ficará com isto impregnado nela…fica escrito na testa “sou rodada” como uma tatuagem invisível, é triste!
    No mais, nem preciso dizer que concondo com tudo o que você escreveu e de certa forma me identifico contigo…mas queria te dar um toque: não perca seu precioso tempo respondendo aos “Zé Bostolas” não vale a pena, e vou te dizer porque: o fato é que notadamente hoje eles têm a sua idade, mas vá por mim, porque eu já vi este filme de maneira mais completa que você…é como dizia minha avó: “pau que nasce torto, morre torto”, ou seja…hoje estes caras que não concordam contigo, e que têm a sua idade, vão continuar sendo os mesmos babacas aos 50…60… anos, a diferença é que nesta faixa etária eles estarão sem músculos, carecas, barrigudos e pobres…aí meu caro, eles ainda estarão no meio da muvuca…só que serão aqueles figuras constrangedoras que ficam babando nas “piriguetes” mas mal conseguem pegar as “barangas”…É TRISTE!!!

    Um grande abraço e meus parabéns!


  193. Olá Felipe, é a primeira vez que entro nesse blog e já percebi que terei que passar aqui mais vezes!
    Muito boa a sua visão dessa imbecilidade que é o carnaval de Salvador. Afinal, qual é a sua finalidade? Nenhuma óbvio… A não ser o faturamento pro país, pra regiões locais e seus idealizadores. Que são os únicos que levam vantagem nessa orgia!
    Os tolos pagam uma fortuna num pedaço de pano vagabundo(leia-se abadá)rsrsr, contraem inúmeras doenças(pq eles fazem bexiga com as que são entregues, ao invés de usá-las, imbecis!) Pegam herpes bucal, por beijar aquelas bocas imundas com baba de todo mundo(arghh) além de serem agredidos gratuitamente, por pisarem inocentemente no pé de um animal daqueles ditos “zébostelas”! Enfim N motivos pra questionar…
    Mas fazer o quê né….infelizmente vemos pessoas que ao invés de um cérebro, tem uma abóbora alojada no crânio.. só pode!
    Beijos e parabéns! gostei muito…


  194. Sabe Felipe..
    Eu concordo com vc…
    Em gênero, número e grau.
    Não tiro sua razão em nadinha do que acabei de ler…
    Eu tenho 19 anos, tô no auge da época de sair, zoar, beber e parará pirirí…
    …mais eu odeio carnaval.
    Não sei explicar direito…essa época do ano me entristece, sinceramente.

    Eu não fico dentro de casa não…
    Muito pelo contrário, eu saio sim, brinco, pulo, danço…sou super responsável pelos meus atos…
    E por causa dessa época ser a época que é, vejo coisas que não gostaria de ver…e que muita gente vê e não faz nada..
    Gente que poderia fazer alguma coisa.
    E é isso que me entristece…
    Não é só porque é carnaval que pode ser fazer de tudo.
    Tá aí o que eu penso!…

    Gostei do seu espaço!
    Um beijo!


  195. Felipe, gostei muito do seu texto. Agora o que o colega falou no post anterior ”È dificil entender como tanta gente aguenta e se diverte com algo tão ruim”. Isso é comum demais, cara. Galera grande curte Novela da Globo, BBB, Luciana Gimenez, Revista Caras… e isso não faz essas merdas deixarem de ser merdas. A máxima de que opinião é igual bunda, vale aqui também. Tem quem gosta do carnaval nesse modelo beber, cair e levantar; tem gente que curte o feriadão; tem gente que odeia tudo. Enfim, só quero ter espaço prá ficar sossegada ouvindo e fazendo o que eu quero e não o que todo mundo faz.


  196. cara, muito bom o que tu disseste, eu curto pra caramba o carnaval,mas o carnaval das escolas de samba com os sambas de enredo apresentado pelas mesmas, principalmente os bailes das boites e sedes de clubes onde eles tocam músicas de carnaval e resgatam as antigas marchinhas, aqui em belém estão começando a fazer isso até nas baladas de sextas e sábados nesse período; eu não considero axé , música de carnaval,é um ritmo agitado onde as pessoas se divertem(estou falando de pessoas que vão pra curtir e não se exibir), gosto de algumas músicas do araketu, chiclete, banda eva. não curto as micaretas, e tu  fazes comentários justamente sobre o comportamento das pessoas (nem todas)que freqüentam elas. eu não concordo com outros rítmos que tentam enchertar nesse período. carnaval é alegria e não bagunça, carnaval é reunião de amigos pra esquecer os problemas e não ajuntamento para confusão. é muito bom ver a felicidade nas pessoas, o que acontece nesse período de carnaval, infelizmente têm as mulheres que não se valorizam e os caras que têm merda na cabeça. feliz carnaval pra todos e vamos nos respeitar que todos merecemos.    


  197. Cara….nao dá pra generalizar nada!
    Se preocupem em curtir o carnaval da forma q lhe for mais agradavel, e se divirta muuuuiitto! Se for no Universo Paralelo, se for em Salvador, se for em Sao Paulo, em alguma praia de nudismo…se for malhando, nao importa!! O importante e estar com uma galera sensacional e q todos esses dias de “folga” (p/ alguns…q fique claro) sejam inesquecíveis e memoráveis!!!!
    Tem bombado que nao briga, tem franguote q se acha o pimpao, cai na deles quem acha q pisao no pé no carnaval é motivo de provar “macheza” (serve tbm pras mulheres barraqueiras q nao se contém..)…levou pisao no pé? olha pra pessoa e dá um sorriso e abre a proxima cerveja e saia curtindo (pode ter certeza de q quem pisou no teu pé vai estar morrendo de inveja de vc, q tá tao de boa e ele nao pq ta preocupado em causar na dos outros..um dia ele vai sacar isso, acredite!)…na 4 feira de cinzas ninguem vai ter mais pé msm…vao ser bolhas e resquicios de dias incríveis. a nao ser que vc queira acabar com seu carnaval pela metade… q bad deles (as)!!!
    Eu vou na minha e desejo pra tds o melhor carnaval de suas vidas, fazendo o que querem e tem vontade com as pessoas q gostam por perto!!!!
    Garanto aos colaboradores e organizadores do blog que abrirei uma breja em pleno carnaval de sao luis do paraitinga – SP em homenagem a este texto, pois achei de mais!!!

    Beijos a tds!
    =)


  198. Concordo com vc em genêro, número e grau…não tem o que discutir…


  199. Olá Zé Bostola!
    Estou te chamando assim porque foi desta forma que você se identificou. E pelo que li, você continua um Zé Bostola, só que não se identifica com o carnaval, mas com certeza, deve ser um Zé Bostola em qualquer outra coisa que faça na vida.
    Concordo que não é “ o nirvana da vida”, mas é “um momento mágico” SIM. Se você já desceu a avenida dançando “na pipoca” ao som dos trios comandados por Daniela Mércure, Chiclete, Ivete, Banda Didá, Margarete e, para os do meu tempo, com Gil, Ricardo Chaves na Banda Eva, Caetano, Morais Moreira, Armandinho, então você sabe o que estou falando, mas se você é daqueles que entra na floresta e só vê lenha pra queimar, então meu rei, você é realmente, como você se definiu, “um Zé Bostola”.
    Pelo que li, você deve ser daqueles que vai pra festa ou nem vai, seja ela qual for, para se embriagar, tomar êxtase, ou fazer sexo, não julgue todos por você “um Zé Bostola”. Tem pessoas que vão se divertir, dançar, brincar com a família, beber muita água de coco e caldo de cana para agüentar o tranco, que adora sentir o suor escorrendo como quando faz alguma atividade física, que não liga para as pisadas no pé e ainda dá risada por isso, que beija na boca de sua esposa os 7 dias de carnaval.
    Existem aqueles que adoram o carnaval, sem a necessidade da rebeldia social, de ser um jovem torto ou fazer arruaças e, ainda bem que a maturidade foi aflorando, a idade foi chegando, e essas pessoas continuaram a ser alegres, brincalhonas, molecas, e continuam com a capacidade de ser criança, apesar da idade ou da capacidade intelectual ter crescido na contra mão da muscular. E ainda bem que também existem mulheres assim também, pois são justamente essas pessoas que dificilmente necessitaram de terapia ao contrario de você´s, “uns Zé Bostolas”.
    Neste carnaval estaremos na avenida em Salvador nos divertindo, cantando, brincando com os amigos e, garanto, vamos nos sentir muito melhor.
    A menos, é claro, que você seja “um Zé Bostola”.
    Neste caso, fique longe de nós com seu emburramento e seu mau humor.

    ——————

    Cacete cara seu comentário não fez o mínimo sentido! HAAuhauhauhauhauhaha


  200. Adorei…muito real…
    Não se importe com as críticas, você escreve bem e refletiu completamente a essência (ou falta de…) dessa manifestação boçal de diversão….Política do Pão e circo, pulem, façam orgias e esqueçam a quantas anda o mundo….afinal, é carnaval….kkk

    Abs,


  201. Felipe, eu acho é pouco! Quem manda tu brincar carnaval em porcaria de micareta?! Vem pra recife/Olinda e garanto que vc vai rever seus conceitos. Aqui também tem Zé Bostola, essa praga é pior que Coca-cola, tá em todo lugar, porém aqui tem muito mais Cultura, Músicas inteligentes, Famílias e o que é melhor…vc não precisa vender sua casa pra comprar uma porcaria de Abadá e sair igual a todo mundo, feito gado! Vc aqui faz sua fantasia e cria seu próprio carnaval!

    Podemos no ser o maior, nem o melhor, porém somos o mais democrático, criativo, cultural e irreverente carnaval do Brasil!


  202. Cara…
    eu era do mesmo jeito…
    amava folia e td mais…
    hj vejo q isso eh a pior das coisas q um ser humano pode fazer na sua vida…
    enfraquece e murcha o cerebro….
    eh uó…
    abaixo a ment pequena desses seres….

    =)


  203. Bora?? daqui uma semana estarei la…
    suada, beiajndo as bocas mais gostosas, pulando e gritando…
    Chi – cle- te.. oba Oba oba!!!!

    te espero la gatinho!!!

    beijinho

    —————–

    Não esquece o hipoglós.


  204. FANTÁSTICO FELIPE. COncordo com cada vírgula do teu texto. É por causa dessa gente que nosso país é essa merda. Se fosse pra reivindicar algo, protestar contra as cagadas do governo ou algo assim ninguém iria. Agora, manda anunciar que no protesto tem show e cerveja de graça…. É um bando de gente ignorante. Abs


  205. Finalmente encontrei pessoas que pensam como eu. Moro em Ouro Preto, vcs já devem ter ouvido falar né? Vem gente de tudo enquanto é canto pra cá, e a cidade vira um caos. Homens bombados andando de sunga pela rua, mexendo com mulher alheia e os namorados não podem sequer encaras, senão rola pancada, mulheres vulgares e fúteis, fáceis, vazias… urina e fezes pra todo lado, em qq lugar, vômito, suor, música ruim , falta de educação, intolerânci, violência, falta de respeito com oa moradores, mesmo que idosos…é assim o carnaval daqui…mas ninguém se importa, o négócio é ganhar dinheiro. os estudantes das repúblicas hospedam gente até no teto, e a cidade “histórica” fica lotada, falta água…é um, horror…o negócio é sair fora, ir pro mato, sei lá. Não venhma pra cá, parece um pesadelo.


  206. Complicado esse assunto abordado. Mas…
    É interessante pensar que nós nerds sempre somos criticados pela “falta de mulher”.
    Tudo bem “pegar” mulher é bom, nao nego isso. mas tornar isso, o seu objetivo de vida?
    Piff,

    Vale a pena lembrar que 80% dos hoje “zé bostolas” no futuro se transformarao em “zé ruelas”, pessoas que querem algo mais na vida, e em oposição à isso menos de 1% dos “zé ruelas” se transformarao em “zé bostolas”.

    SE você é um “Zé bostola” não me critique por ser um “Zè ruela”, pode até rir agora, mas daqui a 20~30 anos quem vai rir sou eu, que ainda vou estar com meu figado, rim, pancreas, tudo em ótimo estado 😉
    engraçada a piada neh?


  207. Perfect!!!!

    Amei amei amei! Ganhei o dia em saber que ainda existem pessoas que pensam como eu!:)) Expõe o que pensa, diga-se de passagem com muita sabedoria, sem medo de ser interpretado como “invejoso”…Pois é! Já ouvi esses tipinhos dizerem que quem os critica, tem inveja. Óh Deus!!!!!

    Por outro lado, isso faz parte de uma fase de nossas vidas…Mas recordo-me muito bem que na minha época, não tinham esses zé boistolas não. Fiz ótimas amizades em pleno carnaval de Salvador! Pessoas desencanadas, divertidas e inteligentes!

    Só não entendi pq alguns deles, que aqui se manifestaram, se sentiram tão ofendidos…
    Vão pra academia ganhar mais massa povo! Afinal só falta uma semana pro carnaval!!!! Olha q a academia tá “bombanu e eles vão catá mais mina” do que vcs hein? Ui!

    Jackie Joy tô contigo amiga! Mandou bem!


  208. Filipe, seu texto é surpreendente para um garoto de 20 anos, muito bem escrito e com um apurado sentido crítico… Parabens…No entanto, na minha opinião te falta aquilo que só a maturidade e a experiência podem nos trazer. Um certo distanciamento temperado com muita tolerância e respeito pela sensibilidade de cada um. Daqui a 20 anos, vc vai escrever ainda melhor, vai ser ainda mais consciente e crítico mas vai deixar de aplicar rótulos nas pessoas, acredite 🙂 de zés, só acredito mesmo no Zé Carioca, esse malandro simpático mas ainda assim estéreotipado 🙂
    Sou português, tenho 48 anos, apaixonado pelo Brasil. Já passei aí um carnaval, em Macapá, onde saí no Bloco da Paunela e uma micarande de Campina Grande, onde saí no bloco do Zé Pereira. E, em ambos os casos estava acompanhado pela namorada da época. Posso dizer que me diverti bastante, ao meu jeito, gosto muito de musica e da natural alegria do povo brasileiro. Qualquer excesso… tou fora, não sou de radicalismos. Também não gosto de grandes ajuntamentos de pessoas, fico meio claustrofóbico. Embora adore Salvador, onde já estive 3 vezes, não sinto vontade de curtir o Carnaval em Salvador. Mas é tudo muito relativo nesta vida. Eu vivo nas ilhas dos Açores, onde está frio e chuva nesta altura e onde se festeja o Carnaval mas não tem graça nenhuma, na minha opinião… Só nestes 3 dias eu até que gostaria de um pouquinho do calor, animação e agito daí hehe 🙂
    Bom mas resumindo e terminando, Felipe, pra não aborrecer ninguem, gostei de seu post, continue escrevendo e cultivando seu talento e seu espírito crítico. Meu único conselho é que aproveite bem a sorte de ter nascido nesse país maravilhos, sinto alguma inveja, só um pouquinho hehe. Abraço de Portugal. Tarcísio

    ——————

    Tarcísio, só gostaria que você soubesse que este estilo ácido e entempestivo é a fórmula de sucesso do blog e é feito propositalmente.

    Um grande abraço.


  209. Me desculpe mas, acho que você deveria rever as suas companhias durante qualquer folia, não só no carnaval… ou quem sabe não deveria procurar uma terapia talvez seja interessante…

    E para os admiradores… UM EXCELENTE CARNAVAL DE PAZ!


  210. ”EU acho que vc esta cuspindo no prato que comeu.”

    —————

    E daí?

    🙂


  211. Gostei do seu ponto de vista…muito dificil de ser encontrado em vista de como as coisas estão…Aqui no Ceará também estamos repletos de bombados cabeça vazia e “piriguetes”…abraço


  212. Meu Caro.
    Já passei dessa fase. E olha que já faz tempo…
    Mas é isso aê! Esses “bundões”, os tais bombados, realmente , não são
    burros, mas pregam essa idéia. Pois, bíceps, não pensa.
    Um abraço. É a primeira vez que leio um blog. E tá legal !
    Obs. Depois disso(carna) , fale sobre futebol , festa junina . Sei lá…


  213. Santa ignorância….

    A maior manifestação folclórica brasileira sendo minimizada, logo por “nativos”….infelizmente temos que conviver com esse tipo de PSEUDO INTELECTUAL….

    Caro Felipe Neto, quer um conselho?!?!?

    Pegue um CD de Tom Zé….se tranque em casa (pq lá vc estará livre de arruaças), cprepare uma jarra de suco de laranja com beterraba (sem açucar)…e convide uma radialista (de preferencia-que fale muito) e conversem por mais de 2 horas…

    Ou então….vá para Bariloche….ler um jornal, fumando um charuto em algum café e espere (lá mesmo) pra morrer de enfizema pulmonar…

    E FELIZ CARNAVAL A TODOS OS VERDADEIROS BRASILEIROS…..

    ——————–

    Oh céus, POR FAVOR!!! FREQUENTEM CURSOS DE INTERPRETAÇÃO DE TEXTO!!!!!!!!!


  214. ADOREI SUA DESCRIÇÃO….
    MUITA COISA NA VIDA É FASE, SENDO ASSIM DEVEM PASSAR….
    É LAMENTÁVEL QUE PARA MUITOS AS FASES NÃO PASSEM….
    EM RELAÇÃO A MULHERADA… PUTZ…. A COISA TÁ FEIA. PORQUE NÃO EXISTEM FESTA, NEM ÉPOCA DO ANO, É SEMPRE…. EM QUALQUER SAÍDA ELAS SE DESVALORIZAM, ASSIM PREJUDICANDO AS QUE NÃO SEGUE ESSA LINHA.
    OS HOMENS NÃ QUEREM MAIS SABEM DE FICAR NUMA BOA, PORQUE NA PEGAÇÃO TÁ FÁCIL DEMAIS.


  215. […] Vai chegando o carnaval… […]


  216. É a inversão de valores que proporciona um carnaval nos moldes da interpretação do Felipe. Não se faz mais carnaval como antigamente, era um momento de alegria comedida, pois sambava-se e dançava-se ao som de marchinhas compostas por intelectuais da música brasileira como Braguinha e muitos outros, o uso de drogas, e da violência era muito restrito, pelo contrário participava do carnaval cabeças pensantes, intelectuais, assim como hoje, neste caso não podemos generalizar.


  217. Adorei!


  218. Tava precisando ler algo assim, para me deixar feliz em saber que não sou a única jovem que pensa dessa maneira, e mais satisfeita ainda em saber que ainda existe homem que valoriza uma mulher inteligente, uma mulher com conteúdo, que tenha cultura nas palavras e que não tenha somente um corpo malhado para oferecer que tenha sempre algo interessante pra alongar uma conversa que te prende e te conquista.
    valeuus


  219. Existem momentos que são efemeros , outros são eternos…. Cecilia Meirelles comenta sabiamente o que é na verdade a grande festa que o povo dá a si mesmo ““Terminado o Carnaval, eis que nos encontramos com os seus melancólicos despojos: pelas ruas desertas, os pavilhões, arquibancadas e passarelas são uns tristes esqueletos de madeira; oscilam no ar farrapos de ornamentos sem sentido, magros, amarelos e encarnados, batidos pelo vento, enrodilhados em suas cordas; torres coloridas, como desmesurados brinquedos, sustentam-se de pé, intrusas, anômalas, entre as árvores e os postes. Acabou-se o artifício, desmanchou-se a mágica, volta-se à realidade”.(…)Mas os homens gostam da ilusão. E já vão preparar o próximo Carnaval…”


  220. “Desculpe cara, eu não resisto a essa tendência de ser alienígena.”
    Eu ri MUITO…

    Realmente, é um texto muito bom…


  221. Adorei o texto, muito criativo o seu jeito de dizer a VERDADE!
    Ah se pelo menos os “Zé bostolas” e as “Piriguetes” entendessem o que o seu texto quis dizer…


  222. Ai Felipe.. tenho 22 anos e sou de São Luiz do Paraitinga, cidade que vc aparece na segunda imagem acima, onde tem varias pessoas sem camiseta.
    Malho e tenho um corpo que considero legal, porem ando sem camiseta no carnaval não pra me exibir, e menos ainda pra arrumar brigas, pois acho isso uma tramenda tolice, mas ando sim por causa da caracteristica do bloco Juca Telles que sai ao meio dia de sabado, caracteristica cuja qual os moradores jogam agua nas pessoas que passam curtindo no bloco!!!
    Quanto as mulheres… no meu caso, posso garantir que 02 horas ao lado de uma mulher interessante é pouco, mas não depende só de mim, tambem é dificil é encontrar uma pessoa que saiba conversar!!!


  223. Também concordo. Sou do interior de sp e curto muito puxar ferro o ano inteiro pra ficar tomando conta da mulherada do ataque desses zé bostolas. Se a gente não se impor na situação fica tudo uma verdadeira zorra. Por isso que quem ficar de brincadeira e secar as minas vai tomar porrada.


  224. Adorei!!!! muito bom mesmo. Não sei o que passa na cabeça de pessoas que pulam carnaval.
    Uma baixaria, um monte de gente bebada falando besteira, pessoas morrem por besteira, creio que lá tem pessoas que vão pra se divertir mais se ferram por causa de outras, morre de graça. E tem gente que aínda acha o carnaval bonito, um montão de gente falando besteira, uma poluição sonora
    Pode até ser que antigamente o carnaval era legal, que tinha todo uma história nos carros alegoricos, acho que as pessoas eram mais ingênuas.
    Tenho 23 anos, não acho a menor graça no carnaval, gosto de samba, bagode, mais o carnaval não da . não precisa de baixaria para ser feliz, beber de mais e acorda mal morrendo no outro dia. O carnaval poderia ser uma festa melhor, com pessoas humana.


  225. ADORO O CARNAVAL…PQ POSSO DORMIR O DIA TODO..


  226. Concordo em número, gênero e grau com o Felipe. Qdo era adolescente, trabalhei em um salão em que o carnaval era tradicional. 5 noites com a mesma banda e a festa ia até às 5 horas da manhã. Tinha muitos blocos organizados e muita alegria e curtição. Tinha poucos excessos naquele tempo…
    As músicas eram marchinhas, conhecidíssimas, para quem nasceu na década de 60, 70. Tipo, A estrela Dalva, Olha a cabeleira do Zezé e outras. Bons tempos aqueles..
    Hoje, a zona e demais, ninguém se entende, é tudo muito rápido, superficial, agressivo, sem respeito e depressivo…
    Pois depois do carnaval, muita gente se arrepende das loucuras que faz qdo está no “fervo”…
    Não sei se vocês sabem, mas as decisões políticas mais corruptas, os aumentos de preço e outras coisas que prejudicam o brasileiro, são feitas durante épocas de carnaval e copa do mundo (enquanto o povo acha que é feliz).
    Diga não ao carnaval e aos excessos, em qualquer comemoração ou festa..


  227. Tá certo que no meio dessa festa sempre tem uns abusados que acham que por está ali, a mulher no caso, pode ser agarrada e beijada a força,pera lá né, nem todas gostam desse comportamento, eu ainda relevo,mas não gosto e nem dô confiança.
    É carnaval, época em que td mundo não quer saber de nada, só de beber é sair pegando por aí..Pra te falar a verdade eu quero é ter historias pra contar pros meus netos, se sãos uns e outros que não gostam de carnaval, pelo menos o trio fica lotado, cheio de gente bonita e muitos até com intuito de só se divertir e não arranjar confusão, pois carnaval é isso diversão, mas sempre com moderação..mas quer saber deixa as coisas fluireem..uhull é Carnaval vms curtir numa Boa Galera..aviso aos Navegantes, só manerar!


  228. Acha que vc deve ter algum trauma do carnaval! Ou alguma namoradinha sua te trocou por um bombadinho!!!!!

    Você tem um discurso bastante idiota e enfadonho, coisa de gente qe por conta de ter alcançado uma idade “adulta”, acha que vai ser o mais “cabeça” da turma se so gostar de coisa intelectualizadas.

    Um grande idiota e abobalhado.

    O carnaval é uma festa que pode como outra qualquer ter as bombados e as piriquetes, como vemos isso em qualquer lugar, seja numa praia, show, fila de cinema etc.

    O que posso perceber é que voce na sua época tambem foi um desordeiro, bombadinho e imbecil, que não respeita o limite e acha que o carnaval é o local de agredir pessoas, destruir patrimonios publicos, urinar no mio da rua de qualquer jeito, jogar lixo no chão e etc.

    O que vc esta esquecendo é que tirando os blocos da “elite”, o carnaval é a maior festa da cultura popular e tradições de um povo, o que me dizer da importancia do Ilê, dos Filhos de Gandhi, da Mudança do Garcia, entre outro.

    O carnaval assim com em toda e qualquer festa e local que as pessoas frequentam livermentes, tem os locais que todos os grupos ficam, cabem a cada um e a sua consciência, saber onde e como se comportar e estar durante os sete dias de pura alegria.

    Tenho mais do que 16 anos, mais ainda hoje acho o Carnaval uma festa maravilhosa, onde pulo, danço, transpiro, e respeito, e ao final estou com as baterias recarregadas para mais um ano de batalha, trabalho e problemas enfrentados por todos.

    Acho que esse discurso vazio, onde caracteriza o carnaval como a festa dos bombados e das piriquetes, é um discurso vazio, demagogico de quem não tem opinião propria.

    ————————–

    Se você tivesse a capacidade intelectual de interpretar um texto, teria percebido que as palavras escritas conotam a UM TIPO de carnaval e a UM GRUPO social. Que, no caso, são predominantes.

    Mas não, é sempre melhor ter uma análise superficial e burra, pois assim dá margem para as ofensas.


  229. Me digam uma coisa: QUAL É O PROBLEMA DE SER NERD??? E, o que vocês acham que um nerd faz?
    Só quer saber de livros; nunca esteve com uma mulher na vida; não bebe, ou seja, não vive! Meus caros, que visão distorcida vocês têm da vida!! Mas, tiro uma conclusão do post do Geba: a inteligência dos nerds ofendem, e muito!!
    Afinal de contas, é muito melhor digitar frases com erros crassos (procure o significado no dicionário) de português, do que ter o trabalho de estudar (de verdade), e ficar longe da vida vazia que vocês levam. Realmente, é digno de dó.


  230. Adorei seu texto. Concordo plenamente. Mas vc, realmente, me parece muito novo para não curtir mais o carnaval… Ou melhor, para curtir de maneira mais “light”! Não é uma crítica apenas uma observação até pq tb não curto carnaval de muvuca…De qualquer maneira, bom carnaval! Abraços

    ————-

    Curto do meu jeito Sofia… Pode ter a certeza de que sou 100% diferente das críticas imbecis e insignificantes nestes comentários 😉


  231. Oi Felipe, tudo bom?
    Adorei seu texto, concordo com sua linha de pensamento e tbm não gosto de muvucas, nem no carnaval e nem em época nenhuma…

    Mudando de assunto, vc ja assistiu a série Dr. House? Seu estilo de humor me faz lembrar bastante o persongem.

    Bjoss

    ——————

    Sem dúvida Lígia, sou grande fã e acompanho a série semanalmente pela programação americana.


  232. Adoro carnaval..
    não fico no meio da muvuca.. não preciso disso..
    a mulherada vem ao meu encontro!!

    ————-

    Quê quê isso hein… O cara é um IMÃ!

    Praticamente um pataco de bosta canina para as moscas.

    Fiquei com inveja, cara.


  233. Cara gostei do seu texto, más não acho que o carnaval se resume a isto. É uma das maiores festas populares do nosso país e ainda existem pessoas (mesmo que poucas) que sabem aproveitar. Então que cada um curta a sua maneira sem incomodar ninguém.

    ————–

    Eu não disse que o carnaval inteiro se resume a isso. Minha análise foi sobre UM TIPO de carnaval e UM TIPO de grupo social.

    Infelizmente, os predominantes.


  234. Credooo q nojo.. carnaval é um lixo.. mulheres semi-nuas .. q horror….


  235. Caraca véio definição perfeita perfeição no texto é exatamente assim, mas convenhamos é bom de vez em quando né naum?????????????


  236. Não gostei muito do post, achei meio radical (de antemão aviso que não sou marombeiro).

    Sou de Salvador e curto muito o carnaval. Pra mim representa uma semana em que você pode viver em um universo paralelo, em que seu dia se resume em acordar, se preparar para a festa e curtir a festa. Reunir amigos que talvez você não veja com muita frequência, beber, “pegar mulher”, beber.

    Curto o carnaval desde os 14 anos, e meu estilo de curtir o carnaval foi evoluindo… há 4 anos nem eu nem meus amigos saimos em blocos, pulamos na “pipoca”, e há 2 anos curto com minha namorada. E a cada ano meu carnaval está melhor, mais tranquilo, as experiências são mais ricas.

    Em vez de abandonar o carnaval você deveria aprender a aproveitar melhor esta festa única. Uma pena para quem acha que carnaval é coisa de ignorante.

    —————-

    Caramba as pessoas não conseguem interpretar um texto.

    Eu disse que carnaval é coisa de ignorante, amigo?

    O texto foi sobre um estilo de carnaval… E sobre determinado grupo social. Fora isso, eu gosto de outras coisas que posso conseguir nesta época.


  237. Poxa primeira vez q visito e parece que é a primeira vez q alguem consegue dizer oq eu toh pensando
    e que por motivo ou outro insisto em não falar….
    Ter o carnaval como festa tradicional de um país me enveronha de fazer parte dele….
    gente suada… bebedeira…. ecaaaaaaa
    Pense nas herpes que este povo pega haushaushu q nojoooo
    Gente fedida…. uiieeeeee sem desodorante e fedendo a cerveja e se axando os ” CARAS”
    Prefiro um nerdzinhu cherosinhu que alem do sexo tem coisas interessantes a oferecer… Depois as melheres reclamam dos homens q não conversam ou q só querem sexo… Olha o tipinhu que elas pegam…
    axa q deles vai sair oq????
    fala sério esses bombados são só tamanho vai bater em deles são uns polentãooo haushaushaushaus
    Sei bem já fiz Muay Thai…..


  238. Olá Felipe!
    Primeira vez que visito teu Blog e olha só, logo pego um tema como Carnaval. Felizmente só tenho que concordar contigo e elogiar o que escreveu. Sinceramente eu não vejo diversão nessa… é… posso chamar de bagunça? hehehe Pois é, não vejo diversão nessa bagunça toda. As pessoas bebem até quase morrer, pegam diversas doenças, arrumam brigas… enfim, saem desses locais um caco. Agora me fala, isso é diversão? Deus me livre do “suor amanteigado” dos outros, e aquele esfrega esfrega, é mão daqui e de lá, cadê o amor próprio minha gente? hehehehe Uma vez na minha vida fui em uma micareta e sinceramente não pretendo voltar em mais nenhuma. Olha, só vivendo isso pra saber como é, por isso que no carnaval eu prefiro algo mais light, já não basta a agitação do dia a dia? Faço das suas dicas as minhas, e que os Zé bostolas fiquem pra lá com a falta de senso de ridículo deles e as “bóias” presas nos braços. =P

    Bom carnaval para todos! E… cuidado! hehehehe
    B-jos e Abraços
    =]


  239. Não gostar de micaretas e dos bombados e danadas que as frequentam não é argumento suficiente para desmerecer uma das principais identidades nacionais. Até pq as micaretas e o axé music é que são os adolescentes dos carnavais. O avô do carnaval, o samba, é muito maior que tudo isso. Então quem liga o carnaval a micaretas e axé realmente precisa deixar a adolescencia terminar para entender a essência do samba de raiz. Recomendo assistir o filme da marisa monte e paulinho da viola com a velha guarda da portela, que me fugiu o nome agora. Ou para ser mais radical, convido a passar o carnaval aqui a bordo de um navio-sonda na bacia de campos perfurando um poço de petróleo…

    ———————-

    Campeão, você entendeu que meu texto foi sobre o estilo predominante de carnaval.

    As marchinhas e o samba de raiz, são sensacionais… Inclusive este ano eu devo ir a alguns.


  240. Tenho 28 anos e nunca fui em algum carnaval, seja de rua ou clube. Minha família (avós) vieram da Italia, e não tem esse costume por lá, logo sempre fugimos desse tipo de “festa” tribal, onde as pessoas se tranformam em macacos pulando, gritando, as macacas comendo banana, os homens descascando bananas, numa língua própria que não entendo, com uma música (se der para chamar assim) que só ouço batuques e vogais sem sentindo, mulatas loiras, suadas, cheia de doenças e caras pagando boquete de tabela…um horror, nao vale nem pelo feriado, “a macacada reunida” J.Quest


  241. Vcs são todos uns bando de pela sacos que não sabem curtir o carnaval, pois queriam que no carnaval tocassem rock? Cambadas de idiotas, nerds fdp…

    ——————-

    Alguém disse isso?

    Hahuahuahuahuahuahuah


  242. FÊ eu sou suspeita a falar sobre esse tipo de carnaval, pq este será o 4 ano que passo em Salvador, adoooooooro demais mesmo. e concordo contigo, tem uma galera que não sabe curtir a vibe sem sair na vantagem.Respirar e relevar é necessário mais infelizmente a coisa não funciona assim, já presenciei váaaarias briguinhas ridiculas e sem justificativa nenhuma, e já ouvo coisas do tipo :” PÔ o cara esbarrou em mim ” E logo da uma vontade de soltar um :”ahn”?E vc bateu nele só por isso? meu amigo caia na real, olha ao seu redor , tem pessoas por todo o lado , se empurrando se esparrando, pisando umas nas outras, olhe para baixo e o que vc vÊ?Pés, sim muitos pés!Exatamente é tanta gente que não dá pra enxergar nem o chão, e o cara me sai na mão pq o outro esbarrou nele???Sim é o cumulo!!

    Mais infelizmente não estamos livres desse tipo de pessoas estragarem uma festa que para mim é a melhor do ano!

    Galeraa a Bahiaa é massa!

    beijokas


  243. Belo post. Boas observações.
    Infelizmente em qualquer bloco no carnaval ou nas micaretas que acontecem pelo ano, você identifica facilmente esses tipinhos acima.

    Mas, eu, 20 anos e frequentadora dessas festas tenho que dizer que tem uma parte muito boa nisso.
    Eu não beijo um monte, na verdade na última que eu fui não beijei ninguém, nem caio de bêbada e fujo quase como em uma “missão impossível” dos zé bostola.

    Acho meio infeliz o comentário sobre as músicas e as letras… acho que os músicos baianos são respeitáveis e muito bons. Quanto as letras, elas representam palavras e dialetos que eles usam lá ou da cultura do camdomble… É maravilhoso a energia que você sente atrás de um trio.
    Eu conheci fãs das bandas do Brasil todo, gente que tá ali porque gosta de verdade, curte o universo paralelo e que não está ligando pro lado negativo da festa, conheci meninos que viraram grandes amigos e nunca me agarraram!

    Em qualquer lugar, tem Zézinhus, bebedeiras e afins… A escolha é pessoal… onde cada um quer estar.
    Já dizia minha vó “Quem dorme com cadelas, acorda com pulgas.”

    Mas você quem escolherá com durmirá!


  244. Cara, concordo com você em alguns pontos. Realmente o desfile de bíceps, tríceps e outros íceps acabam tornando uma festa que seria bacana em um ambiente perigoso. Carnaval é bacana, fui em diversos blocos e sempre me diverti só que realmente chega uma certa idade em que você acaba enjoando e não tendo saco para essa muvucada toda. Meu conselho, vá para os camarotes. É mais sossegado, tem piriguetes e afins e com um pouco de sorte, você consegue passar mais de duas horas com a mesma mulher… se é que vocês me entendem….


  245. Felipe… Parabéns pela matéria! É a primeira que eu leio, e já gostei muito. Já fui a alguns carnavais também e foi frustração pura! Eu sou abstêmio, não bebo uma gota de álcool. Imagine um cara que curte rock, não bebe e não se envolve com “piriguetes” (aquelas fulaninhas que já passaram na mão de mil antes de chagar até você! Quem beija pega tabela de um outro nojento que nem sequer escova os dentes). Imaginou? Pois é… Eu levava uma pilha de CDs para, assim que saisse da festa, poder desintoxicar meu cérebro de axé.

    E pior! Eu realmente fui pensando que ia me divertir! Embarquei na pilha errada dos meus amigos cachaceiros. KKKKKKK!!! A única coisa boa de verdade foi ver eles tontos dando vexame.

    Me espanta é ver que tem gente que vem aqui, depois de ter lido o texto pra falar alguma coisa a favor do carnaval. Alguns até justificando que malham (não souberam interpretar o texto) outros explicando o “porque” de pegar as barangas… E até uns desinformados que “acham” que os comentários são por inveja, e ao mesmo tempo que pedem pra não generalizar ou categorizar, vem aqui aqui e lhe taxam de “NERD”. KKKKKKKKK! Muito ridículo.

    Fora um tal de “GEBA” que REALMENTE pensa que o sentido da vida é pegar um monte de mulher tonta que nem sabem o que estão fazendo e ficam com qualquer um, e acredita que quem não pensa como ele não sabe de o que é bom.

    O texto está levemente rebuscado… Mas está show! Parabéns!


  246. Muito bom!


  247. É só não gostar de carnaval e toda essa seboseira que todas as piriguetes vazias e zé bostolas te acham nerd ou gay, só porque não tem nenhum interesse em passar a mão nessas bundinhas-corrimão..
    Concordo muito contigo, você pra mim é o macho mais macho entre todos esses ridículos que ficam rebolando e olhando pra própria bunda. Simplesmente descartáveis.
    E sim, ficar entre amigos(as) verdadeiros(as), se divertindo do próprio modo, é muito mais interessante que sair “pegando” essas pessoas gostosas e dementes…
    ah, como é bom ser “nerd”… =)

    ———————

    😀


  248. Nosssssaaaa.Até que enfim um Homem ciente neste mundo.Um não neh, alguns (nos comentarios mtos concordaram com o texto).
    Gostei mto, descreveu claramente como são os bobões de hoje, cheios de musculos, mais todos ocos.Não vale a pena sair “pegando” vários ocos, pois no final é como as piriguetis, continuam vazias, futeis e simplesmente não acrescentam nd em suas vidas.Tenho nojo desses caras, sem blusa, suados e que se acham.Que quando ouvem um “NÃO”, pra ñ ficarem sem graça ainda tem a cara dura de dizer: “Não queria mesmo”, se acham superiores por ser “grandes” rsrsrsr tem que rir desses otarios mesmo, mais infelizmente no brasil é assim.Carnaval é sinônimo de Festa da Carne.
    Gosto mto de Carnaval, o que o faz são as pessoas e o que o atrapalha tbm são a pessoas.

    Quando teremos HOMENS mais madurosssss?????!!!!!!!


  249. Ah! Só mais uma mensagens aos Senhores “José Fezes” (vulgo Zé Bosta)… “Pra um boçal, total ignorante, até Kleber Bam Bam parece filósofo, Carla pérez é nerd! Um paltão de saia!”

    Traduzindo para que todos entendam… “Você chaman os outros de nerd, na verdade porque são burros de pae, mãe e parteira! Qualquer um que escreva melhorzinho e tenha senso crítico pra vocês já é um nerd.”


  250. concordo com alguns que julgaram mal o comentario de ”quem malha eh burro”, pois ele certamente se expressou mal qd falou q o tamnho do biceps eh inversamente proporcional a sua capacidade intelectual…

    o que parece é que o autor ta na angustia de uma vida mais pacata , tentando aceitar esse ”progresso” …
    realmente existem esses zé bostolas , mas nao pode se pode caracterizar desse jeito ne… pois, muitos magrinhos , nerdzinhos descontentes , tbm fazem o mesmo.. mas essa parte concordo com vc , e outras tbm , como as musicas sem sentidos , mas eh assim mesmo ne… agora a curtiçao tbm eh mt boa , tudo na sua fase certa…. felicidades, e q todos curtam da sua maneira ae , com mta paz e mt amor … a


  251. ai,se vc já foi folia pq critica tanto? só pq ficou velho antes do tempo? refiro-me ao carnaval. o resto não importa, pois sinônimo de amadurecimento é saber q o carnaval é o mesmo , as pessoas é q perderam a noção de diversão.

    —————-

    Eu já fui católico, não posso criticar o catolicismo? Que pensamento mais sei lá.


  252. Concordo em tudo. Ou não.
    Meu Carnaval sempre foi e é a mesma coisa, viajo para o litoral, tomo banho de praia, de piscina, sendo obrogado a ouvir essa músicas, e quase sempre obrigado a sair de noite para ouvir mais música ruim. Além da música ruim, tenho que ver os bombados se exibirem e puxar briga. É nessa parte que eu mais concordo, os ‘idiotas’ além de mostrar que é fortão puxa briga por nada.

    No mínimo esse GEBA deve ser um deles.


  253. (CORREÇÃO)
    Ola amigo,
    Gostaria de questionar uma parte do seu post, é a seguinte :

    “Pra começar, uma analogia aplicada a 95% dos casos: o tamanho dos bíceps de um indivíduo é inversamente proporcional a sua capacidade intelectual. Quanto mais inchado, mais demente.”

    Vc tirou esses 95% da onde…da sua kbça ? Da vontade de um frango zuar um cara q tem um corpo malhado ? OU TIROU DE ALGUM PESQUISA ? Realmente eu não sabia que apenas 5% das pessoas q sao malhadas NÃO são burras e dementes…e quanto mais malhadas mais burras e dementes. Malhar é alem da estetica…saude e bem estar!!! e olha : Exercicios estimulam o cerebro e preservam a memoria!!!! Acho que vc como nerd(e frango) deveria saber disso!!!!
    Acho q demente é quem faz uma analogia sem fundamento algum…se for esse o caso. Se n for…obrigado pela informação.

    vlw !!!

    ———————

    Marcos, qualquer pessoa que utiliza a palavra “frango” para descrever alguém que não passa 5 horas na academia por dia, é um zé bostola.

    Sentiu a ligação? Deixa eu explicar melhor, que pra ti deve ser difícil entender.

    Você, o MARCOS, escreveu um comentário me chamando de frango sem fazer idéia de quem ou como eu sou.
    Eu, o FELIPE, escrevi dizendo que quem utiliza da palavra “frango” para descrever uma pessoa que não passa 5 horas na academia por dia, é um zé bostola.

    Looooogo, como você me chamou de “frango”, utilizamos da minha conclusão para chegar a qual idéia?

    Você é um zé bostola.

    Espero que não tenha ficado muito difícil cara… Mas se for sua mãe que estiver lendo pra te ajudar, pede pra ela te explicar.


  254. Nossas ações, escolhas e concepções sobre as coisas vida costumam variar de acordo com a nossa idade, mas, nada impede do amadurecimento mental ocorra com antecedência, assim como este seja tardio ou até mesmo nunca venha. As pessoas ficam mergulhadas em ilusões e prazeres fugazes e quase sempre fúteis.

    Não condeno as pessoas que curtem carnavais, especificamente micaretas, cada um possui uma mente(?) e agem na forma que acham melhor, mas, quem sai perdendo é a nação, a sociedade, seriam esses “bombadões” e essas “periguetes” as mesmas pessoas que vivem reclamando dos políticos e suas ações?

    Imagino que para criticarmos ou defendermos algo com mais veemência, precisamos ter vivido. Eu particularmente já sai em micaretas (com idade de 16, 17 e 18 anos) e a única coisa que guardo sobre essa “magnífica” experiência é uma cicatriz no corpo, de uma cirurgia após uma punhalada que atingiu meu pulmão. Após isso, minhas concepções sobre micaretas:

    Gastarei meu dinheiro pra ficar pulando, cantando refrões que se assemelham às cantigas de terreiros de magia negra (macumba mesmo!), “pegarei” garotas por alguns minutos e serei a 159ª pessoa a beijá-la naquela noite; correrei risco de sofrer agressões de algum “bando”. Acordarei no outro dia, sem nenhuma lembrança realmente valiosa para minha vida, e ainda terei que trabalhar bastante pra passar os próximos meses pagando o abadá. Nada realmente acrescenta para minha formação intelectual.

    Não irei falar da influência que a música significa na vida da maioria das pessoas, pra não ficar maior do que já está meu comentário. Espero não ter ofendido ninguém.

    Tenho 23 anos e aceito críticas de “pessoas menos caretas”, que não são nerds e que “sabem viver” a sua idade real. Gostei bastante do post Felipe, parabéns.

    Enfim, o Brasil é assim, riquíssimo de problemas e as pessoas continuam alienadas imaginando que “dando a volta no trio” as farão mais felizes e realizadas.


  255. olá felipe,
    adorei o seu texto! absolutamente verdadeiro e lúcido. é com essa mesma lucidez que eu também sinto e vejo.
    há um vazio, uma mediocridade reinante. seja na política, na música, na educação!
    a aparência se sobrepondo ao conteúdo, a futilidade, a alienação, a falta de senso crítico.
    a preocupação primeira voltada, toda ela, para o que há de mais banal e vulgar.
    falta rumo para uma sociedade, um país
    sobrou pão e circo… e o desvairio.
    enorme beijo


  256. Geba, tu é um mané, um ZÉ BOSTOLA, vai pra PQP.


  257. Hehehehehehe, me diverti HORRORES com este texto.
    Sou adepta ao carnaval SIM, já passei carnaval em Salvador (isso foi há 4 anos, tinha 23 anos…) e foi MARAVILHOSO. Ainda continuo viajando pra folia, ano passado fui para Ouro Preto e esse ano vou para São Luís do Paraitinga (carnaval de marchinhas). Gosto demais deste clima, gosto de gente!!! e nem viajo por conta da pegação. É pra curtir mesmo, pra beber cerveja, pra conhecer gente, pra rir muito….
    Não sou uma “pirigueti”, uma fútil ou frívola que curte os “zés marombas…”. Você não deixa de ser quem é, só porque vai pular carnaval. Eu NÃO suportaria passar o melhor feriado do ano sem fazer, absolutamente, nada. Tomar cerveja com amigos, conversar, ir ao cinema e ficar light é maravilhoso também, mas já faço isso o ano todo…
    Como já diria Chico “…no carnaval esperança, que gente grande..saiba ser criança”. Esse é o espírito!!!


  258. Oi Felipe, eu entendo tudo que vc. falou aí, mas olha, o qué vc. tería pensado se, quando garoto (que gostava de pular) tevesse aparecido qualquer um te dizendo tudo isto que vc. colocou aí encima? Eu estou ciente que vc. subiu um degrau na conciencia da vida, mas agora, para qué ficar olhando pra trás? Deixa esses que gostam de pular, pular!!! A final é vc. mesmo faz cinco anos atrás ( segundo vc. falou). Abraço


  259. Parabéns cara!! falou e disse… sempre pensei assim e nunca me arrependi


  260. Aproveite a festa como quiserem. Eu já estou saindo de SP rumo a Salvador amanhã pela manhã. E vou com três palavras em mente: PAZ, RESPEITO E DIVERSÃO. E garanto a vocês que muita gente vai também com esse intuito, são pessoas do país todo e estrangeiros que vão pra curtir apenas sem arrumar briga.
    A mídia no Carnaval vende o que dá lucro, o que dá ibope.. e o que dá isso que eles querem é o sexo, seja em Salvador (na “pegação” que você citou), seja nos desfiles em RJ e SP (nas mulheres nuas).
    Mas por outro lado pegação, bebidas, drogas, confusão e assaltos acontecem em todo tipo de show, seja qual o estilo musical. Cada qual a seu estilo, à sua maneira. É errado isso? Sim, com certeza… mas quem sabe um dia esses jovens (e porque não ze bostolas que tem seus 25, 30 anos) que não sabem se divertir terão o discernimento de aproveitar uma festa como Carnaval (ou qualquer outra) sem causar maiores problemas ou cometer excessos?


  261. Felipe você disse exatamente o que penso!!Perfeito!!! Por isso adoro ficar em Belo Horizonte, que não tem nada no carnaval… um bom livro, um cineminha… Sem ter que aturar tantos acéfalos no mesmo lugar… rs


  262. Pode ser a visão do inferno aquele mundo de gente fedendo, suando, bebendo, empurrando.

    Mas o carnaval são 5 dias.. então nesses 5 dias esqueço de tudo.. esqueço q tenho conta pra pagar, esqueço q tenho chefe mala no serviço, esqueço pegar ônibus cheio de gente suando, fedendo e empurrando todos os dias.

    O detalhe que você esqueceu de citar é que o Carnaval é uma festa popular, onde todos podem participar.. quem tem dinheiro fica dentro dum cordão de isolamento, quem nao tem dá pra divertir da mesma forma pulando na Pipoca. É uma divisão social do caramba isso, mas o q importa é q todos podem curtir a coisa.

    Se não fosse o carnaval qual outra oportunidade teríamos de ver cantores baianos com suas músicas com letras monossílabas cantando de tão de perto e sem pagar nenhum tustão por isso. Esses mesmos cantores baianos com suas músicas que são praticamente um conjunto de onomatopéias, mas que tem a agende de shows lotado o ano inteiro, e todos seus eventos estão lotados de gente.

    Então pergunto… pq este tipo de festa vai tanta gente ??? será q a grande maioria dos brasileiro tem a capacidade intelectual do tamanho de uma ameba???

    —————–

    Você realmente quer que eu responda sua última pergunta?


  263. Caríssimos,

    Como o texto é público, a promoção da divergência não é restrita.

    Inúmeros comentários aqui referem-se ao modo de interpretação literária. Interpretar, aos que desconhecem, significa “determinar o significado preciso”.

    No texto, sem qualquer intensificação de forças intelectuais, nota-se o posicionamento de uma pessoa preconceituosa e, sobretudo, intolerante.

    O preconceito manifestado em fragmentos como “Ou pior, como podem pessoas que já passaram da idade da molecagem, esbaldarem-se como se fossem guiados por seus instintos de dezesseis anos.”.

    “Pessoas que já passaram da idade”… Isso seria atitude, sentimento ou parecer insensato, de natureza hostil, assumido em conseqüência da generalização apressada de uma experiência pessoal ou imposta pelo meio. Ao que me consta, carnaval não tem idade fixada; qualquer um pode participar.

    Ou então:

    “Pra começar, uma analogia aplicada a 95% dos casos: o tamanho dos bíceps de um indivíduo é inversamente proporcional a sua capacidade intelectual. Quanto mais inchado, mais demente.”

    Vamos ressaltar que ele não diz 100%, ou seja, ele não diz que TODOS o são. Mas, ele diz precisamente 95%. Pois bem, qual o fundamente desses 95%? Qual fonte? Pesquisa científica? Ele apenas acredita nisso e projeta toda sua construção textual em um fundamento sem qualquer validade. Para ser válido, é necessário que tenha capacidade de produzir efeito legais e, sinto informar, mas “achar” não produz qualquer efeito legal. E o produzisse, o mundo seria um verdadeiro caos.

    Pronto, já descontruí todo o argumento do autor, o texto já não tem qualquer credibilidade. Estou satisfeito.

    Penso que críticas CONSTRUTIVAS sempre devem ser elaboradas, pois elas nos conduzem ao aprimoramento moral e intelectual. Mas posicionamento arbitrários, preconceituosos e intolerantes devem ser evitados sob pena de somente gerar conflitos.

    Abraço aos que gostam e aos que detestam o carnaval, vivemos uma democracia e não somos obrigados a gostar de nada. Somos sim, obrigados somente e tão-apenas a respeitar.

    ——————-

    Boa campeão.

    Você vem num blog pessoal, de textos pessoais… E diz ter “destruído todo o argumento do autor”. Você quer matar os leitores de dar risada ou seu objetivo é somente ser patético?

    Se eu quisesse escrever um texto com embasamento científico, estaria procurando emprego na Época… Mas provavelmente tudo o que conseguiria é perder meu tempo publicando comentários pseudo-intelectuais em blogs PESSOAIS e me taxando “destruidor de argumentos”.

    Poupe-nos de tamanha comédia.


  264. Concordo …

    … mas se não pode com ele, junte-se a ele !!!

    Vou é me esbaldar com as mulheres de cabeça vazia mas com conteúdo externo muito bom … huahauh


  265. No fim de nosso potencial evolucionario, qual a razão de expressar-se em meio a tantas outras opiniões “vazias e formadas”???

    Mas concordo com o que escreveu..sem dúvidas….

    É uma das épocas que compõe o ano letivo mais cerebralmente atrofiadas que existem no planeta Terra….


  266. Odeio Carnaval com todas as minhas forças. Época em que o Brasil fica entorpecido com algo que não vejo a mínima graça e todo mundo acha que é justificativa para fazer qualquer coisa. Por exemplo, Carnaval é justificativa para muita gente ouvir e dançar o pior da música brasileira, achar que “faz parte” e que, sem essa “trolha sonora”, não tem a mesma graça.

    Mas tem coisa pior. O brasileiro é socialmente obrigado a gostar de Carnaval. Por aqui, você diz que não gosta de Carnaval e todo mundo olha para você de forma estranha. Dois pensamentos são básicos: “pô, você não é brasileiro, não? Não ama o país em que nasceu?” ou “como você é chato e não sabe se divertir! Deve ser daqueles caras que veste um roupão, pega um cachimbo, se enfia na biblioteca da casa e se diverte ouvindo óperas alemãs e lendo Dostoievsky no original em russo”.

    E isso não é só aqui. Quando passei um mês em Londres, sempre falava para os estrangeiros colegas de escola que odiava Carnaval. Seguiam-se reações de espanto e olhares que me perguntavam “você é do Brasil mesmo ou eu ouvi errado?”. Como se eu fosse um ET. Só não fica pior porque sou meio japonês e já devem ter pensado “ah, esse daí é de colônia, deve morar em algum gueto”.

    Não moro em gueto algum e nem sou tão ligado às coisas do Japão. Considero-me mais brasileiro que muita gente e odeio Carnaval. Vejam alguns dos motivos para tamanha aversão (todos não caberiam nessa página).

    Mangueira
    Odeio a Mangueira. Odeio os trocadilhos que fazem com a Mangueira. Odeio as cores da Mangueira (desde quando verde combina com rosa?). Odeio a forma como as pessoas falam da Mangueira. Simplesmente odeio! O pior é agüentar a ladainha mangueirense todo ano. O desfile empolga (estilo “atrás da verde-e-rosa só não vai quem já morreu”) todo mundo e, no final das contas, a escola fica lá pelo 10º lugar. Hahahahahaha. Bem feito!

    Transmissões do desfile
    As transmissões dos desfiles são iguais todo ano. Os comentários são os mesmos. Ninguém vai mal, todo mundo põe a Sapucaí para dançar. Quem conhece a composição de um desfile, sabe que apenas 2% das pessoas que vão para a passarela do samba são mulheres sem roupas. E as TVs só mostram essas (depois o brasileiro não sabe porque o europeu e o norte-americano acham que nosso país é uma orgia infinita). Porém, nada é pior que a Leci Brandão pedindo a bênção para as velhas guardas.

    Bateria nota 10
    Todas, ou melhor, TODAS as escolas de samba têm uma “bateria nota 10”. O mais engraçado é que, na hora de apurar os votos, várias “baterias notas 10” tiram 9 ou 8. Propaganda enganosa!

    Noticiário
    Parece que o cérebro do repórter (ou do editor que faz a pauta) foi pular carnaval e o resto do corpo tem de fazer a matéria. Porque são todas horríveis. As perguntas se limitam a “tem carnaval mais animado que esse?”, “a festa tem hora para acabar?”, “canta um trechinho do samba para a gente”, entre outras babaquices-mor. Mas fica pior. Mostram uns norte-americanos (quanto mais branquela a pele e havaianas as camisas melhor) desengonçados tentando entrar no ritmo do samba. Para concluir, os chavões regionais. Eles falam que na Bahia e em Pernambuco, “o carnaval ainda não acabou” (isso quando já estamos quase em maio). Como se fosse alguma novidade. Em São Paulo, falam que “paulista também sabe sambar”. E, no Rio, se referem ao “maior espetáculo da Terra”. Tudo mentira. Mentira como a da “bateria nota 10”.

    Papo de carnavalesco
    Muita teoria, muito blá-blá-blá. Tentam justificar relações loucas entre o enredo (qualquer que seja), o Jardim do Éden (todo enredo faz essa referência) e o Brasil de hoje (está na moda parecer que tem consciência social). É só dizer que pôs aquela ala ou aquele carro alegórico porque ficava bonito. Não precisa justificar. É como crítico de cinema que gostou de algum filme cabeça-oca e tenta dar explicações pseudo-intelectuais profundas para isso. Tem uma hora que nem você, nem o repórter que está fazendo a matéria e nem o próprio carnavalesco sabe mais do que está se falando.

    É a maior reunião de gente irrelevante do mundo. Um monte de “artistas” globais que não têm a mínima intimidade com as escolas de samba, com o desfile, com a música, com nada. Só está lá para aparecer na Caras e dar entrevistas falando que é a primeira vez no desfile do Rio, mas está gostando tanto que vai voltar no próximo ano. Carnaval da Bahia
    Qual a graça de ver carnaval da Bahia na TV? Tenho seriíssimas dúvidas se é legal estar lá, pagando o olho da cara por um abadá para ouvir música ruim de perto. Ver pela TV, então. Fico o ano todo fugindo do Tchan, da Ivete Sangalo e da Daniela Mercury no Faustão, não é nesses 5 dias que acharei válido fazer isso. E vocês não imaginam o quanto o encontro de trios elétricos na praça Castro Alves não significa rigorosamente nada para mim.

    Apuração de votos em São Paulo
    É a coisa mais engraçada dos 5 dias de carnaval. Primeiro que, antes da apuração, metade das escolas já perde alguns pontos por irregularidades. Daí, a Gaviões fica entre os primeiros. A cada nota baixa da escola do Bom Retiro toda aquela corintianada acusa o jurado de ser palmeirense (essa é clássica). Daí, os presidentes da Vai-Vai, da Gaviões (duas escolas de corintianos, mas se odeiam), da X-9, da Nenê e da Rosas de Ouro ficam revoltados com o resultado. Não importa quem ganhou, eles se revoltam. Fica o bafafá, gente ameaçando bater no presidente da Liga, aquelas coisas “lindjas”. E, melhor de tudo: independente de quem tenha melhores notas, só é conhecido o vencedor no SPTV, à noite. Nas horas que se seguem a apuração, escolas recuperam pontos, perdem mais pontos ou ganham pontos extras. Como no caso da Imperatriz, só mostra como é ridículo.


  267. Meu caro aspirante à intelectual, saiba que você, mesmo aos vinte anos de idade (como li em algum lugar por aqui), escreve muito bem. Meus parabéns. Terás um grande futuro como escritor de crônicas de 5° categoria!

    Pois bem. Vim até aqui para comentar um texto que pensei eu, ser de alguem no auge dos seus 50 anos muito bem vividos, mas, ao me deparar com um recém saído da adolescência, que há quatro ou cinco anos fazia o que agora critica, só posso lhe dizer que você é um pobre coitado, desprovido de juventude correspondida, ou seja, tenho absoluta certeza que você não saia de casa aos 15 anos e ia pular carnaval, promovido a derrame de mulheres, cantinas da serra, brigas, corpos suados e todo tipo de orgia possível.

    Você não passa de alguém totalmente despeitado, incapaz de observar algo que os verdadeiros intelectuais enchergam com total facilidade: respeito e compreensão com as fases da vida de um ser humano. Um aprendiz de intelecto, que acredito eu, por pura perda da juventude, passa seus dias soltando bostas pelo teclado, sem a mínima distinção do que é pular carnaval e o que é arrumar confusão. Caso você não goste, respeite a opinião de quem faz o contrário. Pare um pouco de mergulhar nos livros e aproveite em quanto é tempo, pois na hora certa você vai saber parar, e não fazer comentários totalmente medíocres, sem um pingo de discernimento e propriedade.

    Na sua tentativa frustrada de bombardear a juventude, consciente de suas possibilidades e nenhum pouco traumatizada com vontades enrustidas, você foi simplesmente patético. Pense bem o seu papel como um jovem de apenas 20 anos de idade, já pensou quando tiver cinquenta?

    Ps: 50 anos, mas, completamente mal vividos, porque dessa maneira, passando os dias a desdenhar da mais simples e normal manifestação do povo brasileiro, acredito que você nem chegue lá, de tanto desgosto com o resto…

    Luiz Guilherme – Belém-Pa – 22 anos muito bem vividos!

    —————–

    Luiz Guilherme, você quer algo mais patético do que assinar o próprio comentário, dizendo local, idade e “slogan”? Hahahahahaha, como se fosse a conclusão brilhante de um texto genial.

    Não sei se você reparou, mas enxergar é com ‘x’, não sei de onde veio sua reforma ortográfica, mas seria bacana você dar uma olhada no próprio texto antes de utilizá-lo para ofender alguém, principalmente se você quer assiná-lo como um verdadeiro gênio.

    Eu posso vir a ser um escritor de crônicas de quinta categoria, posso quem sabe, de fato, não ter propriedade nem discernimento… E este texto, realmente poderia ter sido uma tentativa frustrada.
    Mas, já parou para analisar?

    Este texto ficou na capa do portal Yahoo, com destaque, por mais de 8 horas. Recebeu mais de 400 comentários.
    Este blog possui mais de 10 mil visitas por dia de um público fiel e participativo. Não sei, de repente a insignificância do seu comentário espelha-se na insignificância de seu ser. Por favor, na hora de TENTAR ridicularizar alguém, tente ao menos pensar: “quem sou eu e que relevância eu tenho para falar determinadas coisas?”

    Pois, no final, tudo o que fica é isso… Um moleque desprovido de significância, tentando desesperadamente diminuir alguém, seja como for… Mas que no fim, faz apenas papel de ridículo.

    Ah sim, eu aprovei seu comentário por pena. Não vou alongar uma discussão e seus próximos comentários serão, de fato, removidos, simplesmente porque eu não perderei meu tempo argumentando com dejetos de verme.

    Abraço!


  268. Carnaval bom só os da infância. Bailinhos de matinê em club de cidade do interior . Ou do início da adolescência, ainda no interior, curtindo as ruas do centro com as amigas, as marchinhas e tudo mais. Quando ainda havia inocência, pelo menos de minha parte. Hoje prefiro passar com um monte de videos, chamar uns amigos para ir ao cinema. Qualquer coisa que não lembre muito o reinado vigente do Momo e sua corte de valentões e boazudas.


  269. Fui fazer um comentário para agregar conteúdo ao blog e depois que fui ler os comentários que vc faz… Não tá legal tentar ridicularizar quem discorda de vc… E contei mais de 5 comentários desse tipo… tsctsctsc
    Mais algumas respostas desse tipo começarei a te imaginar pulando sem camisa no bloco do chiclete com banana… uahhauuhahuahua

    PS: é a primeira vez que leio…

    —————–

    Existe uma diferença sutil entre a discordância e a agressão.

    E eu não tento ridicularizar ninguém, as pessoas que se ridicularizam.

    Abraços.


  270. Perdoem-me os erros ortográficos, foi a pressa! 😉


  271. Olá Felipe…

    Gostei do texto. Nunca havia lido nada do teu blog, e achei pertinente várias das tuas
    colocações.
    Além do mais, te achei um gato.

    Um abração.


  272. Kra..vc é um gênio! É exatamente isso ki eu penso deste tipo de festa, faço minhas as suas palavras!
    mas tem gnt ki gosta né, fazer oq?!
    Abraço e parabens pelo texto!


  273. “O tamanho dos bíceps de um indivíduo é inversamente proporcional a sua capacidade intelectual. Quanto mais inchado, mais demente.”

    E, pra galera que ficou bravinha por causa desse comentário, eu preciso fazer outro comentário: cara, se você passa o ano inteiro cuidando do corpo, aposto que não tem tanto tempo assim para dedicá-lo a atividades intelectuais (a não ser que quem cuide do corpo não durma e passe as madrugadas lendo ou estudando, mas eu acredito que não). É um fato; portanto, o comentário que deixou tanta gente brava não passa de uma realidade.

    Outra coisa, não sei qual é o problema que as pessoas vêem no amadurecimento (devo dizer assim?). Curtir o carnaval é uma fase, e passa. Depois de algum tempo, a maioria das pessoas acaba entendendo que existem coisas mais importantes na vida do que pegar 40 pessoas (sem saber o nome de nenhuma), beber bebida ruim e ouvir música pior ainda. Sim, com o tempo, os valores recaem para um chopp com os amigos e só.

    Galera, falar que uma pessoa que curte esse tipo de coisa é nerd é ignorância. E mais, qual é a ligação disso com a quantidade de sexo que um cara tem na semana? Lembrem-se que não existem só pessoas ignorantes no mundo. Não sei porque aqui a gente tem essa cultura de achar que intelegência é uma coisa ruim (ou coisa de nerd, como muitos chegaram a dizer aí em cima).

    Bom, para acabar, carnaval não é legal porque todo mundo gosta. Ou ninguém aqui tem a capacidade de decidir do que gosta por si só? Carnaval é legal exatamente por ser uma tradição no Brasil: todo mundo tem que pular, mas não costumamos ver muitos cinquentões seguindo bloco do chiclete com banana ou o que seja.

    Sem mais.

    PS.: Felipe, não preciso dizer que curti o seu post, deve ter ficado subentendido.


  274. Eu nunca vi tanta gente radical com opiniões radicais como nesse blog.
    Seus chatos e entediados com a própria vida.

    —————–

    Isso… Eu também sou entediado.

    Próximo.


  275. Aí mermão … a parada é a seguinte, carnaval é isso aí … é pegação, é putaria, é cachaçada!

    Respeito ? Ética ? Que porra é essa rapa ?

    Isso é papo de quem não sabe dá porrada!

    E tenho dito!

    Se pisar no meu pé não tem perdão … são dois socos no queixo e um mata-leão.

    ———————

    Brilhante… Genial! Supletivo!


  276. Prezado, sua análise e reflexão são fantásticas. É isso ai e muito mais!!!!


  277. ja fui muito pra porto seguro a sete anos seguido,só que hoje em dia eu namoro não tem mais como eu ir…se se derrepente eu vier um dia a ficar solteiro mas acho muito dificil isso aconteçer…rsrs

    ai galera curta o carnaval com moderação…bjs


  278. Parabens, garoto!

    Muito bem pensado, e bem escrito o seu blog.

    Concordo com tudo q vc falou!

    O brasil não está de todo perdido!

    Enquanto a galera fazia tudo isso que vc descreveu, na minha epoca, eu estudava e tentava “caçar rumo na vida”, e posso dizer q funcionou.

    Abração, e sucesso para vc!


  279. Eh eh …
    Muito bom o texto.

    Nunca fui um “Zé Bostola” e nunca andei atrás de “piriguetes”.
    Mas quando jovem curti bastante o carnaval. Eu era dos que só pulavam … abraçado à namorada do ano todo.

    Até que esse tempo passou. E comecei, como você, a achar o carnaval uma boçalidade.
    Me casei com a namorada do ano inteiro. Tive filhos com ela.

    Hoje meu filho mais velho curte o carnaval. Abraçado à namorada do ano todo.
    Eu me separei da mãe dele.

    E hoje curto o carnaval de novo.
    Não virei “tio Zé bostola”. E nem vou atrás de “tias Piriguetes”. E muito menos de piriguetes jovens.
    Mesmo que hoje o meu bíceps já esteja maior que naquela época.

    Mas com os anos eu aprendi que dá pra ter corpo saudável tendo também uma cabeça saudável.
    Conheci gente suficiente assim.
    Mas sobretudo aprendi que o carnaval é um ótimo período para deixar de lado a fantasia que eu visto o ano inteiro. E pelo menos durante 4 dias eu posso ser eu mesmo!

    Daqui a uns 15 ou 20 anos a gente conversa de novo!
    Aí a gente troca de novo as experiências.
    E quem sabe bebe uma cerveja juntos, curtindo o carnaval!


  280. Achei interessante o post, principalmente pq a toda contradição e ambivalência do evento carnavalesco é recuperada, qndo, após a leitura, podemos visualizar o banner publicitário do CarnaPorto prometendo gente bonita+luxo+segurança+conforto por “apenas” 6x R$102,00 ou 6x R$ 45,00.
    O acaso tem deliciosas ironias…
    …assim como todo carnaval!
    Abraços.

    —————–

    Lembrando que o banner é gerado automaticamente pelo Google, não por mim.


  281. Galera, para que radicalizar!!!!!!!!!!! Se joga no carnaval moçadaaaaaaaa, a vida é curta pra ficar fritando com isso ai!!!!!!

    ——————

    YUHUUUUUUUULLLL

    TUNTS TUNTS TUNTS

    ALAIÊêÊÊÊÊêêÊÊ


  282. Maravilhoso seu texto, adorei!
    É mesmo uma pena que haja uma incompatibilidade tão grande entre os Zé Bostolas e o raciocínio. (Isso sem falar das piriguetis!!!)
    Fico feliz por vc ter saído dessa.

    Abraço.


  283. aí cara, bom texto esse que vc escreveu.
    no entanto, adoro carnaval, principalmente o de salvador.
    e tenho o dobro da sua idade e muitos carnavais bem curtidos brasil afora.
    a única coisa que não gosto desse tipo de festa são os excesso bem comentados pelo autor e da violência desses manés que não sabem se divertir e da bandidagem que aproveita esse tipo de evento para roubar pessoas de bem.
    de resto, a única coisa que atrapalha o carnaval são os preços abusivos dos camarotes e blocos de salvador.
    eles acham que dinheiro nasce em árvore e aí, não tem como ir todos os anos….
    pelo mesmo preço, tem passeios mais interessantes em outras épocas do ano.
    um grande abraço e parabéns pela argumentação consistente do seu ponto de vista sobre o carnaval.


  284. Bom!
    Acredito que é uma fase na vida que por mais que se torne impóssivel de se repetir no auge de nossa maturidade, ainda sim marca muita gente.
    Os “zé bostolas” como você diz, realmente são uns zé bostolas, mas tem gente que se diverte nessa muvuca sem provocar confusão.
    Eu gosto de muvuca e estou propícia a não gostar no futuro, mas pretendo não colocar isso como uma parte ruim na minha vida.
    Ah! e quem se importa com a letra das músicas, quando quero ouvir música boa eu não vou pra rua, vou para lugares que se adequam ao meu gosto músicas ou então escuto no meu quarto.
    Vale a pena se divertir e suor não mata ninguém.

    ——————

    Desculpa, eu não sei se sou assim meio imbecil ou desprovido de inteligência……….

    Mas quando eu vou pra rua em um lugar com CAIXAS DE SOM EXPLODINDO, eu exijo que a música seja boa.

    Vai ver eu sou anormal, sei lá.


  285. Essa porra de carnaval é pra arrancar dinheiro do otários que nao tem o que fazer e vao beber
    e pagar o dobro do preço da cerveja , e o pior de tudo é que vomitam tudo e voltam a beber,
    esses muleques troxas só fazem merdas no carnaval…
    E tem uns que vao pular carnaval e deixam a mulher em casa… dai eu pego…
    Sao todos cornos chifrutos…

    E o resto concordo com vc… abrassusss!!!!


  286. Querido, concordo com você em várias coisas!
    Além dos Homens “Sorvetes” grosso em cima e fino em baixo, você vê muito mais coisas!
    Pra mim que moro em Salvador então sofro horrores!
    Além da grande maioria das minhas amigas me acharem uma velha por não suportar os barulhos infernais dos trios elétricos, das músicas de axé sem letra e o que é pior do pagodão estilo Sai de Bamba ou coisa do gênero!
    Algumas mulheres que tentam sair pra o carnaval só pra dar uma olhada e fazer “o gosto da família” ainda passa por situações insuportavéis como um (Homen sorvete achando que pode te agarrar e beijar com bafo de insuportavél de cerveja e vômito, porque ele é malhado e está “solteiro em Salvador), ainda tem os Imbecies que saem de Filhos de Ghandy, acha que está num pasto e joga o colar deles no seu pescoço como se estivesse te laçando!
    Por tanto, para evitar tantos transtornos, prefiro ir pra um interior que ninguém goste muito de carnaval me refugiar ou para alguma praia do litoral, porque até na Ilha de Itaparica e adjacencias, ainda tem os caras “faludos” com um trio elétrico na mala do carro, que encosta nas praças e ligam seus potentes trios para incomodar quem foi pra porra da Ilha para fugir do inferno qeu é o carnaval de Salvador, que como se não bastasse, ainda duram 7 dias!
    Um abraço e adorei seu texto!


  287. Realmente pra uma pessoa nova como vc, da pra se perçeber que vc teve algum tipo de trauma psicologico
    na verdade vc é franguinho que teve fixação na fase oral,
    foi rejeitado pela mulheres no seu carnaval frustrado, e as que elogia tem é dó de vc.
    vc precisa de uns bons tempos de terapia tanto quanto os ze bostolas precisam de suas piriguetes,e deve ser interditado.

    ja ouviu falar que deus deu a vida pra cada um cuidar da sua
    então cuida da sua e guarde sua metralhadora giratoria,sua verborreia para essas topeira que se dizem nerds igual a vc.

    OBS: essa vc não vai colocar ne, pra quem se diz nerd,vc é bem burrinho generalizando com uma visão totalmente parcial, com neologismos, e uma pessima colocação verbal

    ——————

    Tadinho de mim, franguinho, frustrado, sem mulher, nerd, gordo, de óculos.

    E acredite, mesmo se eu FOSSE tudo isso, ainda te colocaria no chinelo.


  288. concordo ….acho q o carnaval eh uma boa razao p viajar prum lugar bonito com uma menina(ou cm um grupo d amigos) q goste ..curtir a noit cm moderação …e conhecer gent maneira e bja na bok pq ninguem eh d ferro …show d bola a materia


  289. O problema é generalizar …

    Generalizar que todos os caras fortes são burros é muita ingnorância…

    E não sejamos hipócritas… todos gostam de ver gente bonita…

    ———————-

    1- Em algum momento eu generalizei? Leia o texto novamente.

    2- Gente bonita não tem vínculo algum com bomba. Pelo menos para as mentes um pouco mais evoluídas.


  290. Parabéns pelo post Felipe. Muito bom! Provocativo! Verdadeiro! O viés do pensamento “comum” da moçada de 15 – 25 anos (alguns com 30 ainda pensam assim também…). Interessante como muitos te taxaram de preconceituoso mas ao mesmo tempo foram preconceituosos com a sua intelectualidade. O problema é esse, há uma tendência a inversão de valores, ser normal é ser burro e ser inteligente é ser anormal. Se for assim quero ser anormal… Quanto ao carnaval das micaretas é uma bosta mesmo, tudo é ruim, a única coisa que se salva é a mulherada, ou melhor, o corpo da mulherada, porque a mente… haja paciência. Eu prefiro uma mais completa bonita, sensual e inteligente. Tem muita coisa boa pra curtir que a gente pode relaxar a mente, mas eu acho que a gente não precisa deixar ela fora do corpo não, isto é, esse negócio que o camarada tem de beber pra ficar feliz, é idiotice. Acho que alegria é coisa que vem de dentro pra fora… Mas como gosto é gosto e cada um tem o seu… sempre teremos os fãs da mediocridade… deixe que vivam suas vidas medíocres… eu prefiro ser um ser completo…


  291. eh uma pena que qdo nois olhamos p/ tras e vemos as merdas que fizemos e hj qdo estamos mais velhos é que caimos na real, por outro lado, são nossos filhos que estão em nosso lugar aproveitando as mesmas coisas: vomito, bebedeira, bjus, sexo…. e qdo digo e mostro a realidade, escuto praticamente a mesma coisa que eu dizia qdo era jovem…


  292. Olá Felipe,
    Muito bom seu depoimento sobre Carnaval, também já curti tudo isso, e há 4 anos parei. Para mim a presença dos amigos num ambiente tranquilo é tudo que quero da vida (ou quase tudo)…rsrsrs
    A propósito, pouquíssimas pessoas sabem o significado do Carnaval, e voce mostrou que sabe!!!

    Abçs.


  293. Concordo realmente….isso para mim não é carnaval.

    Prefiro assistir aos desfiles de escolas de samba, que são, ainda, a representação firme da cultura brasileira, que teima em agonizar….

    Pelo menos as escolas de samba tem enredo, alegorias, fantasias, história para contar…diferente de um bando de gente pulando, gritando, sem saber porque, enquanto a beldade em cima do trio elétrico engorda o bolso de grana.

    Viva o Maracatu, Viva o folclore. Viva as escolas de Samba.

    Saudações carnavalescas.


  294. Eu detesto carnaval, nunca gostei!!!!!!!! Odeio axé!!! Só saio para ver o povo, mas fico na minha…
    Povo bebe demais…….
    abraços a todos e bom carnaval rs…


  295. Relendo seu blog, me deparei com algo, no mínimo, contraditório………

    Vc faz uma crítica ao carnaval descrito no blog, que aliás, estou de acordo…porém, no próprio blog tem uma propaganda do carnaval de Porto Seguro e bandas de trio elétrico!!!!!!!!!!!!!

    Ou seja: Vc critica esse tipo de manifestação, porém, por dinheiro, aceita propagandear por algo que vc não apóia????

    Vc poderia explicar essa contradição???

    Agora fiquei curioso….

    ——————–

    Eduardo, essas propagandas são geradas pelo próprio Google, eu não tenho influência nelas.

    Abraço.


  296. Ah,

    Concordo plenamente com você, discordo completamente dessa tal Kellinha e desse tal Rafael.

    Sou nerd, chata, tenho 21 e sou mulher e garanto que curto muito minha vida sem precisar ser uma mulher vulgar e imbecil que só consegue atrair homens por usar roupas curtas e liberar fácil.
    Tão pouco me sinto atraida por um cara que beijou outras 300 antes de mim, na realidade, sinto é nojo.

    Por que sinto nojo?

    Porque se você beijar um cara desses e o observar por mais 10 minutos o verá mijando no chão, vomitando por cima, limpando a boca na camisa e beijando outra mulher logo em seguida.
    Não te dá nojo?

    Teve um cara ai que falou que você é um coitado de não “pegar a loirinha gostosa que você viu passar enquanto bebia no bar com os amigos”. Honestamente, ele deveria se lamentar ter qualquer tipo de contato com uma `Placa de Petri feito essas mulheres de carnaval.

    Fora que existem muitas outras “loirinhas gostosas” por ai que não estão se prostituindo de graça. Se os homens soubessem como uma mulher de verdade é, jamais se contentariam com as vazias.

    Olha, me deculpem, mas dá pra prever respostas ao meu comentário:
    Sei que vão falar que sou chata, feia, etc… não sou nenhuma modelo, mas feia não sou, justamente por isso tenho esse tipo de pensamento, me preservo. Talvez se fosse realmente feia, burra, sem nenhum atrativo, colocaria pedaços de pano no corpo e seria fácil, na esperança de que alguém se interessasse por mim.

    Eu me valorizo, é deprimente ver mulheres tão bonitas quanto as brasileiras na época de carnaval, pois a saida mais fácil (e mais escolhida) é tirar a roupa para ser vista, o difícil é ser notada pelo conjunto da obra.
    E elas não são.
    Estou certa? Ou alguém ai ouve falar da Globeleza o resto do ano? Ou ainda, ouve falar dos grandes feitos e da brilhante carreira de uma Carla Perez da vida?
    Tenho dó dessas mulheres, pois quando envelhecerem tudo cairá, inclusive a sua fama, então passarão a ser um nada.

    E eu prefiro ser uma chata, do que um completo vazio.

    Temos exemplos de mulheres bonitas como Angelina Jolie e Joana Prado, que fizeram sim carreira mostrando a beleza de seu corpo, mas que são muleres inteligentissima, hoje são mãe dedicadas, trabalham por projetos e causas realmente importantes. Elas não são chatas, nem feias e entenderam que uma coisa é ser uma modelo profissional que vende sua beleza e a vincula a produtos ou a sua carreira profissional, que essa carreira não dura e nem deve durar para sempre, que deve-se pensar no futuro. Outra coisa é ser promiscua de graça, ser uma mulher que vive pra usar roupas curtas e justas e posar para a foto de bunda empinada.

    Eu não entendo que tipo de mulher sem orgulho nenhum de ser o que é aceita essa banalização, lê tantos comentários de imbecis que reafirmam que carnaval é “pra catar as facinhas” e ainda por cima vai pra micareta ficar, beijar, transar com esses caras.

    Cara, não é questão de ter mentalidade de 20, 30 ou 40, mas sim de ter o minimo de amor próprio, orgulho e auto-confiança.


  297. Felipe, acho uma pena um jovem de apenas 20 anos ter uma imagem tão negativa da vida….querido…SE JOGA. Viva!!!!!


  298. ahh…seu felipe véio de guerra!! larga de ser estraga prazer dos outros!!

    cada um, cada um…cada fase,uma fase!!

    dexa a mulekada se divertir,pq na hora q tiver responsabilidades verdadeiras, bocas para sustentarem, jah estarão chatas como vc…e provavelmente solteiros…jah q ninguém vai querer um carinha metido à besta q tem q zuar o carnaval pra ganhar seu dinheirinho no final do mês!!!

    vai pular carnaval…seu zé bostinha!!

    ————–

    E eu estou segurando alguém?

    Obrigado pelo Zé Bostinha, meu pai é o Zé Bostão?


  299. Putz…o carnaval tem dois lados…é o feriado onde se revê os amigos, descança-se da rotina, toma-se uma cervejinha…tudo com cosnciência…mais do que isto é BOSTOLICE mesmo.


  300. Fantastico seu comentario !!!!
    Melhor que os textos do Verissimo.
    Acho incrivel a imbecilidade destes patolas.
    Acho no ES é tenso, principalmente com os patolas cariocas.
    Um dia Gostaria de um Carnaval tocando Led Zeppilin e similares ….. seria perfeito


  301. Hey mocinhas, nao é bom acreditar nas fotos do “Felipe”
    vocês sabem que existe o “photoshop”
    i apartir daí, qualquer sapo pode se transformar em príncipe
    😉

    —————-

    É verdade meninas.

    Na realidade eu sou verde, tenho 3 dentes e minha risada é assim: PSOKpsokPOSKpsokPSOKpsok.


  302. Olha só galera, concordo com o texto do nosso amigo, e vale salientar uma coisa, na minha época carnaval era aquele de rua de bandinha,q todos curtiam sem problemas de classes e tals, hj o carnaval virou uma ”indústria” rola muita grana, e acabou a graça daquela q era a maior festa popular hj tudo se cobra e tals a saudades dos velhos tempos!!!

    Valeu rapaziada!!


  303. Parabéns pelo post!
    É a primeira vez que visito o seu blog e confesso que fiquei impressionada em encontrar alguém que tem o mesmo pensamento que tenho com relação ao carnaval…hehe
    Chato que como trabalho em jornal as matérias dessa época só falam disso… ¬¬
    Bom, parabéns novamente! xD
    Abraços.


  304. Eu achando que era uma ILHA por pensar isso também sobre o carnaval. Acho que vivemos em um mundo e prencipalmente em um país que não da para esquecer do mundo real. Carnaval, festa do povo!!!! O cacete…..o povo fica do lado de fora catando latinha, vendendo essas bebidas abaratas que vocês compram, limpando o vomito dos “Ze Bostolas”. Quem povo que consegue pagar 100, 200 reias em um abada??? 200 conto por uma camisa e o direito de estar juntos com esse bando de gente suada e pisando no seu pé….. isso ae o POVO enfrenta todo dia, por exemplo na estação da SÉ, para ir trabalhar. Sei que é bacana tomar umas ficar bem loko, catar essas piriguetes, mas chega uma certa idade que isso não faz mais sentido. O que poderia ser pior? nem a música se salva. E vamso falar também dos desfiles das escolas de Samba, fortuna para a comunidade poder sair em um dos blocos, esse pessoal só vive disso. Eu nunca gostei de carnaval, já fui viajar para esses lugares onde tem esse tipo de gente que gosta, mas nunca gostei, e hoje vejo que não necessito ir para não ficar ilhado, prefiro ser essa eterna Ilha………….

    Abraço a todos – Força Sempre


  305. Felipe…
    O que você estuda?

    —————-

    Direito.


  306. Esqueci de citar um absurdo que vi no ultimo carnaval que caí na gandaia, em Guriri ou conceição da barra, aqui no ES.
    Os merdolas em bando (é claro) seguravam as garotas a força para beijalas, achei o cumulo do absurdo.
    Uma “vitima” deu um tapa na cara do babaca, e sabe o que o merda fez…… literalmente arremessou a menina longe e pelo que vi ela quebrou o Braço.
    Isto e mais o Funk, que é normal nos carnavais daqui fizeram que nunca mais eu e minha turma saissem no carnaval


  307. oi meu caro! eu moro em Salvador os meus pais desde de pequena sempre me levou para o carnaval então isto e algo que conheço muito bem já brinquei em blocos, na pipoca, ja´fui sozinha,com namorado, com amigas e ha 4 anos que não curto muito carnaval (viajo vou para ilha )não pq cansei ou pq a minha cabeça agora é outra mas pq a violencia esta muito grande não so durante o carnaval mas o ano todo as musicas agente escuta o ano inteiro as letras algumas delas só defamam principalmente as mulheres sendo que muitas delas realmente faz juis ao titulo de piriguetes mesmo alguns homens aff… são ridiculos se acham gostosos quando estão suados, fedendo, com aquela camisa enrolada na mão e na cabeça cocô de galinha. mas agente não pode falar em nome desta minoria que so faz defamar não só o carnaval como o nosso pais que é visto como terra de mae joana onde pode se fazer tudo que todas as mulheres são prostitutas e todos os homens são ladroes.

    e so para ternimar eu adoooooro carnaval naõ quero nem saber se tem malhados iginorantes e mulheres se insinuando(exceto c/ meu namorado kk) é só juntar sua turma brincar na paz se divertir e ser feliz ate mesmo pq o lugar e a diversão so é feita pelas pessoas o lugar apenas ajuda na composição.
    bjsss


  308. Olá,

    Adorei o texto e concordo plenamente com você. Suas palavras são sábias, principalmente porque você juntou conhecimento com experiência prática. O que mais me impressiona na ilusão que o carnaval incute nas pessoas são o fato de várias delas mal terem o que comer e tirar boa parte de sua renda para pagar em um abadá. Tenho pena dessas pessoas, pois, a maioria delas nem sabem porque estão alí. Eu não gosto e não vou a tais festas e dou os meus motivos, porém, elas vão e seus motivos são coisas banais.

    este é nosso país: composto de uma massa ignorante que se preocupa com coisas fúteis como o carnaval e indo mais além também incluo as novelas e o futebol.

    Um abraço…


  309. essa materia devia se chamar “o carnaval por um velho rabugento”
    kra vc era um pega nada, todo fresquinho
    excluido da zuaçao ou o motivo da zuaçao ne
    nao aguntava nem beber sem vomitar
    num divia cume ninguem, ate eu ficaria revoltado desse jeito
    e preferiria ficar em ksa
    nao e qlq um que sabe realmente aproveitar o carnaval
    mais dai fazer essa critica horrivel
    brasil e o pais do carnaval graças a deus
    nao ta satisfeito vai pra argentina
    obs kras igual a vc tem 95 de serem corneados por alguem com o biceps grande

    —————

    Como identificar um autor de comentário Zé Bostola.

    1- Ele não sabe escrever.

    Pronto.


  310. Depois de ler muitos comentários aqui, me chamou atenção o do RAFAEL, que me deu total inspiração para comentar neste post. Adorei o texto, mas não é dele que quero comentar, Felipe, se você me permite. Rafael, se você acha que as mulheres não gostam de homens inteligentes, informados, articulados e que exprimem sua personalidade como fez o Felipe, você é um completo imbecil e seu futuro é encontrar uma mulher fácil, peituda e burra, o que me deprime muito mais do que a banalização do Carnaval ou os exibicionismos decorrentes, pois você vai contribuir para a proliferação da mediocridade.
    Felipe, valeu o espaço. Parabéns pelo texto.


  311. VIVA o CARNAVAL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Eu quero mais é beijar na boka, eu quero mais é beijar na boka e ser feliz daqui pra frente………………..
    carnaval sem os bombadoes não rola, ficam vcs bando de ze ruelas q n gostam de carnaval, em ksa, deixa a festa pra quem curte de verdade
    Vcs no minimo devem ser muito feios e como n devem pegar ninguem no carnaval ficam ai tentando acabar com a festa dos outros
    Bando de pregos………….
    heheeheheheheheheehe

    ———————–

    Ok, eu sou feio.

    Próximo.


  312. Eu acho q a nossa existencia so tem sentido: NOs sentirmos felizes…cada um tem um gosto…vamos manerar com quem gosta galera..pois, vc so vao ficar de fora mesmo…o q eles fazem ou deixam de fazer pra ser felizes é problema deles ou nao??? existem coisas mais prioritarias para se julgar como politica e alienacao religiosa….etc..

    vai uma dica..obrigado a todos…

    ——————

    Mas aqui no blog eu também trato de política e alienação religiosa.


  313. Mais que merda, essa discursão toda por causa de alguns “valentes” ?

    o.O

    COm tanta praia, mulher, bebida, dependendo do lugar sucego, vcs ficam falando de HOMENS ?

    o.O

    galera, menos tah? até porque esses zé bostolas não acabam quando o carnaval acaba ¬¬’

    basta vc passar na rua, olhar pra eles e tal…enfim, sempre tem um idiota se achando um
    pit-bull ( não que essa raça de cachorro seja violenta, mas pela grande quantidade de musculos e a pequena quantidade de cerebro “]

    mas enfim…carnaval é o ÁPICE dos feriados, aonde curte-se, brinca-se e aproveita-se ao máximo
    do que se tem como objetivo….vamu curtir, pular, brincar, beijar na boca…beber toooooodas
    que a vida passa BEM melhor, do que se preocupar se o carnaval vai ser bom ou ruim
    por causa de poucos “zés”

    A Vida é bela

    \o/

    O Carnaval só ajudar na Maquiagem !!!


  314. Simplesmente fantástico o texto!
    Eu, que nunca na vida gostei de carnaval, me senti honrada de ler tudo isso saindo da boca (ou dedos, no caso) de um homem!
    Parabéns, cara!


  315. Carnaval é coisa democrática, cultural e linda!Vá para o Recife ou Olinda e verá coisas sensacionais!Homem desse tipo tem em todo lugar e mulher fácil mais ainda, vá na Av. Paulista ou na Augusta, risos, isso de lugar e data é indiferente, só que as moças que pulam e beijam freneticamente no carnaval mostram quem verdadeiramente são e não necessitam se esconder atrás de óculos e roupas.

    ——————-

    “só que as moças que pulam e beijam freneticamente no carnaval mostram quem verdadeiramente são e não necessitam se esconder atrás de óculos e roupas.”

    Putas?


  316. MARAVILHOSO!!!

    Concordo com tudo! Muito bom.
    Parabéns!!!


  317. Filipe,

    Concordo em parte com vc quando se refere a esses Zé bostolas (ótima denominação), mas é importante ressaltar que ainda existe sim carnavais que se diferenciam do da Bahia (trios elétricos, axé..) .. Em Neopólis – Sergipe é um bom exemplo disso … lá ainda se preserva a tradição de marchinhas pelas ruas … é muito bom, vc precisa conhecer…. é muito divertido msmo … é claro que não é a mesma coisa que há 20 anos atrás, teve sim algumas modificações, mas ainda naum se perdeu a tradição e isso é maravilhoso…
    Carnaval dá assim pra aproveitar e muito bem … agora, é preciso ter um bom discernimento para selecionar o que é bom ou ruim e nisso aí entra a variável gosto, valores, tipo de cultura etc.

    Bjus e parabéns pela temática, foi bastante polêmica!


  318. Concordo com seu texto, completamente.
    Nunca gostei de Carnaval, nunca entendi minhas amigas que se prestavam a entrar numa multidão suada e sair ficando com qualquer um.
    Sempre aproveitei meu Carnaval para pôr minha leitura em dia, conversar com os amigos (que não iam para essa bagunça), aproveitar o sol na praia ou na piscina…
    Mas pagar não sei quanto por um abadá, passar fome, aturar bafo, suor, música horrível…. cruzes!


  319. Ou o colunista manifesta recalque mascarado ou um politicamente metido a ácido.

    Se não gosta, respeite com o silencio. A generalização explicita no texto linka o carnaval com ideia de desordem e promiscuidade. Se isso ocorre ou não, compete a policia resolver a situação.
    Uma visão critica das coisas é completamente diferente de uma preconceituosa/julgamentosa

    sem mais.

    ————

    Campeão, apesar deste texto ter ido para a capa do Yahoo, este blog é independente e reflete as opiniões pessoais de um cidadão chamado Felipe Neto.

    Não venha me cobrar profissionalismo jornalístico, isso está longe dessa verve.


  320. Carnaval é alienação, na verdade a maior parte dos brasileiros é alienada, então Carnaval é uma festa de alienados cheios de sérios problemas de personalidade que se sentem a vontade no meio de uma grande sujeira e depreciação moral durante os dias de Carnaval.

    Beber é foda, se drogar é legal, feder durante uns 4 dias é lindo. Viva o carnaval brasileiro, use camisinha!


  321. Olá,

    Respeito sua opinião e quero deixar a minha aqui!
    Também já pulei muitos carnavais…hoje em dia não tenho mais a mesma energia….por conta dessa maturidade mesmo…e nem por isso deixei de gostar do carnaval!!! Claro, não passaria por situações que passei aos 20 anos (hoje tenho 39), ficar sem me alimentar, dormir poucas horas e em qualquer cantinho de um ap de amigos etc…
    Sobre as meninas e os meninos do carnaval…percebi que você comentou sobre um tipo específico de rapazes. Aqueles que são fortes os “pitbull”….e as meninas…aquelas que são como foi dito aqui “para duas horas”. Parece mesmo que esses tipos mexem com você..senti – e posso estar enganada – que tem uma certa inveja, uma nostalgia!
    Ah, não posso deixar de comentar sobre a referência à música de Carlinhos Brown “Maimbê Dandá” e não como foi escrito “mãe…” !!! Esta música como a maioria das músicas compostas por ele e alguns, como o Ilê-Ayê tem sentido histórico e no caso específico trata-se de uma saudação a um orixá!!!!
    Dou a mão a palmatória às outras diversas músicas que não tem contexto relevante como as citadas onomatopéias…assim como acontece com o funk carioca!!!
    No mais…..vamos viver e deixar que os outros vivam!
    Quando li o tema do comentário, achei mesmo que se trataria de comentário mais abrangente, mas tratou-se tão somente de crítica a um tipo específico, como disse antes! Talvez se tivesse sido mais específico…rs
    Amigo…bom carnaval para você!!!

    ———————

    Ok, eu tenho inveja dos zé bostolas.

    Próximo.


  322. Concordo com o Cézar…não faz mal um pouco de sacanagem, já que para muitos de nós (acredito eu), o ano já é tão difícil no meio das obrigações cotidianas (trabalho e mais trabalho…), que suor, sexo e folia vão bem a calhar…
    Enfim, acho que realmente estamos percebendo o reflexo de uma juventude reclusa. Uma geração onde a sua relação mais profunda é com o seu próprio iPod/celular/videogame, ou através do computador do papai filosofando sobre a sua precocidade/maturidade ao auge dos seus 20 e poucos anos.
    E outra coisa…não tem idade para ser feliz…cada qual com seu cada qual. Você gosta de videogame, e eu de mulher, suor, sexo, etc, etc, etc. Justo?
    Aquele abraço!

    *De qualquer modo, vale a iniciativa de lançar um assunto para ser discutido.


  323. Como por em palavras… toda a antipatia que eu sinto por Carnaval se torna menos esquesita.
    Por que aparentemente é esquesito não gostar.
    Tinha a séria impressão que todo mundo estava fazendo algo melhor do que eu no Carnaval.
    Já estive lá e garanto, não é pra mim. Sempre que me encontro em uma situação parecida com a descrita fico me perguntando se lá tem alguém tão entendiado como eu.

    Enfim, achei saida feliz para ambos.
    Eu passo os dias feliz fugindo dele, até por que é mais simples quando a cidade está vazia. E os 3 dias de folga do dia-a-dia é um bônus.


  324. Cada um com seu cada um…se vc não gosta de carnaval, tem pessoas que gosta…enquanto vc fala dos “zé bostolas”, tem gnt te chamando de “nerd”, ou pode até parecer…hihihi SE LIGA GAROTO ô.ô …então vamos viver a nossa vida e deixar q cada um viva de acordo com suas preferências.
    abraço

    —————

    Mas quem disse que você é obrigada a ler? 😉


  325. Até que enfim vida inteligente na internet


  326. Porra…de fuder a colocaçao do cara.
    Ja curtir “MUITOS CARNAVAIS” desde os anos 70 em diante. Vi de tudo. Mas cara, ultimamente, a ganancia, o desespero e o desejo de querer mais, ganhar mais – do empresariado – castrou a beleza, a caracteristica, o simbolismo e a naturalidade das coisas.
    Te faço um relato baseado em fatos reais: conheci um cantor, compositor e sociologo que tem belas cançoes e queria grava-las; lhe pediram 80 porcento do valor daquilo produzido e jogado no mercado…final da historia…Ele desistiu.
    Aquele Abraço


  327. Cara! cada um com sua opinião, eu já estou beirando os trinta mas mesmo assim, quando chega essa época do ano não consigo resisitir a batida do tambor, é quando eu deixo de lado as preocupações do trabalho e curto direto os dias de farra e badalação, vou pra onde a folia ferve é tudo de bom, mas eu respeito sua opinião e quem sabe um dia eu canso´porém, por enquanto não.


  328. Aqui na cidade onde moro, interior do RS, o Carnaval não passa de uma acirrada disputa de quem “bebe mais”. É um verdadeiro campeonato para ver quem é o mais bêbado, quem vomitou mais e qual é a mulher que estava com o short mais curto.


  329. Ótimo texto! Como uma representante do sexo feminino que possui massa encefálica e gosta de conversar com um homem por mais de 2 horas gostaria de dizer que detestamos homens malhados demais, suados, que fazem xixi na rua e gostam de axé! ou samba (para mim é a mesma coisa).
    É uma pena constatar que homens querem mulheres fáceis e siliconadas. Não é difícil conquistar uma mulher que não seja pirigueti, apenas seja um cara de corpo normal, que não tenta ficar se exibindo logo nas primeiras palavras pronunciadas, e demonstre ser batalhador, mulher adora isso!
    Muito mais gostoso que ficar no meio do suor, bebedeira, brigas, drogas é ficar namorando tranquilamente e aproveitando o tempo com uma conversa jogada fora com seus amigos!


  330. concordo com tudo que você disse no texto. de verdade.

    mas vale lembrar que “o discernimento e a razão chegaram à tona” após a sua experimentação da coisa. antes disso, sua opinião, provevelmente, era outra.

    então deixemos a coisa acontecer, as bundas, peitos e vômitos manifestarem-se.
    afinal, é da diversidade (mesmo que imbecil) que vivemos e alimentamos o nosso intelecto.

    abraços


  331. Ótimo post, cara.
    Não entro nessa de carnaval desde minha adolescência numa pequena cidade do interior paulista, chamada Lins.
    Engraçado que lembro dos tempos de facul, de 2001 a 2006, estudei na UEL (paraná) e eu passava todas minhas férias em Ouro Preto, porque ia visitar uma amiga minha velha de guerra, também totalmente avessa ao carnaval.
    O fato é que Ouro Preto é uma cidade incrível, eu chegava lá uma ou duas semanas antes do carnaval, e na semana do carnaval nós vazávamos para o meio do mato com uma barraca e alguns gorós, para fugir de toda imbecilidade que tomaria conta da cidade.
    Porém, houve uma vez em que choveu pacas e ficamos ilhados na cidade, você precisa ver como é triste assistir a um belíssimo patrimônio histórico sendo depredado e usado como mictório, os marombados acéfalos perseguindo as meninas pelas ruas, e o pior: a música, se é que aquele grunhido pode ser chamado de música, ecoa por todas as praças, ruas e vielas.
    Houve uma ocasião em que eu tive que sair da república em que me hospedava (era uma república fora dos moldes das repúblicas carnavalescas de Ouro Preto, diga-se de passagem) e fiquei preso a pé entre dois malditos blocos, pior que engarrafamento em São Paulo meu irmão.
    Não precisa ser nerd para entender a desgraça que é essa festa que um cidadão comentou como o “orgulho nacional” e etc… Quem acha isso tem um falso senso de nacionalismo, veja bem: a cultura da bunda e do carnaval é o que o Brasil exporta para o mundo como identidade nacional, sinto vergonha disso. Sempre que converso com extrangeiros tento explicar que esse Brasil que eles vêem na televisão é coisa pra turista, e pra brasileiro alienado, e só. Brasil também é terra da mpb, da bossa nova, do rock n roll!!!

    É por isso que nesse carnaval juntarei vinte de meus melhores amigos e amigas e passaremos nosso carnarock à beira do rio dourado, comendo e bebendo do melhor, e conversando sobre coisas que realmente importam e façam sentido…

    Será que nós, humanos, temos algum futuro? é tudo uma questão de evolução da consciência humana cara, se nós vamos realmente entender que raios estamos fazendo de nossas relações sociais e ambientais…

    Eu desejo morte ao carnaval, à esse carnaval que exportamos para o mundo, ao carnaval aos moldes do seu post, à essa merda burra e fétida.

    E, gente, não é questão de ser nerd ou não, o fato é que se você não tem mais 16 anos e curte isso tudo discutido por nosso amigo blogueiro, seu cérebro está inerte e definhando, eu sinto pena e nojo…

    No mais, saudações a todos!

    Hernani

    ps.: hey hey, my my, rock ‘n roll will never die – neil young


  332. Algumas pessoas gostam do carnaval justamente pelos motivos que você citou como lados negativos da festa. Tem gente que gosta da muvuca, suor, piriguetes deslumbradas e pitboys fazendo carão. Sinceramente não é a minha praia, mas acho completamente normal e aceitável gostar dessas coisas. Viva a diversidade de pensamento e a liberdade individual!!!


  333. hei… olha, vou te falar!! ADOREI.. .não, pera, preciso repetir isso A-D-O-R-E-I o teu texto….

    Essa época é terrivel mesmo, qndo ligo a TV, so vejo mulher pelada rebolando… ¬ ¬ Não dá né! realmente fica complicado hehehe

    Nunca curti carnaval… primeiro, que a mulher acaba sendo taxada como fácil-vulgar-pegavel… e o que me deixa mais abismada, é que elas são vistas assim, pois essas “piriguetis” estão a solta no carnaval… Realmente… não dá…

    mais, ainda bem que existem pessoas com coração e mente pulsando… ( não só musculos heheh)


  334. Juuh :”Nunca me arrependi de passar o carnaval em ksa, com o ar-condicionado na minha cara e lendo senhor dos anéis ‘.’”

    Hahahahahahahaha

    Que coisa tosca!

    Já compreendi porquê você é idolatrado pela grande maioria aqui, suas mentalidades são regadas a Senhor dos Anéis, Harry Potter, Matrix…acertei?

    Hahahahahahahahah

    Podem continuar, acho que entrei na sala errada…


  335. Olá Felipe, é a primeira vez q leio seu blog… adorei esse post… num tenhu nada contra carnaval, ate dou umas puladinhas de vez em qdo, mas concordo com vc plenamente qdo vc diz “o tamanhao do biceps é inversamente proporcional ao intelectual” ou algo assim… esses caras acham q a forma fisica ajuda e alguma coisa.. afff são os peores….. ahuahuahua… sem contar nas garotas q pensam serem as mais gostosas do mundo… um mont de baranga….

    Claro q num da pra generalizar, pois ninguem eh igual a ninguem, mas a maioria… aff…

    Parabens…

    Kisses =**


  336. Cara! na boa. Seu discurso soa com ares de aspirante a intelectual, garotão em meados de conclusão de algum curso superior de humanas, que depois que conheceu as idéias “superiores” vive vomitando sua ressaca moral pelos esgotos da vida. Se acha, agora, ser superior, que apesar de já ter se lambusado: com as máquinas definidoras de biceps, com as cantorias da indústria carnavalesca nordestina, com as mulheres e homens admiradores dessa “festa; hoje no inicio de seus anos 20 e no auge de sua iniciação intelectual “bostanova” fica se achando no direito de tecer criticas fundamentadas em suas experiencias pequenaburguesas e um pouco de percepção criticosocial. Hoje você usa esses seus predicados para fazer o que você fazia em meio a “massa carnavalesca”, qual seja, arrancar grulhada daqueles igual a você. “Velhos tempos aqueles em que tinha quinze anos, como eu era patético”; e hoje, seu discurso tem a entoação de um ceto cinismo gay. Acho que é esse o seu maior achado pós adolescência hetero, o quanto gay você se tornou.

    —————-

    Isso, eu sou gay também.

    Próximo.


  337. Aí meu irmão, o post tá de parabéns cara, nao tiro nem acrescento uma linha!
    Quanto a questão dos”zé..” malhados, aí galera sacar o seguinte:
    Malhar não é errado, o erro está nas razões pelas quais você quer malhar. Quer um bom corpo pra ter uma saúde perfeita, putz, vai nessa, apesar de que acho que tem maneiras bem mais gratuitas de se fazer isso: caminhar, correr, pedalar numas trilhas, nadar; Mas todo mundo aqui sabe as verdadeiras razões pelo que a galera malha: crescimento rapidissimo de “bombas” pra se firmar na praça e nas porradas da noitada.

    Ah, a parte dos sons onomatopeicos foi insuperavel,huahauaha
    (afinal, um par perfeito, o som da selva com os primatas)


  338. Bem…concordo qndo fala dos Zé bostolas…mas discordo qndo fala do carnaval…po…vc é muito novo…e quer viver uma vida sem animação e agitação o ano todo????? Mesmo com namorado dá p/ ir p/ blocos e pular e gritar!!! Po cara…365 dias…vc nao pode tirar 4 p/ se esbaldar totalmente???? Na quarta feira de cinzas voltamos p/ a nossa rotina diária!

    Me escuta….na boa…vai viver sua juventude…um dia vc pode se arrepender muito de não ter aproveitado ela!!!!

    ——————

    Por que as pessoas têm a estúpida idéia de achar que eu não vivo minha juventude simplesmente porque escrevi mal sobre o carnaval?

    Ora porra, que venham para o Rio e aproveitem um sábado a noite comigo. Depois disso digam se curto ou não minha juventude.


  339. Pelo Amor de deus cara, estamos velhos, estamos,,,, nada de jetski, nada de gata com bundão, nada de corpo sarado, tudo burro, tudo idiota… Oh. graças a deus tenho0 Gardel na fita…. Te aconselho prosac ou viagra…

    ———————-

    Ok, eu realmente fiquei confuso com este comentário.


  340. CARA ADOREI SEU TEXTO BEM COERENTE, E DESCREVE LITERALMENTE A REALIDADE, PENA QUE MUITOS NÃO CONSEGUEM VER O OBVIO. JÁ VIVI A FACE DO CARNAVAL NÃO ME ARREPENDO POIS CONHECI O LADO PODRE DA HISTORIA. SEU TEXTO É OTIMO PARABÉNS. QUANTO A IDADE É 20 ANOS MESMO??? SE FOR ASSIM DEVO TER UNS 100 COM CARA DE 25, CORPINHO 25.
    ABRAÇOS SUCESSO.
    JUNIOR MAIA.

    —————————–

    OK MAS NUM MI GRITA!!!


  341. Foi um texto muito infeliz!!!!!!!!!

    carnaval é tudo de bom..
    maior festa do Brasil, com certeza algum dia eu chegarei a não conseguir mais ir a esse tipo de festa, mas sinceramente tenho 20 anos , naum tem como pensar desse jeito não, e quando me faltar animação para curtir a super folia, sentirei no mínimo… muita falta..

    tem muita coisa ruim, mas a maioria eh felicidade, alegria meu bem….

    ISSO FAZ FALTA SABIA???

    Ps: que post infeliz!!!!!!!

    —————–

    Você sabia que a felicidade e alegria podem ser encontrados em outros lugares que não o carnaval?

    Sabia também que você já tinha dito que o post foi infeliz, logo não há necessidade de um “PS”, muito embora eu duvide que você sequer saiba o que significa “PS”.

    Boa sorte no carnaval, vê se não assa.


  342. Continuo concordando com as onomatopéias em algumas músicas…no entanto vejo maldade em suas palavras…….só falta vc chamar de macacos…mas vc não faria isso não é?? Tem cuidado com a lei!!!
    A propósto….vc tem problemas com a Bahia amigo??? rsrs
    Apesar de tudo….parece ter algum senso de humor..sacárstico, mas até dá pra rir!!!

    ———————–

    Macacos? Bahia?

    De onde, neste texto, você encontrou ALGUMA ligação com racismo?

    Puta merda, cada dia que passa, mais eu me surpreendo com a ignorância.


  343. Concordo plenamente. Carnaval é coisa de povo subdesenvolvido.
    Festa sem sentido.


  344. Tenho uma breve pergunta a lhe fazer, vc é realmente real?????
    É dificial acreditar q um rapaz de 20 anos escreveu tudo isso q eu acabei de ler
    se for verdade mesmo…. vc esta de parabens.
    mas acho q vc ñ deve julgar nem criticar, afinal qm somos nos para criticar as atitudes alheias
    e como vc mesmo disse, vc ja passou por essa faze…
    e tudo mundo tenq passar, para decidir se leva a vida a um estagio melhor ou se passa a vida toda sendo um ZÉ BOSTOLA ou uma PIRIGUET.
    Todos temos o nosso momento!
    Abraço se cuida e um bom carnaval para vc…
    E esta de parabens pelo texto, apesar da ironia debochante, foi muito bem escrito..

    ————-

    Na verdade eu tenho 21 anos.


  345. Concordo com você quanto a sua opinião em relação aos Zé Bostolas e piriguetes, nunca vi nenhum fundamento em tirar a camisa e sair mostrando os músculos loucamente a procura de uma vitima obviamente desprovida de tais características musculares tão desenvolvidas, mas mesmo assim continuo apreciando o carnaval, talvez porque em meus carnavais sempre estive com uma boa turma de amigos onde nos preocupávamos mais com a diversão e descontração do momento do que com a brigas.
    E acredite em mim , é possível ficar com mulheres de mais de duas horas no carnaval e ainda aproveitar toda a brincadeira, realmente tive a sorte de conhecer algumas dessas jóias raras, e com conteúdo Tb, não eram apenas mais um corpinho bonito pulando embaladas pelo “ZUM ZUM ZUM… ZUM ZUM BABA, ZUM ZUM BABA, ZUM ZUM BABA”


  346. Antes q eu seja criticado por alguem pela parte dos sons onomatopeicos no comentario, quero deixar bem claro que nao tem nada a ver com racismo ok, msm porque sou moreno, falo que as musicas combinam o som da selva a animais porque é como nos comportamos: só sons guturais, gesticulações, violência exacerbada, talvez nesse momento nunca estejamos tão retrógrados quanto ao que nos tornou humanos.


  347. Olá gurizada!
    Não imaginei que que existia carnaval memso assim, auqi na minha cidade no RS, há “pegação” também, mas com repseito, na verdade o que diferencia é q as meninas nessa época usam short, não calças hehehe.
    abraços!


  348. Gentem, eu diria que isso poderia ter sido escrito por mim!!! Moro em SBernardo, no ABC paulista e domingo passado demorei 1 hora para chegar onde eu queria (pela via anchieta) pq tinha zilhoes de pessoas indo para uma micareta… q inferno, akele bando de gente descendo dos onibus (sim, em onibus!) andando pelo acostamento desfilando os abadas como premio nobel…. pior, nao havia 1 retorno p/ fugir do transito… pior ainda, para voltar, mais 1 hr daquele inferno e a população do bairro proximo indignada, pq toda vez q tem show é essa zona, colaram nas placas da rodovia “enfia o abada no cu!” – kkkkk ri D+


  349. “Hoje é feriado é o dia da saudade… hoje eu vou beber para celebrar o aniversário do Seu Gaspar, deve ter festa em algum lugar…hoje não tem aula pra garotada, velhas de varizes na calçada….para o campeão do melhor botão: um pé de macarrão pra ele. Um palhaço que come lixo, que sai da avenida para o bloco do chorão passar…” “É dia de sair pulando igual canguru”….”dia de faze cósca nos pé uns dosotro”.
    TOCA RAUL!!!!!!!!!!!VAI MAMASITA!!!!


  350. Concordo em parte.

    Existem esses ze bostolas (como vc deficiu,sim). Isso eh uma merda. Eles so sabem ir p brigar e mostrar as bombas que tomaram antes do carnaval.

    Apesar disso, eu me amarro no carnaval, Sou de Salvador e gosto muito do carnaval. E n eh pq estou no carnaval que vou ficar com 30 mulheres e vou deixar de ficar com uma por duas horas. Eu prefiro mto mais passar o dia inteiro com uma mulher do que pegar 30. Sendo que cada uma durara 30 seg.

    O que eu faco eh ignorar os ze bostolas. Vou ao carnaval para curtir com meus amigos. E as piriguetes n dou valor.

    Me amarro em ir atras do Chiclete, Asa, Jammil, Ivete, Claudinha… Cada estilo musical, pra mim, tem o seu momento. O que adianta cantar musicas (musicas de qualidade) de Chico, Elis, Gonzaguinha, Vinicius de Moraes,Cartola, Bezerra da Silva…no carnaval da AVENIDA e no da BARRA/ONDINA (circuitos dos TRIOS ELETRICOS).

    Se vc n curte o carnaval do trio, vc pode ir pro carnaval do Pelourinho. Com musicas mais antigas. Carnaval das bandinhas de ruas e etc…

    P.S: Peco desculpas pelos erros. Nao tenho como acentuar nem por cedilha neste pc.


  351. Hmmm… antes fosse Márcio Blues…
    Existem rituais coletivos mundo afora que trazem todas as características da alienação em massa, desde tempos remotos… Exemplo? Roma antiga meu caro, um esperto resolveu controlar as massas através da política do pão e circo… só mudou o lema, agora é axé e bunda. E se quiser ir além do período do carnaval para entender o artifício do controle das massas (quando digo controle das massas entendam isso: manter a população burra através da não disponibilização da educação, manter o povo na miséria, que o povo se contente em chutar o balde no carnaval e que sofra o resto do ano), o pão e circo hoje é: salário mínimo e novela.

    Abs.

    hernani


  352. Felipe,
    Quanto ao texto não se fazem necessários mais comentários. É claro e muito bom!!
    Agooooora….hahaha…..quantos aos comentários…..hahaha…..eu não consigo parar de rir…hahaha
    o problema é que, quem “tenta” ler , se apega a detalhes tão pequenos (como bombados e piriguetes) e não conseguem entender o texto.
    Me delicio com estes comentários de gente tentando valer suas preferências a qualquer custo. Mente pequena e vazia.
    Parabéns!!!
    Abraços


  353. Eh Felipe,
    pelo jeito vc é do tipo de cara que nunca aproveitou um carnaval msm, sente inveja dos caras bombados que fazem sucesso com a mulherada né !!!
    E antes que vc pense que sou um dos bombados, vou te falar, não sou bombado mas tenho papo e me garanto, quando os bombados tiram a camisa é pq tem + uma qualidade p/oferecer para a mulherada, o corpo não querendo dizer que são burros, ignorantes e coisa e tal.
    Diferente de vc que mete o pau neles, só pq na certa vc e daquele que vai no carnaval e não tem nenhuma história pra contar, não pega mulher nenhuma, resumindo, vc é um zerolaaaaaaaa !!!
    Carnaval, tudo é festa, pego mulher de todas as formas, rápido , demorado, cosa que vc na certa não tem capacidade de fazer.
    Cansei de desbancar os bombados e me dar bem, não querendo dizer que as vezes perdia pra eles tbém !!!
    Por algum motivo que nem sei, estou perdendo tempo aki com vc, vou me despedir de vc pq tenho que olhar hj e resolver as coisas para pegar meu abadá !!!
    hahaha
    t+++ espertão, e de coração…….cada um curte o carnaval como quiser, gosto não se discute, e se fosse discutir na certa vc se daria mal, comigo e com a maioria do Brasil.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ——————–

    Isso, eu tenho inveja dos bombados e não pego ninguém. Hahahahahaha.

    Próximo.


  354. É!!!!! Parece que seu comentário sobre carnaval deu o que falar né FELIPE!
    Mas pra tudo na vida existem preferências… Eu gosto do carnaval mas sem excessos ou bebedeira!
    Curto o ritmo baiano mas não sei nenhuma ginga! Gosto de dançar mas não gosto de “muvuca”! E há quem goste! Você viveu esta experiência e agora existem outros como “você antes” e outros tantos como “você hoje” Cada um com sua preferência! E a vida segue assim… Que tenhamos todos ao seu estilo um ótimo carnaval!


  355. Parabéns Felipe pelo comentário. Em poucas palavras vc resumiu o Carnaval.
    Também já brinquei muito, mais cada ano que passa sinto menos vontade nem de ver pela televisão, até porque você só vê pancadaria explicita, e infelizmente muita mulher que não procura se valorizar.
    É isso aí…


  356. Bom, eu não vou concordar nem discordar do seu texto, essa é a sua opinião e cada um tem a sua.
    Agora, não acho certo que para defender seu ponto de vista você humilhe ou deprecie outras pessoas que pensam diferente de você. Não é por que uma mulher beija alguns caras que ela é vazia, não é por que os bombados ficam sem camisa que eles são fúteis ou arrogantes, não é por que você não gosta de carnaval que é nerd ou feio.
    Enfim, eu apoio a liberdade de pensamento porém sem julgamento!
    Nós não podemos nunca nos achar superiores aos outros.
    Afinal estamos todos aqui para aprender.

    —————–

    E onde fica o humor nos comentários? 😀


  357. Ótimo texto e crítica a este carnaval que mais parece a Sodoma e Gomorra moderna.Concordo com gênero e grau, apesar de sair de uma vez ou outra pra espantar o tédio.E faço exatamente o que aconselhou: chamo alguns amigos pra escutar uma musica legal, conversar e de repente pegar alguem por amis de 2 horas…rrs
    Muito bom mesmo…parabéns


  358. Adorei o texto !!ufa ..estou me sentindo um ser humano normal agora..tenho 22 anos, tb gosto de sair com meu namorado, meus amigos, mas sempre que falava a minha opinião sobre o carnaval várias pessoas me achavam estranha…o carnaval não passa de uma festa sem sentido, na qual as pessoas só pensam em bebedeira..as mulheres e homens se compotam de uma maneira vergonhosa, como animais que só são guiados pelo instinto..ridículo.Quem sabe um dia eles consigam perceber que a vida não se resume apenas a folia,cerveja e sexo…e que mulher é mto mais do que uma bunda !


  359. Pois é, mas sabe porque isso rola??? Porque aqui é Brasil, terrinha tupiniquim de gente idiota, alienada e que acha que felicidade, bem estar e “alegria” se encontra em um lugar onde ninguém se respeita e se comportam como se fossem legais e descolados. Mas são um bando de idiotas sem cérebro, filhinhos de papai, patricinha, vagabundas, favelados e faveladas=(axézeiros e pagodeiros) tudo em um lugar só??? Imagina a merda que é isso!!! Na boa, vou para um sítio com minha galera, curtir uma piscina, bater uma bolinha, dormir em alojamento e zuar muito com meus chegados, trocar uma ideias com as meninas e ficar de boa por 4 dias, depois voltar para minha casa em segurança, sem correr o risco de morrer na estrada entre Espirito Santo e Minas Gerais, entre Bahia e Rio de Janeiro e Minas Gerais. Pela ordem??? Sacou??? Isso sim é curtição, não a idiotice que acontece nas praias!!!


  360. Olá Felipe Neto,

    Gostei muito do texto publicado por ti. Você disse tudo o que sempre pensei a respeito do carnaval (não somente do carnaval, mas de todos os eventos os quais reúnam os “Zé Bostolas” assim considerados).
    Os famosos Pop Rock, Axé Brasil, dentre outros existentes em todas as cidades brasileiras são exemplos de eventos que devem ser considerados como o carnaval, ou seja, lixos.
    As mulheres que frequentam esss tipo de lugar não se valorizam, ficam com “trocentos” em um evento e nesse ponto sou arcaico e conservador, acho ridícula as atitudes não somente dos jovens de hoje e de alguns que não concretizaram a evolução racional.
    Desde minha Adolescência (que se passou há pouco), já tive opiniões formadas a respeito desse tal assunto, sempre curti com meus amigos nos bares de BH em que o ambiente seja bacana, e na grande maioria das vezes acompanhado de Mulheres de verdade (as que são para passar toda a noite, ou até mesmo namorar).

    Acho que toda essa merda contida na mente dos brasileiros vêem da falta de uma educação decente, pois é raríssimo ver coisas desse tipo em países onde a educação é bárbara, como um exemplo a Finlândia e Noruega (melhor educação do planeta e IDH).

    Espero que esse povo passe a ter vontade de mudar essa triste realidade que hoje encaramos, eu faço a minha parte, e vocês fazem a sua?

    Obrigado pela publicação,
    Foi adorável ver um ponto de vista decente.


  361. Pelo tom do seu texto não achei que seria adequado fazer nenhuma brincadeira já que este assunto é sério. Você tem um talento lindo com as palavras. Espero que use isso para espalhar mensagens boas e positivas!


  362. Você deve ser cabaço até hoje!!!!

    ——————

    Sou sim. Não só cabaço, eu também nunca peguei num peitinho.

    Próximo.


  363. Adorei o texto ri muito! E tens razão jovem kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk mas dicernimento e maturidade são artigos de luxo…Na tão afamada pos modernidade kakakaka pra quê pensar no amanhã se o bom é o agora ??? Então o povo quer é isso ilusão…Eu prefiro tranquilidade…


  364. Ta ai a definição mais precisa do que realmente é o carnaval.


  365. uhahuahuuha

    Cara , muito bom mesmo ! Isso eh o que penso tbm , o foda eh q eu ainda tenho grandes amigos “zé bostolas” , uauhahuuhauhuh


  366. Adorei seu artigo, sou de outros carnavais, tempo das marchinhas, do lança perfume usado como paquera!
    Sempre, como Chico Buarque cantou, me guardava pra quando o carnaval chegasse.
    Hoje os tempos são outros, a música é de péssima qualidade e eu tenho um pesadelo recorrente de estar no meio daquela folia fedorenta/barulhenta lá de Salvador!
    Como diria Nelson Rodrigues: TODA UNANIMIDADE É BURRA!


  367. Olá Felipe!

    Sou do interior do Paraná, morador de Cascavel. Eu nunca nem passei perto dessa lambança de carnaval seteropolitano, nem das bizarrices cariocas. Mas já “curti” o carnaval do interior. O carna-caipira.
    No interior nós temos sempre menos que na capital: menos Zé Bostolas, menos Piriguetes (não tão menos), menos axé, menos fedidões se encoxando. A coisa é toda é menor no sentido de proporção. Entretanto, como a cidade também é menor, o estrago geralmente é o mesmo. Caos, som ligado a madrugada inteira, destruição do patrimônio público, entre outras coisas.
    Geralmente as festas são em clubes fechados, mas acabam se estendendo até a rua,é inevitável.
    E pra piorar: Eles misturam um cowntry-eca!-music com umas batidas funks. Fora o tal do reggaeton, que parece que estão passando um fio-dental dentro do seu cérebro, por entre as orelhas.
    Bem, não importa o lugar. O importa é que é sempre ter fone de ouvido em casa, ou um violão pra seesconder no mato.

    Parabéns pelo texto! 😉


  368. Nunca gostei,não gosto, nem nunca gostarei de carnaval.A combinação de todos esses elementos que você citou (ainda mais nos moldes carnavalescos atuais) faz dessa festa popular algo inconcebível pra mim…ainda assim,acho que nem só de “zé bostolas e suas piriguetis ” vive o carnaval.Acredito que nesse meio existem pessoas que têm o propósito de relaxar e curtir as atrações da festa de cara limpa e coração tranqüilo.Eu conheço várias!Infelizmente,é uma minoria,daí o meu repúdio à festa.Parabéns pelo post!


  369. Gosto é não se desculte,
    vc poder ir ao carnval mas não prescisa ficar na multidão, ja a música, realmente vc tem um pouco de razão, mas tem algumas que da para aproveitar. O importante é se divertir, cada um tem o seu jeito.


  370. Concordo plenamente com vc , sou um daqueles 5% que gostam de malhar , ficar grande, sem tomar anabolizante e cuido muito bem do meu intelecto ,estou terminado meu doutorado e na area de quimica, entao vejo o seguinte tudo é fase no ja passamos por isso ja gostamos , amamos , hj pra mim carnaval se nao existisse nao faria a menor falta , mas fico feliz a minha cidade fica vazia , o cinema fica mais barato e da pra eu curtir minha cidade como se ela fosse só feitas das pessoas que gostam de viver a vida , sem estar suado e se ouver um pisao no pé, com certeza a pessoa vai aceitar a minha desculpa e viva o carnaval.


  371. Hahahahaha galera, vao ler outra coisa, aqui nao vai dar em nada,
    uns chingam o felipe outros elogiam e talz.
    Acho fundamental uma discussao para o aprendizado, só tem um porem
    Isso aqui nao é uma discussão,
    Existem varios sites/blogs melhores.
    nao percam mais seu tempo postando aki.
    Divirtam-se

    —————–

    Verdade, galera, porra… Tanta coisa melhor por aí e vocês perdendo tempo nessa merda de blog escrito por um viado frango invejoso e sem mulher.

    Tsc, tsc, tsc.


  372. E… você gosta de Sociologia, Antropologia…História?

    ——————

    Muito.


  373. HAHAHAHAHAHA

    Dei gargalhada com o seu modo de descrever um ex-amante de carnaval!

    Eu adorei isso!
    Também já fui Maria Axé, já aproveitei carnaval, já fiquei na multidão suaaaada, já zuei que nem abelha, mas chega uma hora que peeeeeeelamor de Deus!

    Vem os Zé bostolas com aquela mochilinha nojenta, chupando aquele canudinho nojento e… afff

    Bom,
    pra quem gosta tem que curtir mesmo!
    São fases!

    Parabéns pelo texto!

    Grande abraço,

    Fabiane


  374. Concordo parcialmente.
    Bom gente o carnaval é uma festa popular, e quer alguns de vocês gostem ou não ele vai existir pelo menos o tempo suficiente para todos nós darmos adeus a este planeta. É isso mesmo, rola sujeira, qualquer música, mulher e homem fácil, gente sem noção, mas existem pessoas decentes e inteligentes também. Qual é, falar que carnaval é ruim. Isso é muito exagero. Baixaria, gente ruim e burra você encontra em qualquer lugar, principalmente se juntar milhares de pessoas e grande parte for adepto a bebida alcoólica.
    Na minha opinião o que falta para algumas pessoas (alguns de vocês) é uma turma legal para se divertir. É ser mais sociável, ter um pouco mais de alegria e disposição.
    Pois ninguém merece ser tão ranzinzo e amargo aos 15, 16… anos.


  375. Dito e feito, belo comentario do Peter,
    to vazando galera…
    perder meu tempo aki? nao mais!


  376. Seu comentário faz sentido partindo de alguém que já viveu momentos assim e hoje não tem mais disposição, cabeça e não vê graça no carnaval….seria como deixar de brincar de carrinho, é uma fase muito gostosa, mas hoje já não faz mais sentido, é para crianças……e porque não dizer o Natal?? Ah, o Natal, como era bom acreditar no bom velhinho né? Mas hoje é tão sem graça!!
    Na minha opinião tudo aquilo que deixa de fazer sentido pra nós e muitos ainda acham graça nós tentamos recriminar ou achar argumentos que justifiquem nosso repúdio, fato claramente explicável.
    Concordo com sua visão, afinal o carnaval também já fez sentido pra mim(hoje não mais), assim como os bailes funks, hip hop, e o modismo dessa geração que já nasce cheia de mordomias e cada vez mais estressada.
    Concordo mesmo! Mas acho que nossa geração, anos 80 (ou pelo menos a minha) teve seus privilégios, também curtiamos e muito, rock and roll era lei, hoje em dia se tocar beatles, queen, rolling stones ou qualquer banda de rock pode contar que alguem vai reclamar e gritar: troca essa porcaria, toca éguinha pocotó……ou a dança do quadrado, parece piada mas vida de Dj não é mole não.

    Bom finalizo parabenizando-o pelo sucesso do artigo e respeito sua opinião, mas vamos deixar o carnaval deste ano pra “garotada” liberar um pouco de testosterona pulando.
    No futuro eles concordaram conosco.


  377. Olá Felipe,

    Não conhecia o blog, achei incrível o seu texto, concordo plenamente com tudo o que você escreveu.
    Ainda bem que ainda restam seres humanos inteligentes neste mundo tão maltratado.

    Adorei!!!

    Bjs


  378. Seu texto me motivou a escrever um post também, em outro blog. Conseguiu relatar fielmente a personalidade desse tipo de gente, e como sempre, sem perder o humor. hehehe…

    Essa situação do Brasil começar a funcionar somente depois do carnaval é realmente verdade, e culpa do povo que nele vive. Digo isso por experiencia própria. Temos uma indústria de gelo (se bem que gosto mesmo de informática) e é perceptível como o brasileiro para para festar, é fácil perceber que o país começa a para na semana do feriado de 15 de novembro e continua assim até passar o carnaval.

    Não estou condenando a quem faz festas, eu mesmo faço e gosto (entenda por festa akel churrasquinho em casa, uma confraternização com amigos, ou algo assim). O problema vem da cultura da maior parte da população que é movida pelo famoso e ainda infindado pão e circo, que faz de tudo para não trabalhar. Aí vem o motivo pelo qual a população não se desenvolve. Em todos os sentidos. Intelectualmente porque ainda não conseguiu imaginar onde vai usar seus conhecimentos, já que a vida existe pra sair por ai fazendo tudo aquilo que teria vergonha de fazer na frente da mãe. E economicamente pq trabalha um terço do ano pra pagar impostos (que quem coloca foram os eleitos por esse povo ignorante) outro terço pra pagar as festar que ocorrem no último terço.

    Quanto à origem do carnaval, específicamnete, vem da baixa idade média, quando a igreja passou a considerar (se é que a igreja tem esses poderes) os pecados mais graves durante a quaresma. Então, o povo da época, que já era meio ze bostola, entendeu que até no dia antes de começar a quaresma (terça-feira de carnaval) podia-se tudo, e colocou essa festa de adoração à deusa da carne. O que não entenderam, na verdade é que, o pecado era pecado o ano inteiro, e a quaresma deveria ser considerada um período de penitência, como o ramadâ ( não sei se é assim que escreve).

    Porém, Felipe, talvez seja necessário fazer uma análise também, do que ocorre fora do tempo de carnaval. O povo continua com suas bebedices e fornicações sem limites nem pudores, a única diferença é que fazem em alguns recantos um pouquinho mais reservados.

    Não me cabe na cabeça, e nunca coube, como alguem pode ficar com outra pessoa simplesmente por ficar, pelo prazer do momento. Se alguém que pratica tais atos puder explicar o que lhas leva a isso eu agradeço (embora eu acredite que quem faz isso não conseguirá pensar o suficiente para responder).

    Moro em uma cidade pequena, e talvez a situação seja pior ainda que nos grandes centros. Os bobódromos (locais onde os bobos se reunem e ficam dando voltas de carro) estão contagiando os adolescentes, e cada dia fica pior, pra quem tem cabeça no lugar e quer algo serio encontrar alguem na mesma situação.

    Pra finalizar gostaria de parabeniza-lo mais uma vez e dizer que estou aberto a criticas, desde que fundamentadas. tenho 21 anos e sou considerado ET por alguns colegas (e algumas também).


  379. Eu acho que a carnaval virou uma festinha banal sem conteúdo que algumas pessoas usam pra pegar geral e usar drogas..Quem nunca fez isso ( Eu já fiz, não estou atirando pedra em ninguém!) Mas como nosso Amigo ai falou, com o passar dos anos a nossa visão tem que mudar e ver que um carnaval pode ser muito bom, na compania de pessoas conhecidas e não numa multidão( competição de quem tá com o shorts mais curto ou quem pega mais). Meu carnaval do ano passado passei acampando com amigas…este irei participar do carnaval de rua ( com marcinhas, confetes e serpentinas) com os amigos….
    Vamos resgatar essa coisa antiga e divertida que é se divertir com moderação….=P


  380. Então vamos tentar compreender o raciocínio dos post que concordam com o texto.
    Seja rock, mpb, bossa nova ou o escambal, todos envolvem a opção pegar uns “gorós” e ir para algum retiro ou mesmo tomar um chopp e conversar sobre algo que faça sentido (mas nunca deixando de reparar nas bundas transeuntes).
    Enfim, o ponto de vista que estou tentado passar é que mesmo que critiquem o conjunto BEBEDEIRA/PEGAÇÃO/AXÉ divulgada em êxtase pela mídia, a maioria troca PEGAÇÃO por NAMORO ou AMIGOS e o axé pelo ROCK/MPB/ESCAMBAL.
    Não deixam de usar o carnaval como “o momento mágico” para esquecer da rotina pesada que dizem que vivem por um momento desestressante, fazendo o que gostam.
    Além do que não é só porquee você passou dos 20 que amadureceu e nunca mais vai sair pra pegação.
    Acho que você foi infeliz em generalizar o carnaval e restringí-lo aos Bostolas e Piriguetes. Muita gente (como os próprios comentários daqui ilustram) busca se diveritr com os amigos, ou até mesmo com a namorada, no meio da muvuca.
    Os BOSTOLAS e PIRIGUETES são na verdade as piadas do carnaval das pessoas que vão para esses lugares se divertir. Não seja tão extremista. Há pessoas com conteúdo que gostam de bastante axé no carnaval!!!


  381. Caro Felipe, hsuahsuahsuahsua (porra, isso é mais difícil que digitar “hahahaha” ou simplesmente “risos”), seu Blog foi cercado por pessoas que simplesmente não conseguem interpretar um texto. Gostar do carnaval? Pode. Tem gente que joga roleta-russa. O que nenhum Zé Bostola entende é que você está expressando a sua opinião (e detonando toda uma categoria), e que enquanto imperar a porcaria da Constituição, você terá direito a isso, assim como eles têm direito a pular como uns zumbis frenéticos. Cada um faz o que quiser, isso é a razão de ser da Democracia e da Demagogia. Até porque a liberalidade dos tempos atuais contribuiu com a banalização do julgamento de valores: curtir é muito bom, alivia, ainda que para isso eu precise me entregar em uma festa catártica que me envolve em um transe de completa entrega.


  382. Caro Rodrigo souza, concordo plenamente com vc.
    Ao Felipe, acho muito pre-conceituoso sua opnião.como disse ja ter gostado ou ao menos participado, não lhe cabe pré-julgar quem goste ou participe. como aqueles q matam, traficam, estrupam, viram crente e tem a glória eterna…puta hipocrisia.
    saiba ,meu amigo, q nem todos q tem um porte fisico mais avantajado, é um zá bostela como disse, e como me senti enquadrado na sua descrição tenho o direito de me defender.Sim, sou grande, apesar de modesto, peso em torno de 100kg, tenho braços grandes e definidos, e as vezes tiro a camisa em micareta sim. Nem por isso sou oq vc pensa, tenho mestrado em ed. fisica, batalhei muito pra ter o corpo q tenho, e além de treinar pesado, trabalho muito, estudo mais ainda, cultivo amizades, zelo por minha familia e lhe garanto q não sou futil e besta como diz.
    E em momento algum coloco meu corpo a frente do meu caráter.
    E na próximo q ver pela tv do seu quarto, preste atenção, repare nas quantas brigas e confusoes vão ter no decorrer da festa(ao menos para alguns), e conte quantos “bombados”vão estar brigando, ou tens uma fixação ou complexo por eles q não os tira da cabeça!
    não deixe meia duzia de pit boys ou a simples inveja lhe corroer a este ponto, q apos ter te tramatizado te deixar o resto da vida trancado bebendo sozinho em uma sala com meia duzia de homens, babando pela mulher q o zé bostela pega com a maior facilidade trás de simplesmente uma curtição passageira e/ou sexo fácil sem compromisso.
    Ah e lembre-se, q o carnaval é uma semana por ano, e apos isso infelizmente temos q conviver com pedófilos, traficantes, assassinos ,politicos, fome, miseria e muito mais, então deixa os ze bostelas de lado, deixe de ser um ze ruela e viva em paz.
    sinceros abraços!

    ——————-

    Em algum momento eu falei que todos os bombados se enquadram no texto?

    Mas relaxa, eu MORRO de inveja dos seus músculos incríveis… Parabéns, ó Deus da força. Ao seu lado eu não sou nada nem ninguém.


  383. respeito todos, mais essa galera é vazia mesmo


  384. Gostei bastante do texto e me enquadro bem nesse perfil. Fui a alguns carnavais muito por causa dos amigos, já que algumas músicas carnavalescas nunca fizeram sentindo em minha vida. Aliás, é natural do brasileiro tentar esquecer seus problemas em quatro dias de farra. Mas, em vez de esquece-los, ele acaba criando mais problemas para a sociedade, enchendo hospitais e engordando as estatísticas de assassinatos e acidentes de carro. E como o Brasil tem problemas! É muito problema para resolver em um ano com apenas dez meses!

    E como disse Renato Russo:

    “Vamos comemorar como idiotas a cada fevereiro e feriado, todos os mortos nas estradas, os mortos por falta de hospitais…”


  385. Oi Felipe…

    Não conhecia o seu blog, achei bem interessante, como vc eu tbm sou bem novinha, tenho 19 anos d idade(eu li o pessoal falando q vc tem 20 anos d idade então é novinho).

    Nunca gostei d carnaval, pq mesmo sendo qdo era ainda mais nova eu sempre analisei as coisas da maneira q vc ver agora.Parece q no calor da empolgação as pessoas deixam um pouco a racionalidade d lado e fazem coisas q não tem mesmo justificativa, como arrumar briga por qq coisa e para as mulheres se tornarem do tipo q não se passa mais d 2 horas, a futilidade não é realmente sinal d inteligência(não querendo ofender ninguém) mas antes d imaturidade.

    Cada um toma suas decisões,mas convenhamos q o carnaval é um ambiente estranho, confuso e querendo ou não bagunçado, além d se tornar cada vez mais violento e até mesmo perigoso dependendo da região,por esse motivo nunca tive interesse.

    Amo dançar,não sou nerd,desses q não tem vida social,amo sair e me divertir com pessoas inteligentes e maduras, mas d uma maneira saudável e construtiva q possa me acrescentar algo.Acho q existem maneiras melhores d se curtir a vida, por assim dizer, do q pular carnaval.

    P..s: só uma dúvida,vc é realmemte tudo isso q mostra ai na foto,convivo com muitos nerds,estudo com eles e queria esclarecer para alguns q te identifica como tal, q vc não tem perfil e muito menos rosto d um nerd excluído,mas pareci ser um cara realmente “interessante” e inteligente.

    Q pena q não sei nada além disso sobre vc!

    Até mais…tete,bjim…

    ——————–

    Os leitores me taxam como nerd, quem sou eu para discordar?

    Sou sim aquele cidadão das fotos 😉


  386. Felipe, nunca tinha lido nada que vc tenha escrito e hoje por acaso tive o prazer de conhecer. Tenho 55 anos e fiquei impressionada com tudo que lí. Seu e dos demais.
    Moro em Salvador e quando jovem brinquei muitos carnavais e ainda hoje curto se tenho oportunidade, disposição e segurança para tal.
    O carnaval como qualquer “feriado”, resultado de datas comemorativas, tem seu lado positivo e negativo.
    Vcs só estão vendo o negativo. Não tenho agora tempo para demonstrar alguns exemplos como tb para lembrar de onde surgiu o “Carnaval”. Sugiro procurarem em sites de busca e ficarem melhor informados.
    Todos vcs são muito jovens e ainda vão ter muitos caminhos, desafios e experiências ao longo da suas vidas.
    Por experiência própria, sugiro que procurem VIVER a vida a cada momento. Curtam cada instante de suas juventudes. Aceitem a opinião de outras pessoas mantendo as suas convicções sem ofensas e preconceitos. A vida é curta e vcs nasceram para serem ser felizes.
    Porém, não sejam arrogantes e preconceituosos, não vale a pena pois, não sabem o dia de amanhã.
    Acho Felipe, que vc foi muito infeliz na seguinte colocação, ao responder um comentário: carnaval é pra povinho e sem noção !!!
    Vc foi altamente preconceituoso e ofensivo.
    Tenho certeza, que vc não prestou atenção quando escreveu aquilo sendo o rapaz inteligente que é.
    Desejo que vc tenha muito sucesso na sua vida profissional.


  387. gostei do post nfelipe
    eh a primeira vez q leio esse blog

    carnaval eh isso mesmo e acho q nunca vai mudar
    festa, bebida, vomito e putaria
    aki em pernambuco eh a mesmo coisa, e tb tem esse donzelões e essas piriguetes metidas a gostosa
    carnaval aki eh praticamente uma Rave q começa na sexta e vai ate quarta.
    todos os dias o dia todo tem frevo na rua e shows legais
    taoricamente niguem dorme, pq os shows a noite terminam de manha, e de manha jah começa a sair os blocos nas ruas q duram o resto do dia.
    nao acho q o carnaval seja uma coisa futil, imatura
    eu vejo o carnaval como uma grande feriadao onde tem festa todo dia
    eh no carnaval onde as pessoas deixam a hipocrisia de lado e fazem o q da na telha. Todo mundo se solta. Bebem qualquer coisa, comem qualquer coisa e transam com quelquer pessoa. O nivel de qualidade da pessoa cai drasticamnete
    mas apesar de tudo eu acho o carnaval um coisa pra vc se divertir. Nao ao extremo claro
    E tb acho q um dia vou cansar e nao terei esse pique de adolescente
    bom carnaval

    PS : em ralação a alguns comentarios a cima. Eu gosto de carnaval. Eu bebo muito, fico por ficar. E acho q vcs estao meio q generalizando todas as pessoas q frequentam o caranval. Opiniao de vcs e eu respeito. Mas Carnaval eh a festa do prazer. Todo mundo quer estravazar, eh claro os com responsabilidade. Qual eh o problema nisso?


  388. eu outra vez!
    posso ter seu contato?
    olha só … eu estudo História em uma Universidade em Minas Gerais…
    o meu interesse é nesse sentido…
    (é do Rio…não é isso??).
    Não sei onde você faz Direito, mas quero fazer contato justamente por isso…quero saber como as coisas funcionam distante daqui…o Regionalismo aqui é bastante forte.
    O que acontece é que através de outros sites as respostas que eu tenho não são o que eu ,realmente, quero. É diferente.

    Talvez a gente possa desenvolver um diálogo até bacana…

    * eu tentei escrever isso em outro post (um que tivesse não tivesse relacionado ao carnaval) e não consegui!

    apaga quando ler ..ok?
    abraço.

    ———–

    Ane, é só você me enviar um email para controleremototv@gmail.com me passando seu MSN.


  389. Eu adoro Carnaval.

    É um feriado longo (sábado, domingo, segunda e terça) bom momento para poder colocar a leitura em dia, descansar e ter horas de conversa com a minha namorada, pessoa intelectual que odeia as mesmas coisas que eu (principalmente essa festa mundana e absurda).

    Faço das suas palavras as minha.

    Abração ae Felipe.


  390. Moro em Recife e aqui tem carnaval pra todos os gostos. Quem quer descanso vai para as praias, quem quer muvuca vai pra Olinda (não vai faltar gente empurrando, suor pegajoso, peitos, bundas, bocas, vômitos, gritos, zé bostolas, piriguetis, calor, suor, fedor, música ruim, claustrofobia, bebidas nojentas). Em Recife vai ter de Caetano a Manu Chao, passando por Lenine e Nação Zumbi, sem falar no blocos tradicionais, maracatus, tem “de um tudo”, com se diz aqui. Enfim, cada um vai pra onde se sente melhor. Ano passado, em pleno carnaval, assisti a um show muito bom de uma banda chamada Metaleiras da Amazônia (não tem nada a ver com heavy metal, como sugere o nome). E se ainda tem gente que prefere se ombrear literalmente com criaturas acéfalas, deixa pra lá… E vamos combinar que pagar uma fortuna pra sofrer pulando atrás de um trio em Salvador é coisa de zé bostola mesmo, rsrsrs! Aqui pelo menos o sofrimento é de graça, você não paga pra subir as ladeiras de Olinda. Um dia esses idiotas vão envelhecer (se não fizerem muita merda e conseguirem “se matar” antes, né?) e terão que malhar pra curar dor nas costas, e não pra ficar se achando melhores e mais gostosos que os outros. Jovens, curtam bastante as loucuras do carnaval, aproveitem enquanto vocês têm saúde e disposição pra isso, até mesmo porque é melhor extrapolar na juventude do que virar um bando de “coroas” ridículos querendo parar o tempo e agindo como adolescentes. Graças a Deus já fiz 40 e meu carnaval é puro “voyerismo”. Nota 10 para o seu post, nota zero pra quem leva tudo ao pé da letra…


  391. Ahh…acho q o Andrey entendeu errado o q eu disse ainda a pouco….qdo eu falei d futilidade e imaturidade não generalizei, só falei q “algumas” pessoas com determinadas atitudes demostram isso, independente d estarem pulando carnaval ou não, mas q nessas ocasiões o calor da empolgalção é umas das justificativas usadas. E como disse: cada um toma as suas decisões e gosto realmente é individual.

    Felipe…parabéns por ser tudo isso…rsrsrsrsrsrs…

    Tete,bjim…


  392. Muito engraçado ler os comentario de pessoas que acham que estão ‘abalando’ por ter dito aquilo. Mais engraçado que isso deve ser a cara deles quando leêm suas respostas. Talvez porque fiquem sem ação ou porque não conseguiram entender o que você falou.

    —————-

    Você não faz idéia de como eu me divirto lendo e respondendo.


  393. Oi Felipe,
    Não sou sou nenhuma nerd e nem acredito que vc seja um, seu texto não me passa isso.
    Concordo com vc que a PUTARIA realmente anda de mãos dadas com a violência.
    A maioria das pessoas gostam de bagunça.
    Assim como vc eu também já passei por essa fase, mas te confesso que meus dois últimos carnavais tem sido tudo de bom.
    Na Praia o dia todo e a noite comer umas besteirinhas e depois fazer amor com meu namorado.
    Tem coisa melhor não pego doença,minha cabeça não dói no dia seguinte e não fico grávida.


  394. Gente!
    vocês não existem…
    Felipe…você vai ganhar um Oscar!


  395. nossa! voltei pelo bobalinks por engano .. pelo visto seus textos continuam beeem fraquins!

    ——————-

    Oh, céus… O que vou fazer agora?


  396. Haha. Para mim você ta parecendo mais um moleque que se acha maduro o suficiente e bastante intelectual.
    Você tem 21 anos, a mesma idade do que eu. Você acha que ja curtiu um carnaval de verdade, para falar que ja passou da idade de curtir carnavais com esses arruaceiros? Você julga a musculação como perda da capacidade intelectual? Para mim, perda da capacidade intelectual é um jovem de 21 anos, que se julga maduro o suficiente, taxar uma pessoa de zé bostola por apenas uma impressão fisica. Ja que você se julga tão intelectual e maduro, deveria, pelo menos, encarar a musculação como um esporte. Eu pratico musculação a 5 anos, tenho muitos amigos médicos, farmacêuticos, advogados e vários outros amigos formados que também praticam musculação e posso te garantir que nenhum deles teve perda de capacidade intelectual. E quando você fala que os zé bostolas ficam sem camisa num frio desgraçado, você poderia dizer também que muitas pessoas que não praticam musculação também estão la sem camisa e mostrando seus ossos. Carnaval é época de festa, de alegria, de curtição. Não é época para ficar julgando outras pessoas por isso ou aquilo. Se quer julgar, porque não julga os usuários de drogas, os bandidos e outras pessoas que trazem muito mais mal para a sociedade do que atletas que praticam musculação.

    E larga esse controle remoto e va se divertir, curtir um carnaval de verdade!

    ———————-

    Em algum momento eu disse que quem pratica musculação é um zé bostola?

    Hmmmmmmmm…


  397. perfeita descrição de tudo o que considero como mal gosto!


  398. Concordo plenamente..carnaval é coisa de gente descerebrada, inútil e sem atitude q espera o ano todo pra aparecer durante quatro dias e se sentir gente..kkkkkkkk..Odeio carnaval..acho td uma grande perda de tempo e energia..E não sou nenhuma nerd ou emo revoltadinha,velha, muito menos crente e menos ainda feia..
    ABAIXO o carnaval!!! hauhauhuahuahuahau


  399. Caro Felipe…

    Tu não fazes idéia do quanto EU me identifico contigo!
    São muitas coisas em comum… 😮

    EU ODEIO CARNAVAL! Acho que eu não preciso acrescentar mais nada a respeito desse assunto, tu já falou tudo.
    Essa gente…. aff!
    Eu acesso TODOS os dias, mas quase nunca dá tempo de eu deixar meu comentário… 😛
    Bjão


  400. ‘ Ao Felipe, acho muito pre-conceituoso sua opnião.como disse ja ter gostado ou ao menos participado, não lhe cabe pré-julgar quem goste ou participe. como aqueles q matam, traficam, estrupam, viram crente e tem a glória eterna…puta hipocrisia.
    saiba ,meu amigo, q nem todos q tem um porte fisico mais avantajado, é um zá bostela como disse, e como me senti enquadrado na sua descrição tenho o direito de me defender.Sim, sou grande, apesar de modesto, peso em torno de 100kg, tenho braços grandes e definidos, e as vezes tiro a camisa em micareta sim. Nem por isso sou oq vc pensa, tenho mestrado em ed. fisica, batalhei muito pra ter o corpo q tenho, e além de treinar pesado, trabalho muito, estudo mais ainda, cultivo amizades, zelo por minha familia e lhe garanto q não sou futil e besta como diz…’

    FAÇO MINHAS AS SUAS PALAVRAS, FELIPE:

    ‘ok, parei de ler :B’
    IAUSHAOIUHSAIUHSAOIUHSIHASPOAHSPOAHSPAOIHSOPAJS


  401. eu tbm rio com O I A U S H ¬¬
    li quase 200 comentarios pra ver isso, nem curti.


  402. Nunca vi uma colocação tão feliz que nem essa sobre o carnaval medíocre atual.
    Felipe, ganhou um leitor assíduo.
    Odeio o carnaval porcausa disso, e continuarei odiando até que isso termine.


  403. carnaval é pra sente burra, é uma cultura inutil e é triste saber que estamos arrodeados de gente assim, por isso nessa carnaval vou com uma turma do caralho pra chapada diamantina lá vamos tomar pinga trilhar mto, e se der tempo ler um bom livro

    abraços


  404. Assim garotinha
    vc pode ter se sentido ofendida quando eu botai “em relação a alguns comentarios a cima”
    eu sei q seu comentario esta a cima do meu, mas nao foi pra vc q eu escrevi issso
    eu so li seu comentario agora, se vc ver eles foram postadps bem perto
    eu escrevi pra outras pessoas q acham que quem curte caranaval eh futil
    mas deixa isso pra lah isso eh muito pessoal de cada um
    outra coisa
    adorei o comenterio de LU, q retratou como eh o carnaval daki, o caranaval q eu curto
    eu vivo uma realidade de carnaval diferente
    acho q por isso q eu meio q discorde da maioria dos comentarios e ate de felipe
    vcs deveriam conhecer o carnaval de Pernambuco


  405. Ai Felipe.. tenho 22 anos e sou de São Luiz do Paraitinga, cidade que aparece na segunda imagem acima, onde tem varias pessoas sem camiseta.
    Malho e tenho um corpo que considero legal, porem eu e muitas pessoas andam sem camiseta no carnaval daki não pra se exibir, e menos ainda pra arrumar brigas, pois acho isso uma tramenda tolice, mas andamos sim por causa do calor infernal durante o dia e tambem por causa dos blocos estarem passando e os moradores jogarem agua nas pessoas que passam curtindo, é osso ficar com a camiseta encharcada!!!
    Quanto as mulheres… no meu caso, posso garantir que 02 horas ao lado de uma mulher interessante é pouco, mas não depende só de mim, hj em dia é dificil é encontrar uma pessoa que saiba conversar, bjos e amassos é td d bom, mas poder conversar as vezes é necessario!!


  406. http://controleremoto.tv/blog/2008/12/reveillon-de-fortaleza-2009/

    Sim, eu compreendo, uma questão de $$

    ——————

    Poupe-me de seu moralismo estúpido e de gaveta.

    Crie algo de sucesso e recuse campanhas simplesmente porque você não gosta de muvuca, pra ver o que acontece com seu projeto.


  407. É incrivel a quantidade de gente que não entende o que foi escrito no texto! uns criticam o autor do blog por coisas que ele nem disse, isso se chama analfabetismo informal… sabem ler (se é que ainda chegaram a ler o texto todo antes de escrever sua “valiosa” opnião) mas não conseguem interpretar o que foi dito. Bom até que isso é esperado de pessoas que partem pra briga por causa de um pisão no pé, reage sem pensar…
    Muito bom o texto e estou conhecendo o blog. Parabéns!

    PS: e para quem gosta do assunto, leiam esse texto sobre os niveis espirituais do ser humano e identifiquem os zé bostolas.

    http://www.deldebbio.com.br/index.php/2008/12/23/os-niveis-do-ser-humano/


  408. Tu é bicha?

    —————–

    Bateu na trave entrou no teu.


  409. Carnaval se tornou sinônimo de bebedeira, sexo, disputa pra ver quem pegou mais, zueria e tal.

    Concordo com as coisas que vc disse. Aonde moro tb existem os zé bostolas, e não é preciso estar no carnaval pra mostrar os músculos.

    Também nunca fui muito fã de carnaval, e não consigo achar sentido nessas músicas que tocam e infelizmente as pessoas acham que pra curtir tem que ser os fodões.


  410. impagavel[:)]


  411. nao sei escrever?
    vc entendeu o que eu escrevi
    professor eu nao sou msm nao
    vc sim sabe escrever mto bem, so nao sabe interpretar ne
    pq o assunto e carnaval, nao gramatica
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk e eu ki so o ze bostola
    ler e uma otima atividade para vc
    vc nao sabe aproveitar a vida mais sabe escrever como ninguem
    boa troca
    nesse carnaval asilo e uma boa ideia pra vc
    vc encontrara pessoas igual a vc
    ow faça otro blog questionando alguma coisa polemica
    ai sim tera alguma coisa mto boa pra fazer
    imagina responder a todos
    uma atividade realmente interessante e produtiva para um carnaval
    ow crie uma ong contra o carnaval
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    entre ser um ze bostola e um rabugento prefiro a 1 opçao

    so concordo com a questao das brigas…isso sim e mto errado
    paz no carnaval galera

    —————————-

    Mais um comentário fresquinho pros leitores caírem na gargalhada.


  412. parece mais um texto de um recalcado que nunca se divertiu num carnaval…

    ————————-

    Esqueceu de dizer que eu sou uma bicha louca inrustida, cara.


  413. Cara, agente nem tem muito o que julgar dos Zes bostolas, eh complicado exigir um minimo de interpretacao de texto de um individuo que foi alfabetizado em “MÃE BÊ MÃE BÊ MÃE BÁ, MÃE BÊ MÃE BÊ MÃE BÁ, MÃE BÊ MÃE BÊ MÃE BÁ”
    “ZUM ZUM ZUM… ZUM ZUM BABA, ZUM ZUM BABA, ZUM ZUM BABA”
    “CHIIIIIIIIIIIIIICLEEEEEETE! OBA, OBA!”
    “O, o, o, ooo, que terrô! O, o, o, ooo, na dança do vampirô!”
    uma simples frase que contenha consoantes,vogais e devida pontuacao se torna uma missao impossivel pra certas pessoas.

    Sei muito bem como se sentem, eu mesma sou analfabeta em Ivetez Sangalex e Chicletez, eh muito pra mim, nao sou capaz.
    =/

    Parabens pelo blog, eh minha primeira vez comentando, mas sempre leio seus textos,vc eh muito bom cara.

    Abracos!
    E como diria Marco Bianchi, um beijo no cerebro!


  414. Suas respostas aos comentários tem sido uma diversão a parte! Parabéns mais uma vez !
    Que monte de gente reclamando, aja paciência ! rsrsrsrsrsrs


  415. Concordo com o post, eu ia fazer um comentário, te elogiando e tudo mais… Mas depois que li os comentários, perdi a vontade…

    Não que os caras não merecessem, mas não use ironia/sarcasmo em suas respostas. Eu acho lindo ironia/sarcasmo, mas em uma discussão só fazem parecer que você está desesperado.
    Não se rebaixe a esse ponto, oká? =D

    ——————–

    Desesperado?
    ahuhauhauhauahuahuah

    Ok. 😉


  416. Não sei qual dos dois comentários do Leandro foi melhor. Ou pior.


  417. “entre ser um ze bostola e um rabugento prefiro a 1 opçao”
    Concordo com ele :/ Nada contra ,mas o blog ficou muito cabeça…

    ——————

    Esses textos cabeça são tão ruins né?

    O lance é ver uma gostosa na foto e um desafio pra encontrar um carro no fundo.


  418. Hahaha…
    Concordo com a “Betabetinna”,ler os comentários q vc responde é uma diversão à parte!!!
    xD
    Dica:Cara,não fica respondendo 27 vezes q vc estava falando de um determinado tipo de carnaval e um determinado grupo social…Copia-e-cola de uma vez,eles nem reparam,e poupa energia!

    uhahauhauhauhauha


  419. Carnaval dá ibope msm! Me divirto sempre com os comentários…


  420. Se rolou esse grande numero de comentarios eh porque o assunto interessa a muita gente, continue nesse caminho!. O blog ta melhorando a cada dia . Continue com os textos cabeça e com as respostas sarcasticas! Ta bom demais … parabens !…


  421. Cara, ver as suas respostas aos comentários escrotos está quase tão interessante quanto ler os artigos.

    Brincadeira.

    Mandou bem mais uma vez, parabéns.


  422. sinceramente ninquem vai para um lugar que rola axe ou funk ha não ser para beijar e fazer sexo e depois de anos fazendo cursos quase todo dia um momentos de puro instinto e ate sagrado. Daqueles que tu sai sem falar nada e passa ums 3 meses de castigo, que diferença faz nunca se tem tempo pra nada e depois de um dia cansativo faça chuva ou sol teu pai te faz estudar umas quase 5 horas de kumom, o inferno para que cursar portugues matematica e ingles junto fora os dias de SENAI. Feriado e pra enfia a cara na merda mesmo so não vo pra rave porque da drogados em um nivel absurdo.


  423. [LETRAS_GARRAFAIS]

    Típico de um nerdzinho escondido atrás de seus óculos na frente de seu monitor que não gosta de carnaval.

    [/LETRAS_GARRAFAIS]

    —–

    “O lance é ver uma gostosa na foto e um desafio pra encontrar um carro no fundo.”
    (Senti que tava falando do Bobagento, que é outro ridículo. Porém não tem vergonha de se assumir RIDÍCULO! Já voce é que nem o caio(brogui) da uma de moralista hipócrita!”

    —–

    PS. Meu bíceps é tão pequeno e XÔXO quanto o seu =]

    ————————-

    Comentário típico de um Loser. Sem mais.

    Informe-se melhor, campeão.


  424. É sim. Ahhh, coisa de advogado, sabe? 😀
    Pergunta pros juízes… =D


  425. Felipe me explica uma coisa, você teve que devolver a grana que ganhou com este “post pago”, sobre o carnaval de porto seguro não foi? Fala pra mim, devolveu sim, depois desse post, espantou pelo menos 10% da turistada que pretendia ir pra lá…
    Outra coisa, nunca gostei de carnaval, nem dessas micaretas sem graça, mas que você está cuspindo no prato que comeu, ah isso sim…sem mais, o Blog está do Car….

    ——————-

    Em momento algum eu fiz post pago sobre o carnaval de porto seguro, esses banners são gerados automaticamente pelo Google Adsense, eu não interfiro neles.


  426. Neste carnaval, vá para Diamantina. Lá, todos os Zés Bostolas do Rio e Minas se encontram. Aquilo vira um bom ringue. Ah, você é um nerdzinho-estudante-de-direito-metido-a-besta. Fica na sua universidade particular pensando que abafa. Bom, na verdade, xingar é muito melhor que elogiar. Ia dizer que gosto do seu blog, mas prefiro dizer que o odeio, ainda mais porque assim você responde. Morra. Ah, e pode ficar tranqüilo, segundo Darwin (que os Zés Bostolas certamente não conhecerão), os mais fracos desaparecerão. Ops, mas, e se contarmos apenas o quesito músculos, e não o quesito evolução da espécie? – desculpe a escrita sem sentido, estou cheirando loló para o carnaval, acabei de malhar o trapézio e o supino e tirei a camiseta, estou escutando Rapazola e me preparando par agarrar uma mina loira com Q.I. 52.

    ————————–

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHA

    Melhor comentário do post.


  427. Não precisava ter me insultado, mas se vc acha que pq eu gosto de folia e carnaval eu sou uma pessoa “burra”, que não sabe ao menos o significado de PS, eu estou tbm no direito de achar q se vc não gosta de carnaval, de festa, deve ser uma pessoa muito infeliz.

    ou então bicha sei lah…( se é pra insultar então)

    ——————-

    Ó céus. Estou insultado.


  428. Parabéns FELIPE NETO, os seus textos são excelentes. VOCÊ ESTÁ CHEGANDO NO NÍVEL DE “PEDRO BIAL” E O BIG BROTHER BRASIL AGRADECE.

    ———————–

    Hhauhauhauhauhauha


  429. Otimo post’

    Carnaval, a pior coisa do Brasil = fato

    Detesto !!!


  430. Sinceramente, tu que é um bosta.
    Isso para mim é recalque! hahuahuahuahuauha
    Junte seus amigos, alugue uma casa com piscina em alguma cidade que o carna bombe, churrascao dia inteiro, cerveja de sobra, mulherada animada… diversao garantida.

    Agora, se tu nao tem amgios, nao pega mulher e é um frango… fazer o que!
    ficou trauamtizado com alguma coisa? ahuhuahuahuahuu

    se tu nao curte a vida, deixa que os outros curtam…

    ps.: sou considerado “nerd”, nao sou bombado, tneho ensino superior, tenho emprego e sei respeitar a diversao alheia… ah, e nao tenho racalque qdo os outros dse divertem mais do q eu!

    ——————–

    Esse meu recalque é foda mesmo, puta merda. Eu sou um viado.


  431. Eu já tinha entrado nesse teu blog uma vez.. pra ler um texto sobre a tua revolta com alguma coisa q não me lembro mais… mas o ar de superioridade e o de bibinha mmimada e revoltada me fez nunca mais clicar na img desse blog q tem no brogui.com (único motivo que me fez algum dia entrar nesse site..) Hj lendo o bobagento vejo um link “cuidado com os zé bostolas” fui conferir do que se tratava… “iiih cai nesse site denovo.. ahh vamos dar mais uma chance..” Eh a mesma coisa do outro texto.. mais uma revolta da bibinha mimada.. um conselho.. pare de escrever! ou melhor pare de sair de casa… vc tem uma doença séria… a revolta constante com tudo.. qualquer coisa se isso nãoo der certo.. coloca uma bala na cabeça!

    ———————–

    Ohmmmm bejim bejim bejim… Bilú bilú bilú. Pega, pega. Seeeenta, senta! Agora rola, isso… Bom menino, toma um biscoitão.


  432. vcs vão me matar de rir!!


  433. Discordo completamente.

    A maioria das pessoas estão la pra ver a banda que amam e se fazem aeee aooo faz parte da musica. Só quem gosta mesmo entende.

    Todo mundo junto e apertado pra ver o seu idolo o mais perto possivel e como da p ver nas fts todos estão se divertindo e muito felizes.

    Assim como cada um gosta da sua banda, um aeee aooo ou qualquer coisa do tipo sabe a alegria e energia que tem. Só de lembrar o sorisso, energia e felicidade que esse cantor passa quando canta anima qualquer um.

    Quem não gosta só por causa da musica fazer o q?? cada um tem o seu gosto musical.

    Aposto que a maioria (todos) aqueles que concordam com o post são magrelos ou gordos, feios, espinhentos, sem amigos (divertidos), e infelizes. Não gostam de ver a felicidade do outro. São daqueles que preferem dizer assim, se eu não posso ter ele tb não pode. Coisa do tipo.

    O mais engraçado e que bem abaixo está uma propagandado Carnaporto. Mesmo criticando nao deixa de ganhar um $$ pelos cliques né. Engraçado isso, se não gosta~nem mesmo deveria ali.

    CARNAPORTO. Eu vou e vai ser foda. Pra esses invejosos e pobres que nem $$ tem q viajar só lamento. Continuem no seu inferninho emo.

    E sobre os caras que adoram briga, fazer o q?? Isso tem em toda festa e todo lugar. E só beber q esses caras mudam.

    e se tomam bomba o problema é deles, quem vai ficar impotente são eles 😛 E é bom de se ver 😀

    ——————

    Mais um comentário inteligente de quem não sabe sequer estudar sobre propaganda.

    Isso aí campeão! Parabéns 😀


  434. esse felipe é um mané, alguns comentarios concordo, a pessoa está equivocada,
    mas em outro a pessoa cria argumentos veementes, oque o felipe diz para se proteger?
    “comentario tipico de um loser” oque de acordo com bases argumentativas,
    nao tem autoridade alguma,
    é facil falar que os outros sao otarios, dificil é traçar um raciocinio
    Sabidao ¬¬”

    —————-

    Concordo, é muito difícil traçar um raciocínio.

    Ponto.


  435. Né foda???
    ficar lendo esse tipo de coisa e ainda ter de responder??
    céus!!

    ————

    Nada, é a coisa mais divertida do blog.


  436. Priscila : February 14th, 2009 às 8:30 am

    http://controleremoto.tv/blog/2008/12/reveillon-de-fortaleza-2009/

    Sim, eu compreendo, uma questão de $$

    ——————

    Poupe-me de seu moralismo estúpido e de gaveta.

    Crie algo de sucesso e recuse campanhas simplesmente porque você não gosta de muvuca, pra ver o que acontece com seu projeto.

    ——————

    Sim. Eu poupo.


  437. Cara, ver as suas respostas aos comentários escrotos está quase tão interessante quanto ler os artigos. [2]

    ]meu emprego tem melhorado mto (= o unico problema é que a minha chefe me pergunto pq eu ando riindo tanta na frente do Pc 😡


  438. “Ora porra, que venham para o Rio e aproveitem um sábado a noite comigo. Depois disso digam se curto ou não minha juventude.”

    Ui ui ui!
    É sábado a noite que você ganha o ‘extra’ é?

    Realmente, que juventude turbulenta essa sua. Aliás, juventude? Achei que já tivesse chegado aos 18. Mas a cabeça eu tinha certeza que era de 12!

    ————————

    Você tem algum problema com o fato deu cobrar 20 reais para fazer sexo com senhoras de idade? Que tipo de preconceito é este?


  439. “Pra começar, uma analogia aplicada a 95% dos casos: o tamanho dos bíceps de um indivíduo é inversamente proporcional a sua capacidade intelectual. Quanto mais inchado, mais demente.”

    Você fala isso porque deve ser um franguinho, passa o dia todo sentando em frente ao PC e não tem coragem nem de passar na porta de uma academia com seus 25cm de braço! Sou forte sim, tenho corpo e me orgulho disso póis conquistei com meu suor. Pense um pouco antes de sair criticando os outros, você não é melhor que ninguem.

    ——————-

    Eu juro que estou pensando em me matar por não ter 40cm de braço, penso nisso todos os dias, sofro com isso, choro… Principalmente quando estou ouvindo Simple Plan.


  440. eita.


  441. carnaval eu chapo mesmo , pego um monte de piriguete ,vou na folia , dou muita risada !!!
    tenho 20 anos, a sua idade .. se a sua fase já passou com 20 anos cara… voce nao sabe o que tá perdendo !!! sério, nao sabe mesmo . Cervejinha com os amigos eu tomo o ano inteiro , filmezinho cult eu vejo o ano inteiro , estudar eu estudo o ano inteiro ( pra quem faz engenharia em uma das melhores federais do brasil tem que estudar mesmo ) … mas CARNAVAL ???? CARNAVAL eu visto o abada e caio na folia mesmo que o trem é baum demaisssss!!!!!!!!


  442. carnaval é lixo. 🙂


  443. “Esses textos cabeça são tão ruins né?

    O lance é ver uma gostosa na foto e um desafio pra encontrar um carro no fundo.”

    Não li todos os comentários, mas tive sorte de ver esse… Resposta perfeita…


  444. Felipe. Na boa…

    Cheguei aqui por acaso, estava lendo o kibeloco (blog do qual sou fã e acesso sempre nas horas vagas) e nos links referendados, havia este blog. De forma despretensiosa, vim até aqui e me deparei com este comentário.

    Confesso não ser muito fã de leitura de blogs, prefiro sites de notícias. Gosto de alguns bloguistas que sabem conduzir uma determinada linha de pensamento com bastante desenvoltura e até acompanho alguns por serem interessantes realmente. Respeito quem tenha a prática de escrever blogs, mas definitivamente esta não é minha praia… Nunca foi e nunca será. Pra alguns isso parece exercício para melhorar e exercitar a auto-estima. Não sei se é o seu caso. Pelo menos pude perceber que você sabe escrever bem e tem articulação em motivar e despertar nos outros um debate a partir de suas idéias.

    Concordo com você na maioria dos pontos abordados, entretanto não podemos esquecer que existem pessoas de bem que se reunem nas ruas para se divertir, carnaval é algo que vem de muito tempo atrás (Estudiosos dizem ter sido originado no seculo XVII: http://www.miniweb.com.br/cidadania/dicas/carnaval.html) e da mesma forma que nossos pais e avós se divertiram podemos muito bem nos divertir ao nosso modo sem que para isso tenhamos que atrapalhar a diversão do próximo. Tenho amigos marombados e não marombados de bem que curtem e hoje frequentam esses ambientes com o intuito de, tão somente, se divertir. Em certos pontos, desculpe-me discordar, você foi sim um generalista. Ao colocar, por exemplo, dados aleatórios sem embasamento que não condizem com a realidade. 95%?? Baseado em que?! No olhômetro e na sua experiência de vida? Parece brincadeira isso…

    Por fim, chega a ser cômico ver você ainda fazendo “tréplicas” de erros de língua portuguesa a outros que o criticam no mesmo instante em que você também erra ao escrever que seja uma única letra errada. Duvida? Cole todos seus comentários num corretor ortográfico do Word por exemplo e confira você mesmo.

    Por isso que não curto blogs, pessoas fazem uso de blogs para desafogar suas “mágoas” e acabar em polêmicas recebendo muito ibope. Acho que isto é o que te estimula a estar aqui… Tá certo que de uma forma genérica ainda tem muito babaca que ainda perde tempo revidando os comentários dos autores de blog, só que de uma forma bem rasteira. Só faço rir com tudo isso. Ainda escreverei um artigo a respeito. Despretensiosamente a propósito do que já falei acima, claro.

    Vale aqui também aconselhar: Um pouquinho menos de egocentrismo não faz mal a ninguém… De todo modo, um bom carnaval pra você!

    ———————–

    Ah, velho, depois de quase 500 comentários eu juro que parei de ler no meio.


  445. Magnífico texto. Sei exatamente o que passou, tive lá minha vida de ficar indo farrear só pra pegar mulher sem dar a mínima pra nada…Que fase patética. É muito interessante estudar as pessoas -que eu adoro fazer-, vi alguns comentários de pessoas negando o que disse, falando que gostava das bandas e de malhar por puro prazer. Bem, gostar das bandas até vai, mas não entendo malhar para ter um bíceps digno de Thor se não praticar algum esporte, é simplesmente exibicionismo. O ponto principal é, se você fosse traçar um perfil das pessoas que vão à esse tipo de evento com o intuito de se ‘divertir’, -Porque convenhamos, nenhum homem vai pra carnaval porque gosta das bandas, vai pra pegar mulher e beber até cair, pra quando voltar dizer aos amigos que comeram trigêmeas russas de peitos fartos e bundinha empinada-,
    são pessoas exatamente como descreveu, que malham para se exibir -já que é da natureza feminina escolher um macho que a dê segurança, muitos acham que é só o corpo que faz isso-, que bebem até cair, que usam lança e que morrem logo depois por terem dirigido sob a influência de álcool.
    É um mundo magnífico…E eu nem vou comentar do perfil das mulheres que vão pra ‘Carnafolias’ e similares, porque todos nós homens já sabemos 😛


  446. já pensou se pudesse ter porrada online??

    isso aqui, com toda certeza, ia ser o ringue mais agitado do mundo!!
    Felipe com seus 25cm de braço e um zé bostola para cada centimetro!
    podíamos passar o carnaval inteirinho assistindo!ia ser muito divertido!rsrs

    sério…
    Felipe, você podia fazer algumas considerações (nesses moldes) sobre o Big Brother Brasil…com ênfase na sua inutilidade, é claro.
    O que você acha??

    um abraço.

    ———————-

    Se eu assistisse, poderia escrever.


  447. “Você tem algum problema com o fato deu cobrar 20 reais para fazer sexo com senhoras de idade? Que tipo de preconceito é este?”

    Preconceito? Nenhum. Só acho errado sua mãe dá pra voce. :\

    —————–

    Écolti.


  448. neguinho ta usando teu texto na maior cara de pau….

    http://corujadoida.blogspot.com/2009/02/resumo-do-carnaval.html

    .
    crédito zero….

    ——————-

    Hahahahahahaha, nos comentários o sujeito ainda diz que o texto é dele.

    Que patético.


  449. Uai..
    cadê meu comentário que tava aqui??
    será que foi por causa da sugestão que dei sobre escrever um post reclamando a existência do Big Brother Brasil??

    fiquei triste!

    ———-

    Eu não removi… Deve ter dado algum bug.


  450. Nossa, não creio que consegui ler todos os comentários e parecia que não mudava nada! O que cansei de ler de pessoas escrevendo “não generalize” e te chamando de viado é fora do normal! Mas melhor que o outro que não conseguiu diferenciar uma simples ironia que quase me matou! Sempre odiei carnaval, mas concordo com algum de cima que disse que já vive trabalhando e suando ano inteiro, tem que tirar uma folga! E sei que seu texto não se aplica a pessoas assim, mas pq elas não conseguem diferenciar isso?
    E que mais me irrita são as próprias mulheres pagando pau presses bombadinhos! Vai em qualquer festa que se vê isso! Depois elas ficam reclamando que homem é tudo safado, que não quer nada com a vida e só pegar geral, sendo que elas msmas contribuem p/ isso! Se quer algo, exija!
    Quanto aos seus textos, adorei, apesar de achar muito agressivo, mas se é essa maneira de chamar a atenção, que seja. Pena que fez o efeito contrário né, que nem assim entendem =/


  451. tbom ja, ne! vc ja foi pedrejado, foi rejeitado, cuspiram na sua cara, escutou alguns elogios pelo post e todos ja sabem da sua opinião, pq ao invés de responder ‘próximo’ para um comentário nao faz um ‘proximo’ post??

    ———————

    Estou tentando…


  452. excelente texto cara!! minina esperto!!

    visita ae:
    http://kidmatador.blogspot.com/


  453. Ótimo post! Penso de maneira parecida!


  454. Frank : February 15th, 2009 às 8:59 pm

    Felipe me explica uma coisa, você teve que devolver a grana que ganhou com este “post pago”, sobre o carnaval de porto seguro não foi? Fala pra mim, devolveu sim, depois desse post, espantou pelo menos 10% da turistada que pretendia ir pra lá…
    Outra coisa, nunca gostei de carnaval, nem dessas micaretas sem graça, mas que você está cuspindo no prato que comeu, ah isso sim…sem mais, o Blog está do Car….

    ——————-

    Em momento algum eu fiz post pago sobre o carnaval de porto seguro, esses banners são gerados automaticamente pelo Google Adsense, eu não interfiro neles.

    ————————————————————————————————————————————

    Pois é grande Felipe não entendo palhufas, de Propaganda, optei pelo Direito, mas qualquer ser, até com QI de um Zé Bostola, saberia que esses banners, podem não ser posts pagos, mas que vc vai receber um din din vai, fala aí!!!deixa pra lá não tenho nada a ver com isso, o Blog é seu, e tenho dito, continuo achando seu blog do car……!!!!Outra coisa, cara tava só imaginando vc se teletransportando como no Second life e caindo bem no meio dos Zé Bostolas, no carnamerda de Salvador e pelo menos um deles te reconhecendo, ia ser parecido com a prisão de Fox River, em Prision Break quando chega “carne nova”, não ia sobrar prega sobre prega… hahahahahahahah

    “O AdSense para pesquisas permite que os editores ofereçam acesso às tecnologias de pesquisa do Google aos seus visitantes e que ganhem dinheiro com a exibição de anúncios do Google nas páginas de resultados de pesquisa.”

    ———————-

    Frank, é claro que gera renda, por que outro motivo os banners estariam ali? hahahaha.

    O Google identifica o texto que está na tela e gera o banner de acordo com a relevância. Por isso no post que eu fiz sobre QUEREM COMER MARIA, aparecem propagandas religiosas.

    Abraços.


  455. O mais incrivel é a galera falando sobre o banner do carna de Porto Seguro.. e do reveillon de Fortaleza.
    Vamos ser hipócritas mas nem tanto. O banner vem de acordo com o post. Agora o Felipe vai reclamar com o google e devolver o dinheiro. Ha ha ha. O reveillon de Fortaleza é algo totalmente diferente. Digo porque estava nele. Músicas de bom gosto como: Lulu Santos.. Mesmo tendo a Daniella Mercury que eu detesto. O espirito é totalmente diferente, no carnaval, as pessoas pensam que não existem regras nem leis. Simplesmente não existe respeito e a vulgaridade rola solta. O reveillon foi uma festa super “familia” em que até os ze bostolas estavam vestidos e fazendo carinha de “Esse ano eu juro que não uso bomba”. kkkkkkkkkkkkkk


  456. ah querido!!!!!!!!!!

    se naum foi um insulto entaum..
    me desculpe mesmo, não sou preconceituosa…

    curto tbm as pessoas gays, sério mesmo, gosto de gays…
    só não gostei de seu post sobre carnaval.

    ————————–

    Ui querida… Tá bom vai mas na próxima a gente divide o bofe!


  457. mto bom seu texto.
    não concordo 100% mas enfim… cada um pensa de uma forma.
    abraxxxx

    Se for dirigir não beba.
    Se forem beber, me chamem.


  458. Hoje é a 1ª vez que entro nesse blog e me deparei com esse texto que você fez sobre o carnaval. Além de escrever muitíssimo bem, arrasou na descrição dessas pessoas que acham, que para nos divertirmos, temos que agir feito idiotas sem cérebro ou piranhas de marca maior. Concordo em gênero, número e grau com tudo que foi escrito. Meus sinceros parabéns, ótimo texto!


  459. Felipe, na boa. Esse comentário é mais pra tu ler do que pra comentar o texto em si.
    O Controle Remoto é O MELHOR BLOG ATUALMENTE. Sério.
    Os textos são nota 10, de rir e concordar com as opiniões.
    Os comentários (400 E CARALHADA, PUTAQUEPARIU!) são nota 50. DE RIR!
    Pior dos que os comentários patéticos só seus comentários sarcásticos.

    ‘Nada, cara… Eu sou um manipulador, frango, nerd e viado. Minha diversão é essa.’

    Isso me lembra eu mesmo na escola, quando bullies (valentões) me chamam de emo por ter cabelo grande e usar camisa dos Beatles (BEATLES. EMO. observe a lógica):

    ‘Concordo plenamente. Sou emo pra caralho. Choro todo dia e me corto no banheiro.’

    AUEHAEHUAUEHAUHUHAE

    continue assim, Felipe Neto
    espero que um dia a maioria seja como nós, e não como esses zé bostolas, bombados, marombeiros ou qualquer outro nome igualmente ridiculo.


  460. Po cara gosto dos seus posts e tal mas nisso tu exagerooo… axo que nada ver vc fazer essa ideia do carnavall.. nem sempre tem briga e nem todos os ” 40 de braço ” sao idiotas ( e eu nao tenho 40 de braço ).. carnaval nao é só isso e num tem idade.. vc pode ter 40 anos pular carnaval tomar cantininha e cume muleh pa caralho que tu num vai ser um idiota ou coisda do tipo.. mando meio mal ai.. foi um comentario tipo sem querer te atingir mais do tipo.. sou uma “bixinha fresca”… mas teu blog eh excelente parabens !

    ———————-

    Desculpe… Eu sou uma bixinha fresca.


  461. O engraçado é que a maior parte das réplicas são do tipo “a coisa mais importante do mundo é comer mulhé, no carnaval eu como mulhé e vc é gay pq não gosta do carnaval”

    patético

    concordo com a essência do texto, mas eu não seria tão incisivo como vc foi, eu ainda consigo suportar o carnaval, se vc morasse no nordeste e vivenciasse o culto ao forró que tem por aqui, carnaval vc tiraria de letra. eu sei que eu trabalho pra porra, estudo feito o cão e tudo o que eu quero é a folga do carnaval…

    e, povo brasileiro, cumê mulhé não é o sentido da vida, procurem refletir sobre isso antes de postarem, pois só estão demonstrando quão culturalmente atrasados são.


  462. hahahaha

    “E é nesse momento que você descobre a necessidade de tomar 3 litros de CANTINA DA SERRA em meia hora.”

    HAHAHAHA

    Me vi fazendo isso quando li essa parte. rsrs

    Tá bom o post, não concordo 100% com ele, mas ta bom…

    Você esqueceu de citar além desses “zé bostolas” aqueles funkeiros de bondinho ¬¬ … ah tnc deles, cambada de covardes, que procuram briga do nada.

    Quero que eles se fuckkkkk … #prontofalei .

    ah é isso

    Bração ai T+


  463. […] de HD Wallpaper – Dormiu! Bloguevista – Entrevistas com quem é quem dos blogs – ZeroOitocentos Vai chegando o carnaval… – Controle Remoto 1 Guy 1 Cup, o concorrente do 2 Girls 1 Cup, …. – Não Salvo! Emoticons do […]


  464. Felipe,
    Gostei muito do texto!
    Estou morrendo de rir com os comentários! Eles são uma atração a parte…rs


  465. dessa vida não se leva nada brow.


  466. concordo totalmente…ja gostei muito de carnaval,mas hoje com mais maturidade,acho tudo uma besteira…
    fora os funkeiros neh?aff…..


  467. Eu acho isso um absurdo. Sério. Ok, tu gostava de carnaval, e agora não gosta mais. As coisas que tu disse que não gosta sobre o carnaval eu também [que curto o carnaval há um tempão] não gosto. esses babacas metidos, a infantilidade, a hipocrisia. MAS o que há de errado em querer se divertir? em fazer tudo diferente do resto do ano, onde tu tem que trabalhar pra burro se virar pra estudar, também sustentar familia, etc. porque não reservar míseros 3 dias do ano, para ser rídiculo, para ser aberto ás pessoas em volta sem se preocupar com[quase] nada? Nada. ainda mais no Brasil, que tem um povo sofrido pra burro.

    Resumindo, não gostar de carnaval ok. mas se julgar superior aos outros por causa disso, não. É quase tão infantil quanto esses zé bostolas. Afinal COMO tu pode afirmar qualquer coisa sobre os gostos, motivos e emoções das pessoas? as pessoas são diferentes, mas não melhores umas que as outras. no máximo, deprivilegiadas.[no caso dos zé bostolas, desprovidos de educação em casa, de discernimento, de fontes de leitura, etc.]

    Poxa, conheço gente de 65 anos que vai pular carnaval vestido de mulher, mas no resto do ano é super sério e responsável.

    E esse papo de “já cresci” parece mais música de kelly key pra se auto-afirmar como adulto do que algo que deva ser levado a sério.

    sincera OPINIÃO,

    abraço

    ————————-

    Vooooocê não acreditou, você sequer notou… Disse que eu era muito nova pra você maaaaas, agora que eu cresci você quer me namorar.

    Bêibe baba baba baba. bêibe baba baba baba!


  468. eu tenho 43 anos e nao vejo mais graça no carnaval
    nao pq amadureci
    sim pq era uma fase
    e passou, hj meus interesses sao outros
    nao e pq eu nao vou, q eu nao gosto e gostei um dia
    so nao e minha preferencia atualmente
    eu jamais me prestaria a escrever uma materia dessas
    eu gostaria e receber uma resposta concreta
    com argumentos e coesao
    se for possivel pra vc
    nao essas respostinhas(tentando ser engraçado)
    obrigado

    ————————–

    Qual resposta exatamente você quer, campeão?

    Você jamais escreveria uma matéria dessas. Ok. Crie um blog e NÃO ESCREVA uma matéria dessas.

    Ora, eu hein.


  469. A alternativa ao carnaval de rua ultra-tumutuado que foi descrito são os famosos sambódromos, com o custo de minifortunas (Para as pessoas “normais”, digamos) para na verdade simplesmente ficar vendo a coisa toda acontecer…

    Nunca fui de gostar de carnaval, mas pra mim ele serve para o motivo que foi criado: Diversão e descanso. Não vale a pena ficar discutindo se o feriado gigante deveria ser abolido, se é a falta de educação de alguns quem estraga tudo e todo o mais. Me divirto no carnaval exatamente por não ir em um.


  470. Não li os 469 comentarios anteriores ao meu, mas de boa parte q li, achei impressionante a quantidade de leitores que se fixaram nesse trecho

    “Pra começar, uma analogia aplicada a 95% dos casos: o tamanho dos bíceps de um indivíduo é inversamente proporcional a sua capacidade intelectual. Quanto mais inchado, mais demente”.

    O pior é saber que parte dos que criticaram se sentiram ofendidos hahahaha… teve ate “neguim” entendendo q quem malha é burro usahsauhsausah.
    Mais triste ainda é eu ter q concordar com essa colocação :S… pois é o real perfil do tal “ze bostola”!


  471. Adoro o feriado do carnaval, como qualquer feriado em que podemos descansar e sair com amigos.

    Não suporto as músicas com letras sem consoantes (aê aê aê ê ê ê ô ô ô ô) e sem sentido (zum zum zum zunzum bába), pra não falar da “bundalização” das letras.

    Aliás, nem são músicas, mas um baticum ritmado para uma lobotomia coletiva. Ao final, para que os zumbis recém-criados com a hipnose rítmica, as letras vazias e as altas doses de álcool e lança-perfume não fiquem letárgicos, cantam músicas de adestramento humano (na perspicaz definição de Trebor Basques, me contada por Milford Maia): “Esquerda, esquerda, esquerda. Direita, direita, direita. Em cima, em cima, em cima. Descendo, descendo, descendo”.

    Mascaram o carnaval de “patrimônio cultural” e o defendem com enorme garra. Infelizmente, patrimônios culturais de verdade são esquecidos, desprezados e abandonados. É o caso da obra de Machado de Assis, de Carlos Drummond e tantos outros. Dá-se o mesmo com “O Guarani”, “Sinfonia da Paulicéia” e Tom Jobim.

    Meu carnaval ideal é o que eu faço sempre: descanso, saída com amigos e – sempre que possível – beijar uma só mulher os 4 dias. Porque beijar é muito mais que tocar lábios e enroscar línguas: é algo de coração. Algo que zumbis não têm.


  472. […] escrevi a crítica ao carnaval-de-rua-recheado-de-zé-bostolas, sabia que de alguma forma o universo conspiraria para me dar o troco, afinal, como pude ser […]


  473. ZE BOSTOLA SAO VCS
    EU LI ESSA PORCARIA DE MATERIA
    E TIVE QUE RESPONDER
    TO EM DIAMANTINA 2 MELHOR CARNAVAL DO BRASIL
    E COM CERTEZA VC NAO ESTEVE AKI PRA ESCREVER ESSA BABOSEIRA
    TEMMM MUIEEE D++++++
    ZUAÇAOOOO O TEMPOOOO TODOOO
    CERVEJAAA PRA CARALHOOOO
    VAO SE FUDE CAMBADA D FDP


  474. RAFAEL BARBOSA
    TU SABE BEM A LINGUA PORTUGUESA
    MAIS NINGUEM ENTENDE ESSA PORRA MEU FILHO
    SABER ESREVER E SE EXPRESSAR BEM E OS OUTROS ENTENDEREM
    NAO FICAR COM O DICIONARIO DO LADO PROCURANDO O JEITO MAIS DIFICIL


  475. VIVAAA O CARNAVALLLLLLLLLLLLLL


  476. Parabéns pelo post.
    Esse é o pensamento de todos que tem cultura e inteligência.
    Não dá pra se divertir com um monte de gente feia, fedorenta te empurrando e uma música tosca tocando !!!
    Música e atitudes de quem não tem educação e é porcoooooooo. Porco simmmm, só gente PORCA para gostar disso.

    O Brasileiro finge que é feliz, só consegue gostar de Carnaval e Futebol. Educação, saúde, segurança, cultura, salário dígno, qualidade de vida,………é tudo supérfulo, bom mesmo é Carnaval e Futebol.

    O Brasil está entregue aos vagabundos, aos bicheiros e traficantes que levam dinheiro todos os anos no carnaval. 80% do dinheiro do Tráfico é lavado no Carnaval……….e o povo pula, canta e compra abadá………

    Esse país é mesmo uma favela gigante e cada bala perdida, cada estupro, cada assassinato, cada latrocínio, cada crime é MERECIDO. Merecimento de um povo medíocre, preguiçoso e fanfarrão!!!


  477. Caracas!! Mais de 400 comentários??? Tá tarde, mas tá em tempo..rs.. Te acho um cara meio crítico demais, meio moralista demais, (“meio demais” é foda) e meio chato pra cacete… Você se acha, e, não sei se lembra, mas eu já te critiquei pacas aqui! Carnaval é um saco! No feriado desse ano, eu não tive grana pra viajar, a tv só passa merda, a internet só fala merda e brasília fica uma merda… ou seja, preferia que não fosse feriado… Ahh.. só pra constar, concordo em gênero, número e grau… o Foda é que um zé bostola já foi meu chefe em um órgão publico, pense. Não, não sou um idiota pra ter um ser desses como chefe, é a peixada que rolas nesses órgãos…

    Ps.: Ainda te acho um otário
    Ps²: Puta texto bom do caralho!

    ——————————-

    Pra você ver como até otários podem escrever bem.

    Eu sou um merda mesmo, mas vou melhorar, prometo. Quer ser meu chefe?


  478. Adorei seu post! Você escreve muito bem! Também não gosto de carnaval, essa época pra mim só serve pra descansar.


  479. resolvi escrever agora porque já começa realmente o ano agora.
    Porque não gosto de carnaval mais o descanso faz bem.
    Felipe o que você postou aqui se concretizou realmente eu sei que tem um monte de gente que adora o carnaval que ficou mordida.
    Basta olhar os jornais desde segunda tanta coisa que o carnaval representou brigas,violência e putaria.
    Essa será a mente de algumas pessoas? violência e putaria?
    Isso Felipe continue assim a verdade tem que ser dita.

    http://blig.ig.com.br/foxlose/


  480. Bom post! Parabéns…

    Eu adoro carnaval, sério!!
    Em todos os aspectos, veja bem:
    Minha cidade (Campinas/SP) já é lotada por natureza. Nesta época todos viajam e a cidade fica na PAZ!!!
    Não há muvuca nem foliões gritando nem nada.
    Os tais zé bostolas saem pra viajar ou pra folia e deixa minha cidade em paz!! É ótimo o carnaval, é lindo!! Uhulll!!
    Devia ter carnaval o ano todo, todos os dias e pra sempre!! Paz na minha cidade todos os dias, sem idiotas e foliões otários e mais mulheres charmosas e menos fúteis…

    … sonhar ainda não paga =D


  481. AUHEUHAEAAE, MEU DEUS DO CÉU!
    Que cambada de ignorante! Velho, se você tem corpo de vinte e mentalidade de quarenta, meus parabéns! Queria eu poder ser assim! Ainda tenho quatorze anos, mas mesmo assim, eu te admiro por ter a mesma idéia que eu tenho do carnaval!

    Realmente, cara, prefiro muito mais passar o carnaval com minha namorada do que pulando no meio daquele bando de putas e zé bostolas!

    Meus parabéns, cara! Seu blog está nos meus favoritos!


  482. pra começar esse comentario ridiculo: “uma analogia aplicada a 95% dos casos: o tamanho dos bíceps de um indivíduo é inversamente proporcional a sua capacidade intelectual. Quanto mais inchado, mais demente.”
    me mostre a pesquisa com fundamentos cientificos que comprove essa arfimaçao!

    outra para antes da falar das ditas “onomatopéias” vamos pesquisar sobre a historia do axé, nem sabe o que siguinifica zum zum baba, maibê dandá.
    o estilo de musica é o ideal ou entao vamo pular carnaval escutando , bee gess ,maria carolina, chico buarque e por ai vai. vai levar isso pra Bahia e Pernambuco, pior q já levaram.

    ja vi que o Brasil e o mundo ta cheio de “Putas e zé bostolas” cada vez mais tem gente de todas as partes indo pra esses lugares.

    o mundo ta cheio pessoas tao conservadoras meu deus, falam tanto das atitudes no carnaval, mas ficam em casa vendo filme de putaria, traindo o companheiro (a) e por ai vai.

    e outra nao tem idade pra pular carnaval, como dizia o poeta caetano veloso: ” atras do trio eletrico só nao vai quem ja morreu” eu mudo um pouquinho: quem ja mooreu e quem é ze buceta ,donzelo ,revoltado da vida e por ai. ( nada contra )

    vcs tem todos direitos de nao gostar e eu o de nao concordar né verdade, sao minoria mas tamo ai!

    sai do chao!!!!!!!!

    ——————–

    Que belo pataco de bosta esse comentário, hahaha.

    Cidadão, pesquise sobre o autor antes de chamá-lo de “ze buceta ,donzelo ,revoltado da vida e por ai”.

    Se não você acaba fazendo papel de idiota. =/


  483. opa
    para pesqeuisar basta colocar no google?

    bixo procurei no google aqui só to vendo uns videos aqui do youtube ( nao sei se é vc ), outros Felipe neto e teu proprio blog.

    mas por favor nao guarde magoas em seu coraçao.
    abraços!

    ————–

    ???


  484. Caro Autor, não sei sua religião, sua opção sexual, não sei nada sobre você. (nem pretendo) Mas acho que você estar sendo preconceituoso. Pois o carnaval além de tudo isso que você falou é acima de tudo um encontro de raças, religiões e ritimos, ou seja você não vai encontrar isso em lugar nenhum do mundo por que isso parceiro SÓ SE VER NA BAHIA .
    No fim de tudo entendo o seu lado, pois, no mínimo você deve ser um nerd querendo se apareçer fazendo um texto ridículo sobre o CARNAVAL!
    Obs: Espero seu comentáriozinho!
    Abraço!

    ——————–

    Desculpe, eu não faço comentariozinhos com pessoas que escrevem “querendo se apareçer”.

    Primeiro aprenda a escrever, depois tente argumentar comigo que responderei.


  485. vei!
    do mesmo modo que vc teoricamente pesquisou essas pessoas para chamar de “puta zé bostolas” e por ai vai eu posso usar essas nomenclaturas nao?

    inté mais! o proximo carnaval! alias nao tem micareta huauau!


  486. “Esses textos cabeça são tão ruins né?

    O lance é ver uma gostosa na foto e um desafio pra encontrar um carro no fundo.”

    É mais divertido do que ler um texto enorme no qual o autor é contra o evento mais alegre do país. ;/

    ——————-

    Te garanto que ao longo do texto você teve umas 10 oportunidades de parar de ler e ir para um blog de humor.


  487. Felipe,
    apesar de não concordar com muitas coisas que leio no seu blog, continuo gostando deste.
    Principalmente pelo seu português impecável, pelo seu sarcasmo e pelo seu humor…
    É incrível o número de pessoas que não conseguem interpretar um texto de leitura simples.

    O meu namorado é do tipo geração saúde, não deixa de ir para academia um dia sequer. Porém o próprio (que é provido de muita inteligência) diz que tem um grupo social na academia chamado “Sangue-sugas” ou “Marombas”, que são os mesmos que você denomina de “Zé Bostolas”; Os “sangue-sugas” são os que chegam na academia no mês de setembro e em uma semana já estão com os biceps que mal passam pela porta (devido a injestão de esteróides – e não ao esforço), estes quebram a academia, arrumam confusão o tempo todo e fazem contagem regressiva para o carnaval. Quando o feriado nacional dos Zé Bostolas passa, a academia fica vazia, com apenas alguns frequentadores (que fazem parte dos 5%).
    Os Sanguesugas-zébostolas-marombas-desprovidosdeinteligencias são facilmente indentificados, pois o lema deles é: “O negoço é pegá muié, bebê cai e levantá e mete a porrada mermoo”

    Parabens pelo sucesso do Blog…

    ————————-

    Camilla, gostei do seu comentário, mas só uma observação: academia não tem impacto na saúde (de acordo com cardiologistas do mundo inteiro), apenas serve para estética e resistência (caso ele seja um jogador, lutador, etc).


  488. Ae cara,concordo sobre sua visao..
    mas mudando de pato pra ganso..vc tem interesse em teorias conspiratorias?
    caso a resposta seja positiva,vc bem que poderia fazer alguns posts a respeito disso..
    aaah,seu sarcasmo e muito bom…
    hauhaua
    falou


  489. Está tão fora de momento que eu vou comentar, só para ser adverso ao óbvio. Eu não sabia que havia tantos “Zé Bostolas” administrando empresas e pós-graduados em Direito e Física Nuclear e muito menos, lendo e comentando seu blog. Será que isso é um dos requisitos pra ir tão longe, além de não ter idéia de como fazer uso adequado da língua portuguesa? E que não esqueçamos do nosso querido GEBA. E eu fico por aqui, mordendo e assoprando, agradecendo ainda pela democracia que permeia todas as ações da internet. Um dia eu amadureço e deixo de passar horas lendo os comentários do pessoal do carnaval, intelectuais de primeira, grandes pensadores da humanidade, totalmente endividados após a quarta-feira de cinzas, mas com grande propriedade da verdade e da razão. Texto maravilhoso o seu, um dos melhores que já li em termos de sensibilidade e crítica. Parabéns, seu viado, nerd, frango, bixinha fresca… (não conheço muitas ofensas, copiei estas). Valeu, cara!!!


  490. Que todos sabemos que esta “festa” e sodomia isto nos sabemos, entretanto, a pergunta que não me cala é o que estas pessoas estarão fazendo de suas vidas futuras, dos filhos do amanhã, que será destes cidadãos? Serão abandonados por falta de vínculo? Sim posto que será difícil criar vínculo onde à amoralidade impera, o equilíbrio exige no mínimo o respeito, entretanto, alguém “criado” nesta condição não terão a mínima condição de consciência, nem se trata de educação, o respeito hei o apelo que mantém deferências que permite refletir, é o disconfiômetro entre certo e errado, respeito e sodomia, o pior é que estas coisas que nunca tiveram família são as tais ovelhas negras, as laranjas podres, as ervas daninhas do jardim da humanidade. Não conhecendo respeito e morais são uns riscos para um ponto futuro não só da sociedade, e sim da humanidade. Será que alguém treinado nesta vida constituirão família? Como será a família para eles? Haverá consciência pra encarar esta que é a única sustentação da humanidade? Como encararão suas mulheres, seus maridos e seus filhos? Que serão os filhos de mentes tão depravadas pelo VÍCIO DO SEXO COMPLEMENTADO POR OUTROS? Sim, a testosterona, como qualquer estimulante vicia e desenvolve a tara, talvez um vetor da loucura. Alguém tem dúvida? E os filhos destas coisas serão filhos da… Pátria ou o que? Que droga de vida terão se desprovidos do respeito? Tem cara ai dando uma de João humano, de poucas palavras “pra não se entregar” que até parece equilibrado moralista, entretanto, o vento conta que não passa de ignorante amoral “antropófago” da própria sogra, cunhadas e por ai afora, que será a família para esta coisa que tem “Katsu” no alto da sinagoga? Que se pode se espera do fruto de coisas como esta; que animal travestido de humano? Coisa como esta existe aos montes, daí a vergonha da prostituição infantil, da Pedofilia da Sógrofilia etc. Isto é coisa da miséria, e a sociedade precisa parar com esta coisa de hipocrisia, o pior é que bestas como estas travestidas de João moral ainda dão seu pitaco pode? È, democracia é maravilhosa. Será que por saber se tratar de animal travestido de humano tenta disfarçar?
    Daí, é que começamos a acreditar que a humanidade não tenha dado certo e que estando no fundo do gráfico, só nos resta a solução aplicada sobre Sodoma e Gomorra, alguns dizer estar próximo só por conta de lixo como este? Lembro-me da explicação que o Arquicantor deu ao rapaz sobre a liberdade descrita no “Admirável Mundo novo do Huxley”, não poderá ser diferente, não será.


  491. Seu texto tem embasamento, porém é broxante ver que você escreve posts patrocinados de coisas que você não gosta e nesse mesmo post diz que Salvador é o melhor lugar para se passar um carnaval e ainda coloca fotos de uma multidão cheia de ‘Zé Bostolas’ e pessoas suadas pulando as músicas sem letras ‘só para dar o gostinho’ como se fosse algo que você acha realmente legal.

    Taí o link dito post: http://controleremoto.tv/blog/2008/11/passe-o-carnaval-em-salvador-com-3-amigos/

    Só acho que um post como esse da promoção Quarteto Elétrico, com as palavras de elogio ao carnaval de Salvador (ao meu entender, falsas palavras), não deviam ser criados por você, afinal, inconscientemente você está enganado seus leitores.

    De qualquer forma, o texto é bom, e o blog também!
    Parabéns!

    ——————————————–

    Quando escrevi o post de Salvador, tinha outra mentalidade. Hoje teria escrito de maneira diferente.

    Ponto final.


  492. Mesmo gostando do Carnaval, achei esse post sensacional. Um dos melhores que já li aqui no CR.

    Tu escreve “muito”! Parabéns!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: