h1

Crianças assustadas por outras

27 de julho de 2009

terror1

Começou há muitos e muitos anos, quando algum maníaco do terror descobriu que crianças eram capazes de colocar mais medo que monstros adultos ou alienígenas comedores de cérebro. Desde então, o suspense ganhou outro significado e os momentos de tensão passaram a ser um pouco mais problemáticos. O fato é que, realmente, rostinhos delicados conseguem remeter nossos pensamentos aos mais aterrorizantes receios.

Nunca fui lá muito fã do medo. Aliás, é importante ressaltar que não são todos os que se impressionam de fato com filmes assustadores. Alguns, inclusive, riem-se do início ao fim (o que é bastante curioso de analisar, pois pode ser exatamente uma tentativa desesperada de fuga à sensação do medo e/ou de ostentação de uma falsa superioridade perante os demais). A questão é que ficar assustado nunca foi lá uma sensação que busquei avidamente nas salas de cinema ou nas sessões de locadora. Entretanto, apaixonado por filmes como sou, a curiosidade sempre falou mais alto.

Lembro-me bem do primeiro filme capaz de tirar horas de sono de uma mente pré-adolescente assustada. A menina Samara, que causou um enorme rebuliço por seu jeitinho meigo e amaldiçoado, além do terror bem criado nos detalhes de menor importância, como a própria fita maldita que condena a morte de quem a assiste. Foi minha primeira experiência de real medo, lá pelos meus treze anos. Durante semanas tive pânico da minha própria televisão e de espelhos redondos. Aliás, hoje em dia espelhos são os únicos objetos que ainda me causam estranheza, principalmente quando levanto a cabeça depois de lavar o rosto, sensação esta incutida por anos de cenas clichês cinematográficas.

terror

O trauma foi grande, tão grande que passei a evitar em definitivo todos os filmes que trabalhassem com crianças assustadoras ou assombrações fantasmagóricas. É claro que, insano como sou, não demorou muito tempo e já estava assistindo a O Exorcista, A Profecia, A Sétima Vítima, O Exorcismo de Emily Rose e tantos outros. Assustado e tapando os olhos de vez em quando, mas pelo menos descobrindo um novo universo. E descobrindo, também, que Emily Rose realmente transforma o assunto em algo mais sério.

Os anos se passaram e, seguindo um ritmo que parece acompanhar a maioria dos seres humanos, o medo e o receio deram espaço para a admiração. Os sustos continuaram, mas passaram a ser seguidos por risadas de alívio e análises sobre a fotografia, efeitos sonoros e a mente alucinada do roteirista. Aparentemente, a inocência infantil é o que abre as portas para a possibilidade do medo incalculável. A falta de vivênvia, informação e intelecto faz com que sejamos facilmente dominados por sensações provocadas através da manipulação visual e sonora. Com o medo, não é diferente.

Quando crianças, queremos que tudo acabe logo e interpretamos cada suspiro como uma possibilidade real e amedrontadora. Quando adultos, se esclarecidos, passamos a questionar os por quês. E é aí que tudo ganha mais vida.

Hoje não tenho mais pânico de filmes de terror, sinto-me liberto para explorar novas experiências e descobrir, por exemplo, que O Chamado 2 foi, de fato, realmente engraçado. Hoje, a Samara não representa mais nada além de um mito divertido de se analisar. Só seria alarmante se todos acreditassem que ela realmente existe.

Anúncios

75 comentários

  1. Muito bom o texto. Crianças nunca foram o meu forte também no quesito terror.
    Toda criança tem um ar misterioso e uma personalidade balançada, entendi perfeitamente sua análise, abraços!


  2. “principalmente quando levanto a cabeça depois de lavar o rosto”
    Pensei que era só eu e era coisa de cagão!! hahahahaha
    …ou somos dois cagões..?

    —————————————–

    Antigamente eu realmente tinha muito medo disso. Hoje eu sei que nada vai acontecer, mas mesmo assim, por fatores mesmo de mini-traumas causados na infância, ainda posso sentir um mínimo receio ao fazê-lo.


  3. Não sei. Mesmo nenhum filme me assustando, a não ser por Espíritos (aquelas fotografias eram de arrepiar), as pessoas que assistem às produções geralmente procuram o medo, logo o sentem. Existem as que riem, parecendo até sadomasoquistas de tanto que gargalham.

    Não é mais novidade que as crianças bizarras provocam bastante medo. O Profecia original acho que foi o primeiro a ter a ideia, e com êxito.

    ————————————–

    “A Profecia” original é de 1976. Em 1977 foi lançado o livro “O Iluminado” que também trabalha com crianças assustadoras. Entretanto, o filme “O Exorcista” é de 1973, não sei se foi o primeiro, mas sem dúvida foi o mais revolucionário.


  4. Quando era menor ia ao banheiro mas não olhava para o espelho temendo estar refletindo nele um espírito e sempre quando ia dormir olhava embaixo da cama pra ver se não tinha nada lá embaixo.


  5. Po, eu costumo rir em filme de terror.. E nem acho que seja uma forma de fuga ao medo.. É que tem cena que é tão bizarra, tão forçada.. Que me faz rir!

    Em filme de terror eu só levo susto.. Somente. Alias, só levo susto e tenho nojo.. É que não sou muito fã de sangue. Mas se for algo com exorcismo, fantasmas, etc.. Aí eu faço é rir.. Acho que é pq não acredito em nada disso.

    —————————————-

    Mas não digo que seja consciente e nem que seja verdade absoluta, mas há a possibilidade de que a risada seja uma tentativa involuntária de defesa do medo.

    Mas, óbvio, tem filmes que são realmente muito podres, como O Chamado 2.


  6. Eu também fiquei com receio de olhar no espelho depois que lavava o rosto por algumas semanas depois que assisti oo filme haha. O Iluminado pra mim foi um dos mais assustadores, bom… pelo menos na minha imaginação pq eu li o livro antes, então qdo assisti ao filme fiquei um pouco decepcionada. Crianças podem ser assustadoras mas eu até gosto de assistir,, agora.. Fred Krugger aaaafff até hoje não consigo dormir haha isso pq ja tenho 24 anos … que vergonha né? auuhaa
    Otimo post pra variar,Felipe! 😉


  7. ahh..nuncaa tive medoo de filmee de terror. Até gostoo bastantee, e tem mtos q, ao inves de causaar medo, causaam risos; um exemplo disso é Chuck. Nunca tinhaa rido tanto num filmee quanto eu ri nesse 😛

    ————————————

    Chuck virou filme de comédia, de fato.


  8. o foda de medo não é muito os filmes mais as histórias contadas depois da roda de amigos isso sim da aquela sensação estranha quando esta indo embora


  9. Em matéria de crianças em filmes de terror lembro na hora de samara tem um conhecido já velho com mais 30 de anos que se borra de medo quando passa apenas o cormecial na Tv.
    Parece que esse ano Vai entrar em cartaz :A orfã- Um casal adota uma menina com cara de boba, mas na realidade ela parece mais o capeta.


  10. Tente assistir o filme .REC – Nunca pare de gravar (algo assim).
    Tu leva uns cagassos bonitos, mas tem uma hora que a mulher vem correndo pra cima do policial que você se mija de rir!

    O fato é que não existem mais filmes de terror BONS como antigamente…

    ———————————————

    Meu irmão viu esse filme e disse que era um lixo.

    Eu não suporto filmes gravados com câmeras de mão, com aquele efeito “reality”. O único que achei interessante foi Cloverfield, mas mesmo assim achei que teria sido MUITO melhor se fosse produzido normalmente.


  11. Espelhos… eu nem me abaixo pra lavar o rosto, só o fato de eu não ter que levantar a cabeça já me conforta, prefiro só abrir os olhos depois, isso e no banho, quando vou tirar a espuma do cabelo e tenhoque fechar os olhos. Acho engraçado, mas tenho um pouco de medo, ainda.

    Assisti todos esses que tu citou, me assustei com todos, não exatamente um medo, só um susto em certos momentos, sinceramente não gosto muito disso, mas fazer o que? Não vou ficar em casa, sozinho, enquanto outros vão assistir.

    Analiza-los depois é interessante mesmo, depois da sessão as coisas começam a fazer mais sentido do que durante, apesar que coisas sobrenaturais daquelas não acontecem, mas no contexto parece fazer sentido.


  12. O Iluminado eu passei bem um mês dormindo com a luz acesa e com medo de ficar muito tempo sozinho. Detalhe, vi no auge dos meus 22 anos de idade! Hauhauhuahuauha =P


  13. Os únicos filmes que fiquei com medo foi “O Chamado” e “O Iluminado”. Na época eu tinha uns 13/14 anos, hoje acho que iria mesmo era rir. O Sexto Sentido só me deu uns susto em alguns momentos, mas medo não. Nunca tive a oportunidade de assistir o clássico “O Exorcista” (talvez eu nem queira tê-la), mas dizem que esse filme é realmente assustador.

    Quanto ao uso de crianças nesses filmes, o que me interessa é se realmente há aqueles “traumas” que tanto os táblóides expeculam em cima dos atores. Tem uma história de que a guria que fez “O Exorcista” ficou louca, algo do tipo. Não sei se deixaria meu filho atuar em um filme de terror, criança é um ser inocente e pode achar que aquilo de fato existe.

    Eu acho um assunto delicado criança atuar em certos tipos de filmes. Há um docudrama de uma criança de 12 anos que sofreu abuso e violência sexual durante toda sua infância. O diretor usou um ator de 12/13 anos para fazer cenas de sexo para seu documentário. É certo que nessa idade não consideramos mais uma criança, mas mesmo assim eu acho muito pesado para alguém tão novo.


  14. nossa! quando assisti O Exorcismo de Emily Rose não consegui dormir direito por um mês..acordei as três e fiquei com os olhos fechados com medo de abrir!minha prima que foi ao cinema comigo também acordou no mesmo horário e me ligou..quase morri de susto quando o telefone chamou ,engraçado que eu ri o filme todinho..nota-se que você tem toda razão:
    pois é exatamente uma tentativa desesperada de fuga à sensação do medo e/ou de ostentação de uma falsa superioridade perante minha prima que estava quase chorando kkkkkk
    muito bom o texto!!


  15. Tipo, a ÚNICA coisa que eu gostei no filme .REC ali, foi que o filme foi gravado com esse efeito “reality”, parece que é com câmera amadora mesmo, achei tri massa. Tipo, as cenas do filme assim parecem ser muito reais mesmo…

    Mas o filme “em si” não é grande coisa…

    Últimos filmes de terror bons mesmo que eu assisti foi “A Profecia 666” e “Bruxa de Blair” :D. Esses dá pra leva uns cagasso!

    ————————————–

    Em “Bruxa de Blair” eu não senti medo algum… E ainda detestei por usar o estilo “Reality”, realmente não gosto do estilo.


  16. Puxa, nunca havia pensado nisso
    mas realmente rir é um mecanismo de defesa
    mesmo que no inconsciente da pessoa

    Gostei do texto
    eu que não gosto muito de suspense/terror
    deu até vontade de assistir alguns filmes
    que a galera comentou
    Abraço


  17. Cara, eu não resisto a ver um filme de suspense/terror, posso até dizer que gosto… mas é fato que, depois de olhar, bate aquele arrependimento.

    Quando eu tinha uns 10-13 anos, eu olhava muito filme de suspense, mas na hora de deitar na cama, desligar as luzes e ir durmir, eu teria pago pra não ter assistido. Hoje eu ainda levo muito susto quando olho um filme de suspense, mas nunca mais me bateu medo… quando eu penso melhor sobre isso, digo até que sinto saudades de sentir medo de verdade de algum filme desse gênero…

    Felipe, já experimentou jogar algum jogo de terror? Esses sim ainda me trazem desespero, tem alguns que eu comprei e deixei de terminar, por não “me sentir bem”, digamos, ao jogá-los.

    —————————————–

    Vinícius, destes eu sinto em dizer que PASSO LONGE. Uma vez tentei jogar Resident Evil 4, que nem é muito tenso, mas já foi o suficiente pra me deixar mal o dia inteiro. Nunca mais quis saber de jogos deste tipo.


  18. Também não sou muito fã de filmes de terror e concordo que filmes que usam crianças são muito mais assustadores. eu lembro que o primeiro filme que eu vi foi Diabólica na epoca com 10 11 anos tive pesadelos por semanas.
    Concordo também que quanto mais esclarecida a pessoa menos ela sente medo, pelo menos e coisas irreais. Por isso pessoas que são mais ignorantes acreditam em lendas como mula-sem-cabeça, saci e outras.
    Mas agora a melhor coisa e rir de filmes de terror de 5 categoria


  19. Felipe, vi seu post e lembrei de uma matéria que eu li. Foi publicada não faz muito tempo no G1: http://g1.globo.com/Noticias/Cinema/0,,MUL1242425-7086,00-G+LEMBRA+AS+CRIANCAS+MAIS+MALVADAS+DO+CINEMA.html

    De acordo com a reportagem, o primeiro filme com uma criançada malvada foi ‘The Bad Seed’, de 1956
    (convenhamos que eu ri quando a vi foto da primeira criança encapetada dos cinemas)

    Esse tipo de necessidade por filmes que colocam medo até debaixo da unha, eu também tenho, mas ainda não cheguei nesse nível que você descreveu no post. Estou começando, um que estou acompanhando agora é Supernatural, 3ª temporada.
    É um filme que põe medo e ao mesmo tempo conta uma boa história (meu estilo de filme de terror/suspense: com histórias bem trabalhadas)
    Passo longe dos filmes como Jason ou Freddy Krugger, não pelo medo, mas sim que contam uma história fajuta, onde o protagonista vai -andando- atrás de suas vitímas, e no final das contas, é sangue pra tudo quanto é lado sem qualquer tipo de história bem trabalhada.

    ———————————–

    Lucas, na verdade Supernatural é um seriado 😉 E bem bacana por sinal.


  20. Sério que não gostou de “Bruxa de Blair” ?
    Bah cara, pra mim é um dos melhores filmes de terror, simplesmente por parecer ser bem real.
    Na verdade eu tenho muito medo é de filme de espíritos/exorcismo, etc. Por exemplo, nunca cheguei a ver “O Exorcista”, nem “O Exorcismo de Emily Rose” e nem pretendo ver!

    […]Mas vai me dizer Felipe, que tu tem “medo” de jogos de terror?! Hahaha…Resident Evil eu já virei 2 vezes de tão legal que eu achei o jogo!

    —————————–

    =/


  21. Aproveitando o assunto, ao ver você falar de “Exorcismo de emily rose” lembrei do video que vi da suposta “real possessão” da garota, se não viu (o que acho difícil) ta ai o link – http://www.youtube.com/watch?v=chw4EXcSt0w) –
    Devo ressaltar que ver uma vez já me bastou…se é que me entende!!! hahahahaha


  22. Ainda acho que filmes de terror que envolvem pessoas com deformidades físicas assustam mais, ou fantasmas/espíritos/entidades que já foram pessoas com deformidades.
    Um bom exemplo é Silent Hill e os respectivos jogos.


  23. Quanta abobrinha. Seu blog deveria se chamar de “futilidade para fúteis”. Seus textos não dizem absolutamente merda nenhuma. E antes que pergunte o que estou fazendo aqui, respondo desde já que estava de passagem. Você demonstra ser alguém muito mal amado e que necessita estar sempre no centro das atenções. É o ar que respira diariamente. Sem ele morre. Haja futilidades para tantos futeis e inúteis. Porque não vai ler um livro? É mais recompensador.
    Claro que não tenho a pretensão de publicar, evidentemente, a não ser que queira me xingar. Você decide.

    —————————————-

    Relaxa Reinaldo, esses comentários são a parte humorística do blog. Não só pra mim, como para todos os leitores assíduos. Tá publicado 😀


  24. Sobre os filmes de terror/suspense, eu sou cagona pra porra. Nunca assisti Chuck, mas agora que vocês falaram que é uma Bosta eu vou tentar. O Exorcismo de Emily Rose é um do melhores que ja assisti, curto bastante filme baseado em histórias reais.. Felipe ja assistiu Espiritos?

    —————————————-

    Não, esse aí eu me caguei no trailler e nunca quis ver.


  25. Eu tive medo da Chave Mestra… mas sabe que eu gosto de sentir “medo” nesses filmes??

    ———————————-

    Eu também senti medo da Chave Mestra, principalmente porque toca num assunto delicado, o Vudu.


  26. É sério que a Samara não existe? Porra!!! Me sinto tão, sei lá, enganado, sabe? =P
    Quem nunca recebeu a ligação de um amigo dizendo: “Seven Days”? Comédia viu.

    ‘^^

    Quando assisti “O Exorcista” pela primeira vez, tinha 11 anos, fiquei com um cagaço do escuro por um bom tempo! Me sentia o cara mais medroso do mundo, nem demonstrava isso para meu amigos, se me chamassem pra assistir de novo com certeza iria, sendo que no fundo estaria tremendo de medo. Hahahahahahaha…

    Bom, hoje em dia faz tempo que não assisto algum filme do gênero, mas assistiria na boa também, claro que com os sustos, como você disse, mas é normal. =D


  27. pra mim o pior filme de terror é aquele Albergue, nunca vi um filme tão idiota.


  28. Mesmo nos textos sobre outros assuntos ainda consigo ver a veia do assunto “religião” pulsando aqui.
    Exemplo: “Quando crianças, queremos que tudo acabe logo e interpretamos cada suspiro como uma possibilidade real e amedrontadora. Quando adultos, se esclarecidos, passamos a questionar os por quês. E é aí que tudo ganha mais vida.”
    Não sei se foi de propósito mas esse trecho me remeteu imediatamente à ideia de sobre religião e tudo o escrito nos posts anteriores(não vou repetir).
    Tenho mais ou menos a mesma opinião.
    🙂

    ——————————————-

    Ssshhhh, não espalha 😉


  29. huahua…o comentário acima foi engraçado.kkkkk
    Putz, não sei comentar sobre filme, na verdade os odeio, não que assim eu queira, na verdade ja tentei gostar, mas nada… de todo tipo, desses de terror mal feitos então…apesar de que os que assisti até hoje, que nem lembro o nome, me fizeram rir, porque por não gostar de filmes acabo reparando soh o que quero, logo, só os erros, ridicularidades e extravagancia. Está aí, de repente é esse meu papel diante dos filmes, já que adimira-los eu não consigo, qquando não durmo páro de assistir na primeira cena.
    Ah…Chuck eu gosto, não do filme, mas do bonequinho, por mais que eu não tenha assistido o filme, cheguei a tentar, PELO CHUCK.

    ThiagOrnelas


  30. quanto ao “.. video que vi da suposta “real possessão” da garota..” conheço uma menina que ficou uma semana passando mal apos ve-lo


  31. Muito bom o texto. Sou apaixonado por filmes de terror.. Um filme que realmente me assustou foi Espíritos. Eu lembro que tive dificuldades para dormir por uns 4 dias.
    Falando de jogo, um muito bom é FEAR. Esse jogo é muito louco. Assiste uns vídeos no youtube. É o tipo de jogo que não dá para encarar de madrugada sozinho..rsrs
    abraço..


  32. Me empolguei tanto com esse troço de medo que escrevi até um texto sobre isso. Eu sei que ninguém vai clicar, talvez o Felipe nem aceite o comentário, mas tá aqui o link:

    http://humorragia.blogspot.com/2009/07/fixacao-pelo-medo.html


  33. Ah, não brinca que vc gostou de Cloverfield?? Aquilo foi uma das piores coisas que eu já vi…

    ————————————

    Eu achei interessante, mas não maravilhoso. Tenho MUITAS críticas ao filme, são muitos clichês Holywoodianos, mas me divertiu. Eu sou o tipo de pessoa que não se importa que um filme seja clichê, idiota, fútil ou bobo, se me divertir e me fizer passar 2 horas agradáveis, já valeu a pena e pronto, gostei.


  34. A Chave Mestra… este é maravilhoso… A Viagem Maldita também..

    Mas Felipe vale a pena assistir Espiritos… o 1 somente porque o 2 é uma BOSTAAAAAAAAAAA..


  35. Alguns filmes de terror me fizeram ter medo de objetos, cada um a seu tempo: televisão, fotografias, espelhos… Sempre tive medo da Samara e nem quis assistir a versão original do filme por isso.

    Mas, Felipe, Espíritos é um filme que vale a pena. Nem aparecem tantos fantasmas em fotografias, mas tem cenas tensas e o final é um tanto surpreendente.


  36. Putz! Assim como outros leitores que comentaram, pensei que eu era o único que tinha uns cagaços de olhar pro espelho depois de lavar o rosto e tal, seja pra levantar a cabeça da pia ou fechar o armarinho. No “A Profecia” – pelo menos no remake – e em uma série de outros filmes, o espelho é usado com esse artifício mesmo.

    Diversas vezes que, quando mais novo, eu simplesmente saía de lado, sem olhar pra ele. E subia as escadas pro quarto em um pulo só hahahahaa.


  37. Faz tempo que não criam um filme de terror decente, e depois que os japoneses ou chineses sei lá, começaram a fazer filmes de terror parei de assistir,esse povo do olho fechado acabou com os filmes do gênero


  38. Me mijando de tanto rir do Felipe dizendo que não assistiu Espíritos porque se cagou de medo no trailer. Seja homem, porra. Hahaha, mesmo me borrando todo aguentei assistir o filme. O duro é conseguir dormir depois.


  39. Rapaz… lembro-me como hoje da noite em que vi O Chamado no cinema. Fiquei muito assustado, mesmo! Passei uma semana olhando para a tela da TV desligada e achando que ela se ligaria a qualquer hora.
    Quando o filme chegou nas locadoras, o aluguei tantas vezes que a Samara perdeu muito do potencial assustador. Embora ainda hoje, quando estou sozinho aqui na casinha onde o PC fica, de madrugada, isolado do mundo, e olho para a TV desligada, sinto um desconforto quando penso no que faria caso ela se ligasse sozinha. XD

    Engraçado que nem O Exorcista me deu medo (nojo de algumas partes, mas nunca medo).

    Quanto ao O Exorcismo de Emily Rose. Bem, esse me causou um desconforto. Principalmente quando fui olhar mais sobre o caso em que se inspiraram para o filme e encontrei fotos e trechos de áudio das sessões de exorcismo da garota Anneliese Mitchel (a “Emily Rose”) e percebi que quando ela grita (se você prestar bem atenção) parece que se dá com duas vozes juntas. Realmente desconfortante.

    ——————————————

    Mas a ciência explica tudo o que aconteceu com Anneliese Mitchel 😉 Assim como a crença no sobrenatural.


  40. “…quando levanto a cabeça depois de lavar o rosto,…”

    Eu também morro de medo. ahahhaha


  41. “A Profecia” original é de 1976. Em 1977 foi lançado o livro “O Iluminado” que também trabalha com crianças assustadoras. Entretanto, o filme “O Exorcista” é de 1973, não sei se foi o primeiro, mas sem dúvida foi o mais revolucionário.

    ***

    Quanto a isso de filmes de terror com crianças bizarras, me recordo de “Os Inocentes” (1961), baseado no livro de 1898 “A (Outra) Volta do Parafuso” de Henry James.

    No filme uma governanta aceita um emprego dos sonhos: cuidar do casal de sobrinhos do homem por quem ela está apaixonada. Tudo parece bem de início, pois o lugar é agradável e as crianças são gentis, mas coisas estranhas como o fato do tio das crianças nunca querer ser incomodado por causa delas e aparições na região começam a deixar a governanta cada vez mais paranóica.


  42. AHUHUAHUAHUA MELDELS QUE CAGÃO!!!! Mas, confesso que quando eu era bem mais nova eu tambem me cagava de medo da tal “loira do banheiro”, mas isso só me moticou a ir atrás do desconhecido e do suspense de ver um fantasma ou zumbi, ou qualquer que fosse a coisa.
    Filmes de terror com criança criam esse pavor todo, em minha opinião, pelo fato de serem tão ”clichados” (sic) de pureza, beleza, paz, etc&tal… e só de pensar que uma criança tão bonita pode carregar um demônio. Isso é excitante (não sexualmente). 😀

    Se tu tem medo de jogos assim, imagino se jogar fatal frame, FEAR (cuja história é ótima, recomendo vc ver os vídeos no vocêtubo) e clock tower *-*.

    Ótimo texto e foi saber que tem esse certo pavor. (6)


  43. “quando levanto a cabeça depois de lavar o rosto, sensação esta incutida por anos de cenas clichês cinematográficas.”

    Fico realmente aliviada em saber que eu não sou a unica que tem pavor levantar a cabeça e ver alguma coisa atras de mim.

    Adoro o blog *-*
    Parabéns.


  44. Aew Felipe Neto, ótimo tema, YEAH!! \o
    medo da samara nunca tive, mas tenho que confessar que tenho medo dakela mulher do grito.. hauhuahuah apesar do filme ser uma merda, principalmente o grito 2 -.-‘ perdi meu tempo assistindo akela besteira sem pe nem cabeça, so pra sentir medo, pq historia.. não tem!
    dos outros filmes de terror que assisti nunca tive medo, com excessão do exorcismo de emily rose, pois eu acredito em demônios hehehe, pra mim foi como se aquilo tudo fosse de verdade na minha frente ~medo~
    enfim, é isso \o/ :B


  45. Nunca fui muito fã do medo, e conseguentemente nunca fui muito fã dos filmes de terror, e ainda não sou… Aredito, inclusive, que não é um gosto que irei adquirir…


  46. Não gosto de filme de terror, nunca gostei.
    Quando pequeno não gostava porque não dormia a noite.

    E atualmente não gosto porque sempre é previsivel.
    E o roteiro quase não tem nada util.


  47. Quando assisti Chamado algo inusitado ocorreu..

    assisti na casa de uma amiga tinha uns 14 anos eu acho, o filme acabou aquele sentimento de medo no ar e advinha o telefone toca, minhaa amiga atendeu e entrou em desespero disse que estava fazendo um barulho estranho, eu ri achei que ela estava tentando me assustar, peguei o telefone e realmente constatei que estava fazendo um chiado estranho..nesse momento eu e minha amiga saimos correndo da casa assutadas..

    hoje é hilário lembrar, mas na época com a inocência foi bem assustador a coincidência…

    mas até hoje não gosto muito do sentimento que certos filmes de terror provocam, não é medo mas um desconforto, e sentimnento de que podia ter ocupado meu tempo com algo mais proveitoso..
    enfim , mas ainda assim assisto esporádicamente!


  48. Felipe, sou apaixanada por você… ADOROOOOOOOOOOOOO

    Você é uma delicia.

    —————————————

    Como sabe se nunca provou?

    Eu acho.


  49. Nunca tive muito medo de filmes de terror “sobrenatural”,mais qnd era menor tinha muito medo de zumbis e talz,dominação do mundo por alienígenas ou a Skynet!kkkk


  50. Desses filmes ai so vejo a serie supernatural e ainda assim de dia!

    A mulher de branco do 1° episodio me assusta ate hj !


  51. /\ huahuahuahuahuahuahua Felipe Neto podendo heein .
    ‘O’ fê ou ‘A’ fê ? saoisoiasoiaois eu tbm amo vc felipe 😀 num vivo sem esse blog ahuauauaua

    ———————————–

    🙂


  52. Lembro de um filme com crianças que deixou-me perturbado, foi cemitério maldito baseado no livro de Stephen King, aquele moleque quando voltou dos mortos foi o capeta, outro foi esse que já virou clássico, o chamado, o primeiro claro, lembro-me que estava quase terminando o filme e tocou o telefone, ai de alguem querer atender rsrsrsrsrsrs.
    Mas é fato que, ver crianças que para nós são anjinhos, se tranformarem em mostros, acaba mexendo com nossa frágil cabecinha, abraço a todos.


  53. é…to com a menina acima, Religião, Cristianismo e etc…sempre são tônicas por aqui.


  54. jamais, medo pra que? prefiro rir… depois nao durmo cara!
    se eu assistir exorcista é 1 semana de luz acesa…


  55. […] Texto: Crianças assustadas por outras […]


  56. Coloquem no Google Em Imagens e Escrevam “A Garota do Corredor”… da medo…


  57. “principalmente quando levanto a cabeça depois de lavar o rosto”
    Pensei que era só eu e era coisa de cagão! [2] somos três então ;/


  58. […] Crianças Assustadas por outras Pircing no Mamilo é coisa de viado? […]


  59. N gosto de filmes de terror…tenho medo msm. E concordo q crianças assustam p caramba.
    =/


  60. Parabéns, seu link esta nos LinksRedondos da Semana. Acesse o Blog Mundo Redondo e confira.


  61. Cara,quando passou chamado você era criança?Quantos anos você tem?
    Eu não entendo como as pessoas ficam com medo desses filmes.Eu só consigo rir…
    O único filme que me deu arrepios até nos cabelos da bunda foi “Espíritos”, que é um filme Tailandês.

    ———————————–

    21 anos.


  62. Pouquíssimos filmes de terror são realmente tensos, que dão medo a cada virada mais rápida de camera e te deixa preso no sofá quando não há praticamente som algum, só o do personagem andando num corredor escuro ou algo do tipo.

    O último que assisti que realmente é muito bom na questão TENSÃO, é o Cadáveres. Filme muito tenso, toda hora parece que alguma coisa vai acontecer,mas dificilmente ocorre, o que acabou por ser broxante no fim das contas. Vale conferir!


  63. Hoje em dia a Samara teria que converter a fita em um DVD, pq ngm mais tem video cassete :p


  64. Sabe…to aqui assistindo um filme e lembrei deste post. Os caras da Pixar devem ter percebido esse lance de crianças assustadoras…a Boo assusta geral em “Montos S.A”. aheuaheuaheua


  65. Vale ressaltar que a atriz que fez a “SAMARA” hoje é isso aqui: http://www.imdb.com/media/rm677088000/nm0153738

    Num dá pra ter medo! =P

    PS: Eu AMO filme de terror!

    —————————————-

    Cacete, como ficou linda.


  66. principalmente quando levanto a cabeça depois de lavar o rosto” nossa comigo é a mesma coisa,sempre quando vou enxaguar a boca depois q escovo os dentes procuro fazer sem abaixar a cabeça.


  67. vc disse q teu irmão achou REC ruim, mas eu msm rindo de Exorcista, tendo raiva das vitimas totalmente submissas de Jason e tantas outras bobagens que agente ve num filme de terror, tive medo em REC, mas vc tah certo qnto a esse lance de “reality”, puts é um saco a camera não parar de mexer em alguns momentos do filme.


  68. […] Texto: Crianças assusatdas por outras […]


  69. Hahahahaha muito bem escolhido o tema! Bom, minhas amigas gostam de ir fime de terror comigo pois pra elas se torna comédia, e levo cada susto que até eu dou risada de mim mesmo. Confesso que já tive muito medo, mas assim como você esse “pavor” passou e hoje é mais ameno. O Toshyo não é mais tão assustador hahahahaa

    Abração
    =]


  70. “Eu sou o tipo de pessoa que não se importa que um filme seja clichê, idiota, fútil ou bobo, se me divertir e me fizer passar 2 horas agradáveis, já valeu a pena e pronto, gostei.”

    pois somos dois! uaehuae
    Filme bom, é filme que eu goste. Prontocabo! =P


  71. Fred Krueger OWNAA.. tenho 18 e desde os 10 anos de idade tenho um trauma incalculável.. as crianças e os adolescentes quando morriam ficavam na minha mente!! era mais horripilante que o próprio Fred!!!


  72. Aehuhueahuehueauhaehueh tinha uma época que eu tinha medo de olhar nos espelhos de noite.
    Quando eu tava mais maduro, eu enchi o saco de ver filmes de terror no estilo: Presos em um lugar e alguém de nós é o assassino. Quase sempre é a criança -.- .
    Tirando isso, os outros filmes quase sempre são bons.


  73. tbm axo0o0o criança em filme de terror meio macabro, adoro filme de terror mais prefiro os que naum tenham crianças elas lá com aqueles
    rostinhos perfeitos boquinha bem vermelhinha .quando pensam que naum
    (vapuuu)estam elas atacando aiiii quiii medo prefiro filmes sem elas msm
    xau xau até a proxima …


  74. “É claro que, insano como sou, não demorou muito tempo e já estava assistindo a O Exorcista, A Profecia, A Sétima Vítima, O Exorcismo de Emily Rose e tantos outros. Assustado e tapando os olhos de vez em quando, mas pelo menos descobrindo um novo universo. E descobrindo, também, que Emily Rose realmente transforma o assunto em algo mais sério.”

    Por quê?

    Não faço ideia.


  75. aquilo nao mete medo a ninguem e eu tenho o filme e nao mete medo nenhum



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: