h1

Ficar parado é uma armadilha

2 de agosto de 2009

preguica

Ah! A preguiça. Veneno sedutor, de sabor doce mas que sempre resulta em dores estomacais. Néctar criado pelo ser humano para poder não fazer nada, fazendo alguma coisa. A preguiça é um dos maiores males e, ao mesmo tempo, um dos melhores.

Quem é trabalhador autônomo sabe bem o que é a preguiça, pois precisa lutar contra ela de uma forma que outras pessoas não conseguem compreender. Há maior dificuldade em não ter patrão, prazos e cobranças, do que em tê-los, isso porque a obrigatoriedade de execução do serviço desperta a vontade, mesmo que mínima, enquanto um autônomo tem de criá-la sem o incentivo da pressão. O resultado, em pessoas preguiçosas, é o ato milenar do empurrão com a barriga, deixando sempre pra daqui a pouco e distraindo-se com as mais simples coisas, como um perfil no Orkut ou um vídeo do Youtube. Um dia inteiro é capaz de passar sem ser percebido, quando a preguiça guia os movimentos e leva o indivíduo à não execução de suas tarefas.

O problema é que a evolução da tecnologia guia o homem para uma preguiça cada vez maior. As possibilidades de quebra da atenção estão cada vez mais sedutoras. São video-games de última geração, redes sociais como o Orkut, Flickr, Blogs, Micro-Blogs, MySpace e trocentos outros. Temos filmes e mais filmes no conforto de nossas casas em televisões gigantescas. Temos ainda os Messengers, esses egoístas e controladores, principalmente quando engatamos numa conversa interessante. Os celulares também entram nessa categoria, pois não mais são utilizados somente como forma de comunicação com outra pessoa, mas sim como uma central de distração. Enfim, a cada momento um novo modelo de exploração da preguiça surge no mercado e cada vez mais pessoas aparecem dispostas a ceder.

internet-tedio1

É claro que todas as ferramentas acima possuem também outra vertente, essa muito útil, que é a conectividade mundial, a globalização. Os Blogs aparecem como líderes no quesito importância, dentro de minha humilde opinião, incentivando a leitura numa sociedade que não possui o hábito de ler livros. As redes sociais, messengers, celulares, todos incentivam a interação, embora sob a preocupante forma do isolamento físico. E de resto, bem, todos precisamos de diversão.

A questão é que cada forma de distração torna-se uma armadilha em potencial para quem não tem o preparo certo para saber controlar o próprio tempo e sua produção. Desta forma, pessoas são capazes de ficar dias inteiros consecutivos navegando de forma vegetativa na internet, mesmo em seus empregos. Até por isso a decisão de muitas empresas em cortar o mal pela raiz, proibindo as redes sociais e Messengers dentro do ambiente de trabalho. A medida só torna-se errada porque a utilização destes serviços pode servir como incentivo de produção para os bem preparados. Quanto aos mal preparados, ora, a eles cabe a demissão. Muitas empresas, como o Google, trabalham seus funcionários para saberem lidar com isso, mantendo a pressão dos prazos, mas dando a liberdade da diversão, essa é uma fórmula que, quando bem executada, melhora tudo.

internet-tedio

Ficar parado é que é o grande problema. Pessoas ficam paradas durante anos, paradas no tempo, paradas no aprendizado, buscando somente o individualismo da diversão temporária. Deixam de explorar um gigantesco potencial, muitas vezes até mesmo desconhecido, por conta de uma preguiça que sequer sabem que possuem. Entregam-se, vendo a vida passar e deixando de vivê-la. Essa tendência remete ao isolamento social, à fobia de interação e, quando percebem, não mais conseguem sequer manter uma conversa oral, pois acostumam-se com o conforto do teclado e o tempo para pensar, que é muito. E esse é o fator mais preocupante. Ninguém vê chegando, só percebe quando já está lá e, depois, é difícil sair.

Saia um pouco do computador e viva meia hora da vida.

Anúncios

36 comentários

  1. Como diz o grande filósofo, Homer Simpson: “Tudo o que precisa de mais de 12 passos não vale a pena “


  2. Falo como estudante: jogos, redes sociais, comunicadores instantâneos… todos nos levam ao entretenimento e ao mesmo tempo à acomodação. Muitos perdem horas com essas coisas e não aproveitam o potencial que a internet tem para a educação, por exemplo. Como vestibulando, aproveito vários sites para ampliar meu conhecimento com vídeo-aulas, notícias etc.
    Porém, incrivelmente, nem todos conhecem esses benefícios e acabam taxando a internet na vida como um vício.

    Como você disse, é preciso saber aproveitar essas ferramentas de forma racional.

    Saia um pouco do computador e viva meia hora da vida. [2]


  3. tem razao… XD


  4. E quanto a minha meta de engordar 10kg por mês =D?


  5. Nossa Felipe, que isso. Texto SENSACIONAL cara!

    Tu descreveu muito bem a forma de vida da maioria da população e na maior parte do tempo, a minha também infelizmente.
    Sou só eu ou tem mais alguem que quando sai nos finais de semana e está lá se divertindo, dançando e tals, pensa consigo: “Putz, e porque eu perco tanto tempo naquela merda de computador? Olha a diversão que eu tenho do lado de fora!”
    É foda cara. Com certeza, depois de ler esse teu texto e perceber que eu estou realmente entrando nesse mundo de preguiça vou sair mais do computador e fazer QUALQUER OUTRA COISA!

    Só que é foda quando o cara tem blog, ou vive da Internet assim como tu…querendo ou não, quando o cara vai escrever um texto o cara leva umas 2 a 3 horas, mas isso se torna umas 6 horas, porque depois automaticamente ficamos no Orkut, MSN e afins…

    Sinceramente, muito obrigado pelo texto!
    Vou ler toda vez que eu sentar nesse computador e perceber que já passou do tempo necessário para fazer o que eu preciso aqui….


  6. Putz!Eu era sedentário pra caramba,de uns tempos pra cá tenho feito mais exercícios e me alimentado melhor.
    internet é um bem que vicia,use com moderação ;D


  7. Pessoas que têm metas bem focadas na vida não perdem tempo.


  8. com certeza há muitas coisas melhores a se fazer do que viver na matrix… ótimo post… ;D


  9. Excelente post Felipe!Desta vez tenho que concordar com você.
    Mas preciso te fazer uma pergunta:Este texto também é voltado para você mesmo ou é só impressão minha?rs

    ———————————–

    Sim, também.


  10. Isso é pura verdade.
    Sou músico, felizmente cumpro meus horários de estudo muito bem.

    Por outro lado conheço diversos músicos que acabaram caindo nessa de “daqui a pouco vou estudar” e por fim perdem dias, até semanas vendo TV.

    Não ter horário fixo é bom se você sabe lidar com a preguiça e com distrações, senão é melhor o cara ter patrão mesmo.

    Uma coisa que faço para não cair em tentação é evitar “vicios”. Por isso não compro video games, sei que se eu comprar vou ficar jogando o dia todo e nunca estudarei.


  11. Caramba, me identifiquei bastante com o seu texto. Acho que tá na hora de seguir o seu conselho. =D


  12. Internet não é para os fracos!

    Muito bom o texto!


  13. Já vivi minha meia hora de vida!!! =D Agora, posso vegetar um cadinho!

    Amei o texto!!! SENSACIONAL!!
    Ainda bem q eu tenho chefe, horários e prazos, estaria perdida se n tivesse…(mesmo tendo deixo td p última hora, rs).

    Os trabalhos da facul sempre são prejudicados pela net…eu entro p escrever um artigo, uma resenha, fazer uma pesquisa e sempre penso assim: vou só dar uma olhada no orkut e no msn…aí sem qrer abro o site de jogos, aí sem qrer, já esqueci o q tinha q fazer. =)
    Ainda tem o blog p me distrair…
    É acho q n sou uma pessoa focada…perco mto tempo. 😉
    Continue escrevendo esses textos ótimos p eu poder perder bastante tempo aqui, rs.


  14. como preguiçoso tenho que concordar com o texto, quando passei a deixar o pc masi de lado percebi um monte de coisas fodásticas que eu poderia fazer, hoje tento me manter no meio termo, só tenhoq ue resolver a preguiça de acordar cedo e ir trabalhar… mas isso é algo que aos poucos estou resolvendo, meio devagar, porém estou resolvendo… E creio que a maioria dos jovens de hoje mal sabe o que é jogar bola na rua, fazer as brincadeiras que eu fiz quando fui criança, trabalho com suporte técnico de uma empresa de internet e percebo o quanto os jovens (até uns 30 anos) sofrem quando ficam sem internet 2 ou 3 dias, e o pior muitas mães têm usado a internet como uma forma de controlar os filhos, em algum dos casos se eles não tem internet tornam-se insuportáveis, entediados, como você mesmo disse a internet (principalmente) e essas formas de diversão citadas tem o seu lado bom, porém isso tem criado adultos despreparados, encarando a vida como uma conversa de msn, os amores como paixõezinhas de msn, etc. É uma pena isso, por que o intuito dessas tecnologias não é criar uma vida como as que tem criado cheia de preguiçosos que preferem uma madrugada no msn do que uma madrugada se divertindo com “amigos fisicos”.


  15. Sou eu no texto e_e’
    Acho que tá na hora de seguir o seu conselho. =D [2]

    Até tenho um blog onde faço tirinhas, pra não ficar só no PC e também pra aprimorar meus desenhos.
    Acho que é um começo ;b

    E parabéns pelo post


  16. Tem post que não tenho que comentar …
    Prefiro os polêmicos


  17. Ha sou sedentaria demais e preguiçosa demais para ir até o Parque caminhar ou fazer academia, as unicas coisas que faço fora de casa (leia-se computador) é MC, cerveja com os amigos, e show’s.


  18. Eu alimento muito a minha preguiça visitando seu site hehehe! Vc tem parte nessa culpa hehe


  19. Li uma vez um post no blog Mind Hacks que afirmava que o uso excessivo da internet afetava o amadurecimento das pessoas, porque as impedia de passar um tempo sozinhas, refletindo sobre suas vidas e amadurecer com isso. As pessoas agora sempre estão OnLine, interagindo com dezenas de pessoas.

    Hoje é quase impossível se desconectar. Acessa-se pelo celular, pelo notebook. Dá para ficar conectado em qualquer lugar e a qualquer hora. É algo do qual não haverá volta.


  20. huauhaa…
    Verdade.
    Internet atrai/segura atenção.Eu por exemplo não posso usa-la dia antes de prova, se eu tiver estudado, é como se limpasse minha mente, tudo que estudei some, mas as coisas da internet não


  21. Já pensei muitas vezes sobre esse assunto, ultimamente tenho ficado muito na internet, 90% do tempo à trabalho, e tenho que dizer, só consegui essa porcentagem de produtividade depois de muito tempo planejando, analisando e definindo metas difíceis de ignorar.

    Uma das ferramentas que uso para isso é um programa chamado Health Keeper ( http://healthkeeper.sourceforge.net/ ), com ele você pode controlar o tempo que você ficará parado. Eu o programo para a cada 50 minutos ficar 10 minutos desligado do computador. Assim ele te avisa poucos minutos antes, e quando chega a hora ele simplesmente desliga o monitor e só liga ao fim dos 10 minutos.

    Assim eu posso sair, tomar um café, olhar a paisagem, conversar com alguém, e logo volto ao trabalho. Isso diminui o stress (que leva à preguiça) de forma impressionante.

    Fora é claro, nunca deixo de ir para um bar com os amigos na sexta-feira, jogar pôker nos sábados à tarde e ir para a roça no domingo, e claro, a pelada clássica na terça.

    Posso dizer que sou um dos poucos autônomos que vive de blogs que tem uma ótima vida pessoal offline.


  22. foi-se o tempo em que passava até dias na frente do pc, saindo apenas pra buscar coca cola ou ir ao banheiro… hoje sou bem mais caseira (nao tenho pc em casa, só tv e livros :D), prefiro ver um filme do que sair pra festas. chatice.

    ótimo texto, serve de alerta para muitos sedentários ^^


  23. Sei o que é isso :~
    Acontece muito comigo.Tipo,os nerds/geeks sabe…
    Últimamente tenho vivido demais para a internet,sei lá,me sinto tão bem jogando papo fora e/ou simplesmente não fazendo nada.Mesmo sabendo que posso estar errado.
    Eu meio que me refugio do mundo exterior na internet.Nela crio coragem,tenho mais liberdade em me expressar


  24. “Quem é trabalhador autônomo sabe bem o que é a preguiça, pois precisa lutar contra ela de uma forma que outras pessoas não conseguem compreender.” (2)

    Acho que é um pouco de vício também ficar horas e horas vagando na internet. É tão comodo não ter que pensar que a preguiça aumenta mais ainda. Por isso reservo uma hora do dia (de preferencia após o almoço) para vegetar e depois me obrigo ao voltar para o trabalho. Só volto a vegetar se a inspiração faltar (destrair o cérebro).

    Aliás, eu devia estar produzindo a revista, mas estou aqui lendo seu blog… Adeus


  25. O MSN é o pior de todo pra mim, fico preso nele, isso e ficar ouvindo música enquanto leio algo, por vezes são bobagens.

    O problema maior não é a preguiça que isso tudo gera, e sim a impossibilidade de deixa-los, hoje em dia se a pessoa não estiver conectada ela está fora o mundo. Em qualquer ficha cadastral o e-mail é necessário, para deixar um comentário aqui, por exemplo, amigos reclamam de você por não responder recados no Orkut, por estar sempre “off” no MSN, entre outras coisas.

    Tudo bem, vou viver meia hora, falou.


  26. Realmente existem blogueiros que empurram seus blogs com a barriga, postando uns vídeos péssimos do YouTube em vez de pesquisar alguma coisa interessante ou escrever um texto interessante.

    Minha produtividade caiu muito quando ganhei um PC no trabalho. Eu só queria saber de ficar lendo blogs e twittar. Agora que ele pifou estou trabalhando direito.


  27. Sabe de alguma leitura recomendada quanto a isso? Para aprofundar mais??

    E o texto está bem parecido com os outros. Muito bom!

    Obrigado por eles neh!

    —————————————

    Putz Felipe, nesse caso desconheço.


  28. Pior é quando você sabe que é assim, como esta descrevendo no seu texto e insiste no pensamento de que no dia seguinte vai ser diferente, vai ser mais proveitoso.

    É o meu caso!

    Só pra constar, sai do meu quarto 3 vezes hoje. Uma pra almoçar, e as outras duas pra beber água. =S


  29. Belíssimo texto.
    Eu estava adoecendo, ficando horas e horas na frente dessa tela que é muito legal, mas me consumia demais. Tinha orgulho de ser um vegetal. Mas tomei uma atitude, iniciei caminhando, depois voltando a conviver com meus amigos reais para sair um pouco. Bem ainda quero estar aqui 24h por dia, mas já melhorei bastante.


  30. sempre procurei blogs com bons textos pra ler, mas sempre acho uns engraçados e isso acaba ficando em segundo plano.Bom que achei esse aqui, maluco escreve pa caraio mas escreve bem, curti o blog (favoritado)


  31. Putz Felipe, falou muita coisa neste texto! Cara, vi muita realidade no que escreveu aí comparando com o mundo de hoje e até mesmo com minha vida. Pra vc ter uma idéia, tô aqui no serviço morrendo de preguiça e lendo seu blog hahahaha não que isso seja ruim, até porque nem tem muita coisa para fazer aqui, mas o vício de “dar aquela espiadinha” é inevitável…

    Abração
    =]


  32. ow preguiça de ler…


  33. É um caso sério pra quem realmente não tem foco. Tá tudo ali na tua frente, pra que sair? Eu creio q uso moderadamente pq tenho qm me regule e não é o meu chefe [ainda bem]. é triste ver alguem c acabando na frente de um pc, horas a fio. questão de cultura tbm né? aqui no Maranhão o povo é bastabte alienado [não generalizando], mas acredito tem lugar beeem pior. [eu por exemplo ja to a 3 hrs e acredito ter tido aproveitamento de meia só, enviando uns emails importantes.] enfim, como sempre ADORO o q tu escreve.


  34. Concordo em relação que a preguiça tem feito parte da rotina atual. Horas em msn, orkut, twitter, tudo numa grande vontade de fazer nada, apenas a diversão importa.

    Mas é necessário ter controle próprio, ter consciência dos próprios atos, incluindo “o ato ou efeito de não fazer nada”. Se ver que está parado ou sedentário, a pessoa tem que ter a atitude de levantar a bunda da cadeira e começar a fazer nada andando.

    Já iria mudar alguma coisa.

    Texto muito legal cara, abraços.


  35. eu já fui assim. não que hoje eu seja muito diferente, mas eu mudei XD
    tenho um namorado, alguns poucos e bons amigos, família e pratico um esporte que amo, ainda bem!
    mas enquanto eu não faço nada de manhã (no caso, trabalhar), e enquanto meu técnico não volta (por causa da gripe ¬¬), o esquema é aproveitar e perder as madrugadas na internet XD~
    pra se divertir, não tem coisa melhor. sem falar em algumas poucas e boas companhias que você só conhece graças a essa lataria mágica que chamamos de computador. pessoas que moram a quilômetros de distância, e que nós gastaríamos uma fortuna em ligações DDD ou ficaríamos dias esperando pela próxima carta.

    internet é uma benção. se usada da forma certa 😉


  36. droga…pura verdade.
    vlw…agora vo parar de ler o blog e ir desenhar . pra que um dia isso deixe de ser apenas um hobby!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: