h1

O que Noé nos deixou

13 de julho de 2009

arca de noé

Muitos são os filmes e contos baseados na história da Arca de Noé, presente no Antigo Testamento, livro de Gênesis. Entretanto, assusta-me a quantidade de pessoas que a toleram, sem qualquer tipo de questionamento e, inclusive e mais assustadoramente ainda, tratam-na como se um lindo exemplo fosse. Para mim, contudo, a Arca representa um dos principais argumentos na tentativa (vã, é claro) de provar a inexistência divina ou, ao menos, a falibilidade de um possível Deus.

Já de início, ressalto que grande parte (se não quase todos) dos teólogos renomados pregam a interpretação não literal do conto bíblico, conforme relata Richard Dawkins em “Deus: Um Delírio”. Porém, a estes, deixo as próprias palavras de Dawkins:

“É claro que os teólogos, irritados, protestarão dizendo que não mais se interpreta o livro de Gênesis em termos literais. Mas é exatamente isso que estou dizendo! Escolhemos em que pedacinhos das Escrituras devemos acreditar, e quais pedacinhos descartar, por símbolos e alegorias”.

Espantosamente, uma imensa parcela da população cristã acredita fielmente na literalidade da arca, engolindo a história sem perceber as contradições existentes. Aos que não a tratam com a mesma crença, fica outro exemplo do “jeitinho” moderno cristão, o famoso “essa parte interpretamos somente a idéia”, que tornou-se a principal desculpa às falhas bíblicas. Aparentemente sem qualquer distinção, o ato de ressucitar um cadáver podre pela decomposição não passa ao âmbito da não-literalidade.

O primeiro argumento para rebater a história da Arca vem de um pressuposto que há muito defendo: se os cristãos realmente estão certos, Deus é um completo fascínora vingativo. Exceto que, no exemplo da Arca, sua sede de sangue vai além. Não só mata impiedosamente toda população humana (à exceção da família de Noé), como também extermina um planeta inteiro de animais inocentes.

A defesa é sempre a mesma: “o mundo estava corrompido e Deus achou melhor recomeçar”. Entretanto, basta pensarmos na grotesca quantidade de pessoas corretas presentes no planeta que foram aniquiladas pela ira divina para sabermos que o argumento é furado. Um Deus, no máximo de sua sabedoria e amor, jamais poderia ter a capacidade macabra de afogar bebês, grávidas, idosos, fiéis, homens e mulheres para satisfazer seu próprio ego de criador. Um homem que aceita este tipo de divindade mostra uma séria tendência à falta de questionamento. Porém, como podemos esperar muita coisa, por exemplo, dos seguidores de Lutero, que disse: “Quem quiser ser cristão deve arrancar os olhos da razão” e ainda:“A razão deve ser destruída em todos os cristãos”. Para quem não sabe, Lutero foi o pai do protestantismo, origem de todas as crenças evangélicas.

arca de noé

Entretanto, aceitando que Deus realmente seja este exemplo de crueldade e sangue frio, passamos para o argumento seguinte: Deus não pode errar.

A perfeição divina é rigidamente sustentada por todos os seus fiéis. Um Deus imperfeito seria o fim das esperanças. Não sei exatamente como enxergar perfeição em uma divindade que nitidamente massacra, dentro da crença, aquilo que vai de encontro ao que supostamente deveria ser o ideal. De qualquer modo, voltemos à idéia de que Deus jamais poderia errar.

Analisando textos bíblicos e conversando com fiéis, percebe-se facilmente que, em determinado momento da história, Deus arrependeu-se do ato (o dilúvio, não as outras aniquilações ou a aposta com o Diabo no livro de Jó). E, ao deparar-me com a expressão “Deus arrependeu-se e repensou seu método”, sinceramente, pego-me a rir.

Teoricamente, Deus é onisciente, ou seja, de tudo sabe e sempre saberá. Seja o passado, presente ou, pasmem, o futuro (outra gigantesca contradição com a teoria do livre arbítrio). Porém, se de tudo sabe, ele então já sabia que a humanidade se corromperia e que ele próprio inundaria a Terra, matando cruelmente a população. E, se de tudo sabe, como “diabos” não sabia que ele próprio se arrependeria? Não teria sido muito mais fácil prever toda a situação e tomar outro caminho? Quem sabe um que não incluísse o assassinato em massa da humanidade.

arca de noé

Esta é uma prova concreta da, pelo menos, falibilidade bíblica. Deus jamais pode errar, arrepender-se ou repensar seus métodos, pois a onisciência não permite. Admitir isso é TORNAR DEUS IMPERFEITO, o que joga por terra toda a crença da perfeição divina. Se Deus arrependeu-se do dilúvio e repensou seus métodos, quantos outros “pequenos erros” já não poderia ter feito? Como saber o que Deus fez de certou ou errado? Do que se arrependeu ou não?

Outro fator espantoso é que, quando acabam-se os argumentos, o defensor bíblico diz: “Deus criou, Deus pode matar”. Esta frase é a que me causa maior tristeza em qualquer debate. Admitir isso é como atestar sua total falta de amor próprio ou à humanidade. É dizer que não passamos de bonecos ou pedaços de tinta no papel, que Deus pode simplesmente se cansar e apagar. Torna-nos descartáveis, inúteis e acaba com o valor à vida, superestimando a morte e, em alguns casos, desejando verdadeiramente a possível e improvável eternização no reino dos céus. Não é assim que me vejo e, se Deus realmente trata todo ser humano como um pedaço de tinta descartável, certamente não é merecedor da minha fé.

O argumento da Arca carrega um valor negativo tão forte, que virou exemplo para certas pessoas afirmarem, categoricamente, que o furacão Katrina e o Tsunami foram, novamente, resultados da ira divina contra o ser humano, aniquilando mais uma vez milhares de inocentes para a satisfação do próprio ego. Quem acredita nisso transcende o limite da estupidez, pois confia num Deus imperfeito que acabou com o mundo, arrependeu-se de ter interferido e (ora, dane-se!) voltou a fazê-lo, só achando mais divertido agora usar o vento e o mar.

Infelizmente, a falta de questionamento impede que os cristãos enxerguem a completa falibilidade bíblica, como já mostrei em e Noé. Mas sei, com toda a certeza, que a humanidade caminha para o desligamento dessas histórias sagradas controversas.

Anúncios

177 comentários

  1. E abaixo começa a guerra religiosa.


  2. Uma coisa é certa: um livro que foi revisado, editado e traduzido tendenciosamente ao longo dos tempos deve ser interpretado em sua essência, e não no teor das palavras cruas. Evento como o da arca e o da “criação do mundo” (estrelando Adão, Eva e a Cobra) foram contados pelos sábios à população da época, na tentativa de converter o povo pagão à aceitação de um só deus.

    É como um avô contando histórias que “aconteceram”, para que você aprenda a respeitar seus pais e sua vida.

    O problema é que o povo confunde as épocas, os livros, os autores e as leis de cada época. A salada faz isso aí mesmo; um idiotismo idealizado nos supostos furos das Escrituras, nas ressalvas duvidosas e na narrativa humana do poder divino. Questionar a estória da Arca não é questionar Deus. É questionar o próprio homem.

    ——————————————————

    Eu não questiono Deus, pois não acredito nele. Eu questiono exatamente a fé humana nesse suposto Deus e tento mostrar que essa divindade, existindo ou não, não é merecedora da fé.


  3. E abaixo começa a guerra religiosa. [2]

    Bem,se quer acreditar na Arca de Noé ou não acreditar mas achar uma lição nessa história,tudo bem.
    A única coisa que tô achando bizarro no Cristianismo é que os fieis são tão iludidos,as vzes fracos de sentimento ou de raciocinio que qualquer coisa boa que acontece (mesmo a mais ridicula e simples) já acha que é milagre e que tá salvo,daí se converte.
    Acho que existe sim boas pessoas no cristianismo e milagres,mas o povo agora tá perdnedo o questionamento,a razão.Tanto que as vezes eles falam pra caramba de Cristo porém não faz nem a metade dos ensinamentos.Ou só pq a pessoa andava fazendo muita besteira,pq leu em algum lugar algo ético isso nao significa q algum espirito ou algo do tipo ja ta do lado dela.
    Só isso que acho.


  4. “Maria: E abaixo começa a guerra religiosa.”

    Não se depender de mim!
    O Texto e perfeito
    Adoro os textos do Felipe
    Gosto do ponto de vista em que ele aborda as coisas
    O que falta ao ser humano e o questionamento!
    Não se dão ao trabalho de pensar sobre as coisas!!!!!!
    Só aceitam….
    A bíblia tem varias contradições.
    Pra mim e só mais um livro!!!!
    E que não me venham falar que aquilo que está escrito lá e a mais pura verdade
    PORRA
    Como que alguém vai me convencer que um “livro” que foi escrito a milhares de anos atrás, supostamente por homens inspirados por DEUS, onde fenômenos meteorológicos simples, como um eclipse ou uma tempestade era a manifestação de Deus, seja como ira ou como uma “maravilha”?
    [b]ORA ME POUPE[/b]

    Parabéns pelo seu blog Felipe
    Continue com seus textos que nos fazem questionar.

    Bjus


  5. Menino, acompanho seus escritos e fico impressionado com a quantidade de preconceitos que eles carregam. Você escreve relativamente bem, mas ignora fatos, e toca superficialmente um assunto profundo.
    Não considere isso como uma crítica, nem sequer um questionamento, apenas um toque para que possa melhorar um pouco.
    Um desejo pessoal e sincero é que você escreva sobre suas experiências, viagens e qualquer outra coisa que conheça melhor do que a Bíblia ou o Deus que ela mostra.
    Concordo com você sobre a massa ignorante e religiosa, concordo sobre as mentiras da religião, concordo sobre a forma doentia que algumas pessoas torcem a imagem de Deus. Mas sou obrigado a discordar de alguns pontos de vista sem qualquer razão ou fundamento, apenas baseado no “achismo”. Você é melhor que isso.
    Vejo que você tem muitas questões para as quais chuta respostas que não servem. Sabe que não servem, nem sequer acredita nelas. Mas as questões estão aí. É um assunto mal resolvido que exige, de tempos em tempos, sua atenção para dedicar-lhe alguns preciosos minutos ou certamente horas, já que da escrita, precede reflexão, estudos (não parece o caso) e algumas referências, já que não se trata de falar do cocô do cachorro do vizinho no seu quintal.
    Enfim, uma questão:
    Consegue perceber quão irrelevante é o seu pensamento ao ignorante que gostaria de livrar, ou mesmo ajudar?
    Detalhe: Livre-Arbítrio não existe (ou talvez exista na sua religião). Procure se informar melhor.

    ——————————————————–

    Desculpe, não vi sequer UM ÚNICO argumento em todo o seu comentário, o que me leva a descartá-lo por completo. Achei que você fosse apontar alguma coisa do texto para basear o que disse, mas, fiquei na vontade.


  6. Como ousa desafiar Biblía jovem mancebo insolente, você terá a irá de Deus em seu desfavor e o mostrará o que é o castigo do Olimpo! Amém ahueiohoeiuheoiuheiouehioehiouehuioehouiehuioehuioheouiheuioheiouheuioheuioheouieh


  7. Não vim aqui defender minha fé, principalmente com você, eu tenho certeza que não irá fazer diferença o que eu disser aqui para que você mude sua ideologia.

    Só queria dizer que sim, infelizmente a bíblia é furada, tem tantas contradições que se fossemos contar poderíamos fazer um livro.

    Sim, nosso Deus [pelo menos o meu] é Cruel e pune quem não o ama.

    Então a pergunta que impera é: ‘Se ele é tudo isso e sua base é tão fraca, por que ainda crê?’

    É algo que eu me pego pensando sempre, e todas as vezes eu cheguei a uma unica conclusão: ‘Porque se eu me desligar desse mundo minha vida ficaria muito vazia.’

    ‘WTF?’ Eu explico.

    Pense por um instante que você tem seu pai no hospital, acabou de sofrer um derrame e está em risco de vida, nessa hora, o que você faz? Confia em um médico, põe todas as suas cartas nele? Ou acredita que ele vai melhorar e sim ele vai sair, mas acreditar em que? Destino? Carma? Em um Deus?

    Porque pessoas que não seguem alguma religião tendem a acreditar em si mesmo, acreditar que com seu natural esforço irão ir longe, mas convenhamos? Ninguém é perfeito, ninguém nunca foi, não podemos simplesmente num momento difícil depositar nossas fés em nós mesmo, eu me recuso a acreditar nisso, sim, acredito que com esforço e trabalho duro, você pode ser o que quiser, você não precisa de um Deus pra isso, portanto que você creia em si você vai longe.Mas você não tem poderes especiais, você não tem nada que te faça ser superior a ninguém, temos é claro o dinheiro, mas o dinheiro não é a solução das falhas humanas. Isso não podemos mudar, somos falhos, e mesmo com toda a nossa tão chamada ‘fodassidade’ nós não conseguimos, salvar uma pessoa de um cancer terminal, ou de fazer um paraplégico andar. Por isso que eu acho bom todos seguirem algo, não importa se é o meu Deus, ou o seu deus, ou um santo, portanto que você tenha algo para se apoiar num momento difícil você estará bem.

    É assim que eu vejo, e por isso continuo crendo em um Deus, porque pra ser sincero, viver em mundo aonde eu acredito em mim mesmo, perde o propósito da vida.

    Sei que é uma teoria equivocada, mas pelo o que eu posso tirar de experiencia de muitas pessoas, infelizmente um crente sempre será uma pessoa equivocada.

    Hugs e se cuida rapaz ;]

    ——————————————————-

    Levi, você muito se aproxima da aposta de Pascal, que dizia: “Se Deus não existe, não há problema em ser ateu. Mas se ele existir e você for ateu, está condenado. Por isso, é melhor acreditar”.

    Pascal não tinha fé, apenas uma fé forçada e forjada. Infelizmente, é assim a sua também (não estou tentando atacá-lo). Você não acredita no que Deus supostamente deixou de legado para que possa seguí-lo, mas acredita em Deus para poder ter uma base de sustentação para te livrar dos problemas, uma válcula de escape.

    Sua fé não é legítima, é apenas uma desculpa. Por isso, se Deus existir, acredito que não te tratará com grande distinção em relação a um ateu. Pois o ateu ao menos sabe no que não acredita e você, infelizmente, acredita da maneira errada. Acredita em uma válvula de escape e não nO Criador.

    Peço desculpas se tenha parecido ofensivo. Seu comentário foi ótimo e torço para que você consiga se livrar deste fardo de ter que viver a vida pensando que, sem Deus, a torna vazia.


  8. Hehe, bem, como eu explico isso, acho que coloquei minha emoção no post, muita vazia, não é que eu não acredite num Deus, eu acredito, eu tenho fé, oro, frequento a minha igreja, tento evangelizar, leio a bíblia, e boto a mão no fogo pela veracidade da ressurreição de Cristo.

    Mas o que eu vejo de diferente dos outros, é que eles diferente de mim acreditam que algumas coisas da bíblia possam ser aplicadas 100% no dia de hoje.

    Eu acredito que meu Deus pode me ajudar e pode guiar meus passos, o que eu não acredito é que eu vá receber um espirito dentro de mim e que eu vá falar em línguas.

    Eu sou um cristão protestante e frequento a igreja Batista, essa por sua vez tem uma doutrina diferente das outras, ela trabalha com fatos e não com espiritismo, não acreditamos que possamos expulsar demonios fazendo uma corrente e pegando uma menina pequena, de oito anos e a contorçamos para expulsar o tal demonio, não acreditamos que orar gritando é um jeito de Deus nos ouvir, não acreditamos também que nós quando recebemos o espirito caímos no chão porque a carne é fraca.

    Acreditamos que ha um Deus, um Deus que cuida de nós e que atende nossos pedidos portanto que tenhamos fé.

    Eu entendo que meu texto tenha passado essa ideia de fé fraca, mas é que eu sou uma pessoa bem vazia de FATOS históricos bíblicos, mas sou cheio de fatos contraditórios a elas, eu tenho agora me focado em livros Gnósticos e Ateus e procurando livros Evangélicos para debater com o que me é apresentado pelos outros livros. Eu sei que vai demorar um tempo e que agora parece que eu me baseio em uma fé de louco, mas sei lá, na minha mente não se encaixa outra cultura, e esse é o meu maior erro, eu vejo que a MINHA religião está correta e esnobo e faço pouco das outras, por as acharem absurdas, por isso que agora eu luto para tentar mudar isso, porque eu sou uma esponja, conhecimento sempre.

    Eu admiro muito você, porque você é uma versão melhorada e ateu minha.

    PS: Se quiser eu explico isso em outro post. XD

    —————————————————

    Por favor, não repita que eu sou uma versão melhorada de você. Você é perfeito ao seu jeito, sempre. Não é porque eu tenho um blog e sei me expressar que faça de mim uma versão melhorada de qualquer coisa.

    Eu te recomendo a leitura do livro “Deus: Um Delírio”, você encontrará argumentos contundentes (embora alguns radicais) para a provável não existência de Deus. Você perceberá que a humanidade sempre acreditou em divindades e que agora vivemos um momento que provavelmente será esnobado no futuro.

    Assim como a sociedade atual esnoba os gregos e suas crenças em deuses como Zeus e Athena, é muito provável que daqui a cinco mil anos a sociedade esteja esnobando aqueles ultrapasados que acreditavam na concepção de um Deus por uma virgem que foi arrebatada aos céus sem sequer morrer, que também acreditavam que o homem foi criado do barro e a mulher veio da costela do homem já criado e que o pecado original passou a acontecer depois que uma cobra falante os disse para não comer do fruto proibido e eles, teimosos, comeram.

    Quem sabe a próxima geração da sociedade acreditará em, sei lá, cinco deuses que moram numa casa de gelo no planeta Spockerson. Parece absurdo? Tanto quanto eles acharão as crenças acima e como você acha as crenças passadas.


  9. Olha, eu não sou ateu mas tambem não sou um religioso fervoroso, vou à Igreja quando tem um evento de familia no máximo, mas eu penso assim, eu tb vejo defeitos no catolicismo e em todas as suas divisões, mas eu te pergunto, o que seria do mundo sem o catolicismo? Poderia ser um mundo melhor, mas não existe um mundo sem religião (me diga um povo que não tenha uma religião, não hoje, mas nos seculos passados antes do ateismo), então outras crenças viriam a tona, poderiamos ser guerreiros, resolver tudo na mão pq os deuses querem (como os nórdicos), poderiamos ser canibais, acreditarmos que homicidios, incesto ou outras coisas absurdas hoje deixariam os deuses felizes.

    Mais porvavelmente seguiriamos a religião grega, acreditariamos em deuses com defeitos e com poderes acima da humanidade, sendo que uma arvore caindo é um sinal divino e teriamos que fazer algum sacrificio ou oferenda a eles (antes de chegar a ser a religião máxima de roma, o cristianismo teve suas escrituras modificados por um Imperador Romano, que as alterou para ficarem do jeito que eles querem)

    O ateismo tb é uma religião, pq os ateistas acreditam na razão, se uma coisa não estiver de acordo com a razão, então ela está errada, se estiver de acordo, ela está certa, e como a justiça a razão muitas vezes é cega e tem seus defeitos, por exemplo, um cara tem 40 anos e ve uma menina de 13 anos e acha atraente, quer fazer sexo com ela, pela razão ele faria porque ela esta na idade reprodutiva e ele tambem e se ela recusasse ela seria espancada pq pela razão se vc machucar alguem essa pessoa fica incapacitada e você, naturalmente, pode fazer qualquer coisa com ela.

    Resumindo, se não houvesse o cristianismo teria 90% de chance de haver coisa pior, protestar contra ele seria certo na roma antiga ou na idade média, hoje ele não tem nenhum poder sólido o bastante para mudar o mundo, então não ha motivos para tentar acabar com ele, e muita gente hoje só está vivendo por causa da religião, se não fosse ela muitas dessas pessoas poderiam ter se suicidado ou feito algum mal a outras pessoas.Por isso eu penso no cristianismo hoje não como um mal que nos tormenta, mas como um grande e poderoso livro de auto-ajuda que ainda ajuda muita gente durante a vida.

    —————————————————-

    Felipe, o seu argumento é válido e por muito tempo o defendi (não tão radicalmente). Entretanto, a leitura e observação me fizeram mudar de idéia.

    Um mundo sem religião provavelmente nunca existiu, pois o ser humano possui a tendência natural a elevar o desconhecido a um patamar da sobrenaturalidade. Ou seja, tudo aquilo que não é explicável, passa a ser taxado como questão sobrenatural. A evolução disso transforma-se em um Deus, ou alguns deuses.

    Entretanto, estudos apontam que a moralidade do ser humano não vem da religião. Você taxou a razão como imoral e disse que um homem de 40 poderia ficar com uma de 13 se a humanidade não tivesse a religião. Errado. A moralidade não é fruto da religião, nem de Deus e nem de passagens bíblicas. Aprendemos a ser morais dentro de nossa própria sociedade. A seleção natural desenvolveu um ser humano com princípios morais, éticos e fraternos, embora, é claro, muitos seres desliguem esses princípios.

    E da mesma forma como você protestou dizendo que um mundo sem religião seria um caos, eu te replico: o que é o mundo com a religião?

    A religião foi a arma que mais assassinou na história da humanidade. Bilhões de seres humanos já foram mortos pelas armas de Deus na terra, por “enviados” divinos. Durante séculos pessoas foram exterminadas por não concordarem com a crença de determinado grupo. Guerras, atrocidades, apedrejamentos, fogueiras. Tudo fruto da religião. Onde exatamente está o dedo dela para um ser humano que vive em harmonia? Onde está a organização da religião nas guerras do Oriente Médio, nos homens-bomba que, em nome de seu Deus, matam-se por uma sociedade ideal e acreditam que serão recebidos como heróis no paraíso com 72 virgens? Pessoas como você, que acreditam DE VERDADE nisso, tanto quanto você acredita no seu Deus.

    Seguindo com a idéia, como podemos enxergar que a moralidade advém da religião, se temos livros bíblicos pregando a destruição de povos, a aniquilação de hebreus, a morte de homossexuais e até mesmo de crianças que discutam com seus pais? MORTE!
    Temos livros na Bíblia que mostram pais entregando suas filhas virgens para serem estupradas para, assim, protegerem anjos de Deus. Exatamente! Leia um pouco mais da passagem de Juízes, quando um padre estava na casa de um velho hospitaleiro e homens bateram à porta de sua casa querendo que o velho entregasse o padre “para que dele abusemos” (palavras bíblidas).
    O velho então, para protejer o padre, disse:
    “Não, irmãos meus, não façais semelhante mal; já que o homem está em minha casa, não façais tal loucura. Minha filha virgem e a concubina dele trarei para fora; humilhai-as e fazei delas o que melhos vos agrade; porém a este homem não façais semelhante loucura” (Juízes 19, 23-24).

    Onde está a moralidade bíblica? Os homens realmente estupraram-nas a noite inteira, só para que o padre não fosse tocado. A concubina morreu. O que o homem fez? Esquartejou-a e enviou para os cantos da cidade.

    Esse é o exemplo de caráter e moral que você vê a Bíblia passando para a sociedade?


  10. Um único argumento? Porque não foi 98% a favor do que você falou, descarta? Muito inteligente. Ou nada inteligente?
    Desculpe. Gostaria que eu citasse seu texto? Mas não precisa publicar, apenas leia.
    No segundo parágrafo, cite algum teólogo relevante que conheça e que seja respeitado por favor. Preconceito.
    Seguintes parágrafos: Contradições existentes na história da Arca? Começa a listar…? Superficialidade.
    Superficialidade ao tratar da Bíblia e ao falar de Deus.
    Não se preocupe. Não defendo Deus ou a Bíblia, quero apenas mostrar que você consegue escrever um texto melhor.
    E você está certo sobre a contradição entre livre arbítrio e Bíblia.
    Aceite que o livre arbítrio não existe. E não use ele como argumento para descredenciar o texto bíblico, não serve mesmo.
    Só isso. Leu? Não precisa aprovar. Obrigado pela atenção.
    Obs.: Escreva sobre o comentário da menina que disse que o texto é perfeito… vai ajudar você a parecer menos imaturo.

    ——————————————————–

    Suas palavras soam para todos como um desespero padrão de todo religioso quando sente-se atacado. Eu não vou descartar seu comentário, pois serve para que muitas pessoas dêem risadas no canto de suas bocas ao observar o comportamento tradicional de todo cristão em desespero, que tenta, sem argumento sólido algum, denegrir a imagem daquele que ataca sua crença.

    O livre arbítrio é pregado por todas as religiões. Ponto final. A Bíblia vai contra o livre arbítrio. Você não acredita nele? Você acredita que todas as suas ações já estão escritas? Ótimo, mas saiba que MUITOS não. E MUITOS religiosos fervorosos, pois eles recebem a passagem do livre arbítrio.
    Por sinal, dizer “aceite que o livre arbítrio não existe” soa um tanto quanto desesperado novamente. Sua verdade é falha, aceite isso você.

    E para finalizar, se você tivesse um pouco mais de leitura e informação, saberia que os teólogos contemporâneos, quase em massa, defendem a não interpretação literal do livro do Gênesis. Mas pelo visto, falta-lhe conteúdo, além de argumentos.


  11. Quer saber?

    Deus criou, Deus pode matar!
    Fique triste. Muuuhahahahaha…

    Brincadeira, claro. ‘^^

    Hãã… Acho que este é o assunto (religião) mais complicado de se debater, ao menos pra mim. Talvez porque eu não consiga me expressar bem. =S

    Creio no que creio e estou feliz assim. Se estou feliz não vejo porque mudar. Penso assim, dane-se se o que eu creio é realmente certo ou não.

    Discordo de muitas coisas da bíblia, mas não me preocupo mais em ficar indagando e tentando achar respostas, até porque uma coisa que me incomoda é procurar, procurar e não achar as respostas. Quem poderá provar por “A + B” que o que acredito está certo? Que o que você acredita está certo?

    Faz todo sentido o que você escreveu, dizendo que se Deus pode criar e depois matar, ele nos trata como bonecos… Mas no fundo ainda creio em Deus. Realmente não consigo explicar o porque, mas é psicológico, como você respondeu no comentário do Levi, de que ele usa um apoio que é Deus. Só que pra mim, no que eu acredito, Deus pode aceitar um ateu e eu também. ‘^^

    Sei lá como se formou a crença que tenho na cabeça, só sei que se formou.

    É, não ficou muito bom o que escrevi não. Hahahahaha, mas como disse, realmente não consigo me expressar bem quando o assunto é religião.

    Resumindo, creio no que creio e estou bem. Se esta frase é uma babaquice para os outros eu estou cagando e andando. =P

    Abraço, um post bem foda e mal a falta de argumento!

    ———————————————

    Adriano, provavelmente sua crença é herdada de sua família.

    Obrigado pelo comentário.


  12. Felipe, como não estou com muito tempo para elaborar uma resposta/comentário para o que você propôs, irei apenas tocar em um único ponto que ao longo dos seus textos percebi: você não consegue enxergar nós humanos como pecadores e, por isso, não consegue entender o fato de pessoas serem “aniquiladas” por Deus, como você mesmo diz.Percebo essa visão nesse trecho do seu post:

    “Entretanto, basta pensarmos na grotesca quantidade de pessoas corretas presentes no planeta que foram aniquiladas pela ira divina para sabermos que o argumento é furado. Um Deus, no máximo de sua sabedoria e amor, jamais poderia ter a capacidade macabra de afogar bebês, grávidas, idosos, fiéis, homens e mulheres para satisfazer seu próprio ego de criador.”

    O fato é que todos nós somos pecadores, desde uma senhora idosa que paga os seus impostos a um assassino em série condenado à cadeira elétrica.E, por mais difícil que seja para você entender, Deus não distingue o pecado, de modo geral.Todo pecado é igual, o juízo de Deus não é o mesmo do juízo dos homens.Partido desse pressuposto chegamos a idéia de que ninguém é perfeitamente puro, e se todos nós somos pecadores,nenhum de nós merece viver, digamos a grosso modo.Não vou mais me prolongar nessa dicussão pois tenho outras obrigação hoje, mas repito novamente: O juízo de Deus é diferente do juízo dos homens.Não julgue as atitudes/idéias de Deus a partir do ponto de vista de nós humanos modernos.
    E fica a dica: leia mais a bíblia, assim poderá ir mais afundo em suas críticas, que estão um pouco superficiais.

    No mais, te parabenizo por ter explorado a questão da ignorância do povo, que interpreta a bíblia no sentido literal.Concordo plenamente com esse ponto.

    ———————————————————-

    Desculpe-me com sinceridade, mas você encaixa-se perfeitamente no que eu disse:

    “Esta frase é a que me causa maior tristeza em qualquer debate. Admitir isso é como atestar sua total falta de amor próprio ou à humanidade. É dizer que não passamos de bonecos ou pedaços de tinta no papel, que Deus pode simplesmente se cansar e apagar. Torna-nos descartáveis, inúteis e acaba com o valor à vida, superestimando a morte e, em alguns casos, desejando verdadeiramente a possível e improvável eternização no reino dos céus. Não é assim que me vejo e, se Deus realmente trata todo ser humano como um pedaço de tinta descartável, certamente não é merecedor da minha fé.”

    Se é pelo motivo A ou o motivo B, não importa. Se Deus assim nos enxerga e assim nos trata, ele não é merecedor da minha fé.


  13. “Assim como a sociedade atual esnoba os gregos e suas crenças em deuses como Zeus e Athena, é muito provável que daqui a cinco mil anos a sociedade (…)”

    Gostei mais dessa parte do que o post em si, insira no texto! Nem todos lêm os comentarios


  14. Vamos a um outro post, hehe, bem eu digo uma versão melhorada por alguns fatores que ao meu ver eu vejo, não é por você ter um blog e você saber se expressar, mas por você, sei lá, uma coisa a mais que eu não tenho, algo como… como… A sim, a sua cultura, você é uma pessoa que tem mais argumentos por ter uma vasta cultura, conhecimento, isso é só o que me deixa triste, a minha falta de argumentos em algumas coisas, por isso estou tentando virar uma esponja, tentar aprender e assimilar tudo o que leio, escuto e vejo.

    Quanto ao resto, bem, isso eu concordo, acho que a religião, tanto católica quanto a protestante está perdendo a força, não posso afirmar que daqui a 5 mil anos teremos essa religião sendo debochada, mas eu sempre sigo essa ideologia: ‘O futuro a Deus pertence’ ou o carma/destino/Buda/Beatles e MJ ou seja, o futuro é longiquo de mais para que eu saiba, vou vivendo cada dia ao meu jeito e lutando para que o futuro consiga se moldar ao que eu quero ser. Não tenho pressa quanto a isso.

    E em questão ao livro eu lerei, e a você eu indico ‘Em defesa da fé’ é um bom livro, não tornará tão cansativo a leitura e pelo menos mostrará o contrário do que você disse, sabe, cada um indica um ; ] xD

    ——————————————————

    Já li alguns livros religiosos e ainda pretendo ler mais.

    Sobre a questão da “esponja”: eu não nasci sabendo nada e ainda não sei sequer 0,1% do que sonho saber. Mas apenas uma verdade: só aprendemos estudando.

    Leia, converse, debata, escreva. Se o seu desejo é estar sempre aprendendo, essa é a fórmula.


  15. KKKKKKKKKKKKKKK,segundo exemplo que pego Deus como se fosse um trabalhador comum, o primeiro foi : EXODO 20, “Porque em SEIS dias fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo que neles há, e ao sétimo dia descansou.”
    Descansou?? O todo poderoso? onisciente? onipotente? descansou?? E ainda levam a bíblia a sério…

    ——————————————-

    Gustavo, na verdade esta passagem bíblica trabalha metaforicamente com a idéia do trabalho para o homem e ao fato de que ele deve trabalhar por 6 dias e descansar 1.

    Sequer isso o crente segue, pois trabalha só 5 e descansa 2. Hahahahahaha.

    Brincadeiras a parte, essa é a grande parte bíblica que determinou a fundação da Igreja Adventista do Sétimo Dia. Eles acreditam que o sétimo dia esteja compreendido entre a sexta e o sábado e, neste período, não podem fazer ABSOLUTAMENTE NADA (trabalhar, estudar, divertir-se, nada). Eles acreditam que esta seja a marca daqueles que serão salvos pela eternidade.

    E eu pergunto: por que eles estariam errados? Por que os batistas estariam certos?

    Será que se a Igreja Adventista do Sétimo Dia tivesse 2 milhões de fiéis e todo o mundo ocidental não fizesse nada entre sexta e sábado, você também não o seria?

    Pense nisso.


  16. “Deus é um garoto mau com uma lupa e nós somos formiguinhas”. Jim Carrey, em “O Todo Poderoso”.

    Se Deus é onisciente porque ele já não nos cria no inferno ou no céu?
    Deus é onipotente? Então ele pode criar uma pedra tão pesada que nem ele mesmo possa levantar? rsrs.

    Jesus é plágio e os dinossauros foram os únicos que não conseguiram entrar na arca. Seguem as provas:

    Repare na fotografia com fala. xD

    Tirando as piadinhas…cara, tu disse que era agnóstico em outros artigos, mas agora tu está aceitando ser chamado de ateu, deu impressão pelo menos. Migrou para o lado dos radicais?

    Fora essa minha dúvida, curti muito o texto, já tinha pensado na maioria das coisas, mas tu apontou muitas contradições das quais ainda não tinha me ligado.

    Até mais, abraços.

    —————————————————

    Sensacionais as tirinhas. Brilhantes.

    Sobre o ateísmo:

    Eu continuo agnóstico, não mudei em nada. Entretanto as pessoas tendem a acreditar que o agnóstico é aquele que sempre está em cima do muro, quando não é. Eu sou um agnóstico quase ateu, mas não sou ateu porque não nego a existência de Deus sumariamente.
    Assim como Richard Dawkins e tantos outros, não me incomodo de ser chamado de ateu, pois quase o sou, só não nego categoricamente a existência de Deus pois acredito que a NEGAÇÃO necessita de tanta fé quanto a CRENÇA. Se não podemos provar nem um, nem outro, então é insano sermos categóricos para qualquer dos lados. Seguindo indícios, eu diria que sou 99,9% ateu, mas não ser 100% torna-me um agnóstico, pois eu admito a possibilidade de Deus existir.


  17. Não li, mas aposto que Deus não terá piedade de sua alma.

    ————————————————-

    Hahahahahahaha, Fred palhaço.

    Para quem não sabe, esse é o Frederico Fagundes, grande amigo e autor do blog Quem Matou a Tangerina.


  18. Bem, você ainda está confundindo, eu não disse que você fez, isso eu só digo que te admiro por isso, você tem uma vasta cultura e eu quero tambem ter uma, não digo que vou me basear em você [você nem falou isso, mas me deu vontade de falar] digo que vou tentar aprender mais ^^

    Voltando ao assunto, eu creio que tentar trazer algumas coisas da Biblia pra esse mundo futuro é meio errôneo, por isso eu me baseio ha alguns fatos e lendo um pouco do post do Tiago, eu vejo assim também, o mundo seria um lugar bem pior sem essa fé, porque ela pelo menos da uma base pra pessoa, não estou dizendo que um mundo sem a fé seria um mundo totalmente desvirtuado de valores, e nem que o papel de pais que não seguem uma determinada religião estaria sendo ruim.

    Mas eu acho que a religião ajuda muito no carater da pessoa e sim, traz muitas coisas de bom para o mundo. Claro que ha a parte ruim, mas eu acho que fazer suas próprias regras vai de cada um.

    ————————————————

    Eu dei as respostas sobre a idéia de que a humanidade sem Deus seria imoral. Isso é um mito.

    Leia o livro que recomendei: “Deus – Um Delírio”, pois fica impossível eu escrever aqui um livro de 500 páginas para te explicar isso tudo.


  19. Imaginei Deus olhando para FelipeNeto e gritando:

    -KA-ME-HA-ME-HAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA..!!!


  20. Percebi agora os anúncios bíblicos acima do texta, hahahaha.

    Entendi seu modo de ver isso, eu também me considero agnóstico, na verdade até antes de te ver usando a palavra eu dizia ser “Areligionado”, sei que a palavra não existe, mas era o que eu conseguia descrever-me.

    Na verdade nunca achei que era quem ficava em cima do muro, só considero os ateus mais radicais mesmo.


  21. Entendo seu ponto de vista, mas se você pesquisar mais, vai descobrir que a formação dos planetas do sistema solar, por exemplo, tão como a perfeita harmonia na cadeia alimentar, assim como outros exemplos, não são meros acasos da ciência, acredite, há mão divina.

    —————————————————

    Companheiro Geovani, eu respondo usando o mesmo argumento:

    se você pesquisar mais, vai descobrir que a formação dos planetas do sistema solar, por exemplo, tão como a perfeita harmonia na cadeia alimentar, assim como outros exemplos, não são meros acasos da ciência, MAS SIM RESULTADOS DA SELEÇÃO NATURAL, QUE NÃO ATUA SOMENTE PELO ACASO.

    Achar que a ciência explica tudo pelo acaso, é falta de informação.


  22. Entendo seus questionamentos. Mas quem estudo teologia entende outra coisa. A propósito, teologia não é achismo. Teologia é um estudo academico, onde se é ministrado na faculdade. Portanto, uma ciencia.

    O livro de Genesis, o qual voce questiona, e os 4 livros seguintes, que formam a Torah, eram tradiçoes passadas oralmente de pai para filho, de geração em geração, entre os judeus. Até mesmo na época do exilio no Egito. Moisés, quando libertou os hebreus, trouxe consigo o conhecimento do papiro. Entao começou-se a escrever essas tradições em papiros. Esses papiros eram guardados (após a morte de moisés) por sacerdotes, entre os quais haviam 4 linhas de pensamento. O papiro não é como os papeis de hoje em dia. Ele se desfaz mais rápido. Portanto, sim, o Pentateuco (Torah) foi re-escrito algumas vezes, e pode ter perdido as palavras exatas iniciais, mas em momento algum ele perdeu sua essencia. Outra coisa é Deus “se arrepender”. Isso é uma figura de linguagem (agora me falha a memória o nome) onde nós, humanos, damos atributos que nós conhecemos pra atitudes de Deus. O homem entendeu aquilo como “arrependimento” porque era isso que ele entendia. Assim como voce acha algo justo ou injusto, e atribui isso a Deus.

    Sobre a Onisciencia x Livre-arbitrio, sim, Deus é onisciente quanto à acontecimentos que envolvam tudo, a humanidade em geral. Mas quando esses acontecimentos entram no livre-arbitrio de cada um, Deus não pode interferir, pois foi um direito que ele mesmo deu ao homem. Portanto, um homem pode escolher se ele vai matar alguem. Mas Deus sabe quando vai haver um genocídeo.

    Sobre Deus “matar” a humanidade no diluvio, matando homens “inocentes”, mulheres grávidas, blá blá blá… calma ai… Voce tava lá? Era voce do lado de Deus? Você sabe quem é inocente ou não? E outra, a justiça que voce pensa, sobre inocente ou não, tenho certeza que não é a mesma de Deus. Nós conhecemos a justiça dos homens. Um homem que assassinou muita gente, e na hora da morte se arrepende verdadeiramente de tudo que ele fez, pede perdao à Deus verdadeiramente, vai ser perdoado. Confesso que pra mim isso é injusto, mas eu sou homem. Ele é Deus. A justiça divina vai além da compreensão humana.

    A razão é uma criação humana também. Quanto mais apegados à razão, menos apegados a fé. E por mais descrente que voce seja, voce sabe que sem fé, não há roda que se mova.

    Questionar é dizer que você quer entender. O entendimento se renova cada vez que você questiona. Nunca pare de questionar. Um dia voce vai encontrar a verdade. E quando voce encontrar a verdade, não a sua, nem a dos homens, mas a verdade mesmo, essa verdade te liberta da sua prisão da mente.

    ————————————————–

    Você deu os argumentos padrões: A razão de Deus não é compreendível, você não estava lá, você enxergará a verdade, Deus é onisciente e sabe de tudo mas dá o livre arbítrio.

    Só faltou a explicação padrão para a fórmula MAL forjada pelo cristianismo para o Deus trino: Deus, Jesus e Espírito Santo.

    Desculpe, mas esses argumentos são sempre levianos e impossíveis de rebater, pois remetem SOMENTE a fé, que eu não tenho e, por isso, descarto-os.


  23. Mais um texto polêmico.
    Ok, estou com preguiça de escrever sobre o texto..
    Mas tenho só uma dúvida Felipe.
    Você já presenciou momentos em Igrejas em que há “moveres sobrenaturais”?
    Ou já viu na internet, sei la.. Bom, so pra saber qual a sua opnião a respeito disso. Pessoas caindo, descrevendo momentos que pareceram ser como o céu.. Excesso de alegria, unção do riso..
    Não pode-se responder isso como emoção.. Tá na cara que não é.. e eu SEI que não é.. é realmente inexplicável..
    Eu queria saber apenas de vc, como um “Quase ateu”.. de onde vc acha que vem tudo aquilo? Você tem alguma teoria? Sua linha de raciocínio é muito interessante, fiquei curiosa pra saber a respeito disso, o que vc pensa?

    ———————————————-

    A ciência possui explicações muito simples sobre essas manifestações. O cérebro humano é capaz de fazer coisas que não somos capazes sequer de imaginar, pois afinal utilizamos menos de 15% de toda a sua potencialidade. Manifestações como estas acontecem em estado total de transe, assim como os budistas conseguem entrar em Nirvana, espíritas conseguem “encarnar espíritos” e revelar segredos absolutamente ocultos das pessoas e tantos outros eventos taxados como sobrenaturais, mas que são absolutamente naturais, decorrentes de impulsos cerebrais desconhecidos pelo homem.

    Não estou dizendo que é categoricamente isso, apenas apresentando a versão científica e muito mais provável que somente a manifestação de Deus em pessoas. Como eu disse, tudo aquilo que é incompreensível, passa a ser taxado como sobrenatural.

    Existe uma história real de uma tribo localizada em um país longínquo. Essa tribo não possuía nenhum contato com qualquer tipo de tecnologia (como ferramentas). Quando o país foi colonizado, esta tribo enxergou os equipamentos do homem e achou que eram deuses, pois a tecnologia era incompreensível para eles (mostre um celular para um homem do século XVIII e ele achará que é bruxaria ou poder de Deus). Este país da tribo, até hoje, segue uma religião onde acreditam que Deus é a “carga”, pois a carga que vinha do homem branco para a ilha trazia tecnologia desconhecida.

    Isso ilustra exatamente a realidade. Taxamos de sobrenatural o que não conseguimos compreender, quando na verdade a ciência possui explicações contundentes, nós apenas não estudamos.


  24. Acho que quando vc quer causar um “auê” no seu blog, vc sempre posta tópicos religiosos.. inacreditável.

    ————————————————

    Eu não quero criar “auê” nenhum, apenas relatar o que penso. Se o blog tivesse 5 leitores por dia eu escreveria a mesma coisa. Não criei o blog para ter sucesso, isso foi consequência.


  25. Se não acreditasse em Deus, vc nem começaria a questionar essas coisas…

    ———————————————–

    Outro argumento padrão que de nada vale.

    Eu não acredito em Deus. Ponto.


  26. Ok, o que não é padrão? Voce quer uma verdade nova? A bíblia é feita de diversos tipos de escritas. Histórias literárias, não-literárias, poesias… Vou te dar um conselho. Se matricula num seminário teológico e arranque os cabelos dos professores. Você vai se divertir… Mas fé é a firme certeza das coisas que não se vêem. Isso já diz tudo.

    Pelo menos eu gosto de discutir com gente que tem conteúdo.
    Vou te dar uma dica, fugindo um pouco do assunto, sobre o que voce pode falar futuramente:

    “Eu sou inocente das acusações que me fizeram, das que estão me fazendo, e das que vão me fazer semana que vem.” -Jose Sarney

    Vlw, cara.. boa sorte ai!


  27. “Pai, perdoa esta gente! Eles não sabem o que estão fazendo.”

    ———————————————–

    Na verdade, eu sei.


  28. Se não acreditasse em Deus, nem se preocuparia em escrever esse tópico.

    ———————————————-

    Não, eu me preocupo com a humanidade.


  29. Vazio. Não pedi teólogo contemporâneo. Eu sou um teólogo contemporâneo.
    Pedi teólogo renomado e relevante menino.
    Desespero é uma atitude mais parecida com a sua.
    Estou muito tranqüilo, tanto que estou aqui conversando contigo.
    Agora, sobre o livre arbítrio… você não conhece mesmo algo que não seja isso ou a negação disso? Porque você não chegou nem perto do que eu creio, e aceite, não conhece. Se conhecesse não estufaria o peito, abaixaria a cabeça.
    E vou reforçar: Gosto de ler o que você escreve. E não, não é para “esclarecer meu pensamento”. Só para ler mesmo e aprender a conversar com seus pares.
    Mas realmente você deveria se dedicar a um assunto que conhece.
    E realmente, publicar isso não fortalece seu argumento, por mais bonitinho que seja seu sub comentário.

    ——————————————–

    Fazemos assim: você fica com o que acredita e eu fico com o que acredito. Se você discorda do texto, boa sorte.


  30. Averiguações importantes a serem registradas: Você é um ateu praticamente religioso, não agnóstico e parece confundir os conceitos.
    E eu, não sou religioso, nem olhando muito de perto, menos ainda da distância que você se encontra.
    Continue escrevendo e siga o conselho de um rapaz ali em cima, matricule-se em um seminário teológico. Se for para discutir, em um reformado ou fudamentalista, se for para rir em um pentecostal e se for para fortalecer seus argumentos vai num “encontro com Deus do G12” ou passa a frequentar os cultos de uma IURD próxima a você. Vai que o Macedo descobre seu talento oculto?

    ———————————————–

    Desculpe, mas parece que você está confundindo os conceitos. Sou agnóstico e sempre serei, pois o ateu radical nega completamente a existência divina, coisa que eu não faço e jamais farei, pois qualquer ser inteligente sabe que para afirmar categoricamente que Deus não existe, é preciso de tanta fé quanto para dizer que existe, pois nenhuma das duas possibilidades poderá jamais ser comprovada.

    Sou um agnóstico que tende ao ateísmo, mas não ateu, embora não me incomode que me chamem de ateu, pois não acredito em Deus. Apenas não sou radical.


  31. Quando alguém fala em cristianismo logo nos vem na cabeça à religião católica, parece que esta cravado nas pessoas que para ser cristão tem que ser católico ou evangélico, ler e acreditar na bíblia. Não sou católica ou evangélica e nunca li e nem pretendo ler a bíblia. E nem por isso deixo de ser cristã.
    Li em um site que a história da Arca de Noé foi baseada em uma história babilônica escrita por volta de 1600 a.C., que por sua vez também foi baseado em outra história mil anos mais antiga. A única diferença entre as histórias é que em vezes de Deus foram os Deuses que destruíram o mundo.
    Esse tipo de história sempre foi contado para que a massa temesse e obedece A Deus ou os Deuses, o que beneficiava algumas pessoas, sejam padres, sarcedotes, reis, etc.
    Sempre foi assim, sempre alguém tirou proveito da fé e da ignorância das pessoas.
    Por esse fato a várias pessoas que não conseguem acreditar em nada, apenas que nascemos,
    morremos e viramos comida de minhoca. A maioria pensa assim, por causa desse estereótipo de Deus vingativo e mal, de pecados e céu e inferno que a igreja católica implantou não sai de suas cabeças. E pior que existem pessoas que realmente existe um Deus assim mal e vingativo que trata todo ser humano como um pedaço de tinta descartável, como você mesmo falou.

    Pelo menos o meu Deus não é assim.

    ——————————————————

    Por isso eu respeito mais um Deísta que um Teísta. O deísta é aquele que acredita num Deus não físico, mas sob a forma de uma força natural que impulsiona o universo.

    E não acreditam também no Design Inteligente, o argumento cristão de que Deus desenhou cada coisa e colocou pra funcionar (se você estudar datas e períodos da Terra, perceberá que há uma imensa contradição).


  32. “O cérebro humano é capaz de fazer coisas que não somos capazes sequer de imaginar, pois afinal utilizamos menos de 15% de toda a sua potencialidade.”

    Temo que você esteja repetindo aqui uma velha concepção errada que vem há muito tempo sendo alimentada pela mídia. Nós usamos nosso cérebro inteiro, não apenas 10 ou 15%, mas infelizmente esse mito de que “só usamos 10% do cérebro” aparece por todo canto e provavelmente vai demorar pra desaparecer.

    Tirando isso, ótimo post, e parabéns por manter uma atitude de diálogo aberto com quem ainda acredita em alguma religião, qualquer que seja.

    http://www.snopes.com/science/stats/10percent.asp

    ——————————————-

    Eltor, a questão não é essa.

    Não conseguimos controlar tudo o que nosso cérebro é capaz de fazer. Você consegue entrar em estado de Nirvana? Consegue entrar na concentração profunda? Tem memória fotográfica? Você consegue multiplicar 281937 por 193498 sem calculadora?

    Algumas pessoas conseguem. Outras conseguem falar línguas. Outras entram em estado de transe total e “encarnam espíritos”. Outras se curam.

    Quer exemplo melhor? Remédio placebo. Você acha que seria capaz de curar seu corpo só acreditando? Pois é isso que o cérebro faz sozinho quando você acha que está tomando a medicação.


  33. kkkkkkkkk
    Os comentarios mais engraçados são do tipo “Se não acreditasse em Deus, nem se preocuparia em escrever esse tópico.”
    Pow,se o cara não crê e vê que tem um lado desnecessário e atrasada,ele vai e cria um tópico e fala o que quer ué.
    Tá matando?Roubando?Não uai,deixa o cara falar o que quer. ;D
    Não sou atéia,mas as vzes acho até ateu mais nobre do que vários religiosos por aí.
    Ao contrario de muito religioso que só faz boas ações pq cre em um Deus,ateu pelo menos faz pq vê que isso ajuda em algo e é importante.Faz realmente de coração,ao contrario de algumas pessoas ditas religiosas que fazem para ter um paraíso em troca ¬¬


  34. Na verdade, acho o post válido, pois eu tambem não acredito em Deus, e com certeza, se a humanidade não acreditasse, seria imoral, imagine só todas as pessoas que frequêntam a igreja, nas ruas, fazendo “Deus” sabe oq, pra mim, se Deus existe, ele deve ser um psicopata, pois de tanto ver nos jornais, gente passando fome enquanto gente joga comida fora, mães que morrem no parto sem ao menos conhecer o filho, bebes que morrem logo após nascer, e tantas outras coisas que acontecem, que muitos dizem ser “vontade de Deus”…


  35. Você pode não acreditar em Deus, mas Ele acredita em você.
    E sobre oq vc disse de os Adventistas do Sétimo dia nao fazerem ABSOLUTAMENTE NADA entre a sexta e o sabado (le-se do por-do-sol da sexta até o por-do-sol do sabado) esta completamente errado. Se vc procurar vc vai saber q o próprio Jesus fez coisas q em sua época eram consideradas ‘trabalho’.
    E, não só eu como muita gente não trabalha 5 e descansa 2.

    ———————————————

    Se eu não acredito em Deus e ele acredita em mim… Será que eu sou o Deus do Deus?


  36. Bom ver que não era àqueles “10% do cérebro” que você se referia. Pena o sistema desse blog não ter a opção de responder a um comentário, teria algumas coisas a dizer sobre algumas das respostas desse post… mas acho que o sono é mais forte.

    Vou apenas aproveitar pra re-recomendar “Deus: Um Delírio”, especialmente para aqueles religiosos que se dizem (ou em alguns casos, realmente são) corajosos o bastante pra questionar as crenças com as quais, na maioria dos casos, foram indocrinados desde antes de saberem ler e escrever, com pouca chance de defesa ideológica.

    Apesar de Dawkins não ser muito famoso por “adoçar a pílula”, o que ele diz é verdade, e faria bem a muitos crentes dar uma chance a esse livro.


  37. Rapaz,
    Que bom que retornou ao Brasil bem e com um novo tópico digno de meus comentários.

    Por experiência, NUNCA ponha em jogo a fé das pessoas, não faça tais comentários a seu respeito e as suas crenças.

    Infelizmente todas as pessoas precisam crer em um Deus, isso faz parte de nossa cultura. Aqui no Brasil somos de maioria católica, assim como na Europa. Já nos E.U.A., a mairia é protestante, no oriente médio eles acreditam em Maomé, alá, não sei exato qual religião exercida por lá, mas sei que muitos conflitos armados são por causa das terras santas.

    Enfim, se vc é ateu, legal, vc deve ser forte o bastante pra quando ter algum probleman não recorrer a alguma entidade religiosa. Mas não é o que acontece com o povo brasileiro.

    Acho que vc criou uma polêmica um tanto inútil para o seu crescimento. Mexer com Deus é o mesmo que entregar a sua carta de demissão para o povo.

    Eu sei que cada um tem a sua opinião e que vivemos em um país “livre”, mas tais comentários não devemos fazer em público.

    Espero continuar comentando, mas assuntos que não envolva religião, política e futebol, pois papai sempre dizia: Esses assuntos não se dicutem nem em mesa de bar!

    Pense nisso e não tome isso como um comentário agressivo.

    ————————————–

    Desculpe, só considero que você está redondamente enganado. Este tipo de texto serve para esclarecer e explicar muitas coisas para pessoas que encontram-se em cima do muro. Quem disse que assuntos como religião, política e futebol não se discutem, era apenas um autor preguiçoso que não conseguia ter argumentos para falar sobre estes assuntos.

    Continuarei sempre escrevendo meus pensamentos acerca de qualquer um dos assuntos.


  38. Não precisa escrever um argumento longo pra descartar a bíblia… É só procurar pelas contradições que ela tem, por causa de inúmeras traduções erradas, por ser um livro que só uma elite tinha possibilidade de ler… O jeito que ela foi fabricada, mesma coisa.

    Se bem que, hoje em dia, temos que ser todos Velhinhas de Taubaté pra não ficar fora de sério com tudo o mais tentando nos enganar… Pena que essa morreu antes de nos passar como fazer isso: http://newsgroups.derkeiler.com/Archive/Soc/soc.culture.brazil/2005-08/msg01838.html


  39. “Eu sou inocente das acusações que me fizeram, das que estão me fazendo, e das que vão me fazer semana que vem.” – José Sarney

    Essa frase que o Matheus citou no comentário 26 bem que poderia ter sido dita por Deus (se ele existisse, é claro). Para cada cético que aparece tentando entender o sentido ou a existência desses seres sobrenaturais, aparecem uns dez religiosos com pedras na mão só esperando o “ataque”, sendo que são apenas argumentos e dúvidas.

    Se não era pra pensarmos nem duvidarmos, porque Deus nos faria com o poder de raciocinar? Pelo que vejo, as pessoas mais religiosas são as que menos pensam. Infelizmente.


  40. Os argumentos pró-religião são sempre os mesmos, eles procuram criticar o autor e não argumentar. Pode ficar tranquilo porque foi um bom post e realmente não vale a pena se preocupar com o inútil bate-boca dos religiosos.


  41. (Depois de publicar o artigo um raio cai bem na sua cabeça eliminando do universo sua existência insignificante para sempre e Deus com ar entediado fala:

    “Ok, próximo!”)
    —————————————
    Você é um sabe-tudo do pior tipo, nunca nada vai mudar sua opinião, não porque ela esteja certa, mas pq vc só olha pra vc mesmo, se acha muito sábio e acha que seus raciocínios são tão avançados e perfeitos que nem vale a pena levar muito a sério outros argumentos. Aplicado ao assunto religião isso é um caso tipico de materialismo.
    Sua arrogância também é de lascar. Falo isso pra este post mas vale tb para alguns outros, sua visão critica da sociedade é algo bacana mas vc podia ser menos “admirador-de-vc-mesmo” as vezes.

    —————————————————

    E argumentos para justificar sua acusação, necas.

    Acusações pessoais entram por um ouvido e saem pelo outro, eu quero ver argumentos que rebatam o texto.


  42. Acho que nós que não acreditamos estamos “saindo do armário” como diz o Idelber Avelar.
    Não que o livro do Dawkins seja a solução argumentativa para todos as questões religiosas, nem que a Bíblia seja o maior livro do mundo.
    O único problema é que você deve respeito a todos aqueles que seguem qualquer religião e tem um problema sério quando você diz não acreditar, quem te respeita?
    O respeito religioso só parte do pressuposto de que outra pessoa tenha religião e quem não tem vai apanhar do pau da cruz. Quem tem opiniões divergentes do que a maioria pensa é arrogante e convencido, ou então é doente e precisa de médico.
    É mais fácil não questionar, é mais cômodo, não exige esforços e você pode continuar a viver sem anseios, sem angústia, porque é isso que a curiosidade (o conhecimento) traz.
    Apenas aceitando as “verdades” você tem tempo para fazer outras coisas na vida, ir aos shows, jogar seu video game, namorar, enfim… continuar a viver como se nada acontecesse ao seu redor.
    O silêncio significa segurança, tanto para quem silencia quanto para quem é silenciado.

    http://viagemaleatoria.wordpress.com/2009/07/13/sai-do-armario/

    http://viagemaleatoria.wordpress.com/2009/05/14/tu-e-o-senhor/

    Mas eu ainda acho que estamos discutindo a coisa errada. Discutir acreditar em Deus ou não é coisa de segundo plano, acho que a discussão de verdade tem que ser em relação à manipulação que a religião exerce na vida das pessoas. Uma manipulação que deixa as pessoas irracionais e, essas sim, são intolerantes. Não é quem não acredita que é intolerante, pois são aqueles que não acreditam que vivem num mundinho fechado porque não podem se “rebelar”, não tem o direito de dizer que não acreditam, pois serão considerados maçã podre que contaminará todo o resto do cesto, serão considerados doentes.
    Como o Levi disse “Eu acredito que meu Deus pode me ajudar e pode guiar meus passos, o que eu não acredito é que eu vá receber um espirito dentro de mim e que eu vá falar em línguas”. O problema é que quando você diz que você pode mesmo pode guiar seus passos, pode andar coma s próprias pernas você será considerado um louco, porque você precisa de um guia. Mas que guia? Unicamente Deus? Por que meu guia não pode ser alguém (humano, demasiado humano) que eu considere ter feito algo importante? Por que o guia deve ser perfeito? Qual a perfeição de alguém que se vinga de forma vil e mesquinha de quem não segue os seus ensinamentos? É como jogar PES, quando um jogador não apresenta o que você esperava ou você o dispensa ou o negocia com outro melhor.
    Acho que alonguei a conversa… foi mal.


  43. Primeiramente, adoro ler os seus artigos, principalmente esses que falam de Deus.

    Ao contrário de você, eu acredito que exista um ser superior. Porque? Não sei ainda, estou a procura de respostas. Procuro analisar sempre todos os lados da história para tentar solucionar o meu dilema: Deus existe ou não?

    Deus para mim funciona como uma válvula de escape, bem como você disse num dos comentários acima. Neste ponto, segundo a religião, eu serei julgado como ateu. Tudo bem, estou procurando a verdade, um ponto de equilibrio. Se encontrarei? Acredito que não. Pelo menos não como um mero ser humano. Creio que jamais teremos a capacidade intelectual para encontrar essa resposta. Mas isso é uma contradição, não é mesmo? Estou a procura da verdade mas não acredito que poderei encontra-la…

    Esse é o ponto em que me apoio. Acredito que enquanto eu estou procurando respostas, estarei indo pelo caminho certo. Estoun na verdade, a procura do auto-conhecimento.

    Como analiso os dois lados, dou um ponto favoravel a BIBLIA, mas não aos seus tradutores (igrejas): Deus é perfeito correto? Mas o que é ser perfeito? Quem definiu que ser perfeito é somente praticar o bem, não errar em nada? Quem sabe, ser perfeito significa ser um sanguinário vingativo… como nós, seres humanos, somos… herdamos isso de nosso Pai celestial, ou de nossos pais, como você afirma no post “somos o que somos”. Quem sabe?

    Veja bem, não estou defendendo nenhum dos dois lados, estou apenas interpretando de um outro ponto de vista.

    Gosto de viajar nessas teorias, errando e acertando, tanto faz. O que importa é continuar aprendendo, melhorando cada vez mais o meu EU interior.

    Parabéns pelo blog e continue sempre assim!

    Abraço!


  44. Caro Felipe, ótimo texto, coeso, direto e mostra a sua opinião.

    Sou evangélico, não tão fervoroso como muitos, mas acredito em Deus e nas suas façanhas, se assim podemos chamar.

    Também não sou alienado para dizer que apenas Nóe e sua familia sobreviveram, isso porque num estudo superficial sobre a mitologia mundial, só por exemplo, encontra-se a estória de Deucalião – mito da Grécia antiga – igual à de Nóe (http://pt.wikipedia.org/wiki/Deucalião) dentre outras, que não me recordo.

    Assim, acredito que Nóe foi utilizado como exemplo, uma parábola, igual Jesus fazia.

    Outro ponto que me intrigou foi sua dúvida quanto à onisciência de Deus. Deus sabe o futuro, Einstein também já dizia isso,em um resumo sobre uma reportagem da revista Sapiens (da Superinteressante), assim dizia: “O futuro não existe. Se formos olhar, ele já está definido. Ou seja, o passado, presente e futuro já está definido. Enquanto que eu estou neste EXATO momento escrevendo isso, outra pessoa em 2200 (por exemplo) está conversando com alguém NESTE EXATO INSTANTE. O presente de uma pessoa é diferente do presente de outra pessoa. Em outras palavras : livre-arbítrio não existe. A gente fará ações que já estão definidas na escala da física, e já tem gente neste instante vivendo 1000 anos, ou mais, na nossa frente.”

    Então se for assim, a ciência também não nos dá chance nenhuma de mudar.

    Então prefiro acreditar em um Deus que ira (Isaías 5:25), que chora (João 11:35), que se arrepende (1 Samuel 15:35), pois Ele entende nossas angustias, pois somos criados à sua imagem e semelhança.

    Espero apenas ter contribuido para o diálogo, continue escrevendo seus textos com tamanha acuidade, pois são muito bons, sou leitor assiduo.

    Att.

    ———————————————————

    Uma observação: só segue a teoria de Einstein quem quer. Eu, por exemplo, não acredito que nosso futuro esteja traçado.


  45. Acertei.


  46. Se igreja evangelica fosse a perfeita só existia 1.
    Acredito na paz católica por que a inquisição manda.
    acredito em alá por causa das guerras santas.
    ” E Deus mandou os isrraelenses matar os mulçumanos”.
    nestes casos so se salva quem usar a seguinte frase:
    “se Deus realmente trata todo ser humano como um pedaço de tinta descartável, certamente não é merecedor da minha fé.”(felipe neto)
    bom trabalho ganhou uma estrelinha /\

    \/


  47. Bah, você “vai pro céu” só pela paciência de responder toda essa galera chata e fechada!


  48. Por isso que eu sou ateu. O Deus da bíblia é um filho da ****, não sei como alguém poderia crer numa besteira dessas. Papai Noel não existe, mas Deus existe? Ah, vai se fuder!

    Dá uma olhada nesse vídeo que é muito legal:


  49. Se me obrigassem a escolher uma religiao preferiria morrer…
    Religião foi o que usaram para controlar os indios e estão usando para controlar todos.Logo logo tem outra inquisição…


  50. Acho incrível que algumas pessoas simplesmente fecham as mentes para algo “diferente”, um novo argumento, só pq TEM que seguir a religião e as crenças que aprenderam desde pequenos; e alguns sabe-se lá pq ainda a seguem (digo no sentido que nem eles mesmo pararam para refletir, só fazem algo automático). Antes que me atirem pedra, eu nasci e cresci numa família católica; meu avô é ministro da igreja. Nem por isso eu segui sempre essa crença; fui sim batizada, fiz primeira comunhão e crisma. Mas chegou à um ponto que eu comecei a questionar os fatos. E não vejo mal nenhum nisso.
    Sempre achei que religião é um excelente instrumento de dominação, para manter as pessoas “na linha”, dentre as leis que vigoram de tempos em tempos; para aceitar tudo o que lhe é imposto sem questionar.
    Joseph Campbell (O poder do mito) mesmo definiu o mito (Deus) como a personificação de experiências e, como tal, fonte de identificação para as pessoas. As pessoas precisam de padrões para seguir, regras; recompensas e um toque de imaginário.

    Concordo com vc em todos os seus textos que falam de religião. Não acredito que Deus puna (afinal ele não é misericordioso?) ou que mate as pessoas e recompensem que paga dízimo ou hora fervorosamente. Acredito que somente as pessoas e suas vontades, capacidades e anseios podem mudar suas vidas. Eu não vou conseguir emprego que eu quero se não for atrás, assim como se eu só rezar, ninguém vai me contratar. Do mesmo modo que eu acredito que se eu disser que não acredito em Deus, um raio não cairá na minha cabeça e eu tb não cairei morta.


  51. Mais interessante ainda é ver como Deus mudou seu comportamento do velho para o novo testamento, tornando-se um Deus bondoso que sacrifica-se pela humanindade. Pra mim o velho testamento nem devia ser seguido pelos cristãos.


  52. Concordo com tudo isso aí que você falou /manokiabbo


  53. Sinceramente… Não existe comentario para esse texto. Acredito que Deus não é um fascinora vingativo, porém discordo em outras partes do texto. Eu acredito que conceitos de religião sejam tão pessoais e variam tanto de acordo com a vivencia de cada um que não devem ser debatidos. Você expressou sua opinião, otimo. Ninguem tem que aceitar, somente respeitar. E eu respeito.

    ———————————————-

    E jamais eu disse ou direi que as pessoas precisam concordar com o conteúdo do texto.


  54. Concordo contigo. Mas devo ponderar algumas coisas… primeiro, ao ler Dawkins tome cuidado. Isto pois ele venera tanto Darwin que é capaz de criar uma Igreja do Ateísmo (como, ironicamente, parece já estar sendo feito, visto que ele fez um tal de acampamento ateu http://tinyurl.com/mcshdd ). Se lembre de que Dawkins já não é mais um cientista, pois parou de pesquisar, agora é um pregador do ateísmo. Um livro maneiro é “O Delírio de Dawkins”.
    Bem, a bíblia realmente é Muito contraditória em relação à divindade. O que eu acho interessante é a parte dos filhos dos deuses terem relações sexuais com as filhas dos homens, por causa deste trecho fui ler “O 12º Planeta”. Neste livro é mostrado que tábuas sumérias registraram histórias que hoje lemos na bíblia -detalhe, na bíblia é tudo mais ‘enxuto’, como se fosse um resumo-. O interessante é que as tábuas sumérias foram escritas muitos, mas muitos anos antes de sequer alguém ter pensado na bíblia. É um livro que algumas pessoas podem não gostar tanto, pois -afinal- quando o escritor traduziu as tábuas, ele interpretou ao seu próprio ponto de vista. Aconselho que você leia.
    Uma coisa, não creio que as pessoas se desligarão da bíblia só por causa de falhas. Considero que os cientistas se aproximarão da bíblia, mas no sentido de descobrir sua verdade cientifica e historicamente, como o livro 12º Planeta de Zacarias Smith.
    t+

    —————————————-

    Eu tomo bastante cuidade Erich, não foi a toa que usei somente um de seus argumentos na criação deste texto. Um que concordei. Não concordo em tudo com ele, acredito que tenha uma opinião radical demais e, infelizmente, não sabe escrever. As associações intermináveis com Darwin são um verdadeiro pé no saco.


  55. Meu pai também chama de estado de transe.. É algo muito dificil de explicar mesmo. Mas que eu já presenciei e não vejo explicação cientifica que possa explicar isso.. Ex: em uma reuniao de oração ninguem fica fora de si, todos estão concientes.. Alguém coloca as mãos em suas costas e vc sente as pernas amolecerem e depois um sentimento (que pode ser como se estivesse drogado) so que agradável.. Isso sem perder a conciencia, sem procurar um estado de viagem mental.. Apenas com o toque das mãos de alguém que está orando.. mas enfim.. Sem “meditação”. bom, mas enfim..

    —————————————-

    É mesmo Pedrita, então provavelmente os mestres da hipnose são enviados de Deus… Afinal, com um simples comando eles são capazes de fazer você imitar uma galinha, ou dormir, acordar, pular, se jogar do décimo segundo andar, não sentir dor. Tudo através da utilização de um poder inexplicável, que nada tem a ver com Deus, mas sim com o cérebro.


  56. Foi por posts como esse que o elegi o melhor blogueiro do país. A Bíblia tem cada vez menos importância pra mim, só não joguei fora por causa da minha mãe.
    Deus é somente uma fantasia criada pela humanidade há muito tempo atrás e que hoje insiste em permanecer.

    Estou juntando grana pra comprar o livro de Dawkins!

    ——————————————

    Obrigado, Murilo. Fico feliz em saber.


  57. já deixei de acreditar em papai noel, príncipe encantado e de fadas gostosas…

    Deus só demorou um pouco mais…

    abraço, bela abordagem. Só não escrevo esse tipo de texto em meu blog pq é muito natural crer em Deus e até genético!

    abraço


  58. Fala Felipe, te sigo no twitter e achei o texto muito bom.
    Apesar de ter um pensamento diferente, acho que devemos respeitar todas as opiniões e não ficar gerando controvérsias e se vangloriando pelos argumentos que você consegue rebater.
    A verdade não sabemos. A verdade é impossível, NESTE MOMENTO, de sabermos.
    Eu particularmente, como Espírita (consequentemente Cristão), naõ sigo, nem leio o Antigo Testamento. Foi escrito em outros tempos, com uma realidade totalmente diferente, e nós espíritas acreditamos que tudo no Antigo Testamento foi revogado pelos ensinamentos de Jesus Cristo.

    Penso que não temos como negar a existência de Deus e jogar toda responsabilidade ao acaso. Não vejo Deus personificado, mas sim como uma energia, ou como queiram imaginar. Essa palavra ‘Deus’ é que causa controvérsia, mas poderíamos chamar de qualquer nome, como Energia, Universo, Natureza, o que for.

    O que me faz acreditar nisso? A complexidade do corpo humano, da natureza, dos animais, do céu, do universo, dos planetas, das galáxias, etc. Não tem como isso não ter sido gerado por uma “força” sobrenatural e inteligente. Não tem mesmo.

    Não sei se você já teve oportunidade de ler a literatura Espírita, mas vamos deixar isso pra uma próxima conversa.

    Grande abraço!

    —————————————-

    Desculpe, mas na verdade tem sim. A seleção natural explica a existência de tudo, assim como o design inteligente (teoria do criacionismo). Por favor, não diga “não tem como” se você realmente não estudou a fundo o outro lado da moeda. A seleção natural não age, como muitos pensam, ao acaso. Dê uma lida em textos sobre seleção natural que você entenderá melhor.


  59. A Bíblia nada mais é do que um “manual de instruções humano”, onde sempre nos foi colocado que devemos seguir esse manual sem questionar.

    Ótimo texto. Parabéns!


  60. apezar de não acreditar em deus, e sim em odin tenho que dizer, cara vc é muito mala.

    ———————————————

    O botão “fechar” é a serventia da casa.


  61. Calma Felipe.
    A Seleção Natural não é absoluta. Muitas coisas explicam a origem das coisas.

    Mas como eu falei, a verdade não sabemos, somente acreditamos. No momento é impossível sabermos a verdade das origem de tudo.

    Por isso devemos respeitar opiniões e crenças. O não-respeito aos outros é que causa muitas das coisas ruins desse mundo.

    Lembre-se: viva a vida feliz, com um sorriso no rosto sempre, não julgue as pessoas, não dê chance para a raiva e o ódio. Uma parte da verdade só saberemos depois da morte.


  62. Felipe, curtiu a viagem?

    Antes de mais nada, digo logo que não gosto de fanáticos. Todo tipo de excesso é ruim. Dito isso, vamos em frente.

    Bom, tal como você, não sou religioso. E igualmente como você, sou um mortal com minhas crenças e convicções. Mas diferentemente de você, eu não perco meu tempo debatendo as escolhas dos outros, principalmente quando elas se baseiam na fé. Numa boa, discutir Deus e religião é como debater se alface é melhor do que tomate ou Flamengo e Botafogo. Você é Botafogo. Você tem suas razões para sê-lo. Eu sou Flamengo e tenho as minhas. De alguma forma, com todos os argumentos que você possa levantar, acha que um dia vai conseguir me dobrar a ponto de mudar de time e vasco-versa.

    Não é?

    Por isso que acho uma idiotice (sem te chamar de idiota) uma discussão sobre o que a bíblia quis dizer ou não, até porque, teoricamente, ela foi escrita há sei lá, 2 mil anos? e você não vivia nem fazia idéia de como era naquele tempo. Além disso, ela foi traduzida tantas vezes e com tantas leituras diferentes que até hoje os próprios católicos divergem sobre alguns trechos.

    Não acredito em Arca de Nóe e compro a idéia que os dinossauros foram extintos por causa de um acontecimento natural. Acho muito fácil colocar em Deus toda a conta da história. Mas quem quiser pensar assim, que pense. A ciência ainda não calou a religião, e provavelmente não o fará.

    Só não concordo com o pensamento único: é assim, é assado. Por exemplo, creio piamente que exista vida fora da Terra, pois o universo é gigantesco. Mas não acredito em sequer uma história de aliens que contaram por aí, pois não dá para aceitar que alguém viaje de tão longe só para estuprar (ou abduzir, como queiram) uma pessoa.

    Deus não é uma criação única dos católicos. Cada religião tem o seu. Os índios que aqui viviam antes dos portugueses que fostes visitar tinham os seus. Os gauleses dominados pelos romanos também. Assim como egípcios, vikings e, claro, os judeus.

    Mesmo sendo agnóstico, segundo dizem que sou, eu já entendi que Deus e crença vem de cada povo e é muito infantil e irresponsável querer criticar a bíblia ou o Corão que seja. Você tem a sua cabeça, a sua cultura, a sua experiência de vida e seu blog. Mas não consegue entrar na dos outros. Historiadores e autores em geral que você leu deram suas versões das coisas. É exatamente como o seu blog: a sua visão.

    Há quem concorde e quem discorde, direito pleno de cada um. Mas o seu direito acaba imediatamente quando se revolta e tenta, com argumentos de uma criança e ainda por cima num espaço onde você é juiz, júri e executor da aprovação dos comentários (ou seja, Deus), diminuir a crença dos outros. Você, como humano com a experiência de vida que tem (pouca), não tem moral nem bagagem para tal.

    Eu não tenho. Você não tem. Ninguém nesse blog tem. Cada um com sua cultura e respeitando as outras. Mas quando você ataca em seu blog, é o mesmo que um árabe explodir uma bomba num casamento judeu. Intolerância. E o mundo não tá ruim por causa das religiões. Prova disso é o nosso Brasil onde todas convivem pacificamente. Está ruim por causa dos intolerantes.

    Antes de criticar, conheça mais. Entre no mundo. Ainda assim, após fazê-lo, se quiser sair saia, mas respeite (para ser respeitado) quem quer ficar. Fora disso, é só mais um texto bem escrito, porém bobo e revoltado. E contraditório, pois a Notre Dame foi construída na base da fé e você achou linda.

    Desculpe o longo comentário.

    —————————————————-

    Desculpe, companheiro, mas você está completamente equivocado. Acho que o mais equivocado de todos os comentários.

    Para começar, a idéia de “ninguém jamais deve falar de religião” é uma estupidez. Se ninguém na história falasse e questionasse a religião, nossos gênios ainda estariam sendo queimados em fogueiras, você seria obrigado a ser católico e não existiria qualquer tipo de liberdade de expressão. A contestação é necessária para a humanidade evoluir. Se você é do tipo que senta e ignora todo tipo de influência negativa para a humanidade, seja feliz assim, mas não diga que este é o modelo ideal, pois para mim não passa de um modelo imbecil criado para preguiçosos que não preocupam-se com absolutamente nada além de si próprios.

    Em segundo lugar, você diz que é “muito infantil” ficar argumentando questões da bíblia. Curioso, pois existem cientistas no planeta inteiro debatendo, todos os dias, todas essas questões, com o propósito de desligar a humanidade de preceitos ultrapassados e que não mais se enquadram dentro da sociedade. Você acha que o trabalho dessas pessoas é “muito infantil”? De onde vem seu embasamento para tal. Em muito menor escala, é o mesmo que faço, somente para quem quiser ler. Onde está a infantilidade quando se tenta abrir o olhos do povo para uma POSSÍVEL segunda versão da história? Não. Não há infantilidade alguma, apenas seu desejo insano de que nada mude faz com que você tente desesperadamente desmerecer o texto.

    Em terceiro, eu nunca falei que Deus é uma criação única dos católicos. Começo a questionar se você sequer LEU o texto, pois só conseguiu falar asneiras.

    Em quarto, comparar religião com time de futebol é, isso sim, uma puta infantilidade. Uma falta de argumento impressionante. Como comparar a arma que mais matou na história da humanidade, com uma simples escolha de um time futebolístico? Acho que você precisa de umas aulas de sociologia, porque pelo visto não entende absolutamente nada sobre o assunto.

    E, para terminar, eu jamais disse que minha verdade tem que ser aceita. Ela está escrita e publicada em um espaço MEU, que você tem a escolha de visitar ou não. E de aceitar ou não. Não digo que minha verdade é incontestável e nem absoluta, pois nenhum cientista, escritor, observador, o que quer que seja, pode afirmar este tipo de coisa quando o assunto remete às questões da fé. Logo, novamente, acho que você se equivocou.

    Tente melhor na próxima.


  63. Há pessoas que dizem que a natureza é tão perfeita que só poderia ter surgido da cabeça de um ser superior. A verdade é existem diversos erros nela, chegando-se a afirmar que o Criador teria que ser muito burro pra têla produzido.


  64. As vezes eu me divirto mais com os comentários do que com o texto em si…

    Foi um bom texto. Se eu concordo ou não é outra história. Fato é que acrescentou. E isso é o importante.


  65. FELIPE

    OBRIGADO por escrever

    Continue sempre que possível!

    Obrigado por colher informações e formatá-las de sua maneira peculiar para nós.

    Obrigado

    Geralmente qdo fico indignado com algumas coisas entro aqui no Controle e vejo que nem tudo está perdido!

    Obrigado

    —————————————-

    Obrigado pelas palavras, Daniel.


  66. Bom, como você não me conhece pessoalmente, darei o benefício da dúvida. Eu não tenho desejo nenhum de que nada mude, muito pelo contrário, e faço o bastante que “as coisas mudem”. Mas ao invés de discutir fé, uma coisa intangível e pessoal ou cultural, prefiro debater problemas sérios e reais, como muitas que você já colocou aqui no blog inúmeras vezes. Isso é bom. Isso pode dar caldo e barulho. Dizer que a bíblia é isso ou a história é aquilo, ainda vindo de uma pessoa só? O que você vai conseguir com isso? Nada além de comentários como os de fanáticos aqui. E pior, você os ataca e faz graça de quem acredita numa religião. Os cientistas discutem a bíblia numa guerra secular. Até hoje, estou do lado dos cientistas. Mas eles não dizem “se Deus sabia tudo, como não sabia o que aconteceria com a humanidade?” Faça-me o favor. Isso é comentário igual a “se Deus quer que todo mundo seja bom, por que existem bandidos?”.

    Eu li o texto sim. Você nunca disse isso e eu também nunca coloquei na sua conta. Apenas que Deus é uma figura. Eu mesmo já perguntei para religiosos diferentes sobre essa história de cada um acreditar no seu. E todos me disseram “Deus é uma figura, um símbolo”. Só isso. Entendeu agora?

    Se você não entendeu a metáfora na comparação, azar o seu. Não é comparar com time de futebol, rapaz, é comparar CRENÇAS. Metáfora. Pura e simples. Nada de sociologia ou qualquer coisa que você queira levantar no seu comentário.

    E terminando, eu também não disse que sua vontade é lei ou que você quis passar isso. Disse apenas, e tão somente, que no momento que você quiser criticar algo como a fé de alguém, pense antes que a cultura e história dessa pessoa é completamente diferente da sua. Ao escrever “esse Deus não é merecedor de minha fé”, você despreza a dos demais, ignorando o que cada uma passou para tê-la. Eu conheço gente que realmente acredita que Deus é responsável até pelo espirro que deu. Vou fazer o que? Explicar que se trata de um processo de limpeza do corpo expulsando micro-organismos ruins? Adianta?

    Eu sou casado com uma espírita. Ela acredita que existe hora para morrer e que há vida do outro lado. Eu não. Pra mim, a morte é um acaso e por isso estamos todos sujeitos a ela. E que ao morrer, viramos comida de barata.

    Vou tentar mudá-la? Não. Porque eu respeito a crença dela, sei da vida que levou e o que a fez acreditar nisso e não tenho moral nem direito de tentar interferir. Apenas digo que não acredito e ela me respeita não tentando me convencer do contrário. Simples assim. Não preciso colocar num blog que eu acho isso uma idiotice e ofender pessoas que pensam diferente.

    Se você acha que eu escrevi asneiras e eu sou maluco, vida que segue. Eu apenas acho que sou uma pessoa com opinião contrária à sua.

    ————————————————-

    A forma como você escreveu foi de ataque, quando contra-argumentei duramente, você passou a escrever do jeito certo, sem pedras na mão, agora dá para se conversar como pessoas inteligentes.

    Você ainda tem uma idéia de que “na fé não devemos nos meter”. Sim, isso é verdade, quando estamos falando de pessoas cotidianas, em conversas pessoais. Este blog não é uma pessoa, não é algo comum, é um formador de opinião, é uma forma das pessoas verem outras possíveis verdades. Temos infinitos blogs na internet pregando a palavra de Deus, por que não podemos ter um que fale sobre uma possibilidade (bem argumentada) da não existência ou da fabilidade deste Deus cristão? Não há absolutamente nenhum mal que possa vir disto. É apenas entregar ao povo uma segunda possibilidade, que eles podem ignorar ou tratar como verdade.

    Já recebi comentários e emails de pessoas que disseram ter aprendido a ver o mundo com outros olhos depois que leram alguns textos meus sobre religião. Você acha que isso não é importante? Pessoas que disseram ter se desprendido mais de questões impostas como verdade absoluta e que passaram a contestar e, com isso, evoluir intelectualmente.

    O argumento da onisciência de Deus não é uma infantilidade, é real e defendido por muitos cientistas. Se Deus é onisciente, ele não pode se arrepender, pois ele já deve saber de tudo, logo não pode ter qualquer medida errada. A onisciência, claro, não passa (com quase certeza) de um mito e o argumento mostrado ajuda a fazer com que as pessoas enxerguem isso. Eu também achava que muitos argumentos eram bobos até começar a ler e estudar. Isso é porque a religião já cria uma idéia de que argumentos como “Deus já sabe, então…” ou “Quem criou Deus?” são idiotas, quando não são, são apenas argumentos que os religiosos NÃO CONSEGUEM retrucar e, por isso, criam a falsa idéia de que são infantis. Aliás, o argumento de “quem criou Deus?” é o principal utilizado pelos cientistas para combater a teoria do design inteligente criacionista.

    Sobre sua mulher, não digo que precisamos MUDAR as pessoas. Não é esse o objetivo do meu texto, é apenas fazer com que elas pensem antes de aceitar uma crença. Não tenho dúvidas que os textos religiosos do blog ajudam as pessoas a questionarem e, com isso, buscarem melhor as respostas, mesmo que sejam dentro de sua própria religião. O que não tolero é a aceitação radical de alguma coisa empurrada goela abaixo por outros seres humanos.


  67. o Capeta nôn ecxisteeee


  68. Bom texto Felipe (pra variar). Uma vez eu perguntei a um professor de história se ele acreditava em Deus, porque geralmente os historiadores acreditam que o homem foi criado pela natureza e é a evolução do macaco, e ele me respondeu: “Eu acredito, sim, que fomos criados pela natureza e que todas as coisas foram criadas pela natureza, mas quem criou a natureza?”

    Daí, eu ví um trecho interessante de uma história contada em um dos muitos livros do palestrante Gilcler Regina, segue:

    “O genial cientista Albert Einstein disse certa vez: “Sempre que eu abro a porta de uma nova descoberta, já encontro Deus lá dentro”. O que será que ele queria dizer com isso? Provavelmente ele quis dizer que quando o homem descobriu o radar, o morcego já voava no meio de cordas sem bater, usando sinais sonoros para enxergar no escuro. O vôo dos helicópteros nos lembra o amiguinho beija-flor. As invenções mais sofisticadas, as descobertas mais surpreendentes, sempre têm como inspiração ou combustível, algum organismo da natureza, algum mecanismo do universo.”

    Bem, eu acredito em Deus mas respeito demais quem não acredita ou que questiona sua existencia.

    Forte abraço!

    ————————————————

    Manoel, Einstein não acreditava em Deus e em religião alguma. Muito pelo contrário, há pessoas que sigam uma invisível “religião einsteiniana”, que busca na ciência a explicação para todas as coisas.

    Sobre os exemplos dados, a seleção natural, de fato, explica o surgimento de cada organismo. A pergunta final, que não é explicada por NENHUMA das duas hipóteses (criacionismo ou evolucionismo) é onde tudo começou. Afinal de contas, se formos voltar toda a história do universo, chegaremos ao nada. E quem criou algo a partir do nada? Como poderia ser Deus, se nada existia, nem mesmo Deus?

    O argumento da religião de que “Deus sempre esteve lá” é absurdo, afinal de contas, como podem voltar a história de todas as coisas e ignorar que Deus também precise ter história? Por isso, as duas são furadas, a religião apenas dá um passo a mais que a ciência, dizendo que além de tudo que é material, também existia um Deus atrás, que por milagre de alguma coisa, sempre existiu, o que não faz nenhum tipo de nexo.

    Quem criou Deus e como ele foi parar lá?


  69. Bom Felipe, achei o texto interessantíssimo. Fazia tempo que eu não parava pra pensar no conceito de Deus, religiosidade e no próprio significado da Bíblia. E tenho que lhe parabenizar, pois pelo o que eu li nos comentários vc pesquisou profundamente sobre o assunto.

    Olha eu acredito fortemente em Deus, acredito que há uma força maior no Universo. No entanto eu não sigo nenhuma religião em especial, pois há dogmas em cada uma delas os quais eu não concordo.

    Quanto a questão da Bíblia, acredito em apenas 10% do está escrito lá. Na minha opinião apenas alguns “ensinamentos” se salvam. O conteúdo da Biblia não pode ser considerado uma verdade universal como as igrejas o fazem, pois além de ter sido escrita numa época longínqua seu conteúdo foi constantemente modificado e manipulado durante os séculos. Isso sem mencionar as matanças e os ‘acontecimentos eróticos’ descritos nos paragrafos mais secretos da Bíblia.

    Destaque para a destruição de Sodoma e Gomorra (Gênesis 19:24) e como os sobreviventes continuaram a prole humana (a partir de Gênesis 19:31).

    Felipe, quando vc tiver um tempo livre da uma olhada na matéria “Quem escreveu a Bíblia?” da Superinterressante de dezembro de 2008 (edição 259)

    E fiquei curioso sobre a “seleção natural” que vc mencionou se vc puder indicar algum texto em especial…

    Abraços

    ————————————————-

    Gregory, novamente recomendo o livro “Deus: Um Delírio”, pois lá encontrei explicações sobre a seleção natural que antes não compreendia. Aprendi que a seleção natural não é obra do acaso como os criacionistas defendem.

    Fiquei muito feliz com seu comentário, pois o objetivo é exatamente este, fazer pensar. A passagem de Sodoma e Gomorra é tão ridiculamente absurda que Deus aniquila a mulher de Ló simplesmente porque ela olhou para trás para ver a destruição da cidade. PUMBA! Vira pedra (ou pó, agora não me lembro) na hora. Que Deus misericordioso, salva a família de Ló mas assassina sua mulher porque ela olhou para trás quando ele havia mandado não olhar.

    Que Deus lindo.


  70. Antes de tudo, concordo com o texto.
    Mas o cérebro sempre está perto dos 100% de funcionalidade, caso contrário pancadas na cabeça não seriam tão graves (não atingiriam os “10%” que estavam funcionando). O caso é que você pode “treinar” os neurônios para serem mais rápidos mais fortes e terem maior espaço interno para informações. Por isto nem sempre alguém é um gênio em medicina e matemática ao mesmo tempo, pode ser, mas isto só depende do sujeito.

    —————————————————-

    Eu argumentei sobre isso nos comentários acima, sobre a utilização cerebral.


  71. Primeiro um comentário sobre Física: Einstein adorava a casualidade (passado, presente e futuro seguindo um ritmo lógico, com uma ação causando outra). Ele achava filosoficamente frágil o aspecto probabilístico da mecânica quântica, representado pelo príncipio da incerteza de Heisenberg. Não há uma conclusão clara sobre a natureza do tempo: existem brigas enraizadas em teorias como a das cordas. Mas o que gostaria de ressaltar é isso: a pessoa quer provar um ponto, coloca o nome de um cientista famoso para embasar uma opinião dela e que se lasque a ciência. O importante é estar certo.
    O importante não deve ser se estou certo ou errado, o importante é que nos beneficiemos (nos=raça humana) e possamos viver de forma mais completa. Vamos ser pragmáticos: não importa qual religião esteja correta. O que importa é, que independente da minha religião eu respeite que você tem o direito de discordar de mim. Navegar é preciso…


  72. ‘E, se de tudo sabe, como “diabos” não sabia que ele próprio se arrependeria? Não teria sido muito mais fácil prever toda a situação e tomar outro caminho?’

    Seu argumento entra em mais uma contradição do “saber tudo”
    Se ele sabia o que ia acontecer, ele em modo algum poderia mudar. Porque se mudasse não aconteceria aquilo, e portanto ele não saberia de tudo.

    Quando se sabe o futuro, está condenado a vivê-lo. Por isso não acho que Deus saiba do futuro.

    E como você disse, ele também não poderia se arrepender, afinal ele já sabia o que iria fazer mesmo.


  73. Já que o assunto é a biblia.
    Acho que ninguém deve confiar completamente na biblia.

    Pense um pouco, mesmo que toda a biblia tenha sido escrita por “Deus” ( como dizem os cristãos ), ainda assim a biblia seria falha, afinal durante a tradução Deus não “aprovou” ou “reprovou” o texto.

    Sem contar que a biblia que possuimos é “tradução” da “tradução” e “atualizada”.
    Imagine, se o povo traduz errado até filmes toscos de 1 hora de duração, será que posso confiar na tradução que fizeram de um livro desse tamanho?

    Acho que muita gente pegou a biblia e escreveu o que queria, só para se beneficiar de outras pessoas.
    Confiar cegamente na biblia e na igreja é contradizer a própria palavra que diz: “Maldito homem que confia em outros homens”

    ( Falando nisso, isso foi escrito por um homem, logo eu não deveria confiar nisso, portanto talvez eu devesse confiar em algum homem )


  74. Há tempos leio os posts sobre religião nesse blog, (ótimos, por sinal) mas nunca comentei, porque fui “vira-casaca”. Digo isso porque já fui “evangélica fanática”, e agora discordo totalmente da religião que antes defendia, então aviso que minha opinião pode ser um tanto contraditória. Lembro que na época que era evangélica, não importa quantos argumentos me mostrassem, eu não discordava da religião. Isso porque a fé cega as pessoas. Devemos fechar os olhos para o mundo se quisermos seguir uma religião (seguir de verdade, e não apenas ser cristão por conveniência). Lembro que quando ia na igreja, eles “aconselhavam” a nem ouvir rádio ou televisão, pois era coisa do mundo. Nem amigos não-cristãos deveríamos ter.
    Hoje tenho uma visão crítica que não tinha antes. Vejo o quão tola eu era. Ainda acredito piamente em Deus, resquício de espiritualidade que me sobrou, mas nunca irei seguir outra religião novamente. Por isso, não discuto com crentes; por mais que se fale, a fé cega sua razão. Do mesmo modo não adianta discutir com ateus, pois a razão cega a fé.

    ————————————————–

    Muito bom seu comentário.

    Só uma ressalva, na verdade a razão não deveria cegar a fé, o problema é que a fé transcende os limites do irracional por suas questões ilógicas e contradições. Por isso, a razão, que é o maior bem que um ser humano pode ter, luta desesperadamente para que a mente não se deixe controlar pela fé insana.

    E, por isso, Lutero disse o que disse. Afinal, melhor seria para a religião se fôssemos todos animais irracionais seguindo idéias ensinadas de berço e treinadas para que aceitemos sem questionar.


  75. Eu escrevi com pedras nas mãos? heheh…boa, gostei. Me lembrou Monthy Python e a Vida de Brian.

    Mas acredite, não o fiz não. A m**a é que texto de internet costuma passar impressões erradas. Se olhar pelo meu IP, verá que costumo sempre ler seus textos, embora não comente regularmente. Enfim….

    O blog não é uma pessoa. Digamos que você não escreva, mas suba num palanque e diga ipsis literis o que escreveu. Não será uma pessoa? Não será sua opinião? Afinal, você é o único autor aqui. Com todo o direito, claro, afinal é seu “filho”.

    D fato temos centenas de blogs pregando palavra de Deus, do Diabo e até do Eurico Miranda, mas novamente, a fé é de cada um. Você pode mostrar uma segunda opção. Se não me engano, teve um cara que fez isso, há uns dois mil e nove anos atrás. Um tal de Jesus. Acabou crucificado e deu origem à maior religião de todas e um filme muito chato do Mel Gibson.

    Você pode questionar Deus. Cientistas fazem isso. E apanham dos fiéis. Você quer dizer que Deus falhou?, ok, mas não o faça utilizando um livro escrito por homens. Um cristão, por exemplo, dirá que você é uma criatura de Deus, feita à sua imagem e semelhança. Se esse mesmo cristão te achar feio, filho da puta, babaca e ladrão poderá dizer que Deus errou?

    Entendo seu ponto da falha – onisciência. É contraditório mesmo e eu já perguntei isso diversas vezes, até para um padre. No geral me disseram que Deus nos deu o dom de pensar e agir por nossas pernas, mas que um dia seremos julgados por tudo. U-hum, tá bom, ok. Aí entra a sua pergunta: e a inundação foi o que? Então somos homens 2.0? Pelo visto não. Mas aí entra aquela história: cada religião acredita no seu “livro” e essa tal inundação não “ocorreu” para todos. De novo: adianta discutir?

    Ninguém pensa antes de aceitar uma crença. Como coloquei antes, isso vai da vida e da cultura de cada um. É cômodo para você falar que árabes são malucos fanáticos, mas eles também não aceitam o fato de nossas mulheres andarem de biquinis. Saca?

    Algumas pessoas podem ler seus textos e mudarem de opinião. Outras discordarem e será assim para todo o sempre. Até com os grandes autores. O que não dá, na boa, é ser intolerante. Você pode não aceitar e achar errado. Tem todo o direito do mundo em protestar. Mas dizer que não tolera apenas o iguala aos mesmos fanáticos religiosos que condena.

    —————————————————

    Se você ler tudo o que escrevo, verá que não tenho problema algum com religiosos. Inclusive, minha mãe trabalhou em curso de teologia e é católica ferrenha. Meu pai é umbandista até o último fio de cabelo e a mulher dele é médium. Eu tenho um contato monstruosamente enorme com a religião, sempre tive, sempre as estudei e por isso tenho uma boa base de argumentação contra os ensinamentos religiosos.

    O objetivo dos textos não é converter um padre, eu seria um utópico se imaginasse isso. Eu apenas quero mostrar uma segunda possível realidade para todos aqueles que estão em cima do muro e não sabem exatamente no que acreditar. É importante que as pessoas recebam o segundo lado da história. É apenas isso, nada mais.


  76. “Deus se arrependeu…”

    Eu ri tambémalto. Fico imaginando se realmente haver um Deus, ele provavelmente deve ser o Mr. Bean…

    Bom texto, Felipe. Você já viu um episódio da série Penn & Teller: Bullshit! em que a bíblia é o assunto?
    Recomendo que assista, o episódio basicamente compartilha a mesma visão que a sua.


  77. “Deus salve Richard Dawkins!!!” o/


  78. O bom desses comentários ao vivo é que nós diversificamos mais os assuntos, incrível como a simples Arca pôde ampliar os horizontes até que chegassem em Eistein, seleção natural entre outros.

    Cite mais coisas nas respostas dos comentários, fica muito bom porque além de lermos sobre mais assuntos ficamos cientes dos dois lados da argumentação.

    ———————————————

    Claro, estou aqui pra isso.


  79. “falibilidade”.

    Parabéns pelo blog.
    Abraços!


  80. Apenas coloquei em questão algo da realidade, que acontece todos os dias em milhares de igrejas: evangelicas, de candomblé, espiritismo, o escambau. Não é de sanidade alguma explicar algo assim como “mental”.. é inexplicavel e acabou.. Hipnose também é.. acredito em coisas sobrenaturais.. não vou te dizer que Deus fez isso ou aquilo. Estou falando de um mundo mais “espiritual”.. Como um cara pode falar umas asneiras no ouvido do cidadão e faz ele comer cebola?? Se isso não for forjado, para mim é algo espiritual.. inexplicavel pela ciência. Não vou discutir DEUS contigo.. Mas eu acho que precisa de MUITAAAA Fé pra acreditar mais na ciência do que em Deus. Ou são os sons das cordas vocais do Fabio Puentes que penetra no tímpano e envia um sinal ao cérebro e deixa o cara em transe.. kkkkkkkkkkkk Sem mais delongas..

    ———————————————-

    Desculpe, Pedrita, mas é seu desconhecimento científico que faz com que você rejeite completamente as explicações da ciência para os fenômenos.

    Para você, é mais lógico acreditar que cada corpo possui um espírito, uma espécie de luz divina dentro de nós, que se desliga do corpo quando morremos e fica vagando por aí ou entra na fila para entrar em outro novo corpo. E menos lógico imaginar que os fenômenos aconteçam porque nosso cérebro responde involuntariamente a determinados impulsos.

    Eu penso diferente, acho que a teoria dos espíritos será outra que a sociedade daqui a 5 mil anos gargalhará pensando que aqueles “primitivos” acreditavam em “tamanha besteira” (para eles). E talvez eles acreditem em uma “besteira” ainda maior.

    Só, por favor, não diga “é inexplicável e acabou”, pq para esses fenômenos, a ciência tem explicações MUITO mais coesas e racionais que a fé. E não, é preciso de muito mais fé para acreditar em Deus que na ciência, pois esta trabalha com fatos e indícios, enquanto Deus só trabalha com a crença mística e sobrenatural.


  81. Felipe, bom argumento, mas, mesmo se a Igreja Adventista do Sétimo Dia tivesse mais de 2 milhões de fiéis aqui no Brasil, não acreditaria nela, ou em qualquer outra igreja, pois, sou ateu, não digo que Deus não existe, pois não temos provas de que ele exista ou não exista. Mas, pelo que eu vejo, na minha opinião Deus não existe, ou, simplesmente não dá a miníma para o que ele criou. São tantas coisas contraditórias que achamos na biblía e nos ideais religiosos, que deixei de acreditar neles, se eu vou falar disso agora, isso vai virar um post maior que o que você postou. Talvez um dia desses, eu poste algo sobre isso no meu blog.

    Abraço


  82. !Desculpe, só considero que você está redondamente enganado. Este tipo de texto serve para esclarecer e explicar muitas coisas para pessoas que encontram-se em cima do muro. Quem disse que assuntos como religião, política e futebol não se discutem, era apenas um autor preguiçoso que não conseguia ter argumentos para falar sobre estes assuntos.

    Continuarei sempre escrevendo meus pensamentos acerca de qualquer um dos assuntos.!

    Pessoas que se encontram em cima do muro, se esclarecendo com tanto preconceito e informações superficiais como as que você traz, são tão ou mais ignorantes do que os mais simples cristãos dos quais você tanto debocha.
    Escreve sobre o que conhece, continua sendo uma dica legal.
    Você não tem credencial para explicar algo sobre o assunto.
    Você não é esclarecido o suficiente e acha que ninguém tem argumentos contra suas palavras, isso soa infantil. E não é um ataque, apenas uma constatação de quase todos que leem isso aqui com senso crítico e um pouco de questões.
    Em vez de ficar gritando com os ouvidos tampados que ninguém tem uma resposta a altura, jogue seus preconceitos fora, tente ler sem pensar em se defender ao menos uma vez. Li vários comentários de pessoas que não defenderam idéia alguma, apenas mostraram o quão equivocado você está, e ainda fica repetindo que ninguém tem argumentos. Isso não vai te ajudar, nem ajudar ninguém.

    ———————————————

    Fique com suas verdades, eu fico com as minhas. Ataques pessoais em nada mudam coisa alguma.

    Boa sorte na vida.


  83. Sem comentários,ótimo texto !!!!!!!!!

    Parabéns


  84. Eu só acho nessa história, você está querendo ser o certo, Felipe. Cada um acredita no que lhe convém, no que foi ensinado, na maioria das vezes herdado da família. Chegar falando de certa forma violenta que algo que você sempre acreditou, que isto é mentira, só gera mais polêmica. Acho que tratar de um assunto que divida tanto em um blog lido por tantos, não é uma boa idéia.

    Mas é cada um com seu pensamento. Só acho isso, neutralidade é uma boa base quando você se envolve com muitas pessoas. Defender um lado só gera mais confusão. E se achar o certo da história também.

    ————————————————-

    “Defender um lado só gera mais confusão.” – Discordo COMPLETAMENTE.

    E não há como defender uma opinião sem achar que está certo. Sinto muito.


  85. Hoje, durante a tarde, estava conversando com uns familiares. Conversa vai, conversa vem, o assunto cai em religião. Minha familia inteira é católica praticante e pra eles é uma coisa de outro mundo eu não acreditar em Deus e não ir a igreja.
    O assunto tava se estendedo demais, 5 defendo a igreja católica e só eu “contra”, foi então que lembrei do CR. Encerrei o assunto e fui pra casa, quando cheguei, peguei os links de todos os textos onde você fala sobre deus e enviei a eles por e-mail.
    Até eu me assusto com o quão parecidos são nossos pensamentos. Não teve um unico texto que você postou aqui, desde o inicio do blog que eu não concordei em gênero, numero e grau. Então eu agradeço, por conseguir expressar – de certa forma – minhas idéias de uma maneira que nem eu mesmo consigo 😀

    —————————————————

    Fico feliz, Leonardo.


  86. Ótimo texto Felipe! Realmente as contradições da bíblia são inúmeras!
    Aquelas tirinhas que vc gostou são do blog do Carlos Ruas chamado “Um sábado qualquer” segue o link:
    http://www.umsabadoqualquer.com/
    Um abraço


  87. Felipe, seus argumentos são totalmente falhos!

    não não, to zuando. Só pra desconstruir mesmo ;D
    Ótimo texto! Parabéns.


  88. Luana puxa-saco, aposto que el já sabia de qual site eram as tirinhas.

    haUSHUAhsuHUHSA.

    Esse blog é engraçado mesmo, retrata tudo com uma ironia muito boa.


  89. Cara seu texto é muito bom,
    concordo plenamente contigo sobre esse Deus criado pelos católicos e continuados pelos protestantes que o torna somente um sanguinário, arrependido de suas proprias ações e fielmente um ser humano. Por causa disso, sou totalmente contra essa ideia que nascemos a imagem e semelhança de Deus, mas se for esse o Deus dos Católicos e dos Protestantes, então realmente faz sentido.

    Contudo, o Deus dos católicos, é o Deus de outras religiões, apenas visto de uma maneira muito humana. Nós espiritas, por exemplo, encontramos um Deus justo e bom, que não mata homens e mulheres por terem eles errado uma de suas leis. Pelo contrário, da a chance da pessoa enxegar e melhorar. Isso torna as coisas diferentes ao meu crer. Eu comprendo que esse é um texto do contos de fadas tirado da biblia, logo, você fala do Deus representada por ela, mas mesmo assim, você não deve culpar Deus por ser mal interpretado.

    Como disse, seu texto perfeito quando se diz ao Deus criado pelos católicos, mas acho que você então poderia definir os verdadeiramente errados e não apontar aquele que não tem culpa da ignorancia humana 😉
    seu cuida!


  90. Já li todos textos seus, e como sempre, os relacionados com religião são os melhores na minha opinião.
    Essa é a primeira vez que deixo um comentário… parabéns pelo seu trabalho, e pelos ótimos textos, sua visão de modo geral sobre religião é extremamente semelhante com a minha. A única diferença acredito eu, é que estudei mais as religiões católica e o alcorão, e tenho menos conhecimento “do outro lado da moeda”. Mas através do que presenciei e de muitas leituras percebi como eu tinha um pensamento limitado e fraco.
    De modo geral, a religião é apenas uma muleta para suportar as dificuldades da vida, e é arrogância presumir que alguma esteja certa e as demais erradas, o mais provável é que todas estejam equivocadas.
    Enfim, é um tema que leva a muitos debates, existem diversos pontos a se discutir e pensar, espero que você continue com seus excelentes textos.
    abraço


  91. O Felipe é escreve bem pra um ator/modelo, mas alguns questionamentos dele são tão fracos que eu questiono o que ele andou lendo no passado, falta base teórica. A impressão que fica é que ele quer a todo custo recuperar o tempo perdido na infância com assuntos considerados interessantes/importantes. Deveria ler mais, leitura básica mesmo.

    Abraços

    ———————————————–

    Mais um ataque pessoal sem qualquer embasamento, somente a tentativa (vã) de atacar o autor.

    Relaxe, todos estão vendo o desespero.


  92. Fé (do grego: pistia e do latim: Fides[1]) é a firme convicção de que algo seja verdade, sem nenhuma prova de que este algo seja verdade, pela absoluta confiança que depositamos neste algo ou alguém.

    A fé se relaciona de maneira unilateral com os verbos acreditar, confiar ou apostar, isto é, se alguem tem fé em algo, então acredita ,confia e aposta nisso, mas se uma pessoa acredita ,confia e aposta em algo, não significa, necessariamente, que tenha fé.

    Fonte: wikipedia
    Se tivessemos uma prova. Se na Bíblia não existissem contradições. A Fé, a nossa Fé, não teria sentido algum.

    O que você quer fazer? Converter os seus leitores ao ateismo? Você questiona tanto nós, os Cristão, e está fazendo o mesmo?

    ———————————————-

    Quero que as pessoas questionem antes de aceitarem uma possível verdade incutida goela abaixo desde que são crianças.


  93. Independente de quem esteja certo ou errado, acredito que o ser humano deva sempre está incomodado com as “coisas”. O que eu quero dizer, é que sempre temos que duvidar, discutir, desconfiar daquilo que nos dizem ou informam. Uma pessoa acomodada com a “situação” imposta a ela está fadada a estupidez e se tornará marionete não só de Deus, mas também daqueles que possuem de alguma forma “poder”.


  94. Até que você vinha caminhando bem, expressando no blog seus “acheismos”. Sim porque o blog expressa apenas o que você acha disto ou daquilo e nada mais que isso. Tudo muito relativo porque o que você acha sobre determinada matéria que não domina não lhe outorga o diploma de Doutor. Tão pouco você é o dono da verdade. Achar é um direito de todos nós, mas daí a discutir sobre algo que você não domina, que sequer estudou, é o mesmo que eu desejar discutir astrologia com um astrólogo. Ora se você, sequer, se deu ao trabalho de ler a bíblia como ter a pretensão de discutí-la? Pegar trechos isolados de um livro não o fará compreender a história. E muito menos o coloca num patamar de sabedoria de forma a ACHAR que domina o assunto. A bíblia é feita de textos e contextos, não de textos isolados. Um complementa o outro. A grande prova de sua ignorância sobre o assunto se estampa no fato de dizer que a bíblia prega a MORTE, inclusive de crianças. Essa foi a maior besteira que já ouvi. Leia primeiro para só depois esboçar suas idéias. A bíblia prega a vida, não a morte. Depois da vinda de Jesus não se está mais autorizado a matar como antigamente dente por dente olho por olho. Não se meta num assunto que não compreende. A bíblia também diz que “Não é dado ao homem compreender tudo”. Aliás, usamos pouco mais que 6% de nossa inteligência.
    A primeira coisa que necessita fazer se quer discutir sobre bíblia é lê-la para aprender que a mesma se divide em duas partes, Velho e Novo testamento. Nenhum Pastor, padre ou seja lá o que for, manda alguém sacrificar animais, embora esteja escrito no velho testamento.
    Não entendo qual seu problema de blasfemar tanto contra Deus a todo tempo. Acho que você tem algo mal resolvido com Deus. Revolva com Ele. Lembre-se, Deus não necessita de você. Você sim, um dia necessitará dele ou acha que não irá envelhecer e nem morrer? Com certeza você não veio de Marte, portanto, não está imune às mazelas da carne, do tempo e vai envelhecer como qualquer mendigo, adoecer como qualquer peão e nesse momento nenhum dinheiro lhe socorrerá. Aguarde, é uma questão apenas de tempo, que voa rápido. Só não vá dizer depois, ai meu Deus.
    O interessante é que para ser ATEU é necessário ter muito mais fé que um CRENTE, porque as evidencias da existência de Deus são infinitamente maiores que sua inexistência. Ah… ia esquecendo, a Arca. Quer dizer que não existiu. Bem, então como você explica existir no cume do monte Ararat um navio encoberto pela neve num local cujo ao redor não há água? Como você explica os próprios cientistas terem afirmado que o deserto já foi um mar antes pelas milhares de evidencias de conchas, de mariscos e de fósseis contendo provas de elementos marinhos? Como explicar certas rochas gigantescas sobre outras presas apenas por simples arestas, mas não caem. Mas acredita num idiota de um ATEU que, talvez revoltado com a vida e com Deus, resolveu blasfemar publicamente e fazer um livro “deus é um delírio”.
    Existe alguma teoria mais coerente que a bíblia na qual se prega para amarmos nosso semelhante como a nós mesmos? Será que gostaria de ter sua filha estuprada um dia porque um sujeito ATEU não acha que irá pagar por seus crimes? Por acaso acha que o mundo estaria melhor se nos odiássemos uns aos outros? Ou acha que devemos colocar alguidares com galinha nas encruzilhadas para oferecer a uns merdas de santos esfomeados e colocar velas para que enxerguem à noite porque são tão idiotas a ponto de não saberem que existe aviários cheios de frangos já mortinhos nem postes com lâmpadas enormes para os clarear o dia raiar?.
    Ou será que você quer que eu acredite no parasita do BUDA que não fazia merda nenhuma para ninguém a não ser meditar na montanha e engordar um porco? OU será que devo acreditar na estupidez de um suicida como o Alan Kardeck que acha que estamos aqui pagando por outras vidas para alcançarmos algo que nem ele sabe o que é, mas que o mundo tem comprovado que está a cada dia piorando. É nesses babacas que devo crer?
    Aparece um escritor qualquer falando contra Deus e logo se acredita no idiota que não comprova sua teoria, apenas ACHA também, ou será que o cara é um Deus por acaso? Como se explica de onde veio o ser humano? Será que tem coerência termos vindo de uma explosão que gerou uma poça quente da qual surgiu uma ameba e depois eu e você…. hahahahahahahahah essa é boa.
    Evolucionismo? Então como é possível o DNA de um fóssil de determinado animal de milhões de anos atrás ser o mesmo DNA do mesmo animal de hoje? Evolução não para cão constante. Se o homem evoluiu do macaco porque há macacos ainda? Porque o sol queima há milhões de anos sem um combustível? Para onde vamos após a morte? E de onde vem a vida? Como se explica nenhum animal ter de trabalhar para viver, só o homem, conforme está escrito? E a ciência e perfeição do corpo humano, como se explica? Consegue me explicar essas coisas? Não! Não consegue. Então não desafie o Deus que você não conhece, pode precisar dele. Leia a bíblia para, aí sim, só depois vir aqui falar sobre ela, porque até hoje nenhum cientista provou não ser verdadeira e bem que tentaram. Ou não acredita na história da humanidade, em Sócrates, em Arquimedes, etc… acho que não, você não estava lá não é mesmo, não viu nada. Os 5.000 escritos (apócrifos) da bíblia – porque não tinham fotocópias, claro – não valem de nada. Mas valem os 500 apócrifos do BUDA. Ah…. neste merda que morreu e fedeu muitos acreditam.
    E se você estiver errado? Já pensou nisso? Cuidado meu jovem, porque o pior dos castigos é o remorso.. Sei que dirá, como de hábito com louvor costuma fazer quando alguém te contraria: “não usou argumentos convincentes” e me atrevo antecipadamente a te responder – E nem você. Achar não é prova de coisa alguma.

    ————————————————-

    Eu não sou ateu, pois admito a possibilidade da existência divina. Um ateu 100% nega veementemente a possibilidade de Deus existir. Existem escalas para se basear e definir exatamente em que posição estamos e eu me encontro no agnosticismo, pois não tenho crença em Deus, mas admito a possibilidade de que exista.

    Você me disse para não falar da Bíblia pois não a conheço, bem, eu li todos os livros que comentei neste blog até hoje. Logicamente, como grande parte da população mundial, nunca li a Bíblia inteira, o que pretendo fazer no tempo certo. Entretanto, acho que devo dizer o mesmo em resposta: não diga do que não compreende.

    Buda nunca foi gordo, muito menos tinha essa imagem de homem relaxado no alto da montanha meditando e comendo. Sua mensagem era a de desapego aos vícios, o que impede completamente que ele fosse um “comilão” compulsivo. As estátuas de um Buda gordo servem apenas para criar uma identidade, entretanto muitas pessoas não concordam com essa criação. Conheço budistas que preferem a versão do Buda magro para suas estátuas (que existe).
    A ciência tem explicações para todos os seus questionamentos, porém você nunca os estudou. Desde o sol, passando pelo Big Bang e toda a cadeia evolutiva do DNA.

    Podemos ver que você desconhece completamente as explicações científicas quando diz: “se o homem evoluiu do macaco, por que há macacos até hoje?”. O homem não evoluiu do MACACO que conhecemos. O evolucionismo explica que o homem e o macaco atuais possuem um ancestral em comum, que, pela seleção natural, foi evoluindo através dos milhões de anos até chegar em um modelo de ser humano, enquanto outra espécie guiou-se por um caminho distinto. Não foi um chimpanzé que de repente acordou com o formato de um ser humano.
    Eu não estou dizendo que estas são as verdades absolutas, porém, é necessário compreender os dois lados antes de se fazer uma escolha. Você escolheu o cristianismo sem compreender a ciência, o que acontece em quase todos os casos cristãos. Estudos americanos mostram que mais de 90% dos cientistas são agnósticos e ateus, pessoas que têm contato direto com as explicações científicas para a existência de tudo. Mais estudos mostram que onde há maior desenvolvimento intelectual de um povo, mais ateu e agnóstico ele se transforma.

    Exemplos?
    85% da população da Suécia é composta por ateus e agnósticos.
    80% da população da Dinamarca é composta por ateus e agnósticos.
    72% da população da Noruega é composta por ateus e agnósticos.
    65% da população do Japão é composta por ateus e agnósticos.
    61% da população da República Tcheca é composta por ateus e agnósticos.
    60% da população da Finlândia é composta por ateus e agnósticos.
    54% da população da França é composta por ateus e agnósticos.
    49% da população da Alemanha é composta por ateus e agnósticos.
    Fonte: Atheism: Contemporary Rates and Patterns
    http://www.revistaenfoque.com.br/index.php?edicao=74&materia=837

    Sobre o Monte Ararat, aqui vai a explicação oficial:
    “Vestígios com a forma de uma embarcação em fotos aéreas do Ararat no final da década de 1950 causaram grande alvoroço científico. No momento poucas provas convincentes foram mostradas de que tal objeto seja realmente a arca de Noé. A região é palco de conflitos com as tropas de guerrilheiros Curdos, e os poucos que se aventuraram a escalar o Ararat foram abatidos sem mais perguntas. A única face da montanha cujo acesso não é barrado pelo gelo e pelos guerrilheiros é a face sul. A arca de Noé estaria do lado norte, sendo este o principal motivo pelo qual até hoje não se comprovou a presença real da mítica arca na região.”

    E uma foto, para que você veja que no topo não há coisa alguma, ao menos que esteja na parte norte, inacessível graças aos conflitos:

    Eu não preciso ser estudioso profundo da Bíblia para saber tudo o que ela prega no Antigo Testamento. Sim, ela prega o assassinato em massa, Deus ordena o extermínio de diversos povos, quando não ele próprio os mata a sangue frio. Isso está visível para qualquer um, a qualquer momento e já li o suficiente para sabê-lo. Continuo lendo a todo momento.


  95. Já tem algum tempo que não acesso seu blog, mas sempre que tenho a oportunidade de voltar aqui, vejo que você insiste em abordar temas religiosos, pra perturbar a cabeça desses extremistas fanáticos (fala pra mim você adora né?, rsrs), vivemos numa sociedade que se modernizou, não somente em tecnologia, mas também no modo de pensar, começaram dizendo que Jesus era pop, e ele se convencendo disso e não se contentando está pegando a Madona.
    Continue assim grande Felipe, que voltarei aqui mais vezes…prometo.
    Aleluia!


  96. depois dessa, Deus vai levar Felipe Neto dentre nós…
    hehehe
    brincadeira, bom o texto vlw


  97. Sobre o que o Matheus disse:
    “O livro de Genesis, o qual voce questiona, e os 4 livros seguintes, que formam a Torah, eram tradiçoes passadas oralmente de pai para filho, de geração em geração, entre os judeus”…”o Pentateuco (Torah) foi re-escrito algumas vezes, e pode ter perdido as palavras exatas iniciais, mas em momento algum ele perdeu sua essencia”

    Ao afirmar isso, você afirma que em nenhum momento podemos acreditar totalmente na bíblia, já que ela foi reescrita.

    Mas é interessante que parece que você acredita na arca de noé no sentido literal em que a palavra foi escrita.

    Isso é uma coisa que não entendo nos cristãos ( sou um e sempre debato isso ), o cara afirma num momento que a biblia é inexata e logo em seguida quer que eu acredite na biblia na forma literal em que ela está.

    Você ainda diz:
    …”Teologia não é achismo. Teologia é um estudo academico, onde se é ministrado na faculdade. Portanto, uma ciencia.”

    É interessante ver que cristão sempre acham sua ciência mais exata que a própria ciência.
    O fato é que nas escolas, infelizmente, diversas teorias são ensinadas como Verdadeiras, sendo que elas não passam de “teorias provaveis”, e que podem ser quebradas a qualquer momento.

    A teoria do Big Bang é uma delas, é uma teoria PROVAVEL, nenhum físico pode dizer que o Big Bang é a verdade, ele pode dizer que acredita no Big Bang e que parece verdade.

    Até mesmo em teorias sobre Buracos Negros, Stephen Hawking ganhou briga com outro físico. Esse físico discordava da idéia de Hawking. E anos mais tarde o próprio Hawking afirmou que sua teoria estava errada e reformulou seu pensamento sobre buraco negro.

    Em simples palavras: “Se até a ciência que vê coisas concretas não diz ‘Tenho Certeza que estou certa’, como pode você falar que está completamente correto apenas lendo um livro antigo?”


  98. Você acredita na imortalidade da Alma?

    ———————————————

    Não. Mas admito a possibilidade.


  99. EU ao meu ponto de vista, Deus é uma criação humana para justificar o injustificavel, algo que ninguem ainda sabe como existiu ou existe então atribuem essa façanha a deus, qualquer um que seja.

    Esse deus seria uma muleta não uma crença, a maioria só acredita nesse deus ou só comenta dele nas horas de dificuldades, quando nada mortal pode ajuda-lo (por exemplo derramente de algum familiar seu).

    Não me considero Ateu, pois acredito que o ateísmo também é uma religião é também possui fanáticos prontos para matar para defender suas crenças.

    Eu simplemente me define como não tendo religião, ao meu ver a bíblia deve ter sido uma história um bom livro, que algum loco resolver levar como a salvação.

    Excelente artigo, só fico com pena da sua caixa de e-mail com xingamentos de fanáticos que não conseguem enchergar nem se questionar quando a verdade lhes é jogada na cara.

    []’s


  100. Isso tudo é uma questão de fé. Concordo que não é possível acreditar em tudo que está na Biblía e tudo maiis, mas não é uma questão de fingir estar de acordo com tudoo e pronto. É se questionaar até encontrar os pontos em q vc acredita serem verdadeiros e ter fé. Sem o questionamento não existe fé, já q vc nem sabe ao menos o porquê de acreditar em determinada coisa. Fé não se baseia apenas em Deus, a fé é tudo aquilo q vc acredita. Assim, quem acredita na ciência tem fé nela, quem acredita q Deus não existe, tem outra coisa para acreditar. No fim, não importa no q seja, todos acreditam em algoo, o ser humano precisa de alguma coisa para acreditar, pode ser em Deus, em alguma pessoa, em Papai Noel, whatever. Precisa de alguma coisa para se apegar e tentar achar um significadoo para tudo q acontece.

    PS: amoo o blog. Simplesmente o melhoor *–*


  101. Ja tentou pedir para Deus te explicar a historia da Arca de Noe?
    Caso Ele nao responda, (isso nao quer dizer que Ele não exista) a Biblia pode ser considerada como um livro com histórias e fabulas.
    Caso Ele te responta, publique, se possivel.

    —————————————————–

    Eu já fiz todas as solicitações possíveis para esse possível Deus. Já pedi inúmeras vezes a manifestação de sua existência, de coração aberto, tentando descobrí-lo. Até que um dia comecei a rir de mim mesmo e segui outro rumo.


  102. Uma coisa é certa: se Deus por ventura existir mesmo o Felipe já tá no inferno!

    ————————————————

    Mas se ele for o Deus cristão presente na Bíblia, eu provavelmente prefiro ficar longe mesmo. Eu ia começar a discordar com a forma como o céu é gorvernado, ia começar um motim e ele me expulsaria rapidinho.


  103. PQP…..mais de 30 dias esperando um texto sobre a sua viagem ao 1° mundo e esse VIADO vem querendo debates sobre questionamentos das passagens biblicas.

    Só porque leu um livretro intitulado DEUS: UM DELIRIO, acha que ja tem argumentos para questionar. Existem tantos livros que provam como também excluem a idéia da existencia de Deus. Não se pegue só a isso, há varias outras literaturas, inclusive a própria biblia.

    O que DEUS fez no passado e os seus ATOS não devem ser discutidos e sim entendidos.
    Discutir Deus é inutil, pois ELE É DEUS quer vc queira ou não. ELE não vai deixar de ser DEUS só porque o Felipe Neto acha e acredita que o que ele fez foi errado. Quer ficar muito mais puto, leia o LIVRO DE REIS, onde Deus autoriza ao povo de Israel a enfrentar diversas batalhas e matar todo o exercito de fariseus. EU FIQUEI !!!

    Qual a ideia que vc tem de Deus? O que significa Deus para vc. Creio que mesmo sendo um agnóstico quase ateu, vc deve ter alguma idéia sobre Ele.

    O antigo testamento é uma apresentação do Criador, e assim como vc e muitos dos seus leitores que não acreditam, naquele mesmo povo hebreus muitos não acreditavam, tanto que criaram um bezerro de ouro para adorar. Então pergunto de novo – QUEM É O SEU DEUS? O COSMO? A NATUREZA? O BIG BANG?

    Vc sabia que antes mesmo de se ter ADÃO E EVA, já existia pessoas na Terra?
    Já existem provas de que houve mesmo um díluvio e que a ARCA realmente existiu?

    Fiquei triste quando vc disse: “Deus é um completo fascínora vingativo” e “certamente não é merecedor da minha fé”…………fiquei triste por vc ao ter este tipo de pensamento e afirmação. Mas entendo que, assim como muitos, vc ainda é jovem e que um dia mudará esta ideia. Pois Deus existe e independente do seu pensamento atual, Ele soube e saberá sempre o que faz.

    Em uma coisa vc tem razão, a FÉ EM DEUS um dia irá realmente acabar, e neste dia será o fim de uma humanidade.

    Agora, te faço uma proposta para que vc venha a saber realmente quem é Deus.
    Leia seguidamente um capitulo por dia da Biblia, a começar por GENESIS. UM CAPITULO POR DIA, e não me venha com grosseria, ja que vc conseguiu ler DEUS UM DELIRIO não vai ser dificil ler um capitulo por dia da biblia.
    E peça a DEUS para que, se realmente ele existe, que ELE se revele a você.

    Vc tem a mente aberta e culta, sabe que isso não é uma formula mágica que vai incutir a existencia Dele em vc. Mas faça, e tire suas proprias conclusões.

    Forte abraço e bem vindo !!!!! 🙂

    ————————————————–

    Típico cristão fanático, que já começa xingando aquele que apresenta argumentos contundentes. Eu não deveria respondê-lo, pois você não é merecedor sequer de simples palavras em resposta, está completamente cego e perdido em uma verdade absoluta e incontestável e estaria disposto a matar por ela. Bem, mesmo assim, lá vai.

    “O que DEUS fez no passado e os seus ATOS não devem ser discutidos e sim entendidos.”
    Isso é pra você, que engole qualquer coisa sem questionar. É o típico comportamento da marionete, utilizada pelo regime católico por séculos, utilizada pelo Nazismo, utilizada pelop Bispo Macedo e presente nos dias de hoje na humanidade. Você aceita qualquer coisa, desde que tenha o nome de Deus, sem perceber que somente um assassino faria as coisas que ele fez.

    “Discutir Deus é inutil, pois ELE É DEUS quer vc queira ou não.”
    Novamente, argumento da marionete. Você tem fé, eu não. Logo, Deus existe PARA VOCÊ, não para quem não acredita nele. A presença divina necessita da fé, um ateu ignora completamente essa possível existência, então não adianta você argumentar com: “ele existe, ponto final”, isso soa como desespero, novamente.

    “Qual a ideia que vc tem de Deus? O que significa Deus para vc?”
    Eu não sou teísta e nem deísta (se não sabe o que são, pesquise). Não acredito em Deus e sim no processo evolutivo, por milhões de anos, de organismos complexos até o que vemos hoje em dia. A evolução continua e é visível para qualquer um.

    “Vc sabia que antes mesmo de se ter ADÃO E EVA, já existia pessoas na Terra?”
    Desculpe, quantos anos tens? 12? Nem mesmo sua própria crença admite essa possibilidade.

    “Já existem provas de que houve mesmo um díluvio e que a ARCA realmente existiu?”
    Não, não existem. Seu pastor mentiu e está na hora de você abrir os olhos e se perguntar: “se essas provas existem, onde elas estão?”. Aprenda a questionar e não engolir qualquer coisa que te digam. Não existe QUALQUER prova de um dilúvio mundial, muito menos de que uma arca realmente existiu. NADA!
    Pode bater com a cabeça na parede, babar, estrebuchar, continuará não existindo prova alguma do dilúvio e da arca.

    “vc ainda é jovem e que um dia mudará esta ideia”
    Outro argumento marionete padrão de um cristão. E mais uma vez, furado. Esse argumento é tão ridículo que muitos cristãos dizem que Darwin, no seu leito de morte, pediu perdão e se converteu. Um ridículo absurdo cômico, pois Darwin morreu acreditando em tudo que disse e tudo que apontou. Então, desculpe, assim como MILHÕES E MILHÕES de ateus e agnósticos idosos e mortos pelo mundo, eu provavelmente farei parte do grupo.

    “Em uma coisa vc tem razão, a FÉ EM DEUS um dia irá realmente acabar, e neste dia será o fim de uma humanidade.”
    Normalmente, cristãos tendem a prever o futuro. Você não foi diferente. Descarto esse argumento porque deixei minha bola de cristal na Europa.

    Bem, eu leio a Bíblia sempre que posso e continuarei fazendo isso. Mas continuarei agnóstico, por mais que isso te revolte.
    Abraços e torço para que você consiga sair desse mundo de radicalismo e ignorância.


  104. Sinceramente, quem muda de opinião, reflete, ou questiona as crenças ao ler um texto desses em um blog, isso sim é um verdadeiro IDIOTA.

    Esse texto serve apenas para expressar a SUA opinião sobre o catolicismo (ou religião em geral), e sinto em dizer que ele não faz NENHUMA diferença na vida de ninguém, apenas aos fracos, e isso não é muito diferente do que o Edir Macedo faz (já que você adora citá-lo).

    E digo mais: não são termos intelectuais achados na Wikipédia que deixam um texto a nível intelectual também.

    Esperava também um texto falando sobre sua viagem, em geral, já que visitou lugares tão magníficos e já vem com esses textos religiosos.

    Não sou um cristão fanático, muito menos uma “marionete”, mas gosto de deixar minha opinião sobre textos que tratam desse tipo de assunto.

    ´[s]

    —————————————————-

    Engana-se, textos como esse servem para fortalecer uma idéia. Não é um texto que mudará a vida de alguém, mas é uma influência no meio de muitas, que podem servir para mostrar uma outra possível verdade.

    Durma com isso, pois negar é apenas tentar socar a parede.


  105. Texto que acabei de ler em “O Céu e o Inferno” de Allan Kardec:
    “1ª PARTE – CAPÍTULO VI
    (…)
    9. Quão tardo é o homem em desfazer-se dos seus hábitos, prejuízos e
    primitivas idéias! Quarenta séculos nos separam de Moisés, e a nossa geração cristã ainda vê traços de antigos usos bárbaros, senão consagrados, ao menos aprovados pela religião atual! Foi preciso a poderosa opinião dos não-ortodoxos para acabar com as fogueiras e fazer compreender a verdadeira grandeza de Deus. Mas, à falta de fogueiras, prevalecem ainda as perseguições materiais e morais, tão radicada está no homem a idéia da crueldade divina. Nutrido por sentimentos inculcados desde a infância, poderá o homem estranhar que o Deus que lhe apresentam, lisonjeado por atos bárbaros, condene a eternas torturas e veja sem piedade o sofrimento dos culpados? Sim, são filósofos, ímpios como querem alguns, que se hão escandalizado vendo o nome de Deus profanado por atos indignos dele. São eles que o mostram aos homens na plenitude da sua grandeza, despojando-o de paixões e baixezas atribuídas por uma crença menos esclarecida.
    Neste ponto a religião tem ganho em dignidade o que tem perdido em prestígio
    exterior, porque se homens há devotados à forma, maior é o número dos sinceramente religiosos pelo sentimento, pelo coração. Mas, ao lado destes, quantos não têm sido levados, sem mais reflexão, a negarem toda a Providência! O modo por que a religião tem estacionado, em antagonismo com os progressos da razão humana, sem saber conciliá-los com as crenças, degenerou em deísmo para uns, em cepticismo absoluto para outros, sem esquecermos o panteísmo, isto é, o homem fazendo-se deus ele próprio, à falta de um mais perfeito.”

    Lembrei de você lendo essa parte, acho que tu vai gostar de ler esse livro!
    Procurei na Wikipedia só para ver o ano em que foi escrito, mas vou copiar tudo aqui:

    “O Céu e o Inferno, ou A Justiça Divina Segundo o Espiritismo (Le Ciel et l’Enfer em francês), é a quarta das cinco Obras Básicas do Espiritismo, lançada em 1865, na França, por Allan Kardec. Compõe-se de duas partes: na primeira, Kardec realiza um exame crítico da doutrina católica sobre a transcendência, procurando apontar contradições filosóficas e incoerências com o conhecimento científico, superáveis, segundo ele, mediante o paradigma espírita da fé raciocinada. Na segunda, constam dezenas de diálogos que teriam sido estabelecidos entre Kardec e diversos espíritos, nos quais estes narram as impressões que trazem do além-túmulo.”

    Se quiser baixá-lo, tem no 4shared e no esnips.com!
    Abraços

    ————————————————

    Agradeço Enrique e conheço as idéias de Kardec sobre Deus. Entretanto, não segue como exemplo para mim, pois a teoria da reencarnação, sob minha ótica, consegue ser mais “conto de fadas” que todo o Antigo Testamento.


  106. HA-HA-HA
    A intenção era ser cômico?
    Parabéns, conseguiu.
    Post engraçado, O mais até então.
    Fez-me mudar meus pensamentos e ideais, afinal para que igreja?paara que fé?para que Deus?
    Meu rit agora será “…Vou voltar para a sacanagem, para a casa de massagem…”
    Sarney para Presidente;
    Ronaldo para Senador;
    Michael Jackson para Embaixador da ONU;
    E FELIPE NETO LIDER ESPIRITUAL.

    Ufa, enfim meu ideal.

    Obs:continuo sem entender porque insistir em algo que não acreditas.
    Deus nao existe?deixa ele para lá então…

    ——————————————

    Novamente, faltaram argumentos para desmerecer o que está no texto.


  107. Tem mais texto nos comentários do que no próprio post em si…
    Não só em Noé mais em várias outras partes da Bíblia existem coisas sem nexo…
    O Homem sempre inventou algo para poder se sentir melhor e explicar o que não sabe… e para por Medo…
    Ame deus, siga minha religião ou vamos morrer afogados e depois de mortos ainda vamos queimar eternamente no fogo…
    Qualquer um seguiria…
    Se vc aprende que isso é verdade, isso vai se tornar verdade pra vc…
    “Mas sei, com toda a certeza, que a humanidade caminha para o desligamento dessas histórias sagradas controversas.”
    Concordo…
    Hoje em dia podemos ser melhores informados que antes… Acho que quanto mais informado menos acreditamos…


  108. É, realmente não tem como discutir com você. Talvez porque ninguém tenha argumentos que te convençam. Já percebeu que tudo que as pessoas falam você repele dizendo que o argumento não é plausível? Nada é plausível pra você, somente o que você quer que seja. Ninguém na face da terra vai ter argumentos pra rebater o seu texto, porque você não vai deixar!

    A gente sempre pode melhorar… relaxa um pouco mais cara! Respeite opiniões, crenças, argumentos, o que for, que você será mais feliz. Não fique querendo lutar contra a “ignorância” das pessoas, tudo tem uma hora. A morte não é a única certeza que nós temos? Então, já que você conhece as ideias de Kardec, esquece um pouco a reencarnação, e viva a vida praticando a caridade. Mas não caridade no sentido de dar esmolas, e sim no sentido de fazer o bem ao próximo, amar ao próximo como a si mesmo, fazer com os outros o que você gostaria que fizessem a você. Não semeie o ódio, a raiva e outros sentimentos ruins que só fazem as pessoas sofrerem.

    Isso basta. Viver assim basta. Quando você morrer (queira Deus que bem velho e bem vivido – palavras minhas, já que você não queria Deus nessa história) você vai saber o que fazer. Se não houver vida após a morte, então você não existirá mais e ponto. Se houver vida após a morte, você precisa estar preparado, concorda? Ou então você terá uma surpresa e não saberá o que fazer.

    Bom, acho que já falei demais.

    Grande abraço lek, e vou continuar seguindo você no twitter e lendo seu blog. No stress! =)

    ——————————————–

    Enrique, eu simplesmente não concordo com Kardec, apenas isso, acho que a teoria da reencarnação é tão fantasiosa quanto as outras. Mas, pela milésima vez, eu admito a possibilidade de estar errado, sempre admiti, como você pode ler em tudo que escrevo praticamente. Não digo com 100% de certeza que não existe, apenas tenho minha própria crença.


  109. Tava lendo seus comentários em outros comentários e separei estes:

    “Eu já fiz todas as solicitações possíveis para esse possível Deus. Já pedi inúmeras vezes a manifestação de sua existência, de coração aberto, tentando descobrí-lo. Até que um dia comecei a rir de mim mesmo e segui outro rumo.”

    Você pedir a prova da existência de Deus é mesmo falar com as paredes. Um dia você vai entender isso.

    Bom, você disse que conhece as ideias de Kardec, mas mesmo assim vou copiar e colar aqui as primeiras perguntas do livro mais importante do Espiritismo, o Livro dos Espíritos, que é um livro de perguntas e respostas:

    “Deus e o infinito

    1. Que é Deus?
    “Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas” (1). (Vide Nota Especial n° 1, da Editora (FEB), à pág. 494.)

    2. Que se deve entender por infinito?
    “O que não tem começo nem fim: o desconhecido; tudo que é desconhecido é
    infinito.”

    3. Poder-se-ia dizer que Deus é o infinito?
    “Definição incompleta. Pobreza da linguagem humana, insuficiente para definir o
    que está acima da linguagem dos homens.”
    Deus é infinito em Suas perfeições, mas o infinito é uma abstração. Dizer que Deus é o infinito é tomar o atributo de uma coisa pela coisa mesma, é definir uma coisa que não está conhecida por uma outra que não está mais do que a primeira.

    Provas da existência de Deus

    4. Onde se pode encontrar a prova da existência de Deus?
    “Num axioma que aplicais às vossas ciências. Não há efeito sem causa. Procurai a
    causa de tudo o que não é obra do homem e a vossa razão responderá.”
    Para crer-se em Deus, basta se lance o olhar sobre as obras da Criação. O Universo existe, logo tem uma causa. Duvidar da existência de Deus é negar que todo efeito tem uma causa e avançar que o nada pôde fazer alguma coisa.”

    (…)

    —————————————-

    E eu lhe dou uma última pergunta que nenhum criacionista consegue responder, tanto quanto os evolucionistas não respondem à indagação de Kardec.

    Se para tudo há uma causa, qual a causa que originou a existência do próprio Deus? Admitir que Deus sempre existiu é admitir que o nada pôde fazer alguma coisa.


  110. Não quis ser grosseiro não cara, desculpa se passei essa impressão!!!!
    Respeito sua crença também, claro.
    Abraços


  111. O outro comentário era o que você diz ser agnóstico.
    Uma coisa em comum até, a verdade das coisas não sabemos.

    ——————————————

    Mas com a fé, acreditamos.


  112. Muito bom o texto e melhor ainda os comentários…

    Acho que com todas as suas respostas nos comentários, daria para ter escrito mais uns 3 textos, hehe


  113. Cara você é ridiculo discutindo sobre estes temas, tanta coisa mais importante pra falar. Você fica ai querendo provocar polêmica pra ganhar mais acessos e tal! Vamos amadurecer na escrita, você tem um grande potencial! Que você tem as suas opiniões formados sobre o assunto todo mundo já sabe, agora não precisa ficar falando a mesma coisa em posts “diferentes”.

    ——————————————–

    Se você não fosse cristão, acredito que seu comentário seria diferente.


  114. Cara eu sou ATEEEU!


  115. O PENTELHO (94):

    Evolucionismo? Então como é possível o DNA de um fóssil de determinado animal de milhões de anos atrás ser o mesmo DNA do mesmo animal de hoje?

    DNAs de espécies diferentes são diferentes. Se a mesma espécie se conserva idêntica ao longo dos milênios, seu DNA não muda. Mas, como o DNA possui uma capacidade imensa de carregar informações, a diferença entre uma mosca e um ser humano não é tão grande, geneticamente falando. Isso é fato.

    Evolução não para cão constante. Se o homem evoluiu do macaco porque há macacos ainda?

    Mesmo que o homem tivesse evoluído do macaco (o que não ocorreu), o surgimento da ramificação de uma espécie ( e posterior surgimento de uma espécie separada) não leva necessariamente ao fim da espécie que a originou. Cães e lobos, por exemplo.

    Porque o sol queima há milhões de anos sem um combustível?
    Você realmente acredita que o sol queima como se fosse uma vela? O Sol passa por uma reação de fusão nuclear, devido às condições em que ele se encontra, produzindo energia e núcleos mais pesados, aumentando a sua densidade, até o dia em que ele entrará em colapso gravitacional, tornando-se um buraco negro.

    Para onde vamos após a morte? E de onde vem a vida?
    Cada um tem sua opinião a respeito disso.

    Como se explica nenhum animal ter de trabalhar para viver, só o homem, conforme está escrito?

    E você acha que um animal que passa o dia buscando alimento e sobrevivência não faz nada?

    E a ciência e perfeição do corpo humano, como se explica? Consegue me explicar essas coisas? Não! Não consegue. Então não desafie o Deus que você não conhece, pode precisar dele. Leia a bíblia para, aí sim, só depois vir aqui falar sobre ela, porque até hoje nenhum cientista provou não ser verdadeira e bem que tentaram.

    Não é que eu não acredite em Deus. Eu, por livre e espontânea vontade, acredito. Mas por favor, não mate a ciência para embasar seus preconceitos. A existência da ciência ou do evolucionismo não implicam que Deus não exista. Implica apenas que existe um universo regidos por leis físicas que procuramos entender.


  116. Se depender de mim, você continua escrevendo sobre o assunto o quanto quiser. Mas o que vai acontecer é o seguinte, toda vez que eu ver que se trata do mesmo assunto, nem leio, porque já sei exatamente o que vai estar escrito.


  117. “Se para tudo há uma causa, qual a causa que originou a existência do próprio Deus? Admitir que Deus sempre existiu é admitir que o nada pôde fazer alguma coisa.”

    Abra seus horizontes que vc consegue responder essa pergunta…

    —————————————————

    Hein?

    Hahahahaha.


  118. Rapaz,

    Gostei muito da sua resposta para com o meu post. Mas lendo o tópico inteiro, percebi que, mais uma vez, vc se contradiz.

    Vc fala que seu objetivo é somente expor sua opinião, mas em resposta a alguns posts, vc diz que Deus não existe e em outros vc Acredita em sua existência.

    Quanto ao tópico, tem muitas “inverdades” e fatos não confirmado, falo isso pois minha irmã é teóloga da PUC e quando a mostrei o tópico ela falou o que alguém postou: Só porque leu um livro anti Deus, acha que está por dentro do assunto.

    Volto a falar com vc q religião, política e futebol ( os dois primeiros com mais ênfase ) não se descute.

    Uma vez te perguntei sobre o papel da mídia sobre a população, que em um outro post, vc disse que influencia a sociedade mas vc faz parte dela. Vc, então, não acha que está tentando expor sua opinião em um intuito de as pessoas enxergarem somente o que vc escreve?

    Gostaria, mais uma vez, de dizer que meus comentários não são agressivos, não quero te atingir de forma alguma, estou apenas expondo a minha opinião da mesma forma que vc expressa a sua.

    Aguardo uma resposta a pergunta: Se a mídia manipula as pessoas, qual o seu papel nela? Vc acha que expressa a sua opinião de uma forma não agressiva?

    —————————————————–

    Eu jamais disse que DEUS NÃO EXISTE. Desculpe, mas tomo muito cuidado quanto a isso, pois admito a possibilidade de sua existência, mesmo que remota.

    Da mesma forma, jamais disse que acredito em sua existência. Não sei onde você foi encontrar que eu disse tais coisas.

    Quanto a sua irmã, desculpe, mas passou longe da realidade. Eu não li um livro anti-Deus, eu já li MUITO conteúdo com argumentos contra a existência divina, assim como já li MUITO conteúdo que banca a existência.

    Eu não escrevo para as pessoas enxergarem o que eu penso, mas sim para elas lerem uma outra opinião e, quem sabe, questionarem as coisas. O questionamento é a base para o esclarecimento. Uma fé sem questionamento, torna-se uma fé cega.

    Não tento manipular ninguém, apenas mostrar outra possibilidade. Não me considero um manipulador exatamente por isso. Não planto verdades, somente planto dúvidas.


  119. Você perdeu sua fé. No momento não estás preparado para entender algumas coisas. A resposta está dentro de você, latente.


  120. Essa conversa já deu! Escreve outro texto aí hehehehehe

    ——————————————-

    Já tem outro texto.


  121. Você não consegue se entender a si próprio. Ora diz que não é ateu, mas acredita no evolucionismo. Quem crê nessa no evolucionismo não crê em Deus, crê exatamente na evolução da espécie que nada mais é que a teoria de Darwin. É assim mesmo, quando se é jovem imagina-se que somos donos da verdade e que já sabemos tudo. É só uma questão de tempo para pedires arrego.
    No tocante ao você mencionar aqueles países em que a maioria é ATEU, isso não vai comprovar que Deus não existe. Aliás a maioria é burra mesmo. Também está escrito que uma minoria se salvará. Perceba que é justamente nesses países que citou onde existe o maior índice de suicídios, porque será? São países de primeiro mundo de moeda forte, mas ATEUS. E basta Dara uma olhadinha no Wilipédia:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Suic%C3%ADdio#Generalidades
    Porque será que quase não há suicídios na América do Sul e na África?

    Quanto ao monte Ararat, você pinçou apenas uma foto do Wikipédia sobre o monte. Se tivesse ido mais além, teria percebido outros sites que mostram, inclusive, fotos de satélite. Confira no site:

    http://74.125.47.132/search?q=cache:9q7oAYfNSfMJ:www.jesusvoltara.com.br/atuais/arca_noe.htm+arca+no%C3%A9+foto+arca&cd=5&hl=pt-BR&ct=clnk

    Não vou me alongar, apenas lhe dizer, que sua revolta contra Deus, além de não tirar a fé dos que Nele crêem, não vai mudar nada porque Deus, como já disse, continuará Deus e não precisa de você, mas você poderá precisar dele um dia, e via precisar sim. Tente aprender o que significa Fé. Claro que acredito na ciência, desde que o fato seja comprovado, mas até hoje ninguém me comprovou que vim do macaco. Ouse ir mais além, se aprofundar um pouco mais no evolucionismo e perceber que a maioria dos cientistas, após a descoberta do genoma, já derrubaram a teoria do Darwin, porque perceberam exatamente que todos os animais de milhões de anos atrás, tem a mesma cadeia de DNA de hoje, nada mudou, são os mesmos, não houve evolução alguma. Me mostre um animal que evoluiu?
    E por fim, EVOLUÇAO é mudança constante, não para não senhor. Nas minhas dezenas de anos de vivencia percebo que o pombo sempre foi pombo e o crocodilo continua crocodilo. Que eu saiba nenhum peixe deixou o mar, criou pernas e andou. Como nenhum pássaro criou nadadeiras para viver no mar…. hahahahahahahaha só tolos crêem em evolucionismo, está ultrapassado.
    Quem não crê em Deus, não tem esperanças de uma vida eterna e carregará durante sua jornada na terra o fardo da morte. Nunca será feliz.

    —————————————————–

    Quem acredita no evolucionismo não é necessariamente ateu. Tanto que, ao redor do planeta, existem milhões de religiosos convictos que acreditam na evolução. Para eles, Deus não é a célula inteligente que manipula a vida das pessoas, mas sim a força cósmica que deu origem a tudo.

    Sobre as maiorias, não acredito que tenha qualquer tipo de vínculo entre suicídios e a ausência da fé em Deus. O alto índice de suicídios dessas regiões dá-se por outros fatores, como o isolamento e, muitas vezes, o excesso de condição financeira, capaz de gerar uma sociedade com menos vontade de lutar e conquistar.

    Desculpe, mas fica difícil de argumentar quando se diz coisas como “a maioria dos cientistas, após o genoma, já derrubaram a teoria de Darwin”. A realidade é completamente outra. A teoria de Darwin nunca esteve tão em alta, para isso, basta ler websites americanos e ingleses voltados para a ciência. Nunca foi provado que cadeia de DNA de animais pré-históricos é a mesma de hoje, apenas que são parecidos. Lembrando, entretanto, que a quantidade de informações contidas numa cadeia de DNA é absolutamente impressionante, tanto que o ser humano difere-se do RATO em menos de 5% do DNA.

    Sua visão de evolucionismo está equivocada novamente quando diz que, na sua vivência, nenhum peixe saiu do mar ou o pombo deixou de ser pombo. Se estudar a ciência, verá que a evolução leva milhares, se não milhões, de anos. Até mesmo bilhões. Não é um pombo que vai dormir pombo e acorda girafa. São minúsculas alterações genéticas que vão acompanhando gerações. A evolução está nítida até mesmo no ser humano, dado o número de seres humanos que já começam a nascer sem pêlos, tendência evolutiva ao fato de que não mais precisamos deles nos peitos ou nas coxas.

    Outro exemplo? O dente do ciso. Milhões de seres humanos já nascem sem ele, que comprovadamente não possui qualquer tipo de função a não ser causar dor e dar inflamações.

    Outro exemplo? O corpo humano possui um órgão chamado APÊNDICE que é comprovadamente inútil. Ele não exerce função ALGUMA no organismo humano, mas está lá. Cientistas já estudaram muito sobre o assunto e chegaram a conclusão que ele é um resíduo evolutivo de uma época em que algum ancestral humano tinha uma dieta baseada em plantas, quando este via-se necessário para a digestão. Atualmente? Função zero. Absolutamente ZERO e não são os cientistas que dizem isso, mas toda a humanidade concorda e sabe que o apêndice não exerce nenhuma função no corpo humano. A única coisa que pode acontecer é ele inflamar e você precisar arrancá-lo. Fora isso, nada.

    Chamar o evolucionismo de ultrapassado é querer desmerecer desesperadamente a questão. A cada momento o evolucionismo cresce no mundo e mais pessoas passam a perceber, pela lógica, que parece uma teoria muito mais viável que o design inteligente de Deus, que foi criando cada coisa. A pergunta, no final, é simples: Se a complexidade irredutível existe e chegamos até Deus como a origem de tudo, de onde veio Deus?

    Não vale usar o argumento de “Deus sempre esteve lá”, pois é muito fácil dizer que o universo nunca esteve lá, mas Deus sim. Se assim fosse, eu também posso dizer: “O universo sempre esteve lá”.


  122. Você me assusta. 😐

    Bom texto.


  123. Ótimo post…

    Uma perguntinha, não só para o Felipe…

    Se o fruto proibido é hoje simbolizado por alguns como uma maçã, não seriam os cristãos proibidos de comer maçã? (Se tiver algum produtor de maçã me desculpe mas precisava perguntar)


  124. Como já dizia meu professor de filosofia…

    “Você pode mudar o modo de uma pessoa se vestir, o modo de agir, o modo de falar, como escrever, como se portar… mas JAMAIS, vai conseguir mudar sua fé e suas crenças…”

    o que é uma graaaaande verdade =)

    —————————————————–

    Não. Não é.

    Meu objetivo não é mudar a fé de ninguém, mas admitir a besteira que seu professor falou é dizer que todas as pessoas do planeta aprendem a primeira crença e morrem com ela. Eu já fui católico, sou batizado, fiz primeira comunhão e cheguei a iniciar a crisma. Existem milhões de “convertidos” ao agnosticismo e ao ateísmo no mundo.


  125. Eu não quero intervir no que está escrito no texto, aliás, quem seria eu…
    Mas o que quero entender é sua intenção ao escreve-lo/divulga-lo.
    Que tu acredite ou deixe de acreditar no que quiser, mas em algo tens que crer. Em Deus eu vejo que não é. O que é então?

    ————————————————–

    A minha intenção, já deixei clara em vários comentários acima.

    Sobre minha crença, por que temos de acreditar em algo sobrenatural? Não há necessidade ALGUMA disso para o ser humano.

    Eu não acredito em Deus e em nada que seja sobrenatural, embora admita a possibilidade de talvez existirem (muito remota). Acredito na ciência, pois me parece a teoria mais plausível. A evolução e a seleção natural.


  126. só porque você foi batizado, fez primeira comunhão e blá blá blá, não quer dizer que você crê…

    a única coisa que isso vai significar é que você foi batizado e fez primeira comunhão, nada mais…

    crença é bem diferente…

    não estou tentando mudar sua crença… afinal sua crença é “DEUS NÃO EXISTE!”… jamais vai adiantar discutir isso com você, pois é o que você realmente acredita…

    só pra defender meu professor… se você acha que uma pessoa formada em uma das melhores faculdades do país, com doutorado no exterior e fazendo pós doutorado em CAMBRIDGE na Inglaterra não sabe o que fala… bom… você deve estar muito bem instruido não é mesmo?

    abraços…

    —————————————————-

    Se você fosse basear nesse tipo de pré-requisito, eu poderia te mostrar centenas de pessoas com graduações muito mais elevadas que seu professor e que discordam inteiramente dele. São precisos papéis para ter relevância? Se sim, avise-me que eu te apresento teorias de pessoas mais relevantes que eu.

    E só para lembrar: Eu não levanto a bandeira de DEUS NÃO EXISTE. Tente encontrar isso em meus textos e você não conseguirá.


  127. Concordo em tudo que disse, religião que aliena pessoas é covardia sem tamanho, a pessoa fica fadada a ser um eterno pecador, eterno culpado sabe-se la de que.
    Em contrapartida, sei que tem pessoas que precisam de religião ou por ser fracas, menos cultas ou por encontrar sua verdade de viver de forma simples como um lanche num Fast Food qualquer e isso, custa R$, não só dinheiro como sua saúde mental.
    A igreja tem sua função social com menos favorecidos sim, ainda que de forma covarde, ajuda pessoas a estabilizarem suas vida.


  128. [AAA]
    tava com saudade de um texto desse no seu blog, rsrsrs!
    Sinceramente, não consigo entender como as pessoas conseguem seguir um pedaço de papel escrito por homens supostamente ‘inspirados’ por Deus.
    Enfim, ótimo ponto de vista e ótimo texto *—-* continue escrevendoo 😀


  129. Muito bom, já viu o documentário Religulous?
    No documentário um ateu sai fazendo questionamentos desse tipo a vários fanáticos religiosos.

    Acho que deveria estudar sobre ocultismo, oque inclui um pouco de espiritismo, thelema, maias, 2012… acho que isso poderia responder a muitas de suas perguntas.


  130. Se depender de mim, você continua escrevendo sobre o assunto o quanto quiser. Mas o que vai acontecer é o seguinte, toda vez que eu ver que se trata do mesmo assunto, nem leio, porque já sei exatamente o que vai estar escrito. [2]

    Perfeito! Resumindo: Espaço público e seleção de conteúdo com “novidades” para não gastar tempo.
    Respeito seu trabalho, preocupação, opinião ou o que seja e retorno sempre aguardando conteúdos novos.
    Parabéns pelo blog!
    []s!


  131. So uma pergunta

    O que acotece com os indianos,chineses,japoneses etc…
    Que não tem o cristianismo como religião mestre ?!

    Deus deixa eles entrarem no céu ?Eles recebem a graça divina ?

    Os Gregos estão todos no inferno atualmente por acreditaram no “God of War”


  132. O evolucionismos é uma teoria filosófica, jamais uma ciência. Para que algo possa ser considerado fruto de ciencia há que se ter provas concretas e no evolucionismo não existe uma só sequer.
    Se nós somos apenas um produto do processo natural sem propósito, como insistem os evolucionistas, então que base há para se crer em uma verdade absoluta, na moral, na ética? Onde alguém encontraria propósito na vida? É exatamente graças aos que ainda acreditam no criacionismo, por ora a maioria, que não nos tornamos canibais. Depois da retirada da disciplina de religião das escolas, com certeza estamos caminhando para a barbárie até sucumbirmos por completo.

    ———————————————-

    Fabrício, a moral e ética são fatores presentes na sociedade atual e ligá-los à religião é a maior das ignorâncias.

    Eu não sou religioso e possuo moral e ética, assim como todos os ateus que conheço. Nunca comi um ser humano, nunca matei, nunca roubei e sempre vivi no máximo da harmonia social, respeitando a todos.

    Os que necessitam de um vigia celestial para agir corretamente, esses sim, são preocupantes.


  133. Caraca esse assunto rendeu hein? Política, futebol e religião sempre dão o que falar hehehehe às vezes é preferível nem escrever coisas relacionadas a isso, a não ser que estejamos super dipostos a enfrentar as críticas, anyway, tudo o que poderia ser falado, foi =P

    Abraços
    =]


  134. Ah tá.. desconhecimento científico… Tá certo então, um dia conhecerei um GRANDE conhecedor da ciência, que vá comigo em igrejas evangelicas, candomblé, centros espíritas e me explique como o toque de mãos pode colocar alguém em “estado de transe”, como alguns lideres espirituais conseguem fazer as pessoas em “extase” sem ao menos tocar nelas.. sem haver “meditação” ou “esforço mental” por parte das pessoas. Vou adorar estudar cada detalhe com o grande Conhecedor da Ciência!! Afinal, claro que eu estou delirando.. essas coisas são completamente naturais e explicáveis.. (Prefiro quando concordo completamente com suas idéias, é quase impossível debater com o Rei da Humanidade) ahahahaha

    ————————————————

    Você só está com a mente fechada demais para admitir a HIPÓTESE que estou te dando.

    Eu admito a possibilidade de ser Deus, mesmo que não acredite. Mas descartar uma hipótese sendo que a sua não pode ser comprovada, é exatamente a falta de questionamento que critico no texto.


  135. Felipe, eu não considero agnósticismo algo que se sustente sozinho. Na verdade é um complemento ao ateísmo. São duas coisas diferentes pois ateísmo parte da não crença em divindades e agnósticismo é a falta desse conhecimento.

    Então um ateu agnóstico é aquele que não acredita na possibilidade da existência de um deus mas não tem esse conhecimento. Aliás ninguém tem conhecimento suficiente, tanto os teístas como os ateístas. Assim se torna algo que pode ser descartado na denominação.

    Creio que as pessoas preferem usar o termo agnóstico porque a maioria veem o ateu como imoral, libertino, satanista (é sério), sem coração e sem escrúpulos.

    Se me perguntar o que sou, digo: Apenas ateu.

    Se quiser ler um texto que explica melhor isso que estou falando:
    http://www.ceticismo.org/filosofia/o-precario-discurso-agnostico.html

    Talvez você acabe fazendo igual eu, e assuma logo seu ateísmo.

    Ps: Eu me considerava agnóstico porque tinha medo de estar errado e pelo peso do nome “ateu”.

    No mais, bom texto e que prova que qualquer pessoa acima de 14 anos, que saiba ler algo além das revistas em quadrinhos do super homem e do “gibi bíblia”, é mais moral que qualquer deus contido nos livros “sagrados”.

    Abraço.

    ———————————————-

    Essa classificação possui variantes e eu concordo mais com a classificação de Dawkins:

    FIEL -> Acredita 100% na existência do sobrenatural.
    AGNÓSTICO FIEL -> Acredita na existência do sobrenatural, mas admite a possibilidade de não existir.
    AGNÓSTICO “EM CIMA DO MURO” -> Não busca explicações, fica no 50% e vive sem tender para um lado ou para o outro.
    AGNÓSTICO ATEU -> Não acredita no sobrenatural, mas admite a possibilidade de existir.
    ATEU -> Nega veementemente a existência do sobrenatural.

    Classifico-me como Agnóstico Ateu.


  136. Bruno Akimoto

    Mas é isso que o felipe quer auahua

    Ele gosta de um bate boca com os fã do Edir Macedo e cia


  137. Caro felipe;

    antes de comentar sobre o texto que vc escreveu, quero deixar uma critica construtiva: Quando vc responde a pessoas que discordam da sua opinião, o faz, geralmente, de forma bastante agressiva.Não sei se sua intenção agir assim, sempre com alguma ironia, sarcasmo ou de forma bastante direta.Talvez se vc tentasse responder com menos agressividade,até mesmo aqueles que tem apenas o objetivo de te atacar,os “fanaticos religiosos” iriam ler o seu texto com um olhar mais critico e racional, e quem sabe até concordar com alguns pontos colocados por vc.
    Com relação ao texto discordo de praticamente tudo o que vc escreveu, na realidade, mais especificamente sobre a sua opinão a respeito da fé em Deus.Respeito a sua opinião,mas discordo quase que totalmente dela.Acredito que em alguns pontos a ciência e a fé podem andar juntas, mas na maioria não.A ciência nunca vai comprovar a existência de Deus, muito menos a inexistência Dele.Vc mesmo, de certa forma concorda com isso,quando se diz agnostico.Porém ,de certa forma deposita a sua fé em algo(a ciência)que, em grande, parte é formada por teorias que nem sequer são 100% provadas(vc não disse que deposita a sua fé na ciencia e eu nem sei se vc tem fé em algo,mas deixa subentender isso em seus textos).Afinal a ciência moderna hoje é toda baseada em teorias como a da relavidade,evolução,universos paralelos,viagens no tempo,entre outras,que são estudadas a fundo nas maiores universidades do mundo, pelos maiores estudiosos do mundo,mas que não deixam de ser apenas TEORIAS,e que para algumas pessoas são coisas muito mais absurdas do que acreditar em um Deus que pode falar com um cara e mandar ele construir uma arca porque a humanidade está corrompida.
    Vc tem todo o direito de ter sua opnião, tem todo o direito de publica-lá no seu blog, afinal de contas é pra isso que serve um blog, mas saiba que da mesma forma que vc se ofende quando um religioso o condena “ao fogo do inferno” essa mesma pessoa se sente ofendida quando vc diz que o Deus que ela acredita é um FASCINORA que condena pessoas inocentes.
    Outro ponto que me intrigou foi o fato de vc não ter dado nenhum contra-argumento ao Matheus, apenas disse que os argumentos dele eram padrões,levianos e impossiveis de responder,pois entram na esfera da Fé, e terminou com uma pergunta que também entra na esfera da Fé, e que, portanto é impossivel de ser respondida.Descrevo sua resposta a seguir:

    “Você deu os argumentos padrões: A razão de Deus não é compreendível, você não estava lá, você enxergará a verdade, Deus é onisciente e sabe de tudo mas dá o livre arbítrio.

    Só faltou a explicação padrão para a fórmula MAL forjada pelo cristianismo para o Deus trino: Deus, Jesus e Espírito Santo.

    Desculpe, mas esses argumentos são sempre levianos e impossíveis de rebater, pois remetem SOMENTE a fé, que eu não tenho e, por isso, descarto-os.”

    Para concluir, na minha humilde opinião o seu principal problema não é com a existência de Deus, mas sim com os dogmas pregados pelas religiões, especificamente com a cristã, tendo em vista que na maioria dos seus texto vc só critica esta religião.
    Me desculpe se me alonguei e não deixarei de ler o seu blog caso vc me responda de forma agressiva como nos outros comentarios, pois acho vc um bom escritor, apesar de não com concordar com sua insistência em abordar religião, porém gosto muito quando vc aborda temas politicos e sociais.
    Me desculpe qualquer coisa, se de alguma forma te ofendi,não tive essa intenção,pois não posso julgar o seu carater porque não te conheço.

    —————————————————

    Mas em momento algum eu digo que Deus não existe ou tento fazer com que as pessoas deixem suas crenças no sobrenatural. Minha crítica é a religião e ao Deus cristão pregado pelas igrejas, que, de fato e incontestavelmente, era vingativo e aniquilava seres humanos sem piedade (se você leu o Antigo Testamento, sabe).

    Você tem todo o direito de discordar, assim como qualquer outro leitor. Aceito sua opinião, mas continuo com o mesmo pensamento.


  138. Eu penso que não se pode colocar a culpa em Deus de tudo o que o próprio homem é ou fez, a bíblia é bem clara no dilúvio que a humanidade naquela época estava em total destruição e não tinha mais salvação pra eles e Deus só achou um que tinha um coração aceitável diante de Deus, com certeza se Deus só achou isso em Noé é porque a humanidade estava perdida mesmo em seus pecados. Deus não é culpado do pecado da humanidade, a própria bíblia fala que o homem é levado ao pecado pelas suas próprias paixões.

    —————————————————-

    Pense por dois minutos e questione-se: “Seriam os bebês, que foram afogados por Deus, pecadores a ponto de merecerem a morte?”

    Só reflita sobre isso.


  139. Aí que ta o problema… Essa de querra religiosa, jihaad, cruzadas e sei la mais qual. Isso é uma desgraça!!!!!!!!!!!!!
    Só sei que no mundo existiram vários sábios, como por exemplo, o responsável por toda essa perca de tempo aqui. Jesus Cristo pregava o que ele sabia. Era tão contra essa idiotice de guerra de religião que foi crucificado caladinho e sem mover uma palha com protesto algum; dentre outros sábios que ha muitos e muitos anos ja não mais recebeu esse planeta que decai a cada dia.
    O interessante é que esses sábios apenas criam no que sabiam e diziam para quem quisersse saber. Hoje os “sábios” debatem tudo e querem a todo preço derrubar, protestar, julgar, culpar, apontar. E no final de tudo será que sabem algo mesmo?
    Ah se Sócrates existisse hoje, ele morreria de vergonha.


  140. “Minha crítica é a religião e ao Deus cristão pregado pelas igrejas, que, de fato e incontestavelmente, era vingativo e aniquilava seres humanos sem piedade (se você leu o Antigo Testamento, sabe).”
    Caro felipe;
    Vou responder a sua critica a religião e ao Deus cristão da mesma forma que vc respondeu ao Matheus.Vc deu uma resposta padrão dos ateus e agnosticos que não analisam o contexto historico, não fazem um estudo mais aprofundado, não tentam entender o porque de Deus ter tomado uma atitude dessa, se realmente alguns ditos “fatos” que vc fala são reamente atitudes diretas de Deus ou se são consequencias dos atos comentidos pelos homens.Na minha opinião o que vc está fazendo é mesma coisas que alguns “fanaticos religiosos” tão criticados fazem, tiram um texto do contexto e usam como pretexto. Eu já li parte do antigo testamento,alguns teólogos já leram todo o velho testamento,cientistas estudiosos que nem sequer acreditam em Deus já leram o velho testamento, historiadores já devem ter lido o velho testamento e nem todos tem a mesma opinião que vc e nem veêm todos esse fatos incontestavéis mostrados por vc. O que vc diz que é um fato incontestavel, pra mim é apenas uma interpretação pessoal sua, que pode ser passivel de erro.Ou tudo que vc lê é interpretado de forma correta?
    Vc diz que é um fato que a historia de Noé é uma fabula,uma metafora,que nunca na historia da humanidade houve um diluvio como o descrito na biblia.Se é fato prove.Mostre algum estudo que prova que é totalmente,100% impossivel de que essa historia possa não ter acontecido.Eu não posso provar que ela aconteceu.Mas tb não posso provar que ela aconteceu.Existe um documento historico que relata esse acontecimento, este documento é a Biblia,que quer queirmos ou não é um documento historico.Da mesma forma que não podemos provar a existenca da cidade de Troia ou da cidade de Atlantida,que são citados em documentos historicos mas nunca foram provadas suas existencias.
    Novamente, minha intenção não é desrespeitar a sua opinião, mas apenas registrar que esta é a SUA opinião e não um fato totalmente comprovado.Respeito vc por ter um pensamento autentico e uma mente aberta,porém apenas tenho uma opinião contraria,que não me leva a odia-lo nem a julga-lo e sim a te respeitar.
    Para concluir,mais uma vez vc deu entender que o seu problema é com uma religião em particular, que é a cristã.Sei que o foco do texto uma historia relativa a essa religião,mas eu nunca li nenhum texto seu criticando alguma outra religião, não sei se vc sabe mas em outras religiões com um numero de adeptos tão grande quanto o da religião critã, possuem dogmas tão “absurdos” quanto as historias da Biblia.Só pra deixar como exemplo,na India existem pessoas que se casam com ratos pq acham que aquele animal é uma reencarnação de um deus.Não sei se vc já escreveu criticando outras religiões ,eu apenas não li.

    —————————————————

    Desculpe, companheiro, mas seu comentário não tem validade alguma, pois em MOMENTO ALGUM eu disse que é FATO COMPROVADO que o dilúvio nunca aconteceu.

    Procure, em todos os meus textos, algum lugar em que eu tenha dito tamanho absurdo.


  141. […] Mundial do Rock: “Yes, nós temos 40… e poucos!” – Hit na Rede O que Noé nos deixou – Controle Remoto Arte nas plantações de arroz do Japão – Bocaberta Os sabores de […]


  142. Seus posts sobre Deus são um dos piores que já vi. É apenas resultado de uma ser muito mal sucedido, irritado sem motivo e um broxa.

    —————————————————

    Hahahahahahahahahahahahhahahahaha

    DISPARADO o melhor comentário até agora. Por favor, escreva mais, eu imploro.


  143. “Se eu não acredito em Deus e ele acredita em mim… Será que eu sou o Deus do Deus?”

    xD
    É um bom ponto de vista

    Mas é assim né,ninguém nem pode parar pra pensar sobre nada…Até parece que o catolicismo chegaria à esse ponto se não fosse a capacidade de fechar os olhos e simplesmente aceitar…Mais engraçada ainda é a crença em santos. Quer dizer,SÓ porque o papa disse alguém vai fazer milagres depois da morte?!Ninguém lembra da idade média quando tooooooodos os papas eram santificados sem nem ter feito “milagre” algum?!O papa fala oq Deus quer que ele fale?!E quem disse isso?!O papa?!Poizé.
    PS:Obrigada, Felipe, finalmente descobri minha religião: Sou Deísta.Ufa, já tava pensando que não era nada…(agora tenho um argumento para a minha família,católica fervorosa.)
    Ps2:Hey,assunto polêmico pra você (já reparou que não sou lá um gênio pra escrever,né…):Entender que os terroristas têm motivos pra…Bom,pra fazer oq eles fazem (afinal,é a religião deles,pô,os católicos também não fizeram muito diferente),entender e não APOIAR,afinal,esse é o único modo que eles encontraram pra serem ouvidos.
    Ps3:Ah,lembrei de outro,talvez nem tão polêmico assim:Em Portugal,acho,gays são proibidos de doar sangue.Quer dizer,só gays têm DST,fazem “sexo casual” e transam sem camisinha?!
    Ps4:E vc vai parar no porão do inferno.E tenho dito.=p

    ———————————————

    Sobre a questão dos gays eu não faço idéia.

    Sobre o deísmo, sugiro que antes você leia sobre o assunto, aqui tem uma introdução bacana: http://pt.wikipedia.org/wiki/De%C3%ADsmo

    Sobre os terroristas, é puramente uma questão de tratar a religião ao extremo. Eles acreditam tanto quanto qualquer cristão. As verdades terroristas, para eles, são tão fortes quanto a de um católico fervoroso. E se a Bíblia falasse que os judeus devem ser assassinados, pode ter certeza que muitos cristãos o fariam sem questionar.

    Sim, se existir, é bem provável que meu lugar no fogo eterno já esteja reservado. Espero pelo menos, antes disso, dar umas palavrinhas ao Deus que dizimou milhões de seres humanos.


  144. Ah,valeu!
    =D


  145. Ah,valeu!
    =D
    O que penso é bem por aí mesmo…
    =D
    O negócio dos gays eu vi hj mesmo de manhã,num jornal.
    Se estiveres interessado sobre a notícia (o que duvido um tiquito só),eis um link:
    http://criasnoticias.wordpress.com/2009/07/17/portugal-ministerio-assume-exclusao-dos-gays-da-dadiva-de-sangue/


  146. Belo texto. Já na adolescência, me desprendi dessa idéia absurda da criação divina. Fui agnóstico por alguns anos, e, ao me aprofundar na essência da seleção natural, ou em assuntos relacionados à história, astronomia, arqueologia, paleontologia, entre outros, me tornei ateu. Não gosto muito de discutir com religiosos, principalmente porque concordo com alguns comentários sobre o texto, de que a religião cega. Quando um religioso não consegue entender a essência de determinado assunto, vem sempre com aquela frase célebre: “Isso é obra de deus”. Bruce Calvert já dizia: “Acreditar é mais fácil do que pensar”.
    Sempre achei a história da Arca de Noé, como uma das mais “cabeludas” dá Bíblia. Outra “cabeluda” também é essa história de diabo… pensemos; o diabo, segundo a bíblia é um anjo rebelde (Criado por deus…já que segundo a lenda, todos os seres foram criados por ele).Partindo desse pressuposto, deus não é perfeito, porque criou um produto defeituoso. E por que ele não o destrói? Será que o seu poder não chega à tanto? Ou será porque ele é masoquista e prefere brincar de manipular suas crias?
    Não sei se você já oleu, mas há um livro muito bom do Chrispher Hitchens, “Deus não é grande”. É uma leitura gostosa, parece mais umas aulas de história.
    Um grande abraço.


  147. Por acaso vocë foi corneado por alguma garota Cristã no passado? Deve ter sido com certeza. Porque você não ataca, por exemplo, a macumba, o candomblé, o mormismo, o espiritismo, o budismo etc… religiões sem nenhum fundamento biblico e todas fundadas por meros mortais? Você sempre ataca o cristianismo chamando Deus de facínora. Se acha que ele é fascínora porque fala tanto nele? Seria pelo fato de dar tanto ibope? Acho que sim. Chamar Deus de facinora não o fará menos Deus, não fará de você uma pessoa melhor, não conquistará a simpatia de ninguém e ainda arranjará inimigos. Porque em vez de discutir sobre algo que desconhece vc não continua com seus posts insípidos e ridículos para adolecentes burros e imaturos como vc e para os quais você tem sido o bobo da corte, já que não conseguem leitura melhor que isso aí. Sei que não vai publicar. Isso tb é parte de sua falta de caráter, mas me contento em ter lido. Pode me xingar porque a essa altura estarei lendo coisa melhor.

    ————————————————–

    Hahahahahahahahaha, mas é claro que eu publico. Comentários como esse fazem a alegria dos leitores, que divertem-se vendo os radicais insanos manipulados e cegos pela religião.

    Só pra constar: o mormismo, espiritismo ou qualquer outra religião tem tanto crédito quanto o catolicismo e protestantismo. Não é porque uma religião tem um livro maior e mais fiéis que pode ser considerada mais verdadeira. Logo, não coloque sua crença acima das demais.

    Suas palavras mostram seu radicalismo e é exatamente isso que critico. Você mataria em nome de sua fé, se estivesse escrito para tal, muito provavelmente. Pois somente um radical extremista acha que alguém “arranja inimigos” só por questionar Deus. Cuidado, você pode estar vivendo sua vida de uma forma muito triste.


  148. Interessante e corajoso o texto, parabéns pela “cruzada invertida”, acho válida a busca pelo conhecimento, se causa revolta nos que lêem prova que incomoda não ter respostas para questionamentos tão simples. Já fui católico praticante(modalidade que só existe no Brasil), pois o jeitinho brasileiro serve até para religião. A maioria das pessoas crêem por medo ou por acharem conveniente, daí utilizam apenas o que “concordam”, como se a religião fosse um self service de possibilidades que trazem um bem estar. Porém é um conforto frágil onde não existe convencimento e que ao menor questionamento vem a ruir. Ainda assim acredito que para determinadas pessoas a religião tem seus aspectos positivos, quando uma pessoa está fragilizada não tem mais forças e busca o sobrenatural para adquiri-la, a religião faz toda a diferença, aquela célebre frase “tudo vale a pena quando a alma não é pequena”, o problema está em se tornar dependente e fechar os olhos para a realidade. Fica uma frase de um dos livros abaixo indicados “ouvidos novos para uma nova música, olhos novos para distâncias extremas”. Enfim, aconselho a leitura das obras “O anticristo” e “O crepúsculo dos ídolos” ambos do filósofo alemão (Friedrich Nietzsche). Sucesso e boa leitura.

    ————————————————-

    Gostei muito de seu comentário.

    Vale ressaltar que não sou contra a fé, apenas contra a fé cega e sem questionamento. Um dos meus próximos textos será: “O Conforto da Fé”, onde mostrarei o lado positivo de tê-la.


  149. Depoimento de libertação 😛

    Primeiro quero dizer que levei dois dias para ler TODOS os comentários, mas confesso valeu a pena, principalmente esse: “Se o homem evoluiu do macaco porque há macacos ainda?”. Adoro como as pessoas refutam a teria da evolução como se tivessem estudado anos de biologia, mas quando o ditos “ateus” os questionam eles remetem a frase: você não conhece a bíblia, então não pode questioná-la. Mas o mesmo fica ai soltando pérolas sobre a evolução como se tivesse mestrado sobre o assunto.

    Eu adoro esses temas sobre religão, na verdade eu adoro o estudo sobre a religião e sua influência na história, amo o Budismo e o Espiritismo, se fosse acreditar em algo seria uma dessas, “Cara” é tão perfeito e, ao meu ver, suprem tanto as nossas “necessidades” existenciais.

    Sobre o blog, você está de parabéns, gostaria muito de ter sua paciência e sua habilidade em expressar-se através da escrita, sempre quando tem um texto seu sobre esse tema, eu venho aqui nos comentários ler, gosto de participar desses debates sobre religião vs ateismo.

    Voltando, o que mais me diverte em tudo isso são os “argumentos”, fico surpresa de ainda não terem citado a 2ª lei da termodinamica, ou a do flagelo (me esqueci o nome), já falaram a teoria de pascal e de que a teoria da evolução cai por terra com as descobertas do projeto genoma, isso mostra o quão se é profundo o conhecimento cientifico, ou seja, zero no quesito biologia e fisica. Ok! posso parecer arrogante, mas é que quando se lê muito sobre determinado assunto, você acaba vendo várias vezes o mesmo argumento, e sabe o quando isso é falho, e que já foi refutado tantas vezes que fica cansativo, por isso nem gosto de entrar no quesito cientifico e prefiro ficar mais na área filosofica.

    Sobre o pensamento que o homem deve sua moralidade a uma entidade divina, vamos de Dawkins, não lembro exatamente da frase, mas foi dita na FLIP 2009, semanas atrás: ” Não foi quando moisés desceu com os 10 mandamentos e um deles diziam “Não matarás”, que um olhou para o outros e disse: É mesmo, não vamos mais matar.”

    E para fechar meu comentários vou com nosso médico ranzinza da TV House: “Argumentos racionais não costumam funcionar com pessoas religiosas, senão não teriamos pessoas religiosas.”

    Ah, também me considero um ateu agnóstico, afinal nada podemos afirmar como sendo verdade absoluta.

    ———————————————————–

    Um dos melhores comentários do post.

    Parabéns.


  150. Que sejamos tolerantes para expressarmos nossas idéias sem desrespeitar as dos outros. Cuidado nas palavras é bom, dá exemplo e gera respeito mútuo. Gera autoridade sem usar a força, só o poder das palavras.

    Não defendo esse ou aquele. Defendo aquele que sabe expor suas opiniões sem desrespeitar os demais. Lembro quando você citou num dos seus textos a luta para os homossexuais terem direito iguais. Eles diziam que só queriam ter a chance de mostrar suas opiniões e que as pessoas os agrediam, não só fisicamente, mas, principalmente, verbalmente. Quando teve a modelo nos EUA defendendo o casamento de uma união homem e mulher, todos cairam “de cima”. Pois é “legal” estar pró-homossexualismo hoje em dia. Só que todos esquecem, principalmente a comunidade gay, que era essa a situação que lutavam anos atrás: direito de opinião e direito de serem respeitados.

    O mesmo se diz a este tema. Até o momento não disse que sou católico ou ateu. Mas acredito que suas palavras foram um pouco ofensivas no seu texto. Se achar que não, talvez uma passada no texto com um olhar mais técnico na redação (como um desafio de um cara que está se profissionalizando na arte de escrever), verá que tem como mudar muita coisa. Ok, sei que “marketeiramente” falando, a provocação pode render comentários, visitas, hits, etc. Mas cuidade pra não vender sua alma ao…seja lá quem for.

    Abraço,

    ———————————————–

    Elumar, se você acha que isso é ser ofensivo, você precisa ler determinados livros ligados às idéias de ateus contra a fé. Eu apenas constatei que, baseando-se no Antigo Testamento e nos ideais do Deus cristão, este é, de fato, um fascínora vingativo. Acho que os assassinatos em massa falam por si só, afinal, não foram poucos “cometidos” (entre aspas porque só podem ser reais para a fé).


  151. Interessante como babacas combinam entre si FELIPE x PATRICIA. Por ausencia de alguém que os elogie, etão se elogiam entre si mesmos.
    São tão babacas que o primeiro diz que a macumba, o espiritismo e o umbandismos tem a mesma credibilidade que o protestantismo. A segunda, a babaquinha da Patricia(que deve ser uma infeliz patricinha), recomenda ao primeiro que leia Friedrich Nietzsche. Comparar macumba e umbandismo com protestantismo é como comparar água com óleo ou o mal com o bem. Mas pior que isso é uma besta não crer nas escrituras sagradas para crer num sujeito estúpido como Nitze. Talvez os autores lhe sejam desconhecidos. A não ser que Nitze tenha sido um Deus e me omitiram isso escola. Será que ele também ressucitou mortos, abriu o mar, ou curou cegos e leprosos e após sua morte ascendeu aos céus e nunca me falaram nada disso!. Vai Patricinha, que mais você aprendeu?
    Por acaso, em busca de uma palavra, me deparei nesta página, simpes acaso. Percebo que é uma página de alto nivel cultural e basta ver os comentários dos que a frequentam. Talvez tenha sido em páginas dessa estirpre que Patricinha tenha adquirido tanto conhecimento, não é mesmo?
    Uma coisa deveo reconhecer, o crédito ao Felipe por conseguir atrair tantos doutores. Isto é fantástico.

    ————————————————–

    Desculpe, mas só o que vi aqui foi o fanatismo religioso que te leva a falar mais bobagens por segundo que uma metralhadora é capaz de atirar.

    Pare de achar que a Bíblia é uma verdade mundial que ninguém pode questionar. Aprenda de uma vez por todas que a maioria da população do mundo NÃO ACREDITA na Bíblia (dentre 6 bilhões de pessoas, somente 2 bilhões são cristãos). Logo, da mesma forma que você diz categoricamente que a Bíblia é a verdade, o mundo oriental caga pra você e pra sua bíblia, tratam como se nada representasse, sem importância e sem significado. O mundo não gira em torno do seu livro, então não tente enfiá-lo goela abaixo das pessoas com quem está argumentando.

    O espiritismo tem a mesma credibilidade do protestantismo quando não acreditamos na bíblia, seja ela escrita pelos profetas e depois alterada ao longo dos séculos, ou seja ela escrita por Alan Kardec. A representatividade é a mesma: zero. Se não há a crença, não há diferença entre A, B ou C. E o pior, cuidado que essa vai doer: se sua religião fosse tão certa, já teria mais fiéis e, cuidado de novo, não seria infestada em maioria por pessoas manipuláveis de baixa renda, desesperadas por um sopro de esperança. Não ataque se não quiser ser atacado e ouvir verdades.

    Não, Nietzche não ressucitou ninguém, não transformou água em vinho e nem fez nenhum outro tipo de milagre. Mas, cuidado que essa vai doer de novo, para nós, Jesus também não fez nada disso. Então, você levantar a bandeira de que Jesus tem mais crédito que Nietzche, para um agnóstico ou ateu, não significa nada.

    No final de tudo: reparou que eu apenas usei argumentos da fé para te atingir, enquanto você precisou xingar de “babaca”, “patricinha”, “besta” e outros adjetivos. É o típico comportamento do cristão acuado, faltam-lhe palavras. E ele peca.


  152. Cara adoro esses temas religiosos, e concordo em tudo, absolutamente tudo que tu postou aqui. Se não me engano quando tu escreveu Que Deus é esse, eu li uma resposta tua que dizia não ser ateu, enquanto lia o texto ensaiava meu comentário e ia comentar sobre isso, mesmo acreditando em Deus tu interpreta a bíblia dessa forma, ia dizer que achava isso brilhante, mas da mesma forma, acho essas tuas interpretações brilhantes, eu tenho essa mesma idéia, acredito que a humanidade não tá interpretando, e nem olhando a bíblia como deveria. Acredito que a igreja tem grande parte da culpa disso, pois muita gente acha que ir a igreja significa ter fé em Deus, acreditar nele, mas tem muita gente que frequenta a igreja, até padres, que são pior do que quem nunca foi à uma, isso é muito relativo, acredito que quem interpreta e compreende a bíblia acaba se tornando ateu, pois enxergam essas falhas que tu enxergou, e entendem basicamente tudo. Muita gente não procura compreender a bíblia, porque para esses religiosos, o que o padre, pastor, em fim, dizem basta é verdade, todo tipo de fanático perde o olho, se torna cego, pois lê a bíblia e o que leu basta, é isso, e ponto, se tem na bíblia é sagrado. Quando eu crescer pretendo estudar teologia, mas não para fins profissionais, apenas porque tenho muito interesse nesse assunto, e eu espero compreender a bíblia. Não sei se tem muito que comentar em cima do meu comentário, mas espero que leia, e se ler comente. E para completar, adoro o controle remoto, sempre que posso venho aqui, te acho brilhante, quando crescer quero ser que nem você, sahusahas, todos os posts que li adorei, nunca me arrependi, muito foda, parabéns.

    ——————————————————

    Muito obrigado David, fico contente que tenha chegado a tais conclusões.


  153. Depois de ler outros post, vi que tu não é ateu e sim agnóstico ateu. Já me considerava agnóstico, mas nunca tinha visto essas definições, sobre elas também me considero agnóstico ateu, pois acho meio que bizarro acreditar em um ser superior, por mais que existam coisas abstratas como Deus que nós acreditamos mesmo sem vê-las e/ou sem provas que comprovem sua existência, acho que a existência desse ser superior, é meio que fantasiosa, apenas para aliviar as tensões, e “ter em quem colocar a culpa” ou meio que isso, pois tudo que acontece “foi porque Deus quis” acho isso uma tolice, culpar Deus pelo que acontece, é o que você falou no post “Que Deus é esse”, porém mesmo sem acreditar, eu admito a possibilidade de sua existência.


  154. Calma Elumar. Nosso amigo Felipe só “jogou” um assunto polêmico no ar para atrair mais visitas pro site dele.

    ———————————————–

    Diogo, se eu quiser atrair mais visitas pro meu site, acredite, não será de cristãos fervorosos e fanáticos que tratam qualquer questionamento como ameaça física e levantam suas armas sob forma de defesa-ataque.


  155. Com a ajuda de nosso amigo Dawkins, seus textos sobre religiao/fé estao mais racionais.
    Christopher Hitchens também é muito interessante.

    Sobre o mito dos “15% ou 10%”, seria humano ter respondido que vc estava equivocado ou procuraria informacoes sobre o assunto, errar é humano… e divino, como vc mesmo descreveu em seu texto.rsrs

    ————————————————

    Eu utilizei um jargão bobo, mas a representatividade do que eu quis dizer foi a mesma. A utilização cerebral não é CONTROLADA pelo ser humano de forma completa. Eu admito meus erros, mas o que eu quis dizer continuou igual.


  156. Só sei que nada sei! A unica certeza que todo homem pode ter que não sabe dos misterios da humanidade, sou evangélico e acredito que tudo que existe é vontade de Deus, mas acredito na teoria da evolução, porque nada no mundo aconteceria por acaso, tem a vontade de um Deus regendo tudo, temos que interpretar a biblia e tirar a exencia de suas palavras. Ha muito tempo a terra era plana, mas depois a ciência provou que era redonda, depois o atomo era a menor particula existente, mais tarde descobriu que não, quem sabe a ciência ainda não esta preparada para provar a exixtencia de Deus, fé e ciencia sempre caminharam de lados opostos, mas uma coisa temos que lembrar uma uma chance mesmo que remota de um dia a ciência achar uma prova da existencia de Deus.
    bom, fora toda a polemica e discussão que esse tema gera, o mais importante é que cada pessoa seja feliz acreditando em Deus ou preferindo não acreditar.

    ——————————————-

    A prova da existência de Deus seria impossível baseando-se em preceitos cristãos, pois o próprio Deus deixou claro que não quer uma fé comprovada, mas sim espiritual, de crença sem provas.


  157. Você é interessante. Ora descrê da bíblia, ora a cita como argumento. Disseste a palavra mágica: “Deus deixou claro que não quer uma fé comprovada, mas sim, espiritual, de crença sem provas”.
    Agora você acertou em cheio. Fé é crer, sem provas. Ou se crê ou se não crê. Você ainda não tem fé suficiente para crer em um Deus sem provas as quais tanto deseja. Seria muito simples e sem graça fazer tudo certinho por temor a Deus. Não é isso que ele quer. Quer que o amemos sem temor, por mero amor. A ausência de sua fé se deve por sua imaturidade de vida e talvez porque ainda não sentiu a dilaceração da dor, da perda ou da decepção com alguém ou algo na sua trajetória de vida. Não que se tenha de passar por isso para se ter fé. Algumas pessoas, mais sensíveis, a alcançam com facilidade. Outros, mais durões, necessitam estar em apuros para consegui-la. Existem pessoas que necessitam perceber o quão frágeis são para perceberem a dependência de Deus e entenderem o quão vulneráveis e mortais somos. Milhares de anos se passaram, milhares de gerações se foram, entre eles, ateus e cristãos. Qual a probabilidade de uns e outros estarem no paraíso ou no inferno? Você decide seu destino. O que fizer de sua vida é o que colherá aqui e no além. Entre ter fé em Deus e não crer nele, na dúvida, é mais inteligente crer. Já pensou se estiver enganado? Até que você vinha muito bem postando assuntos interessantes, mas quando resolveu criticar a crença das pessoas, principalmente, sem conhecer a bíblia e ainda blasfesmar contra o Deus que milhares de pessoas acreditam, acho que bateu de frente, se perdeu no assunto querendo impor sua vaga e desajeitada opinião. Com isso, acaba colhendo desafetos que não mais visitarão seu blog. Eu sou uma delas. Ok, já sei, o orgulhoso dirá que não precisa de mim e eu tenho certeza disso, mas milhares de EUs, pode fazer a diferença.
    Estude a bíblica pra compreendê-la. É um livro mágico e se o ler Deus falará com você assim como falou comigo, pode crer.
    E para terminar, quero lhe dizer que o fato dos cristãos serem apenas 1/3 da população mundial, e está correto quando afirma isso, em verdade, a bíblia também prevê apenas 1/3 da população a ser salva e a ir para o paraíso, o resto vai descer para o inferno. Apesar disso, esqueceu-se de que embora seja apenas um terço O CRISTIANISMO É A MAIOR RELIGIAO DO MUNDO, o resto se divide em ateus como você, agnósticos, budismos, hinduísmo, macumbeiros, espíritas e outras milhares de SEITAS mais, estes são a A MINORIA a que irá arder no inferno.
    Ou também não acredita no mal? Se não acredita vá num terreiro de macumba ou umbanda para ver as coisas que lá acontecem. Ora, se existe o mal seria uma idiotice sermos guiados apenas por gente má, há que existir o bem – Deus. Que ele te abençoe porque você não irá mudar o mundo.

    —————————————————

    Desculpe, mas seu comentário me rendeu algumas gargalhadas e, logo em seguida, uma reflexão profunda sobre a decepção que tenho em seres humanos que chegam ao ponto que você chegou.

    Para começar, usar o argumento da minha idade foi a coisa mais baixa que você poderia ter feito. Ficou absolutamente desprezível seu comentário por conta disso, pois não faz o menor sentido. Seguindo sua linha de pensamento, não existem ateus velhos, apenas novos. O que dizer então das MILHARES de pessoas que levantam a bandeira do ateísmo após seus 60 anos? Quer um exemplo? Oscar Niemeyer, com 101 anos, ateu convicto, muito feliz e muito próspero. Ele também é imaturo? Todas as pessoas maduras do planeta são cristãs? Que tipo de argumento é esse? Quer dizer que quem encontra a dor automaticamente entra para o cristianismo? Que tipo de argumento é esse?

    Você falou muitas bobagens, entre elas está a aposta de Pascal (é muito melhor acreditar e chegar lá e ver que existe). Esse tipo de fé é forçada, forjada e falsa. Esse argumento não é defendido sequer por teólogos, pastores, padres ou bispos.

    Mas o maior absurdo, a maior ignorância que vi neste post, foi dizer que só você e as pessoas ligadas à sua religião serão salvas, enviando para o inferno todo o resto da população.

    Depois de tamanha ignorância, prefiro deixá-la(o) falando sozinha(o).


  158. Você ja leu a Biblia toda?

    —————————————–

    Ainda não a li completamente, mas já li um bom pedaço.


  159. Muito bom o texto. Muito bem escrito.
    Morro de rir com os absurdos bíblicos, me irrito com os absurdos “divinos”.


  160. Li o texto e vários comentários, e pra mim vc não prova nada, absolutamente nada, Deus existe sim e sua Palavra nunca falha. Pode rir, mas um dia vc vai precisar dEle, e quando isso acontecer, pode ter certeza, Ele mesmo o estará esperando de braços abertos (e não falo da post-ídolo cristo redentor). O amor de Deus é para todos, e um dia vai te alcançar, esteja preparado, pois como está escrito na própria Bíblia, a qual vc deveria ler mais vezes, é que um dia todo joelho se dobrará, toda língua confessará que Jesus Cristo é o Senhor…(Felipenses 2.5-11).

    ————————————

    Desculpe, posso bocejar?


  161. A narrativa do Dilúvio, obviamente, NÃO é verdade. Os Hebreus se inspiraram no mito de Gilgamesh.

    Quem quiser saber, é só dar uma lida:
    http://www.faced.ufba.br/~dacn/biblia_diluvio.htm


  162. Interessante… li um monte de comentarios seus, em um monte de textos…VC fez do Richard Dawkins seu deus, e do “Deus: um delirio”, sua biblia.
    Nao critique aqueles q fazem do Cristo o Deus deles, e do livro com historias do passado, a biblia deles… Voce eh igual! Acredita no que ta escrito! A sua razao eh fundamentada no que vc le e acredita e a deles tbm. Em nada vc e os cristaos sao diferentes.

    ———————————————-

    Não fale bobagens, eu discordo em muitos pontos do Richard Dawkins e ele é apenas mais um autor que gosto. O meu próprio texto “O Conforto da Fé” vai de encontro aos pensamentos de Dawkins.

    A próxima vez que quiser me atingir, seja mais criativa. O seu desconhecimento do assunto fez com que falasse besteira.


  163. Esse assunto é, sem dúvida, muito interessante. Ler o texto não foi nada, se comparado a ler os comentários, sabe… dá pra aprender muito lendo todos esses comentários.

    Tenho um amigo crente, daqueles tradicionais, que defendem Deus não importa o quão sem argumentos esteja. Sabe a diferença desse meu amigo pra maioria dos fanáticos religiosos? Ele é capaz de discutir comigo o assunto “religião” de modo saudável, aprendendo muito com o que eu digo e vice-versa. E isso falta para muitos que comentaram aqui. Muitos dos que se dizem ateus sabem ver o lado bom da religião, mas a esmagadora maioria dos que se dizem religiosos não sabem ver o lado bom do ateísmo. Para um bom ateu, ouvir alguem dizer que Deus existe é combustível para uma boa conversa, para a esmagadora maioria dos religiosos, ouvir alguem dizer que Deus não existe é uma mentira terrível, e uma ofensa sem tamanho, e acaba por aí mesmo. Salvo os religiosos que não pensam assim, os quais, claro, eu respeito e admiro de coração. Voltando áquele meu amigo crente, do início do parágrafo, ás vezes ele até brinca comigo: “Tudo bem então, vamos combinar o seguinte: eu acredito em Deus e você não, o primeiro que morrer volta pra avisar o outro sobre a verdade, antes que os dois estejam ferrados.”

    Se Deus existe ou não, não cabe a nós responder. Eu só acho que não devemos fazer as coisas porque um Deus assim deseja, devemos fazer porque nós desejamos. Não falo de pegar o primeiro avião pra África e passar o resto da sua vida ajudando quem está em real necessidade, falo de ser gentil com as pessoas a sua volta, falo de pensar duas vezes antes de ofender alguém, falo de você saber quando está errado, admitir isso e ainda ser capaz de aprender com esse erro, e isso tudo qualquer um pode fazer, não importa se você acredita em Deus ou não.

    ————————————————–

    Belíssimo comentário, Vinícius.


  164. Sua crença de “não” acreditar em um Deus, exigem mais fé, falta de visão e fundamentalismo, do que o meu ato de acreditar. Não acreditar em um criador é “conveniente” para as pessoas, pois livra de qualquer responsabilidade e cauteriza o resto que sobrou de suas consciências.

    Não ache que eu sou um religioso tradicional, pois acredito firmemente que todas as religiões que tem por ai, que só servem sujar o nome do Criador com violência, comércio, interpretações ridículas e doutrinas contraditorias, possuem um destino tão ruim quanto as pessoas que não acreditam em Deus. Uma porque elas são uma maquina de criar: ou fanaticos ou pessoas como você.

    A religião e não a lógica racional te fez acreditar que Deus não existe ou Deus é injusto, porque ele mata as pessoas sem misericórdia, não usa de justiça ou tortura as pessoas no inferno. O Deus vingativo é uma criação da religião. O Deus que “predestina” as pessoas é invenção da religião.

    A própria “bíblia” aquele livro velho e patético desmente essas coisas, e ela já dizia em Salmos 10:4:
    O iníquo, segundo a sua arrogância, não faz nenhuma pesquisa;
    Todas as suas idéias são: “Não há Deus.”

    E com um pouco mais de carinho ao analisarmos a tal “Bíblia”, se descobriremos que ela nega e até condena 90% dos ensinos difundidos pelas religiões cristas atuais… mas… isso não é assunto pra esse post… porque uma teriamos que estudar a bíblia a fundo, uma coisa que ninguém faz… por isso que é fácil a religião dizer o que ela quer para enganar as massas (ateias ou crentes).

    Já eu em contrapartida com a sua opinião penso mesmo é que “razões” os humanos ainda não deram par Deus destruir a humanidade… que é uma experiência tão decepcionante pra ele…

    Você fez uma pequena pesquisa… acreditou em palavras de alguem como você, o que não gera “novas” conclusões. Então recomendo que tu pesquise mais afundo. Mas nem toda a prova do mundo lhe dirá alguma coisa se a mente já está feita, fechada para novas idéias. Esse é o problema com os conceitos absolutos. E a acredite; a ciência e assim como a religião vem seus “conceitos absolutos” caírem por terra todos os dias… apenas o orgulho os impede de abandona-los e abraçar novas idéias… por isso se passa séculos para mudarem-se costumes e crenças.

    Eu sei bem o que falo pois trabalho em um ramo da ciência extremamente ateu… mas que por ironia, diante das evidencias tão gritantes, deveria ser o mais crente de todos. Anos na area e percebo hoje que a ciência que é uma luz para humanidade em tantos aspectos, nessa parte de nos “provar as origens” é mais fundamentalista e atrasada que a religião mais “tribal”… Se baseia em teorias do sec.XIX, que já ficaram todas ultrapassadas (e PROVADAS erradas), inchertando “achismos” para dar fôlego a algo tão patético. Por que? Porque hoje em dia acreditar em Deus é um problema mais político do que espiritual

    Eu da minha parte decidir unir duas coisas que exigem muita fé: espiritualidade e a ciência… e acredito plenamente, que hoje tenho capacidade de, nem digo convencer, mas colocar sérias duvidas na cabeça do mais convicto dos ateus. Pela ciência ou pela própria bíblia. E esse é uma caminho que muita gente inteligente está tomando… pessoas que realmente buscam respostas e algo mais do que essa vida.

    Nem seja por isso… negar um criador, do universo, planeta e leis da física é de tamanho orgulho, que é pior que negar que sua casa FOI construída por um pedreiro, que seu CARRO foi fabricado, ou dizer que você surgiu do chão, não da sua mãe.

    Perá ai, se você dissesse isso na rua as pessoas te chamariam de louco! OH! Mas negar terminantemente o que você não viu e não tem certeza é loucura… é suicídio. E definitivamente essa não é a época de fazer isso.

    Mesmo assim escrever aqui é desperdiçar palavras, portanto a unica coisa que quero é que fique claro que se eu acredito em Deus, na Bíblia, se eu acredito até mesmo na Arca de Noé (e suas razões) se for o caso… eu não sou um maluco, ou um fanático, ou um ignorante… muito pelo contrario se eu hoje acredito em alguma coisa, é porque eu tenho bases sólidas e posso explicar plenamente minha convicção… todas as minhas crenças. Porque no final das contas, isso serve para crentes ou ateus: Fé em algo sem ter conhecimento pleno sobre o mesmo, é burrice.

    Um abraço e sucessos!

    ————————————————-

    Concordo que a fé deve ser esclarecida, como já defendi por aqui.

    Entretanto, discordo de praticamente todo o resto. Acredito que é necessário muito maior fé para acreditar, pois as evidências são CONTRA a existência de Deus, a todo o momento. Sugiro que, se você realmente diz possuir verdades capazes de acabar com as possibilidades de certeza dos cientistas, que coloque-as pra frente. Se você defende o Design Inteligente e a idéia de que a Terra tem 10 mil anos, não consigo acreditar que realmente consigas.

    Abraço e sucesso, igualmente!


  165. Felipe,apesar de não concordar com exatamente tudo que vc expõe acredito que vc acerta em cheio em sua maneira de abordar as coisas e expor seus questionamentos.
    Há uns 2 anos me livrei dos rótulos e comecei a buscar as coisas,questionar e tentar descobrir algo que vai além do que não se pode ver.
    Acredito em erro e acerto e não creio em pecados pois vejo isso como desculpa pra explicar atos falhos que TODO ser humano comete,assim como acho que o diabo que muita gente teme,seja outra desculpa pra explicar “cagadas” e tentar se livrar da responsabilidade.
    Onde não há dúvidas,não há crescimento.Acreditar cegamente em algo é a melhor forma de ficar estagnado.

    Boa sorte e até outra hora!


  166. Gosto muito desses seus posts “religiosos”. Sou católica praticante e obviamente, acredito em Deus. Embora seus posts não me façam duvidar da existência dele nem deixar de acreditar, me fazem refletir sobre o que tem na bíblia e outros acontecimentos ‘divinos’ [como os que você citou no post ‘que Deus é esse?’].
    Curto muito seu blog, gosto da variação dos posts sérios com os posts engraçados. Você sabe equilibrar legal sem perder a essência…

    Queria fazer uma pequena observação meio nada a ver com nada…
    Faço faculdade de Biblioteconomia e sempre que vejo posts seus com citação, fico com vontade de mandar você normalizar hahaha. Mas deixa pra lá, são só hábitos da profissão xP
    Abraço o/


  167. Acrecento ainda mais um argumento ao seu otimo texto.Se ele, como diz a biblia sabe de tudo(inclusive o numero de fios de cabelos em nossas cabeças)como ele não sabia que tudo seria inutil,pois depois de ter matado toda a humanidade tudo voltou a ser como era….a maldade humana,a podridão no mundo…como um deus perfeito faz uma cacada dessa???


  168. as coisas que acho mais ridículas sobre o cristianismo são: a pregação do machismo (mulher tem que ser submissa ao homem, etc etc) e a ignorância à realidade.

    prontofalei.


  169. Que site sem vergonha na cara! Criar este tipo de absurdo para gerar polêmica e fazer com que pessoas indignadas acessem e respondam esta besteira. É nítido que sua intenção foi conquistar acessos pela polêmica e que isso nem deve retratar seus pensamentos, sendo apenas uma APELAÇÃO, seu Datena Virtual! Agora mostra a imagem da criança morta no dilúvio!!! Põe na tela !

    Todos os homens nascidos estão condenados à morte e ao inferno! Ninguém é salvo porque é uma boa pessoa ou por seus atos de bondade, mas somos salvos porque Deus é bondoso e nos deu apenas uma chance de reconhecer o quanto somos falhos.

    Depois da queda de Adão e Eva, somos considerados filhos da ira de Deus e devemos morrer e sermos lançados no inferno. Ao menos que vc reconheça isso e desista de vc mesmo tentar se salvar e creia em Jesus como seu único salvador. Somente ao nascer denovo terás a vida eterna e só nascerá denovo no momento em que REALMENTE crer (Acreditar que existe é outra coisa, até o Diabo sabe que Deus(Jesus) existe)

    —————————————–

    Depois vocês perguntam o motivo deu criticar tanto a religião.

    Olha aí o porquê.


  170. Li o texto e todos os comentários. Sou cristão, mas tenho refletido sobre muitos aspectos da minha crença. Gosto de ler todo tipo de texto: de cristãos, ateus, agnósticos, outros religiosos. Antes eu era um pouco extremista, e obscurecia minha própria razão, deixando de questionar muitas coisas. Hoje mudei, penso que devemos, sim, questionar, principalmente a temática existencial e religiosa. Conconrdo contigo em muitas coisas, discordo em outras. Na verdade, gostaria de bater um papo pessoalmente, para que pudéssemos conversar de modo mais à vontade. Mas isso parece difícil de acontecer. como estou com pouco tempo (mais tarde quero postar mais vezes), gostaria de comentar o que estou lembrando agora (li tantos comentários que fica difícil lembrar tudo que você falou): vc disse (não lembro as palavras literalmente) que tudo tem uma causa, logo não Deus não poderia existir porque não seria “causado” por nada. Sinceramente não entendo porque Deus não possa ser eterno. Não vejo problema algum (pela razão) que um ser superior seja a causa de tudo. abraços


    • @Carlos Santos:
      Pensa no quão fácil é… Um cristão diz: “Tudo que existe tem que ter surgido de algum lugar”, mas ele não aplica essa regra à Deus. Por que então não podemos usar essa regra para o próprio universo? E não teve um início, simplesmente SEMPRE esteve presente. Não faz sentido eleger um ser sobrenatural que não se submete a regra nenhuma e se for para reduzir a existência de tudo, também há de se reduziar a do próprio Deus.


  171. tudo bem, concordo contigo que é uma possibilidade que o universo tenha sempre existido, uma espécie de eternidade da matéria. Contudo, eu penso que essa é uma das possibilidades. Vc não acha que também seria possível que um SER criador (ainda que não seja o Deus cristão, ou Alá…) tenha feito tudo o que existe ou “impulsionado”o processo evolutivo, para que haja uma ordem em tudo? Em suma, vc considera irracional a idéia de um criador?


    • @Carlos Santos:
      Ao estudar a Evolução você percebe que a idéia de um criador é muito mais ilógica que a idéia de que tudo evoluiu sem esse ser fantasioso e mágico.


  172. @Felipe Neto:
    Para mim para ocorrer essa evolução, teriaum pouco mais de lógica se tivesse um pouco de intervenção divina…

    __________

    Como disse no texto, a Bíblia não pode ser interpretada ao pé da letra, mas também não precisa exagerar nessa parte, quando a Bíblia diz que Deus inundou a Terra, ela pode estar se referindo a uma ilha, cidade, ou alguma sociedade. Como você pode afirmar que toda alma no local era inocente? Mas mesmo com pecados, certamente você irá continuar a afirmar que não foi justo Deus ter afogado todas elas, mas se você olha por um outro lado, elas foram julgadas de acordo com seus atos, decidindo se irá pro Céu ou o Inferno, então não será tão injusto assim.
    Também se pensarmos bem, se Deus não tivesse destruindo tudo, pode ser que teria uma sociedade hostil que descenderia deles.

    Sobre o texto de Juízes, não diz que isso foi vontade de Deus, além do mais é um texto do antigo testamento, antes da crucificação de Jesus, é como se depois de Jesus, Deus começasse a nos ver com outros olhos, antes eramos simplismente pecadores, hoje somos pessoas merecedores da graça de Deus, além do mais nesse período ainda não havia a aliança de Deus com os homens

    E como você pode acreditar nisso?

    Se Deus é onipotente, onipresente e onisciente, ele já deveria saber de TUDO e jamais poderia passar a ver a sociedade com “outros olhos”, companheiro. A própria lógica cristã não faz sentido, mas vocês engolem de graça. Assim como engolem que o suposto Deus tem poder de tirar a vida pq foi ele quem deu… E que não é injusto pq a pessoa pode ir pro céu.

    Puta merda.


  173. É apenas no sentido figurativo, é claro que ele sabe de tudo, mas a partir do momento que Cristo veio ao mundo, recebemos seu perdão de graça. E ja nascemos mortos, apenas começamos a viver a partir do momento em que passamos a acreditar e confiar nEle

    Ok. Boa sorte.


  174. Gente, acreditar no Deus bíblico é o mesmo q acreditar que Harry Potter e o Reino da Magia existe em algum lugar… Chega a ser patético.

    A pergunta crucial não é se Deus existe, sendo ele o bíblico ou não. É se há outra coisa além disso aqui. Tomara que haja, eu queria que houvesse, até torço para tal. Se houver, as respostas podem estar lá. Ou não. Talvez nem haja respostas.
    A pergunta crucial é: existe alma?? Ou o que chamamos e entendemos como tal? Vida sem corpo físico? Se existir pode ser que exista um Deus, ou uma razão pra tudo. Algo diferente do que conhecemos e que faria algum sentido.

    Mas, a idéia do Deus bíblico ou o Deus de qualquer outro livro religioso ser verdadeiro, único etc, é nula, zero, sem chance. Não resiste a argumentos de crianças do primário. As pessoas acreditam por medo, teimosia, descaso, esperança ou seja lá o que for. Tanto é assim que ninguém que diz que acredita segue metade do que é recomendado em tais livros.


  175. Pergunta: “Deus se arrepende?”

    Resposta: Malaquias 3:6 declara: “Porque eu, o SENHOR, não mudo; por isso, vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos.” Semelhantemente, Tiago 1:17 noz diz: “Toda boa dádiva e todo dom perfeito são lá do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não pode existir variação ou sombra de mudança.” O significado de Números 23:19 não podia ser mais claro: “Deus não é homem, para que minta, nem filho do homem, para que se arrependa. Porventura, tendo ele prometido, não o fará? ou tendo falado, não o cumprirá?” Não, Deus não se arrepende. Esses versículos ensinam que Deus não muda, ou seja, Ele é imutável.

    No entanto, isso aparenta contradizer o que é ensinado em outros versículos, como Gênesis 6:6: “então, se arrependeu o SENHOR de ter feito o homem na terra, e isso lhe pesou no coração.” Jonas 3:10 também diz: “Viu Deus o que fizeram, como se converteram do seu mau caminho; e Deus se arrependeu do mal que tinha dito lhes faria e não o fez.” Semelhantemente, Êxodo 32:14 proclama: “Então se arrependeu o SENHOR do mal que dissera havia de fazer ao povo.” Todos esses versículos falam de Deus se “arrependendo” de alguma coisa, e aparentam dizer o contrário dos versículos que ensinam que Deus não muda. No entanto, ao estudar essas passagens de perto, podemos ver que não são indicações de que Deus é capaz de se arrepender. Na linguagem original, a palavra traduzida como “arrepender” é a expressão hebraica para “entristecer”. Estar triste com alguma coisa não significa que uma mudança ocorreu, significa apenas que há tristeza por causa de algo que aconteceu.

    Considere o que Gênesis 6:6 diz: “então, se arrependeu o SENHOR de ter feito o homem na terra”. E o resto do versículo diz: “e isso lhe pesou no coração”. Esse versículo declara que Deus se arrependeu de ter criado o homem. No entanto, Ele obviamente não reverteu a Sua decisão. Ao invés, através de Noé, Ele permitiu que o homem continuasse a existir. O fato de que estamos vivos hoje é prova de que Deus não mudou de idéia sobre a criação do homem. Além disso, o contexto dessa passagem é uma descrição do estado pecaminoso no qual o homem vivia, e foi esse estado que despertou a tristeza de Deus, não a existência do homem. Considere o que Jonas 3:10 diz: “Viu Deus o que fizeram, como se converteram do seu mau caminho; e Deus se arrependeu do mal que tinha dito lhes faria e não o fez.” Da mesma forma, a mesma palavra hebraica é usada aqui, que expressa “tristeza”. Por que Deus estava “triste” com o que Ele tinha planejado para o ninivitas? Porque eles tiveram uma mudança de coração, e, como resultado, mudaram a forma de como estavam vivendo de desobediência para obediência. Deus é sempre consistente. Deus ia julgar Nínive por causa de sua maldade. No entanto, Nínive se arrependeu e mudou seus caminhos. Como resultado, Deus teve misericórdia com a cidade de Nínive, e isso é totalmente consistente com o Seu caráter.

    Romanos 3:23 diz que todos os homens pecam e deixam de alcançar o padrão de Deus. Romanos 6:23 diz que a consequência para esse pecado é morte (espiritual e física). Então, o povo de Nínive merecia essa punição. Todos nós enfrentamos a mesma situação, e é a escolha do homem de pecar que nos separa de Deus. O homem não poder responsabilizar a Deus por sua situação difícil. Por causa disso, não punir os ninivitas seria contrário ao caráter de Deus se eles tivessem continuado em seu pecado. No entanto, o povo de Nínive passou a obedecer, e por causa disso o Senhor escolheu a não castigá-los como tinha originalmente planejado. A mudança por parte dos ninivitas obrigou a Deus a fazer o que fez? Claro que não! Deus não pode ser colocado em uma posição na qual Ele tem qualquer obrigação para com o homem. Deus é bom e justo, e escolheu não punir os ninivitas como resultado da mudança do coração desse povo. Qualquer coisa, o que essa passagem realmente ensina é que Deus não muda, porque se Deus não tivesse preservado os ninivitas, isso teria sido contra o Seu caráter.

    As Escrituras que aparentam ensinar que Deus se “arrependeu” são tentativas humanas de explicar as ações de Deus. Deus ia fazer algo, mas ao invés, fez outra coisa. Para nós, isso pode parecer uma mudança. Mas para Deus, que é onisciente e soberano, não é uma mudança. Deus sempre soube de antemão o que iria fazer. Deus também sabia o que Ele precisava fazer para causar a humanidade a agir do jeito que Ele queria. Deus ameaçou a Nínive com destruição, sabendo que isso traria arrependimento a esse povo. Deus ameaçou Israel com destruição, sabendo que Moisés iria interceder. Deus não lamenta suas decisões, mas é entristecido por como a humanidade reage às Suas decisões. Deus não se arrepende, mas ao invés, age consistentemente com Sua palavra em resposta a nossas ações.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: