h1

Ídolos de Esgoto

31 de março de 2009

Certa vez, aos onze anos de idade, fui presenteado com um livro infantil. Chamava-se Harry Potter e a Pedra Filosofal, onde um personagem feio e magricela aparecia na capa voando em uma vassoura e tentando capturar uma bolinha dourada com asas. Minha reação, como a de quase todo jovem aos onze anos, foi simples:

“Bah, livro” – E soca-lhe no armário.

Não levou muito tempo até que, por indicação de um coleguinha de sala, surgisse o real interesse de, pela primeira vez na vida, ler um livro inteiro que não fosse obrigatório para alguma prova. Lá fui eu deflorar as inocentes e maculadas primeiras páginas do que veio a se tornar o “abrir de portas” para uma vida muito ligada à leitura e prática da escrita. O mais interessante, contudo, foi ter a oportunidade de ler o primeiro livro aos 11 anos, mesma idade do próprio personagem. A partir daí, um livro por ano e a sensação de ver meu próprio crescimento adolescente incutido numa obra literária de fantasia.

Pois bem.

Infelizmente, a esmagadora maioria da população brasileira possui o péssimo hábito de ignorar a leitura e viver numa realidade puramente audiovisual, fundamentada por novelas, programas de humor rasteiro e inútil (como Zorra, Casseta e adjacências) e, logicamente, o Big Brother Brasil.

Para se ter uma idéia, enquanto a média dos países mais desenvolvidos beira 10 livros lidos por ano para cada pessoa, no Brasil esta média fica em 4,4 por ano. O resultado é notório, um povo sem informação, sem crítica, sem espírito de mudança, sem questionamento e extremamente supersticioso.

Juntamente ao fato da falta de informação e interesse por aspectos sociais, econômicos e políticos, vemos cada vez mais um povo que tende à formação de ídolos de esgoto, tais como: Íris Stefanelli, Dado Dolabela e Fani. Dentre os quais, vale ressaltar, dois são ex participantes do BBB. A senhorita Irislene Stefanelli, por exemplo, é detentora de um dos maiores fã clubes de internet do país.

Agora pergunto-lhes: que outra nação do mundo deteve ex participantes de um reallity show bobo e passageiro, como ídolos nacionais? Nem mesmo países da África. Somente um povo extremamente carente de intelecto poderia eleger a este status uma mulher sem absolutamente nenhum talento. Que dirá duas.

Mas, afinal, onde quero chegar falando do problema da falta de leitura e a criação de pseudoídolos de esgoto?

Simples, a prova de que a falta de interesse pelos livros não é um fator puramente social, mas sim individual, movido por uma preguiça inaceitável, numa sociedade que simplesmente se recusa a crescer e luta com todas as forças para permanecer na ignorância. Vide fato abaixo.

Fani lança o livro “Diário Secreto de uma Ex BBB”, sua autobiografia.

Ao ler tamanha palhaçada, quase fiquei louco. É o fundo do poço, mais uma vez. Aliás, o fundo nós já atingimos faz tempo, essa é mais uma perfuração além do citado patamar. As esperanças praticamente morrem.

Para piorar, ela vai além. Não bastasse uma ex-bbb insignificante escrevendo sua autobiografia, ela teve que mostrar ainda mais a capacidade brasileira de ser manipulado. A capa do livro, absolutamente sem explicação, é ela… Nua! Haha!

Podem ter certeza, este livro estará na lista dos mais vendidos durante vários meses, pois este é o nosso povo, esta é a nossa nação.

Orgulhamo-nos tanto do calor brasileiro, da receptividade e simpatia que observamos diariamente… É, pois é… Sabe o que dizem: palhaço está sempre sorrindo.

Anúncios

135 comentários

  1. Vocês repararam o pé esquerdo dela? que zoado.


  2. Fato! A nossa população não tem o hábito de ler

    Tudo começa pelo jeito
    como tratamos os livros:
    “Uma coisa sem fotos, só palavras, uma chatisse só”

    Depois, somos obrigados a ler os clássicos da nossa literatura, para provas na escola e etc.
    Ok, não estou falando que são ruins.
    É preciso ter ja esse hábito, para depois saber apreciar obras desse tipo
    Nem sempre são obras que vão aguçar quem ja nao é leitor à ler mais livros

    Eu não tinha esse hábito, até uma tia me recomendar um livro comtemporâneo
    A partir daí, peguei gosto pela coisa xD
    Livros são como filmes, todo mundo gosta, basta achar um de seu estilo, que nunca mais largará esse hábito

    PS: Eu não acho que esse livro da ex-BBB vá vender tanto, o público leitor, que tem mais embasamento sabe distinguir o que é bom, do que não é.


  3. Alguém vc tem que elogiar…
    Os marketeiros dela são muito bons…


  4. Não costumo e não tenho tempo de acessar a internet, ( pois quando não estou trabalhando, estou lendo), e meu filho me chamou a atenção para seu artigo e fez-me le-lo. Pois é justamente o que prego junto a meu circulo de amigos, vivemos num país de ignorantes culturais, para você ter idéia não sei quem é a pessoa citada na matéria, será que sou inculto???.
    Abraço, sucesso e parabéns pelo artigo.
    Tony.


  5. Desesperador mesmo… Eu amo ler, desde pequena, e como vc comecei lendo Harry Potter, mas acho que as escolas deveriam colaborar mais com o raro gosto de alunos pela leitura, eu comecei com HP e não parei mais, melhorando a qualidade dos livros que lia. Mas se fosse depender dos livros pseudo-educativos que obrigam as crianças a na escola, talvez demorasse ainda mais para descobrir a minha paixão. Essa semana mesmo, meu irmão estava sofrendo pra ler algo intitulado DOM QUIXOTE ECOLOGICO…
    Assim tambem, e queda livre, depois do fundo do poço…


  6. hahahahaha… a capa do livro pode mto bem ser descrita como “a cereja do bolo”… como se não bastasse um livro inútil, ela tem q estar nua pra chamar a atenção… bom, se pelo menos 1% dos imbecis q comprarem isso criarem o hábito da leitura a partir dele, com ctz isso já terá alguma serventia


  7. é pior q éssa e realmente a realidade brasileira, eu tenho 14 anos e meu primeiro livro tambem foi hary potter, hj em dia leio muitos livros e nao me arrependo disso.


  8. critica critica mas vai correndo quando chamam pra festinha de lançamento de novelinha da globo..

    Você reclama demais rapaz.

    ————————————————–

    Uma coisa não tem ABSOLUTAMENTE NADA a ver com a outra. Mas absolutamente NADA!


  9. Eu normalmente não concordo com a agressividade com que você às vezes trata diversos aspectos do Brasil porém neste tópico, meu caro… acredito que você foi até “legalzinho”.
    Parabéns, pura verdade e fruto desta cultura impregnada há gerações.


  10. Felipe você sempre faz críticas ao que é fácil ser criticado. E pra mim isso não acrescenta em nada na vida de ninguém, já que tudo o que você fala aqui é o que os moralistas de plantão e intelectualóides falam, não que você seja um, mas você critica as mesmas coisas do mesmo jeito
    Desculpe se na primeira msg eu fui um pouco mal educado

    ———————————————

    Você pode considerar isso, mas não é o que o feedback me apresenta. As verdades ditas simples aqui, pra você, podem não ser tão simples para a maioria. E é exatamente isso que percebo. De qualquer forma obrigado pela crítica.


  11. Eu comecei a ler graças a uma grande professora que eu tive na 3ª serie
    1 vez por semana ela lia um pedaço de um livro para a turma (o livro era um de bruxas que transforman crianças em ratos– virou filme), nessa idade fiz uma conta na biblioteca do cologio e lia quase que mensalmente um livro do pequeno vampiro (também virou filme, e não encontro mais o livro ).
    Cheguei na 4ª serie e mais uma professora totalmente brilhante, fã incondicional de monteiro lobato, nos fez conhece-lo quase que na marra, mais uns otimos livros, chegou inclusive a nos incentivar a fazer nosso proprio livro, que se alguem for na biblioteca municipal de jundiaí ira encontrar lá uma versao dele.
    Na quinta serie conheci harry potter, mas só no cinema, li o 2° livro(que era o filme que estreava na epoca).
    Sexta serie, tava mais interessado em garotas que em livros.. longo periodo sem livros.
    E acredite se quiser , voltei a ler em 2005 com Paulo coelho, “O Alquimista”, dali pra cá venho lendo sempre que dá ou aparece algo interessante, só diminui um pouco quando adquiri banda larga , ai conheci o mundo das series e…
    Bom ai é outra historia .

    gostei tanto do seu texto que não me contive. aceite como comentario se quiser.
    só de fazer o texto me sinto satisfeito, obrigado pela sensação.


  12. É o que eu vejo, o unico assunto que as pessoas perguntam no dia é; quem saiu do bbb? é extremamente ridiculo, as pessoas estao tao entediadas com suas vidas, que preferem ver uma casa cheia de cameras que filmam PARTICIPANTES presos de uma CASA! Em vez de olhar em volta


  13. QI iris ; 30


  14. Cara, tenho como ídolo o Humberto Gessinger, é um dos mais cara inteligentes da música brasileira. Já li poucos livros, leio mais na net mesmo, livro mesmo, raramente.


  15. “Uma coisa não tem ABSOLUTAMENTE NADA a ver com a outra. Mas absolutamente NADA!”

    Como não?!?! E dá-le falar mal de novela mas tava lá abanando o rabo. Nada contra, eu iria também, mas depois não vai ficar pagando de intelectualóide anti-globo.

    —————————————–

    Puta merda, eu participar de uma festa da Rede Globo influencia, em algum aspecto, na obra ou no resultado desta para o povo brasileiro?
    Além disso, não é de toda novela que estamos falando aqui, existiram muitas novelas de cunho positivo e que colaboraram com a sociedade brasileira, mesmo sendo minoria.

    Odeie a mensagem, não odeie o mensageiro. Os atores, artistas, autores e etc que participam da produção de uma novela não são os culpados por toda esta merda que podemos presenciar. Eu sou ator, eu faria uma novela, porque infelizmente a vida é um jogo onde é necessário saber jogar, caso contrário você se torna um ítem excluído do sistema.

    É o famoso “não vou tomar cocacola para não colaborar com o capitalismo selvagem” – Pff. Essa sim, atitude de pseudo-intelectualóide.


  16. Pelas coisas que tu escreve já dava mesmo pra imaginar que não era muito chegado à leitura. De todo maneira, o que é isso: “Agora pergunto-lhes: que outra nação do mundo deteve ex participantes de um reallity show bobo e passageiro, como ídolos nacionais? Nem mesmo países da África.” NEM MESMO!!! Seguindo o exemplo do nosso presidente com aquela história de “nem parece cidade africana”?

    ——————————————-

    Cara, você conseguiu bater o recorde de péssima interpretação de texto!

    PARABÉNS!!!


  17. Nossa, por essa eu não esperava.
    O que ela vai contar na autobiografia dela?
    Os 10 meses que passou na casa? [ ou mais, ou menos, qto dura msm o BBB? ]
    Como a vida dela era normal antes, e como é agora que ela tem os 15 minutos de fama.
    É fia, aproveita o embalo.
    A foto da capa,foi uma grande sacada, admita! hahahaha
    Venho acompanhando seu blog há um tempo.
    Mas só hoje resovi comentar.
    Tbm comecei com Harry Potter, ganhei de natal. Comecei a ler na noite de natal mesmo.
    A festa na casa da minha tia estava um saco.
    E desde então, sonho com minha biblioteca particular, e meus olhos brilham qdo entro numa livraria.
    Pro meu ex, deveria ser um suplício qdo eu parava pra olhar os livros.
    Enfim, estou me desviando totalmente do foco (:
    Parabéns pelo blog, de verdade.
    Não interessa que você seja grosso às vezes, eu acho que esse é o seu espaço e você se expressa como quiser.
    E às vezes, fala por muitos quando se revolta.
    Abraço, boa noite (:
    p.s: A propósito, acabei de ouvir os gritos da vizinhança, afinal, hoje é dia de paredão não é? ¬¬’


  18. Concordo plenamente.

    Só faço uma ressalva. Esse brasileiro mítico que você citou no final do texto, cheio de qualidades como hospitalidade, amizade, dedicação ao trabalho, etc é uma deslavada mentira.

    O brasileiro é vagabundo, desonesto, pilantra e trapaceiro. Adora dar informação errada no trânsito, não devolve troco errado e abusa de qualquer privilégio que lhe for oferecido.

    Por isso somos este país de merda, apesar de termos uma população enorme e estarmos deitados “em berço esplêndido” sobre inúmeros recursos naturais e solo fértil…


  19. idem quanto à história do harry potter! Podem falar o que for do livro, mas ele seduziu muitos adolescentes da nossa geração a adquirir o hábito da leitura. Afinal, era preciso fazer alguma coisa enquanto não publicavam o livro seguinte, então ia lendo outras coisas! Melhorei até meu inglês lendo alguns volumes antes da tradução para o português.

    Posso estar dando uma de cega, mas duvido um pouco que esse livro aí da ex-bbb venda bastante! Primeiro porque o público dela não é lá muito leitor, e segundo porque essa categoria de celebridade tem prazo de validade de 1 ano, e salvo engano, a tal bbb já está vencida! Pelo o que me consta só a grazi e a sabrina ”deram certo”.


  20. O problema de falar que você gosta de HP é quando te falam em resposta “AH NÃO CREIO! ISSO É PARA CRIANÇA”. Eu sou, então, uma criança que gosta de ler, principalmente Harry Potter. Mas a mediocridade é uma coisa massiva, infelizmente.
    Ótimo post, como sempre.


  21. Eu leio muitos livros e quando vejo pessoas que não costumam ler é demais, falta assunto é o pior de tudo dizer que você é o sabidão.
    Odeio bbb, odeio tv.
    O tempo gasto assistindo novela ou vendo bbb, leio bons livros.


  22. Como dizia Rachel:

    “Fundo do Poço

    15 metros de merda

    Brasil”

    —————————————–

    Excelente referência. Vou aproveitar e assistir a um episódio agora.


  23. Concordo plenamente com a Flavia. Alias, um xará dela, Flavio Lamenza do Chongas certa vez disse que a J.K Rowling, autora da serie HP é sempre muito criticada e tals mas, que na opinião dele (e confesso que na minha, qualquer pessoa que consiga motivar milhões de crianças na faixa dos 09 aos 17 a adquirir o habito da leitura merece no minimo uma estatua em sua homenagem.


  24. O POVO brasileiro realmente não tem o hábito da leitura ,pois trabalho em uma biblioteca e testemunho de perto o fato, mas perguntem sobre que está no paredão do bbb ,bom o que nos resta senão lamentar ,mas ainda existem pessoas com cultura e oportunidade,pois sim o hábito da leitura também depende da oportunidade e incentivo ,e esse incentivo começa em casa com os pais e na escola.Vamos torcer pra que o nosso país não continue formando uma geração de tolos alucinados por tv e por toda bestera que ela produz. E CERTO QUE A TELEVISão tem seu lado bom ,mas a grande parte dela é dedicada a uma série de coisas inuteis e muitos acabam se deixando influenciar e ali vivem no mundo vazio….

    BOM EH ISSO

    FELIPE FAZIO UM TEMPINHO QUE NUM PASSAVA AQUI MAS O BLOG CONTINUA SUPER LEGAL

    PARABÉNS GAROTO \o/


  25. Excelente, camarada…

    Situação impressionante…

    Até poderíamos ter algum humor negro e dizer:” Bem, o livro é uma merda mas pelo menos o povo vai ler alguma coisa”.

    Aliás, imagino que não dá sequer pra se comemorar essa média de 4,4 livros por ano dos brasileiros, afinal, lendo a lista de bestsellers vemos desgraças do tipo Paulo Coelho, livros de auto-ajuda e baboseiras do tipo…

    A média deve ser beeeeeem menor… Eu estou entre os que Leem mais de 30 livros por ano, sem dúvida eu e muitos do mesmo tipo, ajudamos a manter a média que, sem duvida, poderia ser MUITO pior…


  26. Realmente, a falta de cultura do povo brasileiro é realmente uma vergonha, começamos que ninguem aqui foi criado para a leitura, somos robotizados para vermos TV, não para lermos, assim como diversos amigos meus dizem, ora pq q eu vo le se logo sai o filme?

    Costumo indicar, para que assistam o filme e leiam o livro também, e verão que os filmes são realmente uma droga. Filmes como o Senhor dos Anéis (Qualquer um deles, todos são horriveis perto do livro), O Código da Vinci. Esse são so alguns exemplos de bons livros que se tornaram pessimos filmes, e fazem sucesso.

    Eu costumo indicar alguns livros para quem não gosta da leitura, e indico principalmente Harry Potter e a Pedra Filosofal, pra mim também foi o livro que me mostrou o quão atrativo é o mundo da leitura, lógico fui induzido pelo meu irmão, um cara fanatico por leitura, chega a ser meio doente, e aposto que ele passa essa media europeia de leitura ai em cima :).

    Eu acho engraçado como a leitura é desencorajada, no meu ensino fundamental, a gente era obrigado a pegar os livros para ler, sabe quantos eu li? NENHUM.
    So come’çei a ler a hora q eu me interessei pela leitura.

    Parando por aqui, excelente texto Felipe, meu Parabéns.


  27. O maior fato que destroi o gosto pela leitura é a obrigatoriedade da mesma, tornando a leitura um trabalho chato ao invés de um prazer inenarrável.
    Queria eu aos 11 anos de idade ter descoberto o prazer da leitura, mas aos 11 anos eu era completamente avesso a livros, pois ler um livro em um exercício escolar era uma experiencia estafante. Porém aos 17 anos, ao passar de frente para uma livraria me vi curioso, e ao entrar e ler a contracapa de um livro chamado “Veneno Verde” de Patric Nottre, fiquei absurdamente apaixonado, e peguei o melhor dos vícios.

    Um país que para ser Gari é necessário o ensino médio e para ser presidente a pessoa pode ser semi-analfabeta….. Só pode realmente ser um país vergonhoso. Vergonhoso e hipócrita em todos os termos, a lei so deve ser cumprida até aonde nos convém, a corrupção tem que ser combatida nas maiors esferas do poder, mas sempre oferecemos o famoso “cafezinho do guarda”. É o famoso jeitinho ridículo brasileiro que nos faz retroceder…..

    Qual a credibilidade do palhaço???


  28. “Odeie a mensagem, não odeie o mensageiro.”

    Sim sim sim, estes autores são GÊNIOS. Atores então, minha nossa! Titãs andando pela Terra.

    É o “marketing cultural” que eles fazem não? Põe um cara com AIDS novela das 9 pra abrir uma ‘discussão’ rasa e vazia sobre o tema e tá tudo perdoado. Novela é lixo, soap-operas em qualquer lugar que não seja essa américa latina fedorenta é sinônimo de péssima televisão.

    E cria estes celebridades de esgoto que tu tá criticando tanto.

    ——-

    “Puta merda, eu participar de uma festa da Rede Globo influencia, em algum aspecto, na obra ou no resultado desta para o povo brasileiro?”

    Pelo menos o cara do Kibeloco, que é funcionário da Globo (roterista daquela bosta do Zorra Total não?), ele deixa QUIETO, fica pagando uma de MORALISTA. Já falei, não incomoda em nada a relação com os veiculos. O problema é ficar aqui pagando de gatão reacionário intelectualóide.

    (aliás, foi o primeiro post meu que vc aceitou, valeu)

    ——————————————

    E como seus argumentos são extremamente rasos e somente apertam a mesma tecla ao invés de tentar rebater o que eu disse, garanto que foi seu último comentário aprovado.


  29. Primeiro – critica critica mas vai correndo quando chamam pra festinha de lançamento de novelinha da globo.. [2]

    Se vc não gostou do livro não leia,simples assim. Suas criticas não vão faze-la não publicar o tal livro.
    E se vc acha mesmo o povo brasileiro “ignorante” não entendo pq vc continua postando pra essa gente “burra”, meu, se muda, vai pra outro país ja que vc tá tão insatisfeito assim….não perca seu tempo…..

    ——————————————-

    Desculpe, só troco argumentos com quem se qualifica como respeitável.

    Tente novamente na próxima.


  30. Legal Felipe….

    Acho que a leitura é fundamental para o desenvolvimento pessoal, mas não adianta ler só rótulo de shampoo né…começei cedo com ” O Pequeno Príncipe”, “Fábulas de La Fontaine” entre outros… hoje acabo me prendendo apenas ao jornal e os livros da faculdade…

    Olhando a foto da capa do livro( o que não faz uma pessoa para se promover …), fico imaginando a qualidade bibliográfica do tal diário da ex-BBB…tem pessoas que tem forma…mas não tem conteúdo…um rostinho bonito(bem maquiado) e uma cabecinha vazia…é o que aprecia a massa, infelizmente….

    Sem querer ser/parecer moralista, intelectual(até pq tenho que “pedalar” muito pra isso) concordo em gênero, número e grau como que disse…dedicamos pouco tempo e nossa memória é curta para os fatos realmente importantes(impunidade, corrupção, abusos de poder, violência, fome…) mas para “cultuar” os “ídolos de esgoto” sempre há tempo…

    Brasil Brasil…

    Parabéns (denovo) pelo blog
    Adoro
    Bjs
    PS: Casa comigo?

    ————————————————-

    😉


  31. No começo do texto pensei que você fosse falar mal de Harry Potter! Humpf! rsrs
    Conheço várias pessoas que dizem que não gostam de ler, que é uma chatice, que livros são cansativos e blá, blá, blá.
    Mas fala da novela ou do BBB, ele te conta tudo desde o primeiro dia.
    Pela capa do livro dela, já temos uma ideia do que vem por aí…


  32. Mas eu ainda acho que não se pode colocar a culpa na pessoa em si… O problema todo é a como nossa escola forma esses leitores… Colcoando escritores de linguagem difícil para alunos com 14 anos, sem experiência nenhuma de leitura.

    http://viagemaleatoria.wordpress.com/2009/03/25/como-ler-e-se-afastar-da-leitura/ -> justamente sobre a falta de interesse pela leitura…

    http://viagemaleatoria.wordpress.com/2009/04/01/o-problema-da-facil-assimilacao/ -> justamente sobre o problema da fácil assimilação.


  33. É verdade, brasileiro não lê.

    Não há nem o que discutir sobre isso.

    Eu, felizmente, tenho um grupo de amigos com o qual posso discutir cultura, música, literatura, história, quadrinhos, etc, sem problemas, e agradeço muito a eles por isso. Às vezes é um saco vc ler uma boa obra (ou outra manifestação artistica e/ou cultural) e não ter com quem discutir, comentar, etc.

    Engraçado foi quando fomos assistir o filme do Watchmen, que foi uma porcaria por sinal, inclusive com uma mudança no final da história. Saimos do cinema discutindo esses fatos, e eu reclamando pq a mensagem final do filme (diferentemente da HQ) é cópia cuspida e escarrada do final de um dos melhores livros que eu já li: “o cair da noite” (título original “Nightfall”) de Isaac Assimov (considerado o maior QI do século passado) e Robert Silverberg, lançado em 1943. E começamos a comentar sobre assimov, robótica etc enquanto iamos para a fila pra pagar o estacionamento do shopping, e todo mundo em volta olhando pra gente como se fossemos alienígenas discutindo algum assunto tão avançado que lhes faltava compreensão. Infelizmente, a maioria foi ao cinema assistir este filme só pra ter uma desculpa pra ver sangue e violência gratuita (que não tem na HQ), efeitos especiais mirabolantes e comer pipoca.


  34. Continuando o meu comentário…

    Contudo, devemos lembrar do velho ditado: “não julgar um livro pela capa” (se bem que nesse caso, fica difícil mesmo, um livro que tem q apelar pra uma capa com a autora nua pra vender não deve ser dos mais brilhantes mesmo…)

    Pq eu falo isso?

    Pq eu tive muito preconceito em ler o livro da bruna surfistinha. Pensei: que porcaria, pq eu perderia meu tempo pra saber de fofocas de uma garota de programa e com quais personalidades ela trepou.

    Porém, o livro apareceu aqui por casa (acho q algum amigo ou amiga do meu irmão deixou por aqui) e eu estava sem nada novo pra ler, resolvi dar uma chance à Bruna. Sim, como eu esperava, o livro não é um primor de literatura, mas ele teve algo cativante que me conquistou: é uma narração “nua e crua” (olha o trocadilho =P ), sem maqueagens ou eufemismos, de como era a vida da autora antes e depois da prostituição, o que a levou até ali, e o que ela teve que passar (a passagem sobre o “vintão”, embora simples, me convenceu que eu não estava perdendo meu tempo lendo), o uso de drogas e as práticas e desejos estranhos de alguns de seus clientes, às angústias por sua cituação, uma reflexão muito verdadeira, corajosa e humana sobre a condição humana da autora personagem.

    Enfim, não era, e nem será, um clássico literário, mas foi uma leitura muito verdadeira e reveladora, que me deixou extremamente satisfeito como leitor e como humano, da mesma forma que o “soco no estômago” que foi assistir a “ensaio sobre a cegueira” no cinema.

    Gostaria muito que esse livro dessa desconhecida do BBB fosse assim tb, pois, como diz outro ditado: “há males que vem para o bem”.


  35. Diário secreto de uma ex BBB?? ahuahuahuhauhuahuhua Francamente, o que essa mulher é capaz de escrever? Obviamente que o livro deve estar no auge de vendas, o povo é besta pra caramba e muito modista… isso chega a ser um pouco irritante. Assim como você também comecei a ler graças a obra da fantástica J.K Rowling… a princípio odiei o livro, hoje sou apaixonado por toda obra e pela leitura de um modo geral. Aprendi a conhecer novos autores e ler coisas diferentes;

    O mundo só vai pra frente quando as pessoas pararem com a mania de dar ibope para o que não presta. (ou seja… hehehehe).
    Meu caro, se a mulher é bonita e gostosa já é o suficiente… o cérebro não é importante, veja como exemplo a Sabrina Sato e até mesmo a Iris. Yes peitão e bundão! No brain; e a gente segue em frente =P

    Abração e parabéns pelo post.
    =]


  36. Hey, beibe…na minha cidade é 6 por habitante!!! \O/
    falando sério….ainda acho que é pouco
    Capital Nacional da Literatura!! – Passo Fundo/RS


  37. Concordo com tudo isso, impressionante como ex-BBBs viram ídolos! Santa idiotice!

    Eu pessoalmente não tenho um hábito de ler livros mas leio muitas HQs, sou fã mesmo (Marvel e DC)


  38. Essa sua média de 4,4 livros ainda é alta, pois nessa terra só se faz pesquisa por amostragem. Se for pesquisar prá valer, mesmo, a média cai assustadoramente.


  39. Ler blogs como o seu, por exemplo, carrega um português espetacular nos textos, Sedentário, Caixa Preta ja são de grande ajuda para o povo. Porém a internet ainda não é viável para todo mundo, mas jornais, revistas INTERESSANTES e livros estão ai para quem quiser.

    A falta de cultura esta na mente de quem não abre os olhos.

    Abraços


  40. Felipe, sem querer te agredir, acho que faltou você comentar o seu tardio interesse por livros, e aparentemente, por conta própria. Os livros devem ser incetivados pelos pais desde quando se é praticamente bebê. Tenho o hábito da leitura desde quando me entendo por gente e quem foi meu incentivador foi meu pai, que à moda antiga lia os livros infantis para mim. Meus sobrinhos, antes mesmo de aprenderem a ler, tinham um interesse muito grande por gibis, e eu perdia horas explicando a história para eles. O maior orgulho do meu sobrinho, foi me mostrar que ele conseguia ler sozinho e hoje, tudo o que dou para ele, ele come com os olhos. Questão pura e simples do hábito.

    Não condene pessoas pela falta de interesse em ler, você também foi um deles. Foda-se a escola, a leitura começa pelos pais, não pelos professores.

    E se a Fani nua desperta interesse de pessoas por livros, você acaba sendo incoerente em seus comentários, pois se ela chega a lançar um livro, é sinal que existe público para isso. Esse mesmo público que lê a Bruna Surfistinha ou livros de auto ajuda, a massa é grande, meu caro.

    Concordo com os ídolos de esgoto, que a televisão deteriora a mente de quem vê, mas acredito não ter nada a ver com o hábito da leitura e sim com as escolhas de seus livros. Conheço muita empregada doméstica viciada em Sabrina (aqueles romances de banca de jornal), a lá de casa leva minhas Super Interessante para a casa dela, para os filhos lerem.

    Acho também que as pessoas deveriam se distrair com coisas mais inteligentes do que BBB ou novelas, mas isso é particular demais e não vou subestimar ninguem. Porque cada um se interessa pelo que quer. Existem pessoas que seguem a sua linha de raciocínio e existem outros seres pensantes. Seres pensantes que se distraem de forma diferente da sua. Existe fã clube para todo mundo, inclusive para você.

    ————————————————

    Filhota, por favor… 11 anos estamos falando de uma criança, você acha mesmo que eu ter começado aos 5 com livrinhos infantis teria feito alguma diferença no meu interesse por leitura hoje? Porque maior não pode ficar.

    Então, não, não concordo com você e não acho que uma criança de 11 anos lendo livros seja uma coisa tardia.


  41. …Acho que sou um um item excluído do sistema…

    “Conhece-te a ti mesmo” disse Sócrates… Mas é um pouco mais complicado do que parece…


  42. Quando ouço alguém dizer “Livros são uma droga!”, não deixo de concordar nem um minuto. Como drogas, eles viciam e depois de um tempo você sai em busca de algo mais forte. Não consigo imaginar minha vida sem os livros, me dá calafrios.
    Como diria meu finado pai “Essa é a mágica dos livros: o escritor passa a vida dele escrevendo, em dias você lê e aprende o que ele aprendeu em anos.”
    O problema é que cultura é cara neste país e livro não é exceção. Fico doida quando algum está por 30 reais, super barato! Alguns ficam estupefatos com o dinheiro que gasto em livros, mas e daí? Há mulheres que gastam mais em sapatos! Aliás, deixo às vezes de comprar roupas para comprá-los, para o desespero de minha mãe.

    E alguém aí acreditou que Fani realmente escreveu um livro? Correndo o risco de parecer presunçosa, eu acho que não. Pagaram algum pobre infeliz para fazer isso. Ela só deu o titulo muitíssimo criativo e está ali pelo marketing, a capa que o diga.
    Finalmente, eu gostaria de perguntar, como mulher, se essas moças são realmente os modelos femininos que devemos seguir. Como foi dito mais acima “Yes peitão e bundão! No brain”.


  43. Para começar, a forma como você se refere a mim, “Filhota”, já denota um incômodo em minhas palavras. E sim, faria um grande efeito em sua formação se seu interesse por livros começasse desde cedo. Eu, com 11 anos de idade me intitulava anarquista e era fã de carteirinha de Mario Quintana, Fernando Gabeira, e até Stephen King… Arrotava livros e política, sabia o que era bom ou ruim para mim, e Harry Poter era só um imbecilzinho que virou moda… Out!

    Seja humilde Felipe, diga que sim, foi tardio, mas que ainda bem que surgiu esse interesse, mesmo que por influencia de um coleguinha de sua idade (que ele sim, teria o hábito de ler desde cedo, e deve ter idéias fantásticas sobre a vida). quem sabe você faz outro post contanto seu exemplo, antes tarde do que nunca. Sua agressão não me diz nada.

    ————————————————-

    Hahahahahahahahahhaahhahahahahahahhahahaha


  44. melhor que o post.. só os comentários 😀 nem perca seu tempo respondendo alguns, Felipe =) como alguns comentaram e reclamaram, mas continuam assíduos do blog. ¬¬ que nada, melhor pra ti 😀
    gostei, concordo. :**


  45. oi felipe. leio com frequência seu blog, mas acho que é a primeira vez que comento. concordo com o que disse, no brasil são poucos os que têm o hábito de ler…eu tenho, gosto muito. mas o problema é mais feio do que parece. a princípio parece que esse desconhecimento do prazer de ler pertence à grande massa…mas isso não é tudo. faço mestrado em uma universidade bastante conceituada e são poucos estudantes daqui que gostam de ler…e os que gostam ainda optam por livros de auto ajuda e desse tipo que vc comentou aí (mas qto ao gosto eu já desisti, se lê, mesmo que seja porcaria, já acho bom, hehehe).
    qto aos programas “porcarias” de televisão…aí sou suspeita pra falar. amo reality shows…e, atualmente sem tv a cabo, me rendi ao bbb. não gasto dinheiro em ligações nem idolatro nenhum participante, mas acho que os realities são ricos para estudo dos homens, de como reagem a situações adversas…e acredito que há ainda mto preconceito sobre esse tipo de programa.
    valeu!


  46. […] dois textos, escritos por pessoas diferentes e em blogs diferentes, se complementam. O primeiro trata do motivo pelo qual o Big Brother (e a televisão, em geral) não presta. O segundo fala que […]


  47. Olá! Eu sou o autor do texto “Maldito BBB (e seus odiadores)” http://dialetica.org/malditaculturapop/2009/03/30/maldito-bbb-e-seus-odiadores/ que foi contraposto ao seu no blog Café com Pão. http://cafecompao.acholegal.com/?p=1085

    Achei curioso o fato de nós dois termos abordado o mesmo tema, quase simultaneamente, com opiniões tão opostas. Não que eu considere as pseudocelebridades produzidas pelo BBB um time de gênios. Não é isso. Mas eu defendo que não há problema em assistir ao programa como meio de entretenimento. Todos devem procurar aprimorar sua formação cultural, mas o entretenimento também é uma parte importante de nossas vidas. Se você e seus leitores perderem um tempinho lendo o meu texto entenderão o que eu quero dizer.

    Quanto ao hábito da leitura, ele é fundamental. Mas se o objetivo é aprimorar o espírito crítico, a formação intelectual etc, será preciso muito mais do que Harry Potter, Código Davinci e HQs para isso. Eu, pelo menos, considero essas leituras lights também como forma de entretenimento, assim como o BBB, as novelas, o Twitter, os blogs e toda a cultura pop.

    ————————————————–

    Em momento algum eu me coloquei CONTRA o BBB, porém as pessoas assistem da forma errada.

    Eu assisto BBB para analisar o comportamento individual dos confinados e para observar os impactos do programa na sociedade. Por exemplo, para mim é MUITO interessante ver um povo ignorante que se identifica em níveis absurdos com pessoas BURRAS, como é a Ana e tantos outros integrantes que passaram pelo programa. É um fato social consolidado entre os brasileiros e muito, muito perturbador.

    Porém, infelizmente, para essa massa, o programa acaba tendo um resultado negativo, pois o nível intelectual é baixíssimo, logo as pessoas com capacidade de questionamento e diferenciação assistindo ao programa são realmente muito poucas. Ele acaba sendo um ópio negativo para o povo. Muito embora, repito, não seja de todo mal.

    E sobre leitura, você está com uma análise completamente rasa sobre a questão. Livros de romance não são nem 10% dos livros que leio, gosto muito de ler sobre sociologia, filosofia, antropologia, economia e psicologia.


  48. Olá Felipe,

    Ao contrário da leitora que disse que seu interesse por livros (aos 11 anos) foi tardio, eu “disconcordo” rsrs….acho que foi até cedo. Passei a ter real interesse por livros no final da adolescência, tanto para entretenimento, como para adquirir mais conhecimentos e senso crítico.

    Infelizmente em nosso país a falta de interesse pela leitura é muito grande. As pessoas preferem as tosqueiras da TV que você citou, em detrimento de uma boa leitura, algo enraizado na cultura e refletido na própria capacidade (péssima) de escrita das pessoas e quase nenhum senso crítico.

    A grande fonte de informação do povo é a TV, e com um baixo senso crítico dos mesmos, (quase) tudo que veêm na TV é tido como a “verdade”.

    É triste a colocação em um pedestal de pessoas provenientes de um “reality show” (na verdade manipulado…), o que de fato evidencia a falta de intelecto de grande parte do povo brasileiro.

    Muitas vezes já fiquei pensativo com alguns fatos que vivi. Muitas pessoas falam as coisas sem saber o que significam e quando são questionadas não sabem o que falar. A leitura me possibilitou e possibilita, ter senso crítico sobre o que leio e ouço: isso é o que falta a maioria das pessoas.


  49. Vixe cara, tu mexeu num vespêiro… aqui no Brasil, onde o povo não tem o costume de debater questões realmente importantes, falar mal do BBB ou do Presidente Lula, só resulta crítica e em ser taxado de intelectualóide (não sei se era assim que escreveram logo acima). As únicas notícias que realmente o povo brasileiro quer ver são as de violência e quem saiu da casa do BBB. Ninguém está realmente importado com o fato de se pagar 150 reais por uma cópia de chave para os deputados, ou com o gasto de 25 milhões de reais na construção de castelos.


  50. Concordo com a Fabiana, seu interesse foi tardio.
    Tendo como base os países desenvolvidos, tenho certeza que lá crianças com idade menor já têm esse hábito. Eu gosto de livros desde que aprendi a ler, e meus pais me incentivaram me dando gibis.
    Eu curto grande parte dos seus posts, e concordo com o que vc escreveu. É lamentável livros como Bruna Surfistinha fazerem tanto sucesso no Brasil. Esse é o tipo de livro que a “massa” lê. Porque tem apelo erótico.
    O pior é um programa como o BBB criar tantas “celebridades”, sendo que elas não fizeram nada para ganhar fama. Eu acredito que qnd vc faz alguma coisa boa e se destaca em seu trabalho a fama é uma consequencia. Mas enfim, talvez se a população se interessasse mais por livros e pelo estudo, esse tipo de programa não teria mais audiência. (utopia)
    Abraços.

    ————————————–

    Se for para falar que lia gibis quando criança, então eu leio desde os 5 anos.


  51. Parabéns pela critica. é uma pena que poucas pessoas pensam como você. O povo está acostumado com essa cultura de BBB ” pessoas nao fazendo nada, vendo pessoas fazerem nada” é a filosofia de mais da metade dos brasileiros.
    Parabéns pelo Blog.


  52. Bom, este é o nosso maravilhoso Brasil!

    Mais na boa velho, não consigo acreditar “Diário Secreto de uma Ex BBB”
    PQP realmente é chegar no fundo do poço e cavar ainda mais…
    HAHAHAH

    Otimo texto.


  53. Oia eu de novo…….. 🙂

    Esse Felipe è F*d* mesmo, consegue subtrair das pessoas o que mais as incomoda……opniões pessoais que nem sempre são compartilhadas com todos, o que deixa a pensar… “porque ninguem entende o que eu estou dizendo”..

    A leitura sempre é boa, mas nossa sociedade segue ao caminho do “ver” e não do “ler”.

    Tá errado, não sei……mas que eu tbm prefiro ver do que ler isso lá e verdade. Independente do que seja…. Mas um exemplo é……PREFIRO VER O JORNAL PELA TV DO QUE LER JORNAL.

    As novelas nada mais são do que “contos – romances – policiais – comédia……ou sei lá o que mais”, faz tanto bem quanto mal. Ainda que continuam se repetindo as estorias, vão estar ai amparadas para “desfazer” a leitura e apreciar as tramas das personagens.

    Agora quanto aos idolos de esgoto – objeto maior do texto – sei lá cara……. cada um tem uma opinião.
    Eu nunca vi graça na MADONNA, no PELE, no GARRINCHA, CARLOS DRUMOND DE ANDRADE (esse então nunca entendo o que ele escrevia), CETANO VELOSO, sei lá…..tantos outros que as pessoas idolatram e eu nem ai…….

    Futebol então, puf!!…o coisa mais chata, nem quando a seleção joga me chama a atenção, e tem tantos fanaticos por ai que fazem de tudo pra “ver o tão falado espetáculo” – nem sei onde isso é espetaculo –
    e que são ídolos para uns, sempre lembrando que logo que podem saem do país e F*d*-se seus seguidores…

    Então véio, cada um tem um “idolo” e perde seu tempo vendo sobre a Vida Deles.

    Valeu pelo texto, mesmo assim ainda é muito bom…

    Em tempo : EU SOU SEU FÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃÃ

    ————————————–

    Desculpe, mas é uma HERESIA comparar Madonna, Pelé, Garrincha, Carlos Drumond de Andrade e Caetano Veloso a um lixo como SIRI ou FANI ou DADO DOLABELA.

    Os nomes que você citou são referências de talento e habilidade no que fazem. Pense nisso.


  54. Espero que você não continue lendo “Harry Potter e a Pedra Filosofal” ou “Crepúsculo”, nem preciso dizer que isso não vai te trazer “informação e interesse por aspectos sociais, econômicos e políticos” hehe.

    Ótimo Post.

    ———————————————

    Li o Crepúsculo a nível de curiosidade e quase joguei o livro no lixo.


  55. Enquanto nosso país se afunda cada vez mais na crise e vemos os politicos nos roubando descadamente, temos uma massa mais preocupada em que será eliminado no bbb (em letras minusculas mesmo) do que pensar, analisar e discutir a respeito dos possiveis candidatos das proximas eleições presidenciais, pois temos até o momento um Playboyzinho babaca cheirador de cocaina (Aécio Neves), uma ex-assaltante de bancos e Terrorista (Dilma Roulssef), um incompetente que chegou ao cúmulo de fazer as policias de um dos mais importates estados do Brasil se degladiarem (Jose Serra)…CHEGA!!!!!!
    Pensem comigo, temos os “herois” bbb, os reis e rainhas de tudo quanto é coisa, forro, futebol, bumbum etc.. sem contar agora a onde de mulheres fruta, um bando de acéfalas que mostram a bunda na TV e nem podem ser consideradas artistas, pois como os bbbs não sabem cantar ou interpretar.
    Porem, nunca ví na midia um HEROI bombeiro, médico, assistente social, nunca vi um REI engenheiro, arquiteto, advogado, tecnologo e tantas outras profissões das quais a pessoa necessite de esforço pessoal, estudo, dedicação, lagrimas e suor para poder no fim de tudo ter um salario mediocre. Precisamos mudar já, basta de cultura inutil, temos o canal cultura que é ótimo, mas até pouco tempo atrás estava para encerrar suas atividades por falta de patrocinio, ninguem assiste então não vende propaganda.
    Precisamos nos politizar e lutar pelos nossos direitos, não podemos ficar a mercê desta midia canalha e parcial, que joga esterco nos nossos olhos e ainda sim os colocamos em um pedestal CHEGA DISSO!!!!

    Desculpem meu desabafo, mas a situação é absurdamente séria…

    Em tempo:
    Excelente texto Felipe, parabéns


  56. Fabiana Daher, sem querer ser grossa, mas não me venha dizer que começar lendo Harry Potter aos 11 anos é tardio, não defendendo o Felipe nem nada, até porque, assim como você meus pais sempre leram histórias para mim antes de dormir, quando aprendi a ler, lia junto com eles, mas dizer que aos 11 anos “era fã de carteirinha de Mario Quintana, Fernando Gabeira, e até Stephen King… Arrotava livros e política” me desculpe, mas você é a única pessoa do mundo, você pode ter lido isso, mas com certeza deixou de brincar, e curtir a infância se preocupando com política e essas coisas, não totalmente porque sei que você provavelmente não passava 24 horas por dia lendo, mas mesmo assim. Da próxima vez seja você mais humilde, porque pelo que você escreveu, deu a entender que você se acha superior aos outros pelo simples fato de ter começado a ler mais cedo.

    Enfim, ótimo post como sempre Felipe.
    Harry Potter não conseguiu me cativar assim, tão cedo, mas depois fiz questão de ler, e posso com toda a certeza dizer que ajudou meu interesse pela leitura, hoje leio diversos livros de diversos assuntos com um gosto imenso.
    Novelas e reality shows ajudam a descontrair, as vezes é bom dar uma equilibrada, não necessariamente com esses dois, mas filmes e séries são bons também.


  57. Pois bem, então que tivesse começado dos 5. Não sei pq vc desmereceu o gibi, Maurício de Souza é um ícone e vc reclamando que o povo não dá valor para o que tem de bom.
    Para uma criança, oq melhor que um gibi? É isso que incentiva a leitura.
    Sinceramente, o jeito que vc trata seus leitores chega a ser grosseiro. Espero que um dia vc perceba isso.


  58. ‘ Fabiana Daher : …Eu, com 11 anos de idade me intitulava anarquista e era fã de carteirinha de Mario Quintana, Fernando Gabeira, e até Stephen King… Arrotava livros e política, sabia o que era bom ou ruim para mim, e Harry Poter era só um imbecilzinho que virou moda… Out!…

    … E AGORA, COM 45 ANOS, TENHO UMA FILHA DE 10 QUE JÁ DECOROU TODOS OS LIVROS DO VESTIBULAR DE 2009!’

    só faltou ela falar isso, que mulher exagerada!
    parabéns pelo post novamente, Felipe
    casa comigo? [2]

    —————————————————

    Vocês me pedem em casamento, mas foto no email até agora nada!
    hahahahaha


  59. “Li o Crepúsculo a nível de curiosidade e quase joguei o livro no lixo.”
    Hohoho,eu também!Livro sem conteúdo,sem detalhes…=P
    Cara,também me pergunto…Eles não fazem NADA no BBB…Eles não tão lá pq têm algum talento,mas sim pq são bonitos.Tá,acha a burrinha do BBB engraçada?!ótimo.Mas não venham me montar um Fã clube qdo o BBB acabar…PELA MÃE DO GUARDA!
    Deve se o mesmo povo q lê Bruna Surfistinha…Huhauhauhuha,ainda tem coragem de dizer q gosta de ler!!

    Ps:Casa comigo tambéém!=D


  60. (Essa vai pra Fabiana Daher) vc quase disse que quem lê livros e os arrota se torna merecedor de algum crédito, como intelectual por exemplo, as coisas não são bem assim, não quer dizer que o sujeito que lê desde cedo vá se tornar alguém de renome. Conheço pessoas que era, como vc disse, anarquista, lia tudo que encontrava pela frente lia tanto que deixou de pensar, os livros acabaram por pensar por ele.


  61. Cara, ultimamente eu tenho pensado da seguinte maneira: felizes são os ignorantes…
    Pobre tá sempre sorrindo, tá fodido, devendo as cuecas, vendendo o almoço pra comprar a janta, mas tá sempre rindo, tá sempre de boa…
    Por isso que esse povo tá nem aí pra virar intelectualoide anti-capitalismo-foda-se-essas-denominações-intelectualóides-para-intelectualóides…

    ——————————————–

    Prefiro ser um triste sábio que um feliz ignorante.


  62. Mandou muito bem.


  63. O mais triste é o “debate” após seus artigos, impressionante a falta de interpretação, a grande quantidade de “defensores” de alguma merda qualquer e os argumentos absurdos tirados das mentes FECHADAS (pra não dizer…sei lá…mulas-sem-cabeça)

    Cara já fui dono de buteco (dos podrões mesmo) e não aguentava as tantas e tantas opniões espetaculares de minha “fina clientela” (como definia minha mãe)…

    Parabéns pela força que vc tem.

    Obrigado por escrever.


  64. Eu também lamento que a população brasileira possua uma nível intelectual bem abaixo da média. Mas isso já me incomodou muito mais. Eu costumava sentir raiva, até revolta, quando me deparava com certas situações e opiniões. Pelo tom de seus posts, imagino que você também se sinta assim. Mas eu percebi que isso só me fazia mal. Era um inconformismo besta, já que eu não podia (ou não estava disposta a) fazer absolutamente nada a respeito do que me deixava assim. É por isso que hoje eu não me incomodo mais.

    E, sabe, eu não acho que o BBB seja uma grande fonte de ídolos de esgoto. O programa já teve mais de cem participantes. Quantos ainda estão na mídia? Cinco, seis? Pior foi na Grã Bretanha. Tenho certeza que você sabe da história da ex-BB que ganhou milhões para permitir que acompanhassem sua degradação e morte em função de um câncer. Eu considero isso quase repugnante. O que me consola é saber que aqui no Brasil ex-BBBs são considerados subcelebridades que não desfrutam de respeito algum, e na maioria esmagadora dos casos acabam no completo esquecimento. A única exceção mesmo é Grazi.

    Eu assisto ao programa porque me divirto, mas concordo com você no que diz respeito a influenciar negativamente o grande público. Eu tenho uma amiga que não assiste justamente por causa disso. Eu já cansei de me importar. Sei que talvez não seja certo da minha parte agir assim, mas não nasci para ser militante de nada. Fato. É assim que sou feliz.

    Sobre a questão da leitura… É muito difícil. Os pais não leem, os filhos não leem. Às vezes, alguém se “desvia” desse caminho, e é assim que a nossa média é de 4,4 livros por ano. E isso até me surpreende, sabia? Eu achei que era menos…

    E só pra ficar registrado: apesar de tudo, eu ainda me orgulho de ser brasileira. Nós fazemos parte de uma população burra, mas feliz. E eu acho que, mais do que para sermos inteligentes, nós viemos ao mundo para sermos felizes. Eu espero que você não leia esse texto todo com um tom agressivo, ok? É apenas um desabafo. o/


  65. Essa kra se acha….

    qem disse q vc eh sábio??? Te enxerga…

    ——————————————–

    Eu não me chamei de sábio, somente citei uma frase que afirma que mais vale ser um sábio triste que um ignorante feliz. Espero um dia poder me proclamar como tal, porém, de antemão, ignorante não sou.


  66. […] Controle Remoto – Ídolos de esgoto […]


  67. Então, se essa Fabiana Daher não for fake, fez dos comentários mais pertinentes em relação ao post.

    Lógico é que o papel dos pais nessa seara é muito maior que o da escola. Quanto mais cedo, melhor. Óbvio. Qual criança que vai sentar e pegar um livro se seus pais não largam o olho da tv, se não há um livro sequer na casa? Exigir que o pobre fedelho vá por conta própria à biblioteca para pegar um livro, putz, não há como. Exemplo vem de cima – no caso, pais.

    Aliás, lendo os comentários (não todos, uns 60% como é o hábito brasileiro por amostragens), não vi uma menção sequer a Machado de Assis. Ou seja, um post sobre literatura e não se fala nada no mais famoso escritor brasileiro (não, não deveria ser o Paulo Coelho). E antes que falem que ele é chato, difícil; não, não é chato; não, não é difícil. O cara é foda, patrono de nossa literatura, e tem uma obra que deveria ser obrigatória a todos no período escolar. Em compensação, a geração Harry potter veio com força…

    Quanto a Fani ter escrito um livro, desnecessário é comentar.


  68. legal seu texto. mas eu acho que nao precisa criticar tanto assim o livro da mulher la.
    ta certo que ninguem se importa com a vida dela e só vao comprar pq ela participou de um programa idiota.
    mas pelo menos ela vai escrever um livro, o que a deixa na frente de mta gente ai.

    de resto, ja li 4 livros esse ano (5 contando um que eu li para a faculdade), e estou lendo outro no momento.
    “Li o Crepúsculo a nível de curiosidade e quase joguei o livro no lixo”
    heueuhuehe tambem li por curiosidade e nao gostei do livro.
    o pior é que eu li a continuaçao paa ver se melhorava a historia 😛
    e nao melhorou =/

    minha meta é chegar aos 12 livros por ano \o/

    anyway, continue o bom trabalho do blog! ;D

    ———————————————-

    Escrever um livro a deixa na frente de muita gente ae?

    Desculpe, não acho. Principalmente se tratando de uma autobiografia.


  69. Eu não quero entrar em uma discussão, mas preciso comentar para discordar do Johnny. No nosso país, fazer crianças e adolescentes lerem é uma tarefa muito difícil. Esse hábito precisa ser introduzido gradualmente, com leituras fáceis, como Harry Potter, que você fez questão de execrar nas entrelinhas. Obrigá-los a ler Machado de Assis, que não é chato nem difícil mas é, sim, complexo, só pioraria as coisas. Até porque o ato de obrigar já os deixaria predispostos a não gostar dos livros. E outra: pela complexidade, dificilmente eles conseguiriam absorver o conteúdo das obras. Ficariam, então, com a impressão de que livros são chatos e difíceis. Ou seja, o efeito seria o contrário do desejado.

    E quanto à Fabiana Daher, eu não achei o comentário pertinente. Fiquei até com pena dela, na verdade. Não tem coisa mais triste do que uma criança adulta. Perdeu a infância pra ser uma coisa que ela poderia ser o resto da vida.


  70. Cara Samantha (e lá vamos nós à réplica…)
    Não execrei HP, só deixei no ar leve ironia.
    Quanto à dificuldade de fazer crianças e adolescentes lerem, não contesto. Muito pelo contrário, reforço. Ainda mais face as diversões ilimitadas do moderno mundo novo. E tal conclusão só faz reforçar o ponto tocado pela Fabiana, no qual a responsabilidade dos pais é extremamente relevante para o gosto pela leitura. Quanto mais cedo, melhor. E sem essa de que se perde a infância, do contrário, os pequenos leitores de HP também a perderiam (e há leitores bem miúdos).

    Ela pode não ter se expressado da melhor forma, mas muito do que ela diz eu apoio. Como é que chegamos ao fim do ensino médio completos ignorantes políticos (algo até costumeiramente criticado por esse blog)? Falta de leitura, óbvio! Duas gerações atrás, os secundaristas discutiam política, economia. Boa parte dessa geração lutou pelas diretas já. Quanta diferença em 40 anos, não?

    Quanto a Machado, questionei sua não menção em um post sobre literatura. Não o proponho para crianças logicamente. Seria insano. Mas há muita coisa boa em nossa literatura que pode ser passada aos pequenos. Até porque, temos na escola aulas de português e literatura brasileira, onde, perdoa, não cabe HP ou genéricos. Aliás, a tal complexidade aludida existe também em ler versões no original de outra língua de um livro até então não lançado na nossa. Se se pode fazer isso, pode-se tudo.

    Pontos de vista talvez distintos, o que vale é a liberdade de expressão. Com o devido respeito sempre 🙂

    ————————————————

    Desculpe, Johnny, mas dificilmente você me verá falando sobre Machado de Assis por aqui. Eu simplesmente não consigo suportar quase nenhum livro do romancismo brasileiro, mas é simplesmente uma questão pessoal.

    E se você disser algo como: “quem não gosta de Machado de Assis não entende nada de literatura”, desculpe, mas mandar-te-ei para um lugar nada agradável. Não gosto e ponto, considero as histórias cansativas, intermináveis e recheadas de futilidades idiotas. Como disse, questão absolutamente pessoal.


  71. Pão e circo para o povo, já dizia Nero \õ/


  72. Johnny, é bom conversar com alguém que não parte para a agressividade. 😉

    Meu comentário sobre Fabiana se referiu ao fato dela dizer que aos 11 anos arrotava política. Eu acho isso triste, sinceramente. E não estou defendendo a “apolitização” das crianças, apenas considero um exagero alguém dessa idade ter profundas noções acerca do assunto.

    Comentei também sua idéia de tornar obrigatória a leitura de obras machadianas no período escolar. Eu não concordo porque, como disse, seria uma introdução muito abrupta, mesmo para adolescentes. Eu, aos 14 anos, preferia ler Pedro Bandeira, por exemplo. E acho que as coisas aconteceram no tempo certo pra mim.

    Só isso. o/


  73. Concordo com 90% do seu texto, só não concordo quando você diz que ídolos de esgoto é coisa de brasileiros, já que essa cultura nós estamos herdando de países dito de 1º Mundo, hoje em todos jornais do mundo tem uma foto da tal de Suri Cruise na capa porque ela está mordendo uma sandália ou algo sim, ou tem foto da Paris Hilton fazendo compras, tablóides ingleses que pagam fortunas por furos de reportagem sobre algum podre de pessoas famosas e que vendem milhões de exemplares, então eu digo que isso não é mal somente de nós brasileiros do “3º mundo, mais e sim da maioria dos habitantes globais, concordo temos que ler muito, mais as vezes penso e até chego acreditar que esse país fictício que inventamos, onde o brasileiro é um povo feliz possa até existir, só que nós criticamos nossos umbigos demais principalmente os “pseudocultos”.

    Reality show
    Velório de estrela
    do Big Brother britânico reúne milhares

    http://click.uol.com.br/?rf=tele_bbb9_hometv&u=http://televisao.uol.com.br/ultimas-noticias/bbc/2009/04/04/ult3087u81.jhtm


  74. E assim falou o ator/modelo que foi correndo pra festinha de lançamento da novela. Otário

    ——————————————

    [bocejo]UÁÁÁÁÁ[/bocejo]


  75. Infelizmente o brasileiro não tem o hábito de ler, e isso né algo que recisa ser mudado realmente. E quando o povo lê geralmente o que é escolhido é algo que leva ao entreternimento. E é nesse ponto que não concordo com mais nada nesse mundo. Tipo, programas sem conteúdo e feitos só para divertir existem aos montes e deveriam ser encarados como distração e não da maneira que são vistos atualmente. Aí quando vem umas meninas desse tipo lançando livros, o povo compra. E isso é um mal grave, atualmente “pensar” se tornou algo quase que anormal entre as pessoas, e elas vão pelo mais fácil, ou seja, ler coisas fáceis que limitam sua crítica e as torna um pouco menos rasas, porém a kilômetros de serem profundas e serem seres pensantes. Se continuarmos nesses rítmo a nossa distinção pelos outros animais será apenas pelo polegar opositor, apenas por isso.

    Bom é isso que eu penso!!!!!!


  76. Parabéns pelo blog. Você é inteligente, crítico, escreve muito bem e não tem medo de dizer o que pensa.

    Só acredito que você poderia aprender muito mais se aceitasse melhor algumas críticas feitas ao seu texto. E, principalmente, tomasse cuidado com expressões preconceituosas, como a encontrada no trecho:

    “que outra nação do mundo deteve ex participantes de um reallity show bobo e passageiro, como ídolos nacionais? Nem mesmo países da África.”

    —————————————————-

    Diego, isso nada tem a ver com preconceito, é uma afirmação baseada na completa desestruturação dos países africanos, salvo raras excessões, no que diz respeito a qualidade de vida e incentivo de educação para os povos. Seria preconceito se eu falasse algo como: “preto é tudo burro”, o que absolutamente não foi o caso.


  77. Parabéns pelo post, conseguiu muitas críticas.

    Vejam pelo lado positivo, o mercado de livros no Brasil é bastante próspero. Na Europa a média é 10, então temos 5,6 livros por pessoa para vender ainda no Brasil. É muita coisa hehehehe.

    E a mídia mostra o que a população(clientes) quer ver. Só no Brasil o BBB chegou até a nona(agora dizem que está indo para a décima) edição.


  78. Eu li o Post, realmente critico e interessante…
    porém, na minha visão tu pecou num aspecto…na hora de falar do livro da “Fani'(?)

    è Bem provavel que ele seja péssimo, realmente..porem, acredito que é melhor lermos antes de falar se é bom, ou não…

    Quem sabe la não tenha algo que possa ser util?

    Valeuz o/
    òtimo Blog, conheci hj e vou começar a acompanhar!

    ———————————————–

    Boa sorte. Eu não preciso ler para saber que a vida de uma pessoa fútil e desinteressante como essa NÃO merece um livro.


  79. Amei o texto é extamente assim falo sempre sobre ….


  80. HAHA! É incrível como você se troca com os leitores e eles ainda continuam leitores, tá parecendo o Lédio Carmona!

    ———————————————————–

    No fundo, no fundo, eles me amam e eu os amo.


  81. Li um texto parecido, na Inglaterra onde moro a sete anos esse comportamento também é observado e associado a uma nação. O que prova que todos somos iguais até em acharmos que não somos.


  82. “Boa sorte. Eu não preciso ler para saber que a vida de uma pessoa fútil e desinteressante como essa NÃO merece um livro.”

    Esse “boa sorte”, me pareceu que você entendeu que eu ia ler o livro…

    Deboa, essa eu passo 😉

    Tenho coisa que me interessa mais ler (Rótulo de Shampoo, por exemplo…nas 3 linguas diferentes…)

    hahaha…no fundão a gente te ama mesmo =)


  83. Cara gostei da parte em que vc critica essa adoraçao por esses seres mediocres,eu vou mais alem,faço uma critica ao fato das pessoas idolatrarem,seja lá quem for,sou totalmente contra a idolos,seja qual for,mas em fim…
    Só acho que ler HarryPotter não te torma melhor intelectualmente falando do que uma pessoa que vê BBB.
    Eu por exemplo,li poucos livros em minha vida,e realmente deve fazer uns 5 ou 6 anos ke nao leio um livre de verdade,mas mesmo assim,ao longo dos anos pude juntar muito conhecimento e intelecto,como eu fiz isso ?! primeiro ke sempre tive curiosidade pelo saber,pelo conhecimento,depois eu pude ter contanto com pessoas de alto nivel intelectual e trocar experiencias com elas.
    Ler livro é bom,mas a menos que vc leia um livro com um intuito filosofico,vc nao conseguirá ir muito alem…

    ——————————————————-

    Desculpe, mas sua visão está absolutamente equivocada, creio eu.

    A leitura não soma somente quando esta se trata de questionamentos filosóficos, antropológicos ou sociológicos. A leitura de romances adiciona muito a vida de qualquer ser humano, pois elas acontecem em cenários específicos, com temas interessantes, estudamos comportamentos fictícios de personagens que se assemelham a nós mesmos. Enfim, é uma gama de aprendizado gigantesca.

    Sem contar que acrescenta MUITO nos aspectos de raciocínio e escrita.


  84. É por isso que digo: Logo a Bruna Surfistinha estará na academia de letras.
    Eu realmente não duvido que isso aconteça um dia


  85. Eu me divirto lendo os comentários que o povo faz nos seus textos, tem gente que deturpa tudo, por exemplo esse cara que diz que “ler HarryPotter não te torma melhor intelectualmente falando do que uma pessoa que vê BBB.”, ou então o povo que te chama de preconceituoso.
    Muitos que confundem preconceito com opinião e valores tornam-se ainda mais engessado que qualquer outra pessoa que possa realmente ser preconceituosa.
    Acho engraçado como muitas pessoas taxam de preconceito alguns fatos (muitas vezes estatísticos, mas que não é o caso nesse texto particularmente.)
    Por exemplo, quando você se refere ao BBB como “um reallity show bobo e passageiro” não trata-se de preconceito, trata-se de um fato. Nada acrescenta à ninguém, pura perda de tempo, isso é uma questão de apenas ligar a televisão e conferir os participantes bocejando à beira da piscina trocando diálogos que em sua maioria se referem à picuinhas ou conversas sem o mínimo conteúdo. A grande questão é que temos um país onde a maioria das pessoas gosta de perder seu tempo com futilidade, mas passa um verniz na atitude pra não ficar tão feio, e criticam aqueles que preferem se ocupar fazendo coisa mais interessantes.


  86. O problema é que na maioria das vezes se indicam aos jovens livros que não os interessam. Quase nenhum jovem de hoje consegue ler Machado de Assis ou José de Alencar. Se eles tivessem orientação poderiam escolher o tipo de livros que gostam, como acontece com a música.

    E quanto a Iris Stefanelli, eu a consideroa maior prova de que qualquer um pode ser famoso, mesmo não tendo feito nada significativo.


  87. Bem, tenho só treze anos de idade, ainda sou muito novo, mas assim, lendo os cometários, vi que não é só a juventude de hoje em dia que não lê, muitos adultos que eu conheço e que eu já vi, leem dois ou três livros no ano, ou nem isso, conheço ADULTOS que até hoje escrevem errado palavras fáceis, escrevem no Orkut, Twitter, My Space e fóruns que eu frequento desse jeito:

    ‘eu axo q vc tm q aprender muito antes d vi fala merda pra mim crianca’

    Como já me falaram antes, e quando contestados pelo erro de escrita, dizem que é ‘Dese geito q eu gosto, e é asim q eu escrevo…..’

    E isso me deixa tão triste, pois pessoas que que já terminaram o estudo e podem até estar fazendo algum tipo de curso superior, não ter o minimo de vergonha na cara pra escrever certo…

    Na minha escola, estou fazendo a Oitava série, e por incrível que pareça, a adolescentes que não conseguem distinguir: ‘Mas’ de ‘Mais’.

    Eu agradeço a Deus porque quando tinha Onze anos meu pai me mostrou o mundo da leitura e o primeiro livro que eu li foi Harry Potter: E a Pedra Filosofal.

    Depois disso li muitos outros livros, em 2008 li: 56 livros, tirando acho que 12 livros o resto foi tudo ficção, agora esse ano estou com o plano de ler livros mais… Filosóficos, Documentários e ligar mais minha TV no Discovery Channel, National Geographic e Animal Planet para poder ter um pouco mais de cultura pois ainda me acho muito ‘vazio’ nessa questão…

    Bem, se você leu até aqui, quero te falar que seu blog é muito bom, e tem muito conteúdo, apesar d’eu achar que você tem muita coisa pra uma simples pessoa [;)]

    Parabéns, continue com o bom trabalho…


  88. […] com uma leve análise superficial dos fatos, é inadimiscível que uma celebridade, seja ela de esgoto ou não, haja agressivamente ao se perceber em situação adversa com relação aos paparazzis. Tal […]


  89. Isso é teoria da comunicação, pura e simples, se vc nao vê BBB, tá “por fora”, logo, todos veem BBB, e buscam informação sobre o resto do tempo

    política? ah, troço chato, só quero me divertir


  90. Mas Big Brother, não é nem de longe um dos piores males.
    Nos Estados Unidos já passaram de 10 edições.

    E em um jornal Britânico, quando uma Ex-BBB morreu foi matéria de Capa.

    Não, o problema não é esses problemas fúteis.. É bem diferente..


  91. Crítica “phoda”! Virei leitor do blog… 😉


  92. Esperar o que de um povo que elege Lula pra presidente?
    O povão quer mais é jogar futebol, beber cerveja e “zoar”!
    Imagine gastar horas discutindo “quem vai ganhar o BBB”!
    É moçada…como diz uma vinheta da MTV (olha só! até eles): DESLIGUE A TV E VÁ LER UM LIVRO!


  93. Sou professora (pedagoga) e atualmente curso Letras na UFMS.
    Amo ler!!!
    Sempre discutimos em sala a falta de acesso aos livros, em qualquer bairro que você for, existe um campo de futebol……..E uma biblioteca???
    Existe uma biblioteca em cada bairro???
    Sim, existem até mais de uma!!!
    Onde???
    Nas escolas!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Mas o que as escolas fazem???
    Deixam fechadas.
    A população local tem acesso a essa biblioteca?
    Não, não tem.
    E não teram , por pura falta de interesse.


  94. O Brasil realmente é único, de uma forma negativa, infelizmente. Observar a sociedade na qual sobrevivo desperta em mim tristeza e ódio. Se eu fosse mais ignorante talvez não sofreria tanto.
    Parabéns pelo blog. Mas por que você só responde os que te criticam e não os que elogiam. Suas palavras revelam certa arrogância, e mesmo sendo este um traço natural de pessos inteligentes não é legal.
    Valeu!


  95. E desde quando brasileiro lê em média 4,4 livros por ano? Ou mentiram na pesquisa ou entenderam errado a pergunta.
    E você espera um dia poder se considerar um sábio?
    “Ninguém se engane a si mesmo. Se alguém dentre vós se tem por sábio neste mundo, faça-se louco para ser sábio.
    Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia.
    E outra vez: O Senhor conhece os pensamentos dos sábios, que são vãos.
    Portanto, ninguém se glorie nos homens;

    ——————————————–

    Sinto muito, eu não sigo este livro.


  96. Pasmem:

    Existem mais bibliotecas na cidade de Buenos Aires do que no nosso “Brasilzão”.


  97. Chega a ser óbvio, embora bem escrito!


  98. Ah! finalmente alguém me entendeu! Pensei que tava sozinho neste mundo, mas ainda preciso convencer minha mãe e avó a lerem este artigo e entenderem.( muito trabalho pela frente)

    abraço


  99. Infelizmente, a maior parte do que foi dito é verdade!
    Nosso povo é ignorante demais, e não possuem a capacidade de dissertar, aceitam tudo o que lhes é imposto e vivem reclamando do governo corrupto e do país onde moram, mas como podem reclamar de algo se idolatram pessoas sem conteudo e ignoram a realidade em que vivem?

    Desde os primordios somos roubados e se nada for feito não iremos a lugar algum!


  100. Concordo com vc, o povo brasileiro adora futilidade, por isso a maioria são idiotas completos.
    Mas eu parei de ler o seu blog depois que vi sua extrema felicidade em participar de uma festa que comemorava o lançamento de uma novela…
    Ora, o que é mais fútil? Novela ou Reality Show? Confesso que a disputa é acirradíssima, os dois beiram a imbecilidade com tamanha falta de relevância em seus assuntos.Depois dessa eu vejo você como um aspirante a ator desses que não ve a hora de se chamado pra atuar em qualqer um desses segmentos idiotas e começar a se sentir “estrela”, comprar revistas de fofoca para ver se tem alguma coisa com seu nome.Pra mim você é apenas mais um desses.


  101. NERD IDIOTA!!


  102. voce fez uma crítica sobre crepúsculo né? queria muito ler ela, mas nao estou achando…pode me mandar o link dá página?

    ——————————-

    Fiz não Laura.


  103. Muito bom post, eu não achei necessáriamente um dos melhores, mas como opinião é tua né, hehehe…


  104. Gostei da sua crítica do filme Brüno, mas vc não pode generalizar. Se os outros países são tão melhores-inclusive a África- pode ir pra lá, ninguém o prende. Acontece que essa cultura(acultuação televisiva) é estimulada de cima pra baixo e não de baixo pra cima. Vc parece os imbecis da Veja falando. Para de reclamar e vai fazer alguma coisa pra mudar!

    ————————————-

    Eu não falei sobre nenhum outro país ser melhor ou pior, só falei que o povo brasileiro não está preparado para este tipo de filme. E não está.


  105. a e esqueci de dizer. Eles tb têm as coisas trash, pode ter certeza. Vide Paris hilton e etc e taz


  106. A última. Agora têm coisas que concrodo com vc, de burrice e tal. Como os estadunidenses que nem sabem localizar os continentes e países no mapa, muy inteligentes. Burrice tem em todo lugar, como corrupção e violência. Agora ficar falando do seu próprio povo pra mim é ignorância, como ser patrióta ao extremo tb. Por isso sou abti-fronteiras/bandeiras e etc… Mas têm coisa triste aqui, vou reproduzir um comentário aqui:

    Sou professora (pedagoga) e atualmente curso Letras na UFMS.
    Amo ler!!!
    Sempre discutimos em sala a falta de acesso aos livros, em qualquer bairro que você for, existe um campo de futebol……..E uma biblioteca???
    Existe uma biblioteca em cada bairro???
    Sim, existem até mais de uma!!!
    Onde???
    Nas escolas!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Mas o que as escolas fazem???
    Deixam fechadas.
    A população local tem acesso a essa biblioteca?
    Não, não tem.
    E não teram , por pura falta de interesse.(E NÃO TERAlguma razão vc tem 😉


  107. Deu vontade de parar de ler o texto quando chegou nessa parte “Certa vez, aos onze anos de idade, fui presenteado com um livro infantil. Chamava-se Harry Potter e a Pedra Filosofal”, alguma coisa me dizia q vc iria falar q o Harry Potter é bom, mas resolvi continuar mesmo assim… péssima idéia…
    pq depois vc fala q aquelas ex bbb’s são ídolos nacionais??? de qual país vc esta falando mesmo???
    e que o livro de uma delas vai para a lista dos mais vendidos???
    Conheci teu blog hj e a primeira coisa q li foi a crítica do filme Bruno, achei o texto muito bom, e jah estava colocando o blog nos favoritos, mas agora depois de ver “Ídolos de Esgoto” na lista de melhores posts… sei lah… vou continuar lendo outros posts, mas realmente esse aqui não acrescentou em nada!
    Acredito q vc criando um post pra falar de uma ex-bbb e seu livro bizarro só esta colaborando com o que ela quer, APARECER!!!

    ——————————

    Valdemar, LEIA o livro e depois diga que é ruim. Harry Potter é admirado pelas mentes mais brilhantes que conheço na atualidade. E sim, sou fã.


  108. Felipe, tu acaba de ganhar mais um leitor para seu blog!!!
    A liberdade de expressão eh uma coisa extinta na maioria dos blogs, e só por aceitar uma crítica vc jah ganha todos os pontos comigo.
    Gosto cada um tem o seu, eu li Harry Potter, não lembro que idade eu tinha, mas foi na mesma época do lançamento do primeiro filme, e não gostei, tentei, mas não deu. Para mim não passa de um livro para crianças, e deveria ser tratado como tal. Foi um sucesso de vendas!!! sim… foi… pq é uma leitura fácil, leve, e que não coloca as pessoas em conflito com nada… eh tipo um BBB!!! Apenas um passa tempo, o sucesso de um BBB e do Harry Potter vem do mesmo sentimento humano de não querer ver o que realmente importa.

    Fica aqui a dica para todos, se vcs não tem nada para fazer e não quer pensar em nada… leia Harry Potter ou assista o BBB, são duas garantias de não fazer nada e não pensar em nada!!!

    ———————————-

    Desculpe, não tenho como concordar com você. Para fazer tal afirmação, você precisa ler todos os livros, basear-se no primeiro, que FOI escrito para crianças e É vendido como um livro infantil, não adianta de nada. Se chegar até o sétimo livro e mesmo assim achar que a história ainda é para crianças, eu poderei achar que sua opinião pelo menos é baseada no estudo. Profanar a obra sem conhecê-la, não cria credibilidade. Para criticá-la, você precisa lê-la, foi o que fiz com “O Crepúsculo”. Posso dizer que é o pior lixo que já vi em um livro, mas só posso dizer porque o li inteiro.


  109. Talvez vc tenha razão!!! Realmente não li os outros, pena q não tenho vontade nenhuma de encarar essa maratona, então acho q devemos parar por aqui e procurar um outro post para debater… rsrsrs
    Sobre o Crepúsculo eu não posso discutir pois não li, mas jah li o “como falar de livros que vc nunca leu” e poderia engatar mais um debate sobre o crepúsculo, nesse estaria totalmente de acordo com vc sobra esta “obra” literária.
    Assisti o filme, e realmente não achei o q chamou a atenção das pessoas.
    Mas para finalizar com a conversa do Harry Potter… eu devo ter visto uns 4 filmes da série… assim como o livro não achei o filme grande coisa, mas eh um passa tempo… agora pergunto pra vc, talvez sua resposta me faça até pensar em ler um segundo livro do Harry Potter… o primeiro livro achei fraco, sem sal, sem graça, mas bem escrito e imaginativo, assim como o filme, tem um roteiro bem escrito, eh bem dirigido, mas segue a mesma história sem sal do livro (não poderia ser diferente)…
    bem… a questão eh a seguinte, os outros filmes, são iguais ao primeiro, fracos… o q muda do primeiro livro para os outros??? o q tem nos últimos livros, q tira ele da categoria de um livro para crianças???

    ————————————-

    Todos os filmes são uma merda e ficam a 200 milhões de anos luz dos livros. Os 3 primeiros livos da série são infanto-juvenis, a história começa a ficar adulta a partir do quarto. No sétimo livro, já está tão macabro e adulto que não sei como não colocaram faixa etária na compra, hehe. Você precisa dar crédito e ler livre de preconceitos (que você já tem). Encontrará a maior aventura fantástica que já pôde presenciar.


  110. felipe, a cada post que eu leio me surpriendo mais e o blog já está nos favoritos há muitos dias. Na minha opinão, grande parte do povo brasileiro é ignorante. Não há o que discutir.

    E sobre os comentários acima, concordo em quase tudo. Ler crepúsculo ou qualquer outro livro da saga é perda de tempo. Já HP é com certeza um dos melhores livros já escritos.
    Só não concordo quando disse que os filmes são uma merda. Eu gosto dos filmes, os roteiros são bons e são sempre bem dirigidos. Sem falar que o elenco é maravilhoso, de Gary Oldman a Helena Bonham Carter pasando por Jason Isaacs e Emma Thompson. É genial.

    ———————————–

    Denise, tudo bom?
    Sem querer ofender, mas é que os filmes são feitos para sua faixa etária, por isso fico um pouco chateado. São filmes muito juvenis, não trazem o lado “DARK” de Harry Potter. Sem contar que são adaptações muito forçadas, partindo do dragão que se desprende da corrente e sai voando por Hogwarts e morre num precipício (detalhe, o dragão tem asas) e chegando até os comensais da morte que, por uma invenção absurda, podem VOAR como se fossem fumaça. É tudo muito fantasioso em excesso, se desprendendo do livro, que não tem esses exageros bobos.


  111. Concordo em parte com as críticas que foram construídas nesse texto, mas honestamente não saem do lugar comum – difícil hoje em dia elaborar críticas, sobre qualquer assunto, todas elas já foram feitas, o desafio real reside em solucionar os problemas apresentados.

    Dizer que transformamos em ídolos pessoas incompetentes e desprovidas de talento pode ser até uma “parcial” verdade, mas muito dessa idolatria é escorregadia e efêmera, diferente de idolatrias à figuras cujo trabalho, ideologia ou qualidade humanas lhe garantiram um posto entre os eternos – talvez esteja falando demais, mas duvido que a maioria não conheça ao menos Jesus Cristo.

    Há que se dizer que em todos os países do MUNDO existe o seu lixo e seu luxo, aquilo do qual se pode orgulhar e do que de fato dá para ter vergonha de sua população medíocre tanto gostar, esse mal é do próprio ser humano. Não dá para se gostar de shakespeare o tempo inteiro, há momentos em que o cérebro demanda por diversões fúteis e absolutamente disprovidas de sentido, isso é um descanso.

    Brasileiro é audio visual porque se modernizou rápido demais, se consolidou como povo e nação muito antes de conhecer a afalbetização – evidente que uma elite ainda mais afunilada possuía o acesso à informação – e antes mesmo de pensar em modernização, a configuração inicial do povo Brasileiro fez com que da liga entre negros, indios e brancos nascesse uma gente com muitos aspectos positivos, mas com vários hábitos hediondos.

    Discordo do que muitos radicais afirmam sobre o povo brasileiro, não nos acho incompetentes, malandros, vagabundos. Acho que somos aquilo o que “queremos ser”, e não me vejo dessa forma perjorativa de maneira nenhuma. Em parte muito dessa vagabundagem corrente decorre do hábito, dos mínimos aos macro, envolvendo o cotidiano e situações simples ou complexas. São os pequenos mau hábitos que vemos por aí que também moldam a maneira de enxergarmos determinadas ações, como elas nos afetam e como respondemos aos estímulos.

    Enquanto pensamos que furar fila é natural, bem como a eterna tentativa de se dar bem encima de ingenuidade ou erro do outro continuaremos a vacilar, errar e lamentar pelo que já é passado.

    Acho que pensar positivamente pode ser bom, bem como negativamente, mas vejo uma incontentação muito grande com o que se foi conquistado, principalmente partindo da classe mérdia, que é a classe mais imutável possível.

    Brasileiro vai continuar dependente de figurinhas para entender histórias, bem como alguém sempre terá de contar, porque se for depender de sua própria compreensão textual, com a taxa crescente de analfabetos funcionais (mas ainda assim “alfabetizados”)não sairemos do marco zero.

    Mas o que MAIS me impressiona mesmo é a classe mérdia, tem tudo nas mãos, acesso a informação, condições de seguir com uma excelente educação de base, mil estruturas, e não fazem nada com isso, sequer tem competência de galgar classes e sair da classe média (ao menos a grande maioria só pensa, mas fazer que é bom, incapazes).


  112. É a triste realidade de um país. Acho que o que falta realmente é uma campanha de revalorização dos livros, educação é a base pra mudança.


  113. Esses Ex-BBB´s são celebridades com contagem regrassiva.
    Duram um pouco e depois fazem de tudo para voltar as telinhas. FATO!


  114. kra a nudez dela tem uma interpretaçao que vc n viu….bom pelo – eu interpreto desta maneira

    a nudez na capa demonstra que a autobiografia dela eh isso esta tudo ali no livro tudu a mostrar ao leitor..ou seja nd escondido

    ———————–

    HAHAHUAHUAHUAHUAHAUHAUHA

    Não, a nudez é pra vender, pq ela é a FANI e não tem NADA a dizer de profundo.


  115. Pra falar a verdade não sei bem como vim parar nesse blog, comecei a ler seu texto e até concordo em alguns pontos. Mas quando comecei a ler suas respostas aos comentários e percebi o quão inflexível você é quanto ás criticas que recebe, percebi que você nada mais é do que mais um ignorante no meio de tantos outros. Além de você não aceitar que pessoas diferentes pensam de modos diferentes e que não existe uma verdade única para tudo, você generaliza de mais.
    Eu assisto bbb e não costumo ler muitos livros, e nem por isso me considero uma ignorante. E com esse seu pensamento, você está longe de ser um sábio.

    ;]

    ———————

    Desculpe, vou parar de ler e me focarei mais no BBB para chegar perto de sua sabedoria.


  116. Concordo completamente com tudo que você disse, tanto no texto quanto nos cometários sobre harry Potter. Muita gente critica, mas nunca leu um trecho do livro e acha que pode se guiar pelos filmes feito para crianças. Ou pior, pessoas que crirticam quem lê harry Potter e quando você pergunta: “ok, mas qual foi o ultimo livro que você leu e gostou, então?” vem um silêncio ensurdecedor, porque tal pessoa não lê nada a.. anos?! Leio mais de 50 livros/ano, de diversas categorias e estilos [de José de Alencar a Marian Keys],então fico meio irritada quando julguam ser ter essa moral para tanto.

    Não vou nem comentar sobre Fani lançando livro. É patético, vai além da proposta dela. Eu assisto BBB porque acho aquilo ali uma observação permitida do comportamento humano sem igual. Apesar de ser meio falso, pelas pessoas saberem que estão sendo observadas e estarem disputando carisma, há certos momentos e fatos que é surpreendente ver acontecer. Tipo Diego Alemão e Max conseguirem controlar toda uma população a votarem neles.

    Curti o post, Felipe, pena que nêgo só vê o que quer e não entende certas coisas. =p

    bjo


  117. belo texto felipe…falo tudo cara ^^

    povo brasileiro nao le nada mesmo…tem preguiça de ler um texto desse tamanho…magina um livro


  118. “Desculpe, vou parar de ler e me focarei mais no BBB para chegar perto de sua sabedoria.” HAUHAUHUAHUAHAU….eu ri mto disso aqui

    É a primeira vez que venho no blog, a primeira vez que comento. Li alguns posts e lerei outros ainda. Cara, veja pelo lado bom, a Fani (quem?) escrever um livro abre as portas pra qualquer um escrever um livro também… acho que vou escrever a “auto biografia do zé ninguém” ou seja, eu! hauahuhaua

    Gostei do espaço aqui, mas ainad acho que vamos discordar muito! Espero que seja paciente… rsrs
    Abcs


  119. Gostei desse texto, mas não concordo com as criticas a livros como Harry Potter e Crepusculo, com certeza Harry Potter é a melhor saga que já li em toda minha vida. no entanto crepusculo é um livro adolescente, voltado pra esse publico e nessa fase se interessar por ler é extremamente importante e se o livro da Stephanie Meyer causar esse efeito….já é um otimo livro…

    Bjoo

    —————-

    Seguindo essa premissa poderíamos dizer que qualquer coisa que tem público, é uma boa coisa. Não concordo, desculpe.

    Sobre HP, eu não falei mal o.O


  120. Realmente ,a população é manipulada pela mídia.
    Só resta a “nós”, estudantes fazer parte
    dos 0,3% da pop.Brasileira.


  121. Cara, casa comigo???? =)
    rs


  122. Leitura é sim importante, porém, como você disse, é um problema individual.
    Comecei com os livros aos 18, por causa da faculdade. E mais, lia *apenas* material técnico, porém não “prostituia” meus olhos com essas aberrações que são transmitidas na TV… Bah! Me dá uma tela preta com linhas verdes que me divirto muito mais (vulgo terminal)!
    Tem gente que acha que TV é lazer… Disso eu discordo, ainda mais quando o que se assiste é algo que não vai adicionar nada em sua vida.

    Não conhecia seu blog, cheguei aqui por acaso, mas acompanhando essa discussão, vi que tu moderas os comentários – nada contra – mas, espero que não “estripe” as opniões(se bem q tem uns que nem merecem serem publicados…).
    Good Job!


  123. Incrível como seus posts tem sempre um zilhão de comentários, mas óbvio que é assim. Sério essa notícia da Fani escrever um livro sobre si com essa capa besta? hahahahaha

    Sobre a leitura, eu acho que isso não é só uma questão cultural do brasileiro, mas uma questão política. Por exemplo, a biblioteca da minha cidade é mínima, maltratad a e desatualizada. Não sei se todas as bibliotecas ´públicas são assim. Mas não é só isso. Há um tempo atrás eu lembro que teve uma coisa chamada Cantinho da Leitura nas escolas de base. Mas cadê? Sumiu? Não se fala mais nisso. Faz tempo que não tem uma política de incentivo à leitura, ou é impressão minha? As escolas tentam obrigar os alunos a lerem, mas me parece que é difícil encontrar os livros pedidos. Quer dizer, quando uma escola pede um livro, todos os alunos vão procurar e me parece que no Brasil a demanda acaba sendo maior que a oferta. Bom, eu moro numa cidade pequena, mas aposto que nas cidades grandes deve ser parecido. Os alunos devem ter que ir procurar em bibliotecas longínquas pelo que tem que ler. Aí baixam resumos da internet. Aliás, será que as escolas cobram o suficiente leitura? Será que as escolas invcentivam a leitura de livros que interessem a esses alunos, livros fora do trabalho de casa que eles tem que fazer? Cada um tem o tipo de livro de que gosta.


  124. Eu devo ter sido uma criança estranha… Quando eu ganhava um livro aos 7 anos eu dizia: ‘Legal! Livro!’ Quando eu tinha 11 anos eu já lia livros de 700 páginas em 2 dias. Minha infância foi estranha O.o


  125. Cara eu acho que você usou uma experiencia totalmente PARTICULAR,para generalizar o povo Brasileiro…você certamente foi um privilegiado em ter um incentivo a leitura,seja com 11 anos ou se tivesse sido com 5 como sugeriram.Acontece que a realidade é mais cruel, do que foi pra você! A grande maioria das pessoas no fim do mês precisa escolher entre o feijão e o arroz,pois na maioria das vezes ou se compra um ou outro,não há desde cedo no Brasil uma condição econômica de se pagar R$30,00 que seja em um livro.Essas celebridades que você citou,e outras tantas que poderia citar,são inseridas no ramo artistico mais por osmose do que por talento, além do que, ver televisão de baixa qualidade é mais barato,pois tv a cabo você deve saber o quanto custa e eu ja citei aqui a história do arroz e feijão…Talvez o preço do livro no Brasil seja alto devido a pouca procura,talvez se houvesse uma isenção de imposto por parte do governo,talvez se fosse incentivado nas escolas,talvez se HOUVESSE bibliotecas nas escolas,talvez se não vissemos noticias de escolas que jogam no LIXO livros pagos com dinheiro publico…enfim sabe-se o problema e tambem sabe-se de onde não virá a solução,o fato é que o povo Brasileiro não é ignorante por não ler, pode ser ignorante por aceitar o fato de não ter o que se ler…
    Abraço


  126. Aí Felipe…
    Não uma CRÍTICA, e sim uma curiosidade…
    Em alguns momentos, vc falou para um indíviduo para não criticar as obras de harry potter, sem ao menos lê-las para poder conhecer melhor, e assim, poder criticar.

    Agora, você critica o “livro” da Fani (que deve ser um Ó…), mas vc já o leu?
    Ta aí… acho que vc podia ir em um sebo e comprar ele por 50 centavos, ler, aí SIM poder critica-lo, e depois queimar.

    Ou você já leu?

    Sincera e honestamente, você acha mesmo que é necessário?


  127. Nas férias eu li 17 livros, e acho que foram mais uns 10 no decorrer do ano… Ngm contou a minha média!


  128. O problema se torna mais visível com o uso de ferramentas como Gini e Curva de Lorenz assim como variância e mediana. A distribuição da leitura no Brasil deve ser análoga ao hiato da renda, mostrando que a maior parte da população correspondem a menor parcela da leitura e a menor parcela da população detém a esmagadora maioria.


  129. Histórias em quadrinhos conta???
    se contar
    então, eu já li mais de 100 por ano.
    Viva aos scans.


  130. As pessoas parecem esquecer que este é um blog para expor suas idéias, e não que você é algum tipo de crítico que escreve para algum jornal.
    É deprimente o estado em que estamos. As pessoas são atraídas por coisas fúteis facilmentes. Mas quem vai impedir isso? É isso que dá dinheiro para emissoras como a Globo, onde a maioria dos seus espectores acham genial a idéia das novelas e se divertem com Zorra Total. Para esse problema, há contribuição tanto social quanto pessoal. A própria pessoa não deseja crescer, simplesmente não busca sua evolução, e a mídia deseja mantê-la no lugar ou até rebaixar. Afinal, pessoas assim são manipuláveis, correto? É lucro para eles.


  131. O pé da fani entrega….gosta de um mér….
    Aliás, a idolatria desses esgostos são de tamanha repercussão que conheço uma guria que possui traços dessa tal de Siri, que se tornou fútil como ela e só assiste programas com diego alemão. Santa paciencia.


  132. Felipe,
    Concordo contigo, em relação aos programas de televisão que passam hoje em dia. Eles não contribuem em nada com o que as pessoas necessitam saber, os jornais passam as desgraças que acontecem com o povo, e sempre batem na mesma tecla,
    o foco da midia é outro, eles não querem que o país se desenvolva, é por isso que somos um país de terceiro mundo e vamos continuar assim, pretendo disciplinar meu filho da melhor forma possivel para que ele não se contamine com esta cultura inutil o ensino é a melhor herança que podemos dar aos nossos filhos.
    Não ligue tanto assim para as criticas, afinal de contas são as criticas que dão Ibope ao seu blog.


  133. Achei a crítica falha…
    Cada programa, cada livro, cada revista procura atingir um certo público alvo. Você está rotulando o livro da ex-BBB simplesmente como lixo. Isso é ser egocêntrico, pois o que você considera lixo, outra pessoa pode considerar bom.
    Eu pessoalmente jamais leria o livro, me interesso por outras coisas, que muitos irão simplesmente dizer que não presta, é impossível agradar a todos… Mas jamais devemos dizer que o gosto de outra pessoa é pior que o nosso, muito menos intitular esta pessoa como “carente de intelecto” tendo como base apenas um livro que ela leu.
    Entendo seu ponto de vista, o BBB causa uma certa “alienação” em muitas pessoas, mas não acho certo generalizar o povo brasileiro como carente de intelecto. Devemos respeitas as diferenças.

    Desculpe, mas dizer que o povo brasileiro é carente de intelecto não é generalizar, é citar um FATO.


  134. eu adimito q assisto o bbb mas ele nao é nada construtivo e concordo plenamente com todas as palavras neste texto espresadas e axo q a fani com certa incegurança de seu proprio livro teve q se mostrar e tentar chamar a atençao para pelo menos a capa!!!


  135. poisé mano se tu diz que curte sociologia e psicologia deveria saber que a verdade nunca é uma só e ser mais coerente nas respostas dos comentários pois pra cada pessoa cabe de haver uma verdade!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: