h1

Viver de Internet é duro

19 de maio de 2009

work21

Não é fácil ter sua vida inserida neste caixote maníaco denominado como computador. Aliás, a idéia de que não ter patrão e montar seu próprio horário são coisas maravilhosas, não deixa de ser, na verdade, uma doce ilusão.

Enquanto é incrível poder varar a madrugada trabalhando e não ter hora pra acordar, em contrapartida gera a necessidade de empenho 24 horas por dia, 7 dias por semana. A todo momento em que há uma distância significativa em relação a ferramenta, uma pequena agonia e necessidade de voltar a trabalhar cresce. Os finais de semana não existem (literalmente), as viagens precisam ser rápidas ou regadas a muitas visitas ao notebook e, pior, ainda tem sempre aquele seu amigo nojento pra dizer: “Que trabalhar o quê, cara, você não faz nada aí. Anda logo, vamos beber” – Em pleno sábado a noite. Viado!

Isso para não citar a incrível Dona Rosa, que mesmo eu já tendo adquirido minha independência financeira e bancado minha própria existência, até hoje diz: “Trabalhar? Você fica é o dia inteiro naquele MSN”. O que é engraçado, porque, verdadeiramente, eu fico o dia inteiro no MSN e, mais verdadeiramente ainda, foi ele que me proporcionou as melhores experiências da vida (desde viagens até a palestra na UERJ – para não citar outras coisas).

Nerd é nerd, não adianta negar. O trabalho vem do computador, o dinheiro vem do computador, as amizades vêm do computador e o sexo, bem, quando não vem do computador, pelo menos começa por ele. E a situação só piora quando se vive de blog.

work2

Ninguém respeita um blogueiro profissional. Isso é tão verdade que, por exemplo, não existe “blogueiro” como opção de formulário. Para piorar, na mente da grande maioria da população, ter um blog significa que você utiliza aquele blogger de 2001, com um topo da Hello Kitty e textículos sobre seu dia repletos de gif’s animados saltitantes. Ou seja, ser blogueiro é ser uma menina de 12 anos, para os olhos de muitos.

Voltei de viagem hoje, estava em São Paulo para uma campanha publicitária que aparecerá por aqui em breve e não poderia deixar de postar antes de… Bem, eu diria dormir, mas sei que a idéia de ir dormir mais cedo não passa de outra ilusão. Aliás, viver de internet é cheio de ilusões. Vai ver esse próprio post é uma ilusão. Espero acordar amanhã e vê-lo publicado. Detesto sonhar que postei e acordar lembrando que o blog está desatualizado há dois dias.

Isso me lembra de avisá-los que novidades estão vindo. O blog passará a ser atualizado diariamente e mais de uma vez, mas não com textos longos, pois afinal eu não sou uma maquininha de chiclete que cospe textos a cada moedinha, mas sim por pequenos e curtos textos sobre coisas que acontecem no cotidiano, como notícias chocantes, sempre puxando para o lado da ironia e do sarcasmo. Acho que vocês irão gostar.

A menos, é claro, que essa idéia não passe de uma ilusão.

Anúncios

50 comentários

  1. Realmente essa vida não é fácil, hehehe.


  2. Vamos ver como ficará o blog com o novo “formato”, hehehe
    (minhas expectativas são boas).

    Mas poste os seus textos maiores asap. ^^

    Agora quanto ao seu texto, de fato os blogueiros tem uma imagem estigmatizada, talvez seja também pelo fato da internet ainda não ser considerada “real life”, e sim algo paralelo, ou mero entretenimento… as pessoas não entendem como isso pode gerar renda, e de uma forma profissional, como um trabalho qualquer…

    Creio que demorará para esse estereótipo parar, apesar das pessoas terem mais acesso à internet, a educação continua a mesma, e a preparação para esse mundo é nula.
    Eu tenho uma idéia utópia em relação a computador e internet: para se comprar um computador, deveria ser necessário provar que você tem condições de usá-lo, ou conhecer sobre seus recursos e etc. E o mesmo deveria se aplicar à internet, aonde o acesso só poderia ser liberado quando as pessoas soubessem os riscos e os modos de melhor aproveitamento da mesma.

    Ah, me empolguei e viajei um pouco, mas é isso… hahaha


  3. eu sei que não e fácil =/


  4. oba, tô ansiosa pelas novidades no blog


  5. Prefiro textos longos, mesmo que a atualização do blog demore.
    São os textos de opinião que me fazem voltar sempre no controle remoto. Outros blogs fazem textos curtos, muitos deles são interessantes, mas quase todos “esquecíveis”.

    ——————————————————-

    Os textos longos continuarão com certeza 😉


  6. Na berdade nem é ter tempo de sobra, é um trabalho como outro qualquer, mas vivemos nessa sociedade positivista que entende trabalho apenas como sair de casa e pegar onibus lotado ou o carro pra sentar numa mesa de escritório e passar o dia no PC, paradoxo não?
    Isso me faz lembrar inclusive o pessoal que recebe bolsa para mestrado e fica em casa se matando de estudar, e qd olham dizem que não fazem nada.
    Quem trabalha mesmo é quem tá engravatado em Brasilia.


  7. Não sei porque ainda leio seus posts.

    ———————————————————

    Porque eu sou um gato.


  8. Deixa de drama rapaz, e dá um tempo para a dona Rosa, afinal é na casa dela que tu moras ainda huahsuahsuash [ou não, sei la].

    Imagino mesmo o quanto é difícil essa vida de blogueiro. Falar sobre assunto polêmicos, curiosos, divertídos, realizar pesquisas na internet, msn o dia todo não é refresco não – Observe que também sou um sarcástico dos bons – e ninguém dá o devido valor.

    Ah, se nos formulários tiver a opção “blogueiro”, então terão de insirir também, pedreiro, prostituta, do lar, o cara das gambiarras, e todas outras tantas que não tem por aí!

    Gosto de blog, do seu em potêncial, mas a abordagem de hoje foi fraquiiiiinha.


  9. Sempre me perguntava como é que vcs ganham dinheiro com blog? Montar pagina na internet eu até entendi, depois que paguei pra montarem uma pra mim, mas blog?

    Um “pequeno diário da vida de uns faz-nada” que ganham pra escreverem sobre sua vida e cotidiano, isso dá dinheiro, quem paga pra eles escreverem? E mesmo que dê, dá pra se sustentar com isso?

    Aprendi a acompanhar blog com o Kibeloco, um dos primeiro e ai fui pra noticias de jornais, e me vicie com o C.R. e a partir deste, comecei a visitar outros, mas ainda não se comparam com o seu. POIS JÁ TO VICIADO, chegando ao ponto de te xingar várias vezes ao dia por não ter atualizado.

    Esteve em Sampa e nem pra avisar, VIADO. Ja que esteve aqui podia ter avisado aos seus fãs (EU)e os demais, e marcavamos uma bebedeira pra uma palestra sobre BLOGUEIRO. Publico pequeno, grandes emoçoes.

    ———————————————————-

    Hahahahaa. Não tive tempo, estava a trabalho.


  10. “Ser blogueiro é ser uma menina de 12 anos, para os olhos de muitos.”

    Essa frase define bem…


  11. Pura verdade o que você falou. As pessoas não respeitam blogueiro, e acham que é coisa de vagabundo. Eu tenho um blog pelo qual me empenho a quatro anos, e a pelo menos dois anos ele sustenta a mim e a minha esposa, mas as pessoas continuam falando que se você precisar viajar, não tem problema, pois não faz nada o dia inteiro mesmo…. complicado.

    Quando acontece uma notícia importante, tenho que publicar ela naquele momento, não importa o que esteja fazendo. Nos finais de semana, tenho que atualizar o blog normalmente, com pelo menos uns 5 posts no sábado e a mesma quantidade no domingo.

    Depois falam que vida de blogueiro é fácil.


  12. Preconceito com profissões é uma realidade. Principalmente com as profissões não muito “convencionais” ( blogueiro, turismólogo). Mas os que bancam isso e acreditam de verdade no que fazem, também podem ser chamados de vanguardistas. Pra mim, você é um.


  13. Me identifico principalmente com a o trecho sobre a Dona Rosa (que aqui é Dona Wal). Não vivo de internet, mas preciso dela para meu trabalho. Sou assessora de imprensa e trabalho com comunicação e marketing em geral. Ultimamente me especializei em mídias digitais e realmente passo o dia inteiro no MSN, Twitter, Orkut, etc. Mas à trabalho!
    Também me rendeu várias oportunidades como montar um curso de assessoria e muitos clientes começaram por um papo no MSN ou uma resposta a um comentário em alguma comunidade do orkut.

    Agora tenho que reformular o meu site e não estou tendo tempo, com tantos outros afazeres (é, “Casa de ferreiro, espeto de pau!”rs).

    P.S. Te conheci na palestra da UERJ. E lembro quando falou dos blogs “Hello Kit” hauahua

    @aquelaq


  14. Ah, só pra reforçar: trabalho em casa…no mesmo esquema q o seu… Temos vantagens, mas muitas desvantagens também.


  15. Eu trabalho com desenvolvimento de web services, migrando agora pra softwares interativos para TV Digital, mas trabalho em empresa e as vezes fico imaginando como é ser assim, independente de chefe, “independente de horários”.
    Pra mim, que vejo isso de fora, parece ser uma maravilha, mas vendo do seu lado, de sacrificar fins de semana e tudo mais, aí fica complicado. =P
    Mas acho muito bacana conseguir se auto-sustentar dessa forma, fiz o meu blogzinho no wordpress com a intenção de treinar escrita e porque sempre gostei dessas coisas, mas não enxergo como um sustento, até porque não entra renda alguma para mim. =S
    Porém, não vejo problema algum e pessoas como você levar a vida com um blog e/ou outras páginas na internet. É que muita gente não entende como isso tudo funciona, o trabalhão que dá pra manter tudo organizado…
    Gosto bastante do blog, tanto que visito diariamente. Enfim, sempre tem os babacas que acham que isso não é trabalho. Hahahahahahaha
    Ja me chamaram de vagabundo por ficar no MSN o dia todo, vendo códigos na minha frente, arrumando e criando, indo pro browser dando F5, arruma, dá F5, pau no javaScript! “Objeto esperado”? Valeu IE você é bem útil. ‘^^

    Sobre as postagens, atualização todo dia seria muito bom.
    =P

    Abraços e boa sorte no novo esquema.

    Adriano Leal,
    http://titicadegalinha.wordpress.com


  16. ainda não tinha visto as coisas sobre essa perspectiva. acho que o pior não é nem o trabalho, e sim as pessoas que não entendem o seu ofício.

    estarei aguardando as novidades. espero que sejam boas.


  17. “…sempre puxando para o lado da ironia e do sarcasmo.” E da polêmica !

    Se não for texto polêmico ,não é Controle Remoto!

    Discordo de muita coisa dos seus textos aqui, mas acho que é pelo fato de serem ótimos textos.

    Abraço


  18. Mariani Lima: 19/05/2009 às 23:51

    “””‘Eu tenho uma idéia utópia em relação a computador e internet: para se comprar um computador, deveria ser necessário provar que você tem condições de usá-lo, ou conhecer sobre seus recursos e etc. E o mesmo deveria se aplicar à internet, aonde o acesso só poderia ser liberado quando as pessoas soubessem os riscos e os modos de melhor aproveitamento da mesma.”””

    Meu, para de falar merda menina. Se não tem o que falar, escreve alguma coisa do tipo: oie, bjinhuusss, fui”””


  19. “Que trabalhar o quê, cara, você não faz nada aí. Anda logo, vamos beber”

    Essa é a maior verdade de todas! Agora mesmo estão me chamando para tomar uma sendo que tenho que tirar o atraso da viagem por causa da viagem… Vai ficar para a próxima. =)

    Embora concorde com algumas partes do texto, eu ainda acho meu trabalho maravilhoso e pretendo ter a mesma vontade de continuar nessa vida por um bom tempo! =D

    ————————————————

    Eu também acho maravilhoso e jamais abandonarei meu trabalho.


  20. Realmente, eu concordo, VC NÃO FAZ NADA DA VIDA!
    ehueheuheuehue


  21. antes de falar do texto, a imagem de cabeçalho, realmente ilustra muito bem o post,
    aquela dos cadeados.mandou bem!

    não podemos esquecer de algumas profissões que diretamente não dependem do computador,
    acho que sõ não esquecer mas de certo ponto “parabenisar” , pq esta é uma máquina que vicia.

    dificilmente fico longe dela hoje, seja para o lazer,sim,eu me divirto no pc tb!
    mas para fazer aqueles mega trabalhos que mais do que o normal.vairar a madrugada.

    msn hoje não sei mais o que é.mas concordo com vc! nos proporciona momentos únicos.
    tb já tive o prazer de receber propostas indispensaveis atraves dele.

    é revoltando tb, chegar em um final de semana,e escutar amigos chamando pra sair,
    enquanto tem-se que ficar em frente a esta tela pra terminar a tempo ou pelo menos.
    fazer bem feito aquele serviço.

    é frustante mesmo, qnd se fala q é um blogueiro e vir a mente aquela coisa de blogger
    antigasso, com templates pré fabricados.rs

    e inevitavelmente “viver em função do computador” é tudo uma grande ilusão.
    trabalhos durante o final de semana, posts pra manter sempre o público..
    promoções sem resultados..é tudo muito complicado..

    mas diga aí..quem vive sem essa b@#$% hoje em dia?!


  22. Felipe eu gosto dos seus textos, por maiores que sejam sempre trazem assuntos interessantes e verdadeiros.

    Os blogueiros não são respeitados hoje, mas com certeza no futuro eles serão e muito.

    Estou no aguardo para o “novo” Controle Remoto, minhas vindas aqui serão mais frequentes. 😉


  23. O que é a nossa vida sem um computador hoje em dia? Olha, eu sinceramente passo mais tempo olhando pra telinha do mundo virtual do que para o mundo real, isso não quer dizer que não vivo minha vida, é claro hehehehe. Tenho MUITO que concordar com vc que esse é um mundo de ilusões, na verdade isso é absolutamente correto afirmar, mas também, é neste mundo de ilusões que criamos e fazemos nossas vidas. Creio que não só com você e comigo, mas com trilhões de pessoas já aconteceu de muitas oportunidades surgirem e muitas coisas serem resolvidas, o ruim é quando isso começa a tornar-se necessidade e vc não consegue sobreviver um dia sem ao menos checar e-mails, por exemplo. É fantástico vc perceber que com esta vida virtual, somos capazes de viajar o mundo, conhecer pessoas de todos os lugares e trocar experiências. Nada impede de você fazer e manter uma grande amizade “on line”… isso é fabuloso! Tão fabuloso que acabei parando por aqui, me tornei leitor diário do blog e conheci um pouco mais de Felipe Neto que eu não faço a mínima idéia de como realmente é.

    Abração
    =]


  24. ahh dá um tempo. Tu num faz nada aí.

    Vamo pra battles dia 29.


  25. realmente…

    Ainda nao experimentei essa vida por completo, nao vivo disto e talz, mas se um dia vier a ocorrer, nao estarei iludido pensando que viverei nas mil maravilhas.

    Entretanto uma coisa é certa, apesar de tudo eu qro ter essa vida de blogueiro!

    hehehehee

    flww


  26. gostei da idéia mas concordo que não deveria parar com os textos longos
    as pessoas em geral não percebem a revolução proporcionada pela internet onde a informação está ao alcance de qualquer um que queira

    ————————————————-

    Os textos longos não irão acabar nunca!

    Só colocarei textos adicionais menores.


  27. Só um extra:

    Tirei um cartão de crédito colocando blogueiro como profissão.


  28. O pior Felipe, é que, mais uma vez, tenho que concordar com você. Ninguém leva um blogueiro a sério. Quando, em uma manhã de domingo, digo aos amigos ou namorada que “vou só atualizar o blog”, eles dizem: Que mané blog, deixa isso de mão e vamos curtir.

    Não tem como fugir (ou se tem eu não sei) desses comentários bestas. O blog pra mim é coisa séria – embora as vezes eu mesmo leve ele na brincadeira. Quando passo um ou dois dias sem atualizar, fico angustiado. E olha que eu quase nunca ganho nada com ele, imagino quem ganha, ou melhor, quem vive de blog (s).

    Bom saber que teremos MAIS novidades por aquí, Felipe. Bom saber…

    Um abraço!!!


  29. Apesar de não comentar muito, acompanho o blog desde o primeiro post, e vi suas varias mudanças.
    Acredito que sempre coisas novas é nescessário e nunca atrapalham, porem, manter os textos longos ainda sim seria um boa!!!


  30. um dia desses o bobagento tuitou que achava que quem vivia de blog passava fome.
    como a profissão de blogueiro será reconhecida se nem quem a pratica a considera como uma.

    acho que um blog será sempre como um tipo de bico, uma coisa que se faz quando se está desempregado, só pra ganhar uns trocados.

    ——————————————————

    A questão é que existem muito poucos blogueiros no Brasil, como profissão principal.


  31. mas fale o que fale nada vai me fazer desistir do meu sonho de viver só do blog, nem que seja uma casa simples e um orçamento apertado.


  32. “O blog passará a ser atualizado diariamente ….” muito legal!!!!


  33. mas chega uma hora que você tem que escolher, estou certo?


  34. Eu não ganho dinheiro com meu blog (ainda, espero =P), mas isso não quer dizer que eu não me dedico a ele igualmente. E fiquei realmente chateada quando fui mostrar umas coisas que postei a uma amiga e, apesar de ter gostado, ela disse: “Caramba, você não tem nada pra fazer pra ficar procurando isso”. Mas eu tenho o que fazer! E o que eu faço é isso! E ainda faço faculdade de jornalismo. Não tive nenhum retorno, mas é assim que as coisas começam… Pior ainda deve ser ganhar dinheiro e mesmo assim ficar ouvindo essas coisas.


  35. Você brigou com o cara do blog quem matou a tangerina? verdade?

    ———————————————

    Não. Fred é um grande amigo.


  36. Peça conselhos ao Edir Macedo, o blog dele custa 100 mil por mês e quem sabe de gruja não garante um terreno no céu, por uma pequena contribuição, lógico, senão vai queimar no inferno!!


  37. Todo empreendimento próprio é melhor que ser funcionário de alguma merda qualquer, pode ser a melhor empresa do mundo, o melhor é depender de si mesmo com seu empreendimento. Mais trabalho é trabalho independente disso.


  38. É, eu não sou blogueiro profissional, estou longe disso, mas sei o que é ficar o dia inteiro pensando no que postar, ou precisar escrever um texto e não ter criatividade…
    Boa sorte aê!


  39. Oi!

    O que me fascina, de fato, na vida dos blogueiros [incluindo os que fazem quadrinhos] e os comediantes de Standy-up comedy é o fato de conseguir extrair do dia-a-dia algo que valha realmente a pena falar. É encontrar no dia-a-dia coisas bem simples e dissertar um pouco sobre essas coisas… de um jeito diferente. É perceber, de certo modo, o dia-a-dia como fonte de “inspiração”.

    E eu te dou parabéns pela disciplina que você tem e pela noção da importância dela no dia-a-dia.

    Beijoo!
    Laura


  40. Você é nerd? Não parece. Se for, quero ser também =P


  41. Deixa-me perguntar se não se ofendes: Qual seria o valor da tua receita mensal com seu blog?


  42. […] Texto: Viver de internet é duro […]


  43. @HUGH

    Se não tem o que falar, não tente comentar um comentário.
    😉

    “bjinhuusss, fui”


  44. Não é uma vida fácil, realmente. Mas, sei lá, é um bom trabalho. Gosto muito do seu blog justamente por não ser de “uma menina de 12 anos”, por tratar de assuntos um tanto polêmicos. Você é um dos poucos blogueiros que eu admiro. Você pode pensar ‘Porra, você nem me conhece’, mas o que você escreve é o que você pensa, mesmo que isso seja mutável.

    Blogs não são inúteis, muitos sabem disso. Já conversei e argumentei com amigos, até mesmo em alguns trabalhos de faculdade, sobre assuntos que você já tratou aqui. 😛

    Na minha modesta opinião, é uma função louvável.


  45. Acho boa a idéia, DESDE que o nivel de sarcasmo não aumente, pois textos pequenos com sarcasmo, se isso for assim chamado, fica pesado.


  46. hehe
    ee vidaa… não é facil msm ^^
    tipo eu fico o diaa todo na net e a noite tbm…
    eu tive uma ideia e vo por em pratica, vo fazer estilo do meu orkut um blog do estilo do seu saks… vo fazer um album la com uma imagem e comenta em baixo e deixar as pessoas comentarem dando a sua ideia…hehe axo q vai ser legal isso, pelo menos pessoas pra comenta tem pq meu kut loto ja, entaum vamos ver no q da… o motivo da ideia eu fiz um blog e naum deu sucesso =( …kkkk


  47. eu sei que não e fácil mesmo
    😦


  48. Pow, tenho 12 anos e já tenho uns 3 blogs. Vou ser blogueiro pro resto da vida \m/


  49. Ah, vc não faz nada vida mesmo, é um vagabundo! HOAiuHAiuHAiuHo! Brincadeira à parte, de fato essa vida não é fácil! Tbm passo o dia na frente do pc, e cheguei a conclusão de q eu com certeza sou nerd! hahahhahahahahahaha! Acho tbm q a profissão de blogueiro deveria ser levada mais à sério! XD


  50. Probabilidade 100% dessa pergunta não ser respondida:

    Você ganha dinheiro com o blog,ou com as propagandas que tem nele?

    Acho que não forumulei muito bem a pergunta,mas enfim…esse espaço não foi feito para perguntas de qualquer forma.

    Continuo acompanhando seu blog muito bom.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: