h1

Curiosidades portuguesas

18 de junho de 2009

Perto de completar uma semana em terras lusitanas, começo a adaptar-me a essa cultura complexa, de tantas diferenças em relação a usual brasileira, há tantos anos convivida. É com susto que às vezes deparo-me dizendo um “percebes?” ao invés de “entende?”.

Por aqui, o convívio é bastante peculiar. As conversas, recheadas do famoso sotaque português, não conseguem adentrar a meus ouvidos de forma séria. Observar dois portugueses discutindo soa mais como um programa de humor para um brasileiro completamente desacostumado com as formas de expressão. Afinal, como não gargalhar ao ver um português dizendo “foda-se” ao invés de “porra”? Sim, o “foda-se” tem exatamente a mesma conotação que nosso famoso “porra” ou “cacete”.

“Joana! Comporte-te ou dou-te uma sapatada no cu!”

Céus! No Brasil, facilmente este esporro tradicional português poderia ser interpretado como uma fala erótica de Kid Bengala, no prefácio de sua ação.

Existem manias esquisitas, também. Por exemplo, os interruptores de luz dos banheiros ficam do lado de fora, no corredor. Tranquei-me pelo menos 10 vezes no escuro até perceber que precisava me acostumar. Mesmo assim, continuo esquecendo. Por que diabos alguém colocaria um interruptor do lado de fora do cômodo? Imagine, estar lá ensinando o Obina a nadar e, de repente, aquele irmão pentelho apaga a desgraça da luz.

Falando em banheiros, não é bem assim que estes são chamados por aqui. Estava eu no bar, à noite, conversando com um amigo portuga.

“Cara, preciso ir ao banheiro.” 

“Ora, por que? Precisas de uma ducha?”

“Oi?”

“Ah sim! Queres ir a casa de banho.”

Foda-se, se banheiro é onde se tomam duchas, por que o local onde se faz as necessidades chama-se casa de BANHO? Juro que vou embora sem entender esse povo.

Anúncios

43 comentários

  1. “Foda-se, se banheiro é onde se tomam duchas, por que o local onde se faz as necessidades chama-se casa de BANHO? Juro que vou embora sem entender esse povo.”
    Fui obrigada a rir.

    É incrível como a mesma língua é falada de modo tão diferente em países distintos, claro que dá de perceber isso em regiões distintas também.


  2. Se vira homem, quem mandou viajar.


  3. Cara, adorova seu blog, mas seus últimos post e seus comentário sobre a grande maravilha do mundo ‘PORTUGAL’ te matou.
    E do fundo dos meus dois neurônios tenho cereteza absoluta que você não está fazendo absolutamente nada para ajudar seu país…
    e digo isso por que li no último post, um comentário seu, depois de toda bosta que você você jogou com palavras em nosso país, dizendo que iria melhorar ele…
    velhinho tenha santa paciência…


  4. hahahhahahha muito bom, interruptores do lado fora, bem português mesmo!! Foda-se hehehehhehehhe


  5. HAuhauahuahuahuahuhauhua que engraçado! Os portugueses são Brasileiros ao contrário… ou seria o oposto? =P

    Continue nos contando tuuuuuuudo!

    Abraços
    =]


  6. por essas e outras Brasil>>>>portugal


  7. Asudhasiudhas eu rí.

    É realmente um choque as culturas diferentes do povo. Na
    Alemanha tem maquinas de cigarros na rua assim, tipo aquelas de refrigerante.. fiquei pasmo com a facilidade que uma criança pode comprar cigarro. Fiquei chocado.


  8. Eu estava dirigindo uma vez com um casal de portuguêses amigos meus e eu estava entrando em uma rua com uma lombada enorme (aqui no Brasil, óbvio). Confesso que eu estava com uma velocidade acima da média 😛

    Ai ele gritou: Carrega no travão, carrega no travão!!!

    Eu pensei: que P…. é essa?

    Quase quebro a suspensão aeuhaeuheauhae! Malditas lombadas mal sinalizadas…


  9. canudo é palhinha. Também fiquei meia hora ate me fazer entender que eu queria um canudo. Criança é puto. Fila é bixa. bisnaga é cacete. final é rabo.
    Para comprares um cacete tem que entra no rabo da bixa.


  10. Tu é matuto demais, foda-se!


  11. “Joana! Comporte-te ou dou-te uma sapatada no cu!”

    hauhauhueheuheue cara, chorei de rir!
    Chamei até o pessoal daqui pra ler isso e todo mundo riu.

    Sapatada no cu!


  12. com a do banheiro eu dei uma gargalhada tão grande q minha mãe acordou KKKKKKKKK


  13. Pô cara, mesmo como vascaíno não achei bacana a piada do Obina nadando…
    Sério mesmo.
    Tirando isso foi sensacional.


  14. e ainda tem Brasileiro que acredita falar português….


  15. Então e já vestiste a camisola ? 🙂

    Fiquem bem,

    José


  16. Só um pequeno detalhe, os portugueses não tem sotaque, a lingua original é deles, nós é que temos.


  17. Sapatada no cu?

    Que bizarro! HUauheahuaehuaeuhae! Está interessantíssimo esses detalhes! 🙂


  18. Felipe,
    você ainda não percebeu porque os interruptores dos banheiros são do lado de fora aí em Portugal. Isso é uma idéia concebida de um povo inteligente, até porque, isso não é assim só em Portugal, mas em toda a Europa. Explico porque. Quantas vezes você entrou em um banheiro aqui no Brasil e ficou procurando o maldito do interruptor no escuro? Vai, pensa bem. Isso já aconteceu a todos nós. Para evitar isso eles colocam do lado de fora em local iluminado, simples assim. Quanto ao fato de você imaginar que alguém iria desligar a luz pelo lado de fora enquanto você está no vaso, é fruto de uma mentalidade atrazada e arcaica que só cabe na mente doentia de brasileiros, porque jamais um europeu faria uma coisa dessas. Perceba que lhe veio logo à mente a idéia de desligar a luz, isto porque somos, por natureza, um bando de filhos da puta. he he
    Então, quem é o inteligente e o burro? Reflita.


  19. “Afinal, como não gargalhar ao ver um português dizendo “foda-se” ao invés de “porra”? Sim, o “foda-se” tem exatamente a mesma conotação que nosso famoso “porra” ou “cacete”.”

    Todo mundo fala “foda-se” aqui no RS, nunca achei que fosse uma ‘gíria’ daqui, pra mim é normal alguem falar isso.


  20. Mesmo sabendo que no Brasil:

    “tanto potêncial é simplismente jodago fora, toda riqueza é mal manipulada, a lei não assusta pessoas que desejam infringi-la, políticos não lutam mais pelo desenvolvimento, o muito se concentra na mão de poucos”

    não quero desistir do meu país… quero que ele cresca e apareça. Mesmo que isso só venha acontecer com gerações futuras.

    A multinacional onde trabalho (ramo da consultoria em implementação de redes de segurança) esta espalhada por inúmeros países pelo mundo. Até o momento eu pude conhecer Aústria(que foi o lugar mas fodão que estive, a Inglaterra e Estados Unidos, e acreditem, do mesmo mdo que o Felipe está agora, eu fiquei deslumbrado! Não sei ao certo se é a sensação de conhecer lugares onde as coisas funcionam, e como são belos e preservados tais luagres, mas é otimo dar um tempo daqui!

    Pois bem, conheço e fui além dos limites territoriais do problemático Brasil e provei o quanto é bom o chamado primeiro mundo, mas nem por isso vou ridicularizar a minha pátria, ressaltando em blogs o que temos de ruim e desgostoso e ainda por cima ter a cara de pau de dizer que isto é lutar por um Brasil melhor. Jamais serei tão sem-vergonha de desrespeitar minha casa, mesmo estando fora dela, pois é pra lá que terei de voltar depois que o din din do passeio acabar.

    PENTELHO, concordo contigo em uma coisa: Brasileiro gosta muito de corpo mole. Este é um problema interno de nossa cultura que precisamos nos policiar.


  21. Aguardamos sua nova jornada na Alemanha, e fotos da sua família. Vá que você tenha uma prima gostosa!


  22. Hahahahahaha
    Vi uma matéria uma vez mostrando algumas diferenças de vocabulário, se não me engano menino, garoto eles chamam de puto né?
    E um prato típico, de bacalhau e não sei mais o que é chamado de punheta.

    Agora fico imaginando os portugueses: “Ei, uma punheta alí para o Felipe!” (calma, é apenas o bacalhau com alguma coisa, rááááá) =P


  23. Comentário interessante do pentelho… porém, defendo a tese de que ninguém nasce sabendo! 😛

    Abração
    =]


  24. Comentário do Pentelho:
    “Quanto ao fato de você imaginar que alguém iria desligar a luz pelo lado de fora enquanto você está no vaso, é fruto de uma mentalidade atrazada e arcaica que só cabe na mente doentia de brasileiros, porque jamais um europeu faria uma coisa dessas.”

    Afff, mas tem gente que odeia o Brasil mesmo. Então os europeus são tão adiantados que nem irmão pentelho eles têm? Só um “pentelho” para falar mal do Brasil assim. Para de falaire mal do Brasil ou dou-te uma sapatada no cu!


  25. Punhetas de bacalhau é bacalhau crú, geralmente com cebola, alho e azeite. É bom! 🙂

    Outra coisa, sou portuguesa e tanto eu como o meu irmão (e calculo que todos os outros putos ;)) apagávamos a luz da casa de banho um ao outro…


  26. ´para quem falo que agente não fala português, se manca vei……..

    O portguês Brasileiro é praticamente considerado uma outra lingua, eles estão tentando unificar agora, não é por que o nosso é diferente que agente fala errado¬


  27. hehe , sapatada do cu … é legal
    se o interruptor ficasse do lado de fora do cômodo ia apagar direto … quando meu irmao estive usando a casa de banho ;D


  28. Interruptor do lado de fora, uahUSHauhsUHAus. Na casa de paria da minha vó também é assim, e ninguém nunca apagou a luz quando tinha gente dentro.
    E pra resolver os problemas de não ficar procurando o interruptor no escuro é muito simples, acenda a luz e depois entre! Viu que genial?!?!
    Também ach oque eles só não apagam a luz enquanto alguém está lá dentro porque não tem senso de humor, isso sim. Ou tem medo de “levar uma sapatada no cu”.


  29. hauhauahaua mas eh bem isso mesmo Felipe!
    Eu trabalho pra portugueses aqui na Africa do Sul, e quando eles vao dar esporro nos funcionarios tem que segurar pra nao rir!
    O que mais estranhei mesmo foi o foda-se que voce comentou, no comeco eh mto estranho mesmo, mas depois acostuma!

    abraco


  30. Até que enfim mostrou uma coisa sem exagerar, um pouco da burrice dos portugas( interruptor do lado de fora).

    Acho que vc tá apelando demais quando exalta Portugal, está vendo as coisas como um turista vê, morei por 5 anos em Portugal, e experimente entrar realmente nos lugares miseráveis do país e vc vai ver que as diferenças com o Brasil não são Tão gigantescas assim.


  31. Uma semana em Portugal e tá falando “percebes” já? Se ficar um mês no canil, faz “auau”.


  32. Não sei se rio mais do Post ou dos comentários…
    tô rachando de rir aki…


  33. Faz-me lembrar quando ao conversar com um brasileiro eu lhe disse que a minha mãe era uma “mãe-galinha” e ele se desmanchou a rir.
    Aparentemente, galinha no Brasil é puta, enquanto que neste contexto, mãe-galinha é mãe paranoicamente protectora.
    Outro caso foi o “Tou a gozar contigo!”, que soa badalhoco (perverso, sujo) a um brasileiro mas que para os portugueses é o sinónimo inocente de “zuar” 😛


  34. Felipe, chegue numa Portuguesa e diga o seguinte:

    Nossa que rapariga linda, posso comer a sua queca?

    Tapa na certa uahuahua


  35. Sapatada no cu eh a melhor hhuasuhashuasha


  36. “Foda-se, se banheiro é onde se tomam duchas, por que o local onde se faz as necessidades chama-se casa de BANHO? Juro que vou embora sem entender esse povo.”
    Fui obrigada a rir. [2 votos]

    ja pegou alguem por ai? 😀
    há diferenças? huahahauaha xD


  37. É curioso como um post bem humorado sobre o Portugal vira um flame war imbecil sobre supremacia cultural européia ou então outras imbecilidades moralistas.


  38. Muito ndv o que o Pentelho disse, nao é nada de toda a Europa isso ! Eu moro aqui e o interruptor fica dentro do banheiro e em qualquer lugar que eu va também. E eu ja viajei pra outros paises da Europa e nao vi nada disso, so em Portugal mesmo !
    E fala sério, eles sao muito engraçados falando. Eu tenho uns amigos portugueses e eu morro de rir toda vez, e fora que pelo telefone nem sempre eu entendo o que eles tao falando, mas tudo bem ! 😛
    Mas a sapatada no cu é foda ! haiuhauiahuiaha ..


  39. Moro no em Portugal a 2 anos, e por mais que concorde em algumas coisas contigo, tenho que discordar de outras, a cena(parada) de interruptor fora da casa de banho(banheiro) é de antigamente, tem muita casa no Brasil assim, e tem sim em toda a Europa, mas em casas mais antigas, e realmente não tem lá muita lógica, mas é a cultura deles. E Quanto ao irmão pentelho que desliga a luz, é que eles realmente tem uma índole mais inocente, o que torna muito mais divertido, pois não tem nada melhor do que apagar a luz sem querer ou colocar a culpa em outro.

    Mas sério, nem um dos dois países é superior ao outro, pois o Brasil tem suas falhas assim como Portugal tem as suas, e para um país desse tamanho são muitos!!!

    Obs.: é FATO que todo brasileiro que vem a Portugal se encanta e diz que é muito melhor que o Brasil, assim como todo português que conheço, que já tenha ido ao Brasil, diz que muito melhor que o Brasil. Então?? Será que ninguém nunca está satisfeito com o que tem em casa???


  40. escrevi na pressa e errei no nome do país!!

    “é FATO que todo brasileiro que vem a Portugal se encanta e diz que é muito melhor que o Brasil, assim como todo português que conheço, que já tenha ido ao Brasil, diz que muito melhor que o Brasil. Então?? Será que ninguém nunca está satisfeito com o que tem em casa???”

    Escrevi errado, se der arruma, é: “que já tenha ido ao Brasil, diz que é muito melhor que PORTUGAL.”


  41. Olá.

    Amo o Brasil e sua cultura, mas no quesito interruptor, fico com Portugal. É muito mais prático ter o interruptor na parte de fora. Você entrava dentro do banheiro sem ligar a luz mas por uma questão cultural que qualquer coisa e também de costume.

    O fato de colocar o interruptor no lado de fora tem uma lógica. Você liga a luz antes de entrar no Banheiro. Em lugar que conhece, é fácil ligar o interruptor mas em lugares desconhecidos?

    Se você for numa lanchonete desconhecida, totalmente escuro, você terá de ficar procurando o interruptor no banheiro, e o pior no escuro, para depois ligar a luz. Com o interruptor na parte de fora, ligaria a luz e depois poderia entrar calmamente. É bem mais prático.

    Abs


  42. Uma curiosidade que achei beeeemmm lusitana foi o Taxi.

    Em Portugal, quando tem gente, a luz do Taxi (em cima do Taxi fica acesa), e quando não tem gente fica apagada.

    Ou seja, de noite quando você esta procurando um taxi vazio, esta com a luz de “Taxi” apagado. Dificultando a visão para pegar o taxi.

    abs


  43. […] Em Portugal: Banheiro é pra tomar banho e Casa de Banho é pras necessidades fisiológicas, além disso, o interruptor para a luz interna do banheiro fica do lado de fora (se você pensou em sacanear alguém, você não foi o único! ). Fonte. […]



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: